BUSCA PELA CATEGORIA "BAHIA"

  • Belo Campo: Tiroteio após assalto aos Correios assusta população

    Fonte e foto: Fotos: Blog do Anderson

    Uma troca de tiros entre a Polícia Militar e uma quadrilha de assaltantes deixa população em pânico, na pequena Belo Campo, na manhã desta quarta-feira (26). Um dos tiros atingiu o colete a provas de balas de um policial. Pelo menos dois bandidos já foram capturados.  O clima é tenso na pequena cidade do Sudoeste Baiano, localizada a 65 quilômetros do Vitória da Conquista via BR-116 e BA-263. 



  • Igaporã: Revoltados com descaso, população tapa buracos de rodovia

    Informações e foto: Site TV Aprochego

    A população da cidade de Igaporã, no sudoeste da Bahia, cansou de esperar pela reforma da BR-430, estrada que liga o município a cidade de Caetité. Segundo informações, os moradores se reuniram na manhã do último domingo (23) e levaram sete caminhões de cascalho mais dois caminhões pipa e realizaram sua própria operação tapa buracos. A BR-430 é alvo do impasse entre governo estadual e o governo federal.

    No início de janeiro a Assembléia Legislativa aprovou o projeto de federalização da rodovia coincidente BA 430/BR430 BR-430, que liga os municípios de Caetité e Bom Jesus da Lapa, atravessando as cidades de Igaporã e Riacho de Santana. Porém o trecho ainda não recebeu nenhum tipo de reforma. 

    Os buracos, crateras, falta de acostamento adequado e a pouca sinalização causam diversos perigos aos motoristas que trafegam na via. Cerca de 25 pessoas entre empresários, taxistas, moradores e caminhoneiros participaram da manifestação. De acordo com os manifestantes a estrada foi construída há cerca de 30 anos e desde então nunca recebeu reforma, apenas alguns buracos eram tapados pelo Derba.

    “Ha sete anos nem isso vem acontecendo” disse um dos manifestantes. A ação ocorreu das 5h da manhã até 18h do último domingo (23). Ao todo 20km de estrada receberam cascalho. Nenhuma autoridade esteve presente no local. De acordo com os manifestantes cerca de R$ 5 mil foram gastos na ação, que contou com a doação de empresários da região.



  • Vereadora de Barreiras é acusada de homofobia por chamar estudante de bicha louca

    BN / Foto: Reprodução / Fernando Pop

    Um líder estudantil de Barreiras, extremo-oeste da Bahia, registrou um boletim de ocorrência, neste final de semana na delegacia da cidade, no qual acusa de homofobia a vereadora Núbia Araújo (PP). João Felipe Lacerda, de 21 anos, afirma ter sido chamado de “bicha louca” pela legisladora, durante sessão da Câmara Municipal realizada na última quarta (19). O jovem é líder da União da Juventude Socialista (UJS) local e participava, com outros membros do grupo, de um debate na Casa. Ele conta que uma discussão foi iniciada quando um vereador fez críticas a uma ONG defendida pela entidade juvenil. “Nessa semana foi cortado o convênio da Escola Lar de Emmanuel, uma ONG que funciona como escola e orfanato. Quando abriram a sessão para as palavras dos vereadores, um deles falou inverdades sobre a ONG. Várias pessoas que estavam lá se sentiram indignadas e gritaram 'mentira'. Na hora que eu estava gritando, a vereadora Núbia pegou o microfone e pediu ao presidente [da Câmara] que retirasse ‘essa bicha louca daqui’”, relatou o estudante, em entrevista ao G1. O rapaz diz ainda ter sido “ameaçado de morte” por um assessor, depois de caracterizar a pepista como homofóbica. “Ele disse: ‘Respeita a vereadora senão eu vou te dar uma surra, vou passar o carro por cima da sua moto'. Aí eu me retirei do local porque estavam ameaçando chamar a polícia”, narrou, Ao site, João Felipe anunciou que pretende entrar com uma ação judicial contra a vereadora.  



