publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
Marcos Andre em:
Torre da Oi cai e serviços de internet e telefonia ficam prejudicados em Aracatu
 
 
Mano Barreto em:
A segunda edição do Encontro de Motociclistas de Brumado promete movimentar o município
 
 
Maria aparecida santos moreira em:
Kezinha Produções realizou Páscoa Solidária em Brumado
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "brasil":
 
20.03.2017 - BRASIL
 
Cármen Lúcia anuncia em Minas que vai se aposentar no início de 2018
 
Cármen Lúcia anuncia em Minas que vai se aposentar no início de 2018
Estadão Conteúdo
 

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou nesta segunda-feira, 20, que pretende se aposentar da Corte e que isso deverá ocorrer já no início de 2018. A ministra afirmou que quer voltar a dar aula na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC), em Belo Horizonte. Cármen Lúcia é professora licenciada da instituição, lotada na Faculdade Mineira de Direito (FMD). "Estou com saudades dos meus meninos", disse, se referindo aos alunos.

A presidente deu palestra em aula inauguração da faculdade na manhã desta segunda. Na chegada à escola, passou por protesto contra o STF e foi chamada por uma manifestante de golpista. A ministra avaliou como normal o protesto. "É da democracia. Se não fosse aqui, seria na sala de aula", afirmou. Confirmado o desejo de se aposentar, a ministra não completaria os dois anos de mandato previstos para o cargo. A ministra assumiu o posto em setembro de 2016.

Durante a palestra, a ministra afirmou ainda que a morte de seu pai, Florival Rocha, em fevereiro, também contribuiu para que começasse a pensar em retornar a Minas Gerais. Acho que tenho a alma engarranchada em alguma árvore do norte de Minas", disse. A ministra é de Montes Claros. Seu pai morava em Espinosa, ambas cidades da região norte do Estado.

 
     
     
 
18.03.2017 - BRASIL
 
Banco Central bloqueia R$ 2 milhões de investigados na 'Carne Fraca'
 
Banco Central bloqueia R$ 2 milhões de investigados na 'Carne Fraca'
 

Foram bloqueados pouco mais de R$ 2 milhões das contas de 46 pessoas investigadas na Operação Carne Fraca, que apura irregularidades na fiscalização e comercialização de carnes. O valor foi informado pelo Banco Central neste sábado (18) à Justiça Federal, que havia determinado o bloqueio de até R$ 1 bilhão de cada uma das contas.

Não significa necessariamente que cada um dos investigados tenha R$ 1 bilhão. Este é um teto estipulado pela Justiça.

Segundo a Polícia Federal, fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebiam propina para liberar licenças sem realizar a fiscalização adequada nos frigoríficos. A investigação indica que eram usados produtos químicos para maquiar carne vencida, e água era injetada nos produtos para aumentar o peso.

 
     
     
 
17.03.2017 - BRASIL
 
Produtos químicos eram usados para 'maquiar' carnes vencidas, diz polícia
 
Produtos químicos eram usados para 'maquiar' carnes vencidas, diz polícia
Viaturas da Polícia Federal no Ministério da Agricultura (Foto: Vitor Matos/G1)
 

Frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca usavam produtos químicos para "maquiar" carne vencida. As empresas também injetavam água para aumentar o peso dos produtos e, em alguns casos, foi constatada ainda falta de proteína na carne. Os detalhes foram passados pelo delegado da Polícia Federal Maurício Moscardi Grillo em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (17).  

“Eles usavam ácidos e outros produtos químicos para poder maquiar o aspecto físico do alimento. Usam determinados produtos cancerígenos em alguns casos para poder maquiar as características físicas do produto estragado, o cheiro", disse Moscardi.

No caso da falta de proteína, o delegado explicou que havia substituição. "Foi trocada por fécula de mandioca ou proteína da soja, que é muito mais barata, mais fácil de substituir."

O delegado afirmou que nem mesmo os fiscais envolvidos, que costumavam ganhar carnes dos proprietários como benefício, estavam aguentando a má qualidade dos produtos. "Eles comentavam entre si que não estava mais dando para receber", disse.

Operação nacional


A operação detectou, em quase dois anos de investigação, que as Superintêndencias Regionais do Ministério da Pesca e Agricultura do Estado do Paraná, de Minas Gerais e de Goiás atuavam diretamente para proteger grupos empresariais em detrimento do interesse público.