  • Foi a mão de Deus, diz sobrevivente após queda de postes que matou um

    Jefferson dirigia o carro ao lado da esposa quando foram atingidos por poste. G1 (Foto: Ivanildo Santos/TV Bahia)

    O vigilante de carro-forte Jefferson Santana, 25 anos, é uma das pessoas que conseguiram escapar com vida do acidente ocorrido na manhã deste sábado (22), em Salvador. Três postes despencaram e atingiram dois carros e uma carreta na Rua da Bolívia, na região do bairro de Pirajá. Uma pessoa morreu. Durante a tarde, a Coelba, empresa responsável pela distribuição de energia elétrica, confirmou a versão de moradores de que a estrutura de um dos postes foi afetada por fogo colocado em lixo depositado na base do equipamento. Danificada, a estrutura cedeu, arrastando outros dois postes por meio da fiação. 

     

    Jefferson Santana dirigia o carro do pai para levar a esposa fonoaudióloga, que estava no banco do carona ao lado dele, para um atendimento no bairro de Pirajá quando os três postes despencaram, e um deles atingiu em cheio o veículo onde estava o casal. Por sorte, os dois sofreram apenas ferimentos leves, e não foram imprensados pela estrutura, que ficou caída logo atrás dos bancos onde estavam.

     

    "Foi a mão de Deus nas nossas vidas. Eu vi a morte na minha frente", contou Jefferson em entrevista ao G1 na tarde deste sábado, após ser liberado de um hospital particular, onde foi medicado junto com a esposa. Os dois se queixam de dores pelo corpo por causa da pancada. "Só vi o clarão no céu, do curto-circuito, e aí eu vi os fios caindo no chão, e os postes caindo no meio da pista", lembra.

     

    O motorista do outro carro atingido morreu no local. O poste caiu sobre o banco do motorista. Duas mulheres que estavam no carro com ele conseguiram escapar da tragédia. Já o condutor de uma carreta tinha acabado de estacionar o veículo e, por pouco, um dos postes não atingiu ele e o filho de dois anos.

     

    O Corpo de Bombeiros esteve no local para apagar o fogo no lixo deixado na rua. Por meio da assessoria de imprensa, a Coelba informou que os postes eram novos e um deles teve a estrutura de concreto e a parte interna de ferro danificadas pelo calor do incêndio. Imóveis da região ficaram sem energia elétrica durante o trabalho dos técnicos.

     

    Motorista que estava neste carro não sobreviveu ao acidente em Salvador (Foto: Ivanildo Santos/TV Bahia) 



  • Outono começa com Índices de Radiação Ultravioleta elevados na Bahia

    Fonte: Acorda Cidade / Foto: Reprodução / Egi Santana/G1 BA

    O início do outono na Bahia registrou elevados Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) afirma que a previsão para sábado (22) e domingo (23) é variação do índice entre 11 a 13, o que é considerado “extremo”, segundo levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS).
     
    O Inema alerta que as pessoas que vão escolher a praia como opção de lazer durante o final de semana fiquem atentas e tenham cuidado em relação a exposição prolongada a radiação solar, principalmente nos horários das 10h às 16h, intervalo de tempo em que os efeitos causam mais danos à saúde.
     
    Segundo o Inema, por ser uma estação de transição entre o verão e o inverno, o outono apresenta características de ambas. No início da estação, as temperaturas se mantêm elevadas e com chuvas intensas e de curta duração, que são características do verão. Já a partir do mês de maio, as temperaturas ficam mais amenas e as chuvas se tornam menos intensas e de longa duração, que já são características do inverno, informou o instituto. 
     



  • São Desidério: Idosa de 71 anos é presa suspeita de ter matado companheiro, diz delegado

    G1 Bahia / Idosa é suspeita de ter matado o companheiro (Foto: Salomão Correia / Alô Alô Salomão)

    Uma mulher de 71 anos foi presa sob a suspeita de ter matado o companheiro de 40 anos na última quinta-feira (20), no povoado de Vila Nova, em São Desidério, no oeste da Bahia. A informação é de Carlos Ferro, delegado titular do município.

    O delegado afirma que os dois apresentavam sinal de embriaguez e que o crime teria acontecido após briga entre o casal.

    "Ela disse ele estava bêbado e que a ameaçou porque achava que ela estava traindo ele. Aí ele pegou uma faca e a atacou. Ela diz que desviou e ele mesmo acabou se cortando", relata o delegado.

    Segundo a polícia, durante a briga a suspeita acabou cortando um dos dedos. A mulher foi presa em flagrante e levada para o Complexo Policial de Barreiras. "Nós vamos ouvir as testemunhas a partir de segunda-feira (24) para saber se foi homicídio simples mesmo ou legítima defesa", acrescenta o delegado Carlos Ferro.



  • Aparelho criado por baiana trata problemas do sono, como ronco e apneia

    BN / Foto: Divulgação

    Dormir mal e ainda roncar, ninguém merece. Para fazer com que a solução desses problemas não seja encarada como algo sonhador, um aparelho desenvolvido pela doutoranda em biotecnologia pela Ufba, Kenya Felicíssimo, pode trazer o sono dos justos para quem tem o incômodo ou para quem dorme ao lado. O produto usado intraoral (por dentro da boca) – que já recebeu o Prêmio Inventor Independente em 2010 – está em fase de finalização e pode chegar ao mercado no ano que vem. "Estamos finalizando o desenvolvimento dele e negociando com empresas interessadas em fabricá-lo em escala industrial", relata ao BN a única cirurgiã-dentista na Bahia com certificação em Odontologia do Sono,  emitida pela Associação Brasileira do Sono (ABS).  A previsão é que o aparelho chegue ao consumidor por R$ 60.

     

    Nesta segunda-feira (24), ainda no Mês Mundial do Sono (março), Kenya fará palestra gratuita na Livraria Cultura, Salvador Shopping, às 19h, e enfocará o tema. “Vamos falar também sobre tratamento, causas e consequências direcionadas ao público leigo”, antecipa. Segundo a especialista, roncar não é normal em nenhuma idade, o que inclui crianças. “Quando é uma ou até duas vezes na semana não é tão grave, mas quando se torna frequente tem de tratar", adverte a especialista. Kenya explica também que enquanto nos adultos a falta ou o sono mal dormido causa cansaço e irritabilidade, nas crianças tem como consequência a hiperatividade. "Elas ficam agitadas e apresentam dificuldades de se concentrar na escola, o que prejudica o aprendizado", alerta. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 40% da população mundial dormem mal, com dificuldade de ter de seis a oito horas de sono consecutivas. Assim, segundo a profissional, insônia, ronco e apneia (parada respiratória momentânea) se tornaram distúrbios comuns na sociedade, muitas vezes negligenciados. “Não é todo mundo que chega numa roda de amigos e expõe que ronca”, diz. 



  • Juazeiro: Funcionários terceirizados da UNEB realizam protesto

    Protesto reuniu trabalhadores em frente à universidade na Bahia (Foto: Jamai Damasceno/Arquivo Pessoal) G1 Bahia

    Os funcionários de limpeza terceirizados da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) protestam em frente ao campus da universidade, localizado no município de Juazeiro, cerca de 500 Km de Salvador.

    O atraso no pagamento dos salários é o motivo para a mobilização que acontece desde a manhã desta sexta-feira (21). Apesar do protesto, as aulas na unidade de ensino ocorrem normalmente.

    De acordo com Jamai Damasceno, administrador regional do Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza da Bahia (Sindilimp), a paralisação começou na segunda -feira (17) e se estende até esta sexta-feira com o início dos protestos. Cerca de 60 pessoas colocaram fogo em pneus durante a manifestação.

    "Nossa data base de pagamento é sempre o 5º dia útil e eles estão atrasando nossos salários. Enquanto não realizarem o pagamento, vamos ficar com as atividades paradas nas universidades e nos campi. Colocamos fogo em pneus para chamar atenção, mas o nosso protesto é pacífico", afirmou.