Mediante pagamento de propina, os agentes públicos suspeitos atuavam para facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização efetiva.

Entre as ilegalidades praticadas no âmbito do setor público, está a remoção de agentes públicos com desvio de finalidade para atender a interesses dos grupos empresariais.

A conduta permitia a continuidade da ação fraudulente de frigoríficos e empresas do ramo alimentício que operavam fora das regras vigentes.

Em Goiás, o sistema operava de forma parecida com o paranaense, sendo chefiado pelo chefe local do Dipoa, Dinis Lourenço da Silva.

Em Minas Gerais, o juiz federal Marcos Josegrei da Silva afirma que as investigações foram insuficientes para aprofundar o tamanho dos atos de corrupção envolvidos.

 
     
     
 
17.03.2017 - BRASIL
 
Edinho e partidos poderão acessar trechos de depoimentos da Odebrecht, decide TSE
 
Edinho e partidos poderão acessar trechos de depoimentos da Odebrecht, decide TSE
Foto: Divulgação/ TSE
 

O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), autorizou nesta quinta-feira (16), que o PCdoB e o ex-tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff em 2014, Edinho Silva (PT), tenham acesso a trechos de depoimentos de executivos e ex-executivos da Odebrecht prestados à Justiça Eleitoral. Os depoimentos, feitos no âmbito da ação que apura se a chapa Dilma Rousseff-Michel Temer cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger em 2014, correm sob sigilo. Edinho solicitou ao TSE as transcrições dos depoimentos do herdeiro do grupo Odebrecht e ex-presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, do ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar e do ex-diretor da Odebrecht Ambiental Fernando Cunha Reis. O ex-tesoureiro da campanha de Dilma prestará depoimento nesta sexta-feira (17) ao TSE. O PCdoB, por sua vez, solicitou acesso à totalidade dos depoimentos de executivos e ex-executivos da Odebrecht, nos quais o partido ou seus dirigentes tenham sido mencionados. "Considerando o caráter sigiloso atribuído aos depoimentos pleiteados, defiro o pedido autorizando o acesso aos depoimentos somente em relação aos trechos que envolvam condutas atribuídas aos peticionários", diz despacho assinado pelo juiz auxiliar Bruno César Lorencini. O mesmo expediente deverá ser adotado em relação ao ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, também citado em depoimentos, e a outros partidos que eventualmente apresentarem requerimento semelhante. De acordo com delatores da Odebrecht ouvidos pelo TSE, houve pagamentos da empreiteira a favor de PDT, PCdoB, PRB e PROS, em troca do apoio à chapa Dilma-Temer nas eleições de 2014. Alexandrino Alencar afirmou que a empreiteira pagou R$ 7 milhões para cada um desses três partidos: PROS, PCdoB e PRB, em um total de R$ 21 milhões. Esses pagamentos teriam sido realizados com a intermediação de Edinho Silva. Em fevereiro, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, negociou um repasse de R$ 7 milhões do caixa 2 da Odebrecht para o PRB na campanha de 2014. Na época, o ministro afirmou "desconhecer" essa operação e disse que "delação não é prova". Já o ex-diretor da Odebrecht Ambiental Fernando Cunha Reis afirmou que foram pagos R$ 4 milhões ao PDT para que o partido ingressasse a coligação da chapa presidencial de Dilma Rousseff-Michel Temer de 2014. Os depoimentos podem complicar a situação de Dilma e Temer, já que o TSE mudou em 2015 a sua jurisprudência e passou a reconhecer a compra de apoio político como uma forma de abuso de poder econômico. Herman determinou na última terça-feira, 14, que os presidentes de PROS, PRB, PDT e PCdoB apresentem esclarecimentos por escrito dentro de um prazo de três dias.

 
     
     
 
17.03.2017 - BRASIL
 
PF cumpre 311 mandados em 7 estados; apuração envolve licença de frigoríficos
 
PF cumpre 311 mandados em 7 estados; apuração envolve licença de frigoríficos
 

A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (17) 311 mandados judiciais em sete estados, pela operação Carne Fraca, apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária, Abastecimento (Mapa) em esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. Segundo informações da Polícia Federal, algumas das maiores empresas do país são alvos da apuração. A investigação aponta que os fiscais pediam propina para empresários; estes cediam, mas em contrapartida, chegavam a obter a prerrogativa de indicar quem faria a fiscalização nas empresas. Os mandados serão em São Paulo, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás. Ao todo, 1,1 mil policiais participam da ação. Do total de mandados, 26 são de prisão preventiva, 11 de prisão temporária e 79 de conduções coercitivas, além de 195 mandados são de busca e apreensão. Também há ordem judicial para o bloqueio determinou o bloqueio de bens de todos os investigados no caso, somando R$ 1 bilhão. A nome da operação, Carne Fraca, faz menção à expressão popular, como uma forma de indicar a má qualidade dos alimentos vendidos por essas empresas.