    Segundo Ruy de Carvalho Rocha, professor e diretor do Departamento de Tecnologias e Ciências Sociais da universidade, providências já estão sendo tomadas para regularização dos salários. "Ontem telefonei para a UNEB querendo uma posição e consegui a informação de que o recurso já foi empenhado para o pagamento deles e que já haviam feito a liberação com o governo", contou em entrevista ao G1. Segundo Ruy de Carvalho, essa liberação foi confirmada na tarde de quinta-feira (20).

    "Após o pedido do recurso, o valor tem que ter o aval da secretaria da Fazenda. Depois de confirmar a liberação é repassado em nome das empresas terceirizadas para a UNEB. Daí esse valor é depositado na conta dessas empresas que repassam aos funcionários", explicou o diretor. O órgão pretende regularizar esta pendência até terça-feira (25), segundo afirmou Ruy de Carvalho. Até a publicação desta reportagem, o grupo de manifestantes permanecia em frente à universidade.



  • Itabuna: Polícia não tem pistas sobre sumiço de respiradores em hospital

    Do G1 BA, com informações da Tv Bahia

    Ontem (19), completou uma semana que os três aparelhos de respiração do Hospital de Base da cidade de Itabuna, no sul da Bahia, desapareceu. A polícia ainda não tem pistas do que aconteceu. Os funcionários do hospital já foram ouvidos, mas não há uma explicação de como os aparelhos, com quase 50 Kg e 1,5m cada um, foram levados sem que ninguém percebesse. Cada aparelho custa R$ 45 mil. Os respiradores ficam armazenados em uma sala do pronto de socorro do hospital. Eles podem ser utilizados pelos enfermeiros, auxiliares e médicos, dentro do pronto de socorro, no atendimento de pacientes com problemas respiratórios. A delegada responsável pelo caso informou que vai analisar as imagens das câmeras do circuito interno de segurança do hospital, que ficam guardadas por 15 dias. Das quatro saídas, apenas a da emergência é monitorada por câmeras de segurança. Uma outra saída conta com vigilantes 24 horas. Já as outras duas funcionam em horário comercial, com recepcionista e sem segurança ou câmeras. De acordo com o presidente da fundação que dirige o hospital, Paulo Bicário, os aparelhos que restam não são suficientes para a demanda do hospital que atende, por mês, média de 6 mil pessoas só no pronto de socorro. "O uso desses aparelhos ventiladores é muito importante para os pacientes. O que mais interessa é ter esses aparelhos para a gente dar continuidade da nossa necessidade interna", explica Paulo Bicalho.

     



  • Novo movimento de Policiais Militares cria tensão no governo

    Há pouco mais de dois anos, em 31 de janeiro de 2012, policiais militares anunciavam o início de mais uma greve, que durou 12 dias. Agora, seis associações que representam a categoria, entre elas a Associação de Policiais e Bombeiros e de Seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), que encabeçou o movimento de 2012, começam a se mobilizar para discutir as propostas do governo para a categoria.

    Embora dirigentes das seis entidades descartem o indicativo de greve, sexta-feira, quando se reúnem em assembleia conjunta no Wet’n Wild (Paralela), a articulação preocupa o governo. Três dias antes da reunião, na segunda-feira à noite, o comandante-geral da PM, coronel Alfredo Castro, emitiu um comunicado em que diz ter tomado conhecimento “da existência de discursos proclamados isoladamente por um ou outro que parecem se interessar pela desestabilização do bom momento que vivemos atualmente na Polícia Militar da Bahia”. Segundo a nota, os discursos foram emitidos nas redes sociais. 

    Para o diretor de mobilização da Aspra, o vereador Soldado Prisco, o coronel fala sobre algo que não conhece. “Não existe isso (de grupos menores). O comandante está falando uma coisa que, infelizmente, ele não tem conhecimento, porque não está dentro das entidades”, disse Prisco.

    A categoria, que reúne pelo menos 34 mil homens na ativa no estado, reivindica melhoria salarial, mudanças na política remunerativa, plano de carreira, acesso único ao quadro de oficiais, um Código de Ética, aposentadoria com 25 anos de serviço para a Polícia Feminina, aumento do efetivo, bacharelado em Direito para os oficiais, além de elevação de toda a tropa para o nível superior entre 2014 e 2018.

    Segundo Castro, a situação está sendo discutida por um Grupo de Trabalho: “Associações representativas dos policiais e bombeiros militares, Comando, secretarias e órgãos do governo, conjuntamente, apresentaram propostas e sugestões para promover a modernização administrativa através da reforma da Lei de Organização Básica e do Estatuto da PM”, diz.

    Projeto
    O governo tem até 180 dias antes do início do período eleitoral para remeter ao Legislativo qualquer projeto que provoque alterações salariais de servidores. Para as associações, o prazo vence em 8 de abril. Para o comando, dia 10. “O nosso pensamento é fazer a assembleia e deixar pré-agendado um outro encontro para sair com indicativo de paralisação, caso o governo não atenda às solicitações”, disse o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM-BA), Agnaldo Pinto.

    “De lá, com certeza, vamos marcar nova assembleia e o futuro a Deus pertence. Não depende da gente, depende do governador”, disse Prisco. Mas há quem diga que as negociações podem se encerrar na sexta. “Se as propostas atenderem às expectativas, não vai ter a segunda assembleia. Desde sexta passada, há reuniões do governo com as associações. Se isso for suficiente para atender as expectativa das tropa, não será necessária nem a segunda assembleia”, disse o presidente da Força Invicta, tenente-coronel Edmilson Tavares. (Fonte: Correio da Bahia - Foto: noticiasdealagoinhas.com.br )



  • Feira de Santana: Bebê recebe atendimento em policlínica e morre em casa

    O DPT comprovou que não houve violência e que a criança pode ter morrido após sentir falta de ar / Fonte e fotos: Acorda cidade

    O corpo de um bebê de seis meses foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para ser necropsiado. A mãe dele, Rita de Cássia da Silva dos Santos, disse que ele passou mal e morreu por volta das 4h da madrugada desta segunda-feira (17), na casa onde morava, na Rua Maravilha, no bairro Santo Antônio dos Prazeres, em Feira de Santana. Ela conta que levou o bebê duas vezes à policlínica do bairro Rua Nova e a mandaram levá-lo de volta para casa. No sábado e no domingo, segundo a mãe, Rycardo dormiu normalmente e na segunda-feira ele passou mal novamente e morreu. O médico informou na policlínica que Rycardo estava com falta de ar. A delegada Lícia Alves disse ao Acorda Cidade que o DPT comprovou que não houve violência e que ele pode ter morrido após sentir falta de ar. Segundo ela, a causa da morte será confirmada somente após o resultado da necropsia.



  • Comando da PM não vê clima para movimentos paredistas, reforma sai até 10 de abril

    Foto: Tiago Melo/ Bahia Notícias

    Após a associação de oficiais da Polícia Militar Força Invicta questionar o dia 8 de abril como prazo legal para o governo se posicionar em relação às demandas da corporação, o Comando da PM informou em nota que o grupo de trabalho (GT) estipulou, de comum acordo, o dia 10 como prazo. O grupo, que reúne representantes das associações da categoria e de órgãos de governo, além de secretários, vai discutir a reforma da Lei de Organização Básica e do Estatuto da PM. No comunicado, o comandante geral da PM, coronel Alfredo Castro, ainda reiterou que “o processo de modernização administrativa em curso não pode ser confundido com campanha salarial”. As associações da Polícia Militar farão assembleia na sexta-feira (21). Castro destacou ainda o pagamento da primeira parcela da Gratificação de Atividade Policial (GAP) IV em novembro, o reajuste linear do funcionalismo público – que ainda não foi definido pelo governo – e o pagamento, em abril, do Prêmio por Desempenho Policial à “grande parte da corporação” pelo alcance das metas do programa Pacto pela Vida. Ao pedir a confiança dos integrantes da PM no “processo de interlocução entre a corporação e o governo”, Castro “tranqüiliza a sociedade” e deixou expresso que “não vê clima para movimentos paredistas”. Em entrevista ao Bahia Notícias, o coronel Edmilson Tavares, presidente da Força Invicta, negou a possibilidade de greve. O comando ainda afirma que “aqueles que estão pregando a desestabilização da tropa estão na contramão do processo de modernização administrativa da PM e buscando vantagens individuais e não coletivas”.