 
     
     
 
15.03.2017 - BRASIL
 
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 6 milhões nesta quarta-feira
 
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 6 milhões nesta quarta-feira
 

O Sorteio 1.912 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 6 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quarta-feira (15), em Barra Bonita (SP).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, com o valor integral do prêmio, o ganhador poderá adquirir sete casas de R$ 800 mil cada ou 81 jet skis. Se quiser investir na poupança, o sortudo poderá garantir uma aposentadoria de R$ 31 mil por mês.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 
     
     
 
14.03.2017 - BRASIL
 
Funcionários dos Correios prometem greve nesta quarta-feira
 
Funcionários dos Correios prometem greve nesta quarta-feira
 

Funcionários dos Correios em ao menos 18 estados e no Distrito Federal prometem entrar em greve na próxima quarta-feira (15) em protesto contra as reformas da Previdência e Trabalhista.

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentec), uma assembleia geral em cada cidade filiada está marcada para decidir onde haverá paralisação – em alguns lugares, como em São Paulo, a adesão está praticamente garantida, de acordo com o sindicato paulista.

 

 
     
     
 
14.03.2017 - BRASIL
 
Dinheiro recuperado de esquema de Cabral vai pagar aposentados do Rio
 
Dinheiro recuperado de esquema de Cabral vai pagar aposentados do Rio
Foto: Agência Brasil
 

Os R$ 270 milhões resgatados do esquema de corrupção, que, segundo o Ministério Público Federal era chefiado pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB), serão utilizados para pagar o 13º salário atrasado dos servidores aposentados e pensionistas do Estado, apurou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. Cerca de 150 mil pessoas receberão o abono integralmente, com prioridade para aqueles que recebem benefícios mais baixos. Outros cerca de 100 mil inativos com maiores rendimentos terão direito ao pagamento do 13º salário parcialmente, disse uma fonte. O Estado do Rio tem 155.971 aposentados e 92.119 pensionistas, num total de 248.090 beneficiários. Os recursos já foram pleiteados pelo governo de Luiz Fernando Pezão (PMDB), aliado político de Cabral. O abono natalino foi pago no ano passado apenas aos servidores ativos da Educação, do Ambiente, da Procuradoria-Geral do Estado, de empresas celetistas e de outros órgãos. Esses custearam a folha com recursos próprios, como o Departamento de Trânsito do Estado (Detran) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea). A cerimônia de entrega do dinheiro recuperado pela força-tarefa da Lava Jato no Rio está prevista para ocorrer no dia 21, conforme informou o jornal O Estado de S. Paulo na edição desta segunda-feira (13). O governo fluminense, no entanto, não confirma que haverá a reversão do dinheiro para o Rio. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) não comenta o assunto, mas confirma que há uma negociação em curso. Já a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que vai estudar a hipótese de pleitear os valores recuperados pela força-tarefa do Rio "no momento oportuno". O dinheiro foi recuperado do esquema de pagamento de propina recolhida em obras públicas como a construção do Arco Metropolitano, o PAC das Favelas e a reforma do Maracanã, feitas com recursos federal e estadual. O Rio, em meio à calamidade das suas finanças, busca recuperar o montante antes mesmo de a ação ser julgada, uma vez que os R$ 270 milhões vieram de um acordo de delação premiada, uma espécie de confissão do crime. Além disso, os recursos ajudariam a pagar os valores atrasados para aposentados e pensionistas. O dinheiro já disponível foi devolvido pelos irmãos Marcelo e Renato Chebar, que eram operadores de Cabral e fecharam acordos de delação com o Ministério Público Federal no Rio. O valor está numa conta judicial, vinculada ao processo, na Caixa Econômica Federal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 
     
     
 