  • Mais de 100 kg de drogas são incineradas no município de Teixeira de Freitas

    Drogas são queimadas em forno de metarlúgica Divulgação / Polícia Civil / R7

    Foram incinerado um total de 127 kg de drogas entre elas maconha, cocaína e crack, no forno de uma metalúrgica, no município de Teixeira de Freitas, localizado  a 790 km de Salvador. As drogas foram apreendidas nos últimos oito meses, em operações das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, naquela cidade. A incineração contou com as presenças dos delegados Marcus Vinicius de Almeida, coordenador da 8ª Coorpin (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior), Wendel Ferreira, titular da DTE (Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes) e Marco Antônio Neves, titular da DT (Delegacia Territorial), unidades sediadas em Teixeira de Freitas. Também estiveram presentes representantes do 13º BPM (Batalhão da Polícia Militar), DPT (Departamento de Polícia Técnica) e o Poder Judiciário local.



  • Após recusar certificados, Conselho de Enfermagem é acionado para assegurar registro provisório

    BN / Foto: Reprodução

    O Conselho Regional de Enfermagem (Coren-BA) foi acionado pelo Ministério Público Federal (MPF-BA) e pela Defensoria Pública da União na Bahia (DPU-BA), após recusar a inscrição de bacharéis apenas com o certificado de colação de grau. De acordo com a ação civil pública ajuizada, o diploma – exigido pelo Coren para o requerimento de inscrição – pode demorar até dois anos para ser emitido, o que deixa os recém-formados impedidos de trabalhar durante o período. Em 2004, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) chegou a editar uma resolução que permitia a inscrição provisória dos profissionais, mas em 2010 ela foi reeditada para vedar a concessão temporária. Segundo os autores da ação, o procurador Regional dos Direitos do Cidadão Leandro Nunes e o defensor público da União Átila Dias, não é razoável impedi-los de desempenharem a profissão em razão do trâmite burocrático referente à expedição do diploma, uma vez que é possível demonstrar a conclusão do curso por meio de outros documentos. Os autores entendem que a definição é uma violação ao direito fundamental da liberdade de trabalho, garantido pela Constituição Federal. Por isso, MPF e DPU requerem à Justiça que a exigência do diploma seja dispensada na inscrição de bacharéis e que, caso a determinação seja descumprida, seja estabelecida multa diária de R$ 1 mil.



  • Polícia apreende carga de cigarros avaliada em R$ 1,3 milhão em Nova Viçosa

    BN/ Foto: Divulgação / PRF

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez, nesta segunda-feira (17), a maior apreensão de cigarros contrabandeados já registrada na Bahia. Avaliada em mais de R$ 1,3 milhão, a carga foi encontrada em uma carreta durante operação no Km 109 da BR 418, próximo ao município de Nova Viçosa, na divisa com o estado de Minas Gerais. Foram contabilizadas 1.110 caixas do cigarro Bill Light, que juntas somam 11 milhões de unidades provenientes do Paraguai, sem documentação alfandegária. O veículo que transportava o lote irregular tinha placa de Goiás e apresentava indícios de adulteração de chassi e Cerificado de Registro de Licenciamento de Veiculo (CRLV). Os produtos foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil local. O motorista da carreta conseguiu fugir antes de ser abordado.