10.03.2017 - BRASIL
 
Na Paraíba, Temer acompanha chegada das águas ao eixo leste da transposição
 
Na Paraíba, Temer acompanha chegada das águas ao eixo leste da transposição
O presidente Michel Temer viaja a Campina Grande, na Paraíba, para visitar um complexo de empreendimentos e acompanhar a chegada da transposição do Rio São Francisco. Segundo informações da Agência Br
 

O presidente Michel Temer viaja a Campina Grande, na Paraíba, para visitar um complexo de empreendimentos e acompanhar a chegada da transposição do Rio São Francisco. Segundo informações da Agência Brasil, ele deve chegar às 11h30 a Campina Grande, onde foi construído o Complexo Multimodal Aluízio Campos, que abrigará diversos empreendimentos comerciais, industriais, científicos e tecnológicos, e empresas do setor de logística. O centro é situado próximo a terminais rodoviários, aeroviários e portuários, além de ferrovias, gasoduto e às BRs-104 e 230 e atuará no escoamento da produção da região. Na sequência, ele irá aos municípios de Sertânia e Monteiro, na divisa entre Pernambuco e Paraíba, onde ocorrerá chegada das águas, que conclui a etapa do eixo leste das obras. Temer vai abrir a comporta de um dos trechos da transposição e assinará ordem de serviço para a adequar a capacidade da BR-230, no trecho Cabedelo-Oitizeiro, com a criação da terceira faixa em alguns pontos e a construção de viadutos e passarelas. O investimento total será de R$ 255 milhões, aplicados a 28 quilômetros de rodovia. 

 
     
     
 
10.03.2017 - BRASIL
 
Justiça Eleitoral: Prazo de regularização de pendências encerra no dia 2 de maio
 
Justiça Eleitoral: Prazo de regularização de pendências encerra no dia 2 de maio
 

O prazo de regularização de pendências com a Justiça Eleitoral encerra no dia 2 de maio. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), 147.499 eleitores devem comparecer a um dos postos da corte para evitar o cancelamento do título eleitoral, sendo 31.639 em Salvador. A medida será aplicada a quem deixou de votar nas últimas três eleições – cada turno é considerado uma eleição. O eleitor deve apresentar documento com foto, título, e a depender do caso, comprovante de votação, de justificativa de multa, de recolhimento de multa ou de dispensa de recolhimento. Caso a situação cadastral não seja regularizada, haverá o cancelamento automático do título, que será realizado entre os dias 17 e 19 de maio. A lista de eleitores passíveis de cancelamento pode ser consultada nos cartórios eleitorais.

 
     
     
 
09.03.2017 - BRASIL
 
Rafael Henzel narra 1º gol da Chape em Libertadores e homenageia vítimas de tragédia
 
Rafael Henzel narra 1º gol da Chape em Libertadores e homenageia vítimas de tragédia
 

Aos poucos, os sobreviventes da tragédia que dizimou parte do elenco da Chapecoense, no fim de 2016, vão refazendo suas vidas. Naquele voo da LaMia, que levava a equipe catarinense para disputar a final da Copa Sul-Americana, estavam também tripulantes e jornalistas. Único representante da imprensa vivo após o desastr, o radialista Rafael Henzel cobriu mais um fato histórico da Chape na última terça-feira (8). Na estreia da equipe alviverde na Libertadores, ele narrou o primeiro gol da história da agremiação no torneio, marcado por Reinaldo. Ao final, a Chapecoense venceu o Zulia por 2 a 1, na Venezuela. Para Henzel, foi uma emoção única, que o fez lembrar dos amigos que morreram naquele 29 de novembro de 2016. “Ontem, inclusive, lembrei dos demais colegas jornalistas locais que morreram no acidente. Tínhamos todos um sonho de juntos cobrirmos uma Libertadores com a Chape”, contou, em entrevista ao Bahia Notícias. O acidente na Colômbia abalou a história de um clube com uma história recente de simpatia com os torcedores brasileiros, sobretudo pelos resultados alcançados rapidamente. À beira da falência, a instituição se reergueu, saiu de uma Série D em 2009 e conquistou o título sul-americano no ano passado, numa homenagem por conta do fatídico episódio que matou 71 pessoas a bordo do avião da LaMia. Para Henzel, a história de superação se confunde com sua própria trajetória pessoal. O gol de Reinaldo resumiu todo seu sentimento trazido até aquele momento. “Além disso, faço um paralelo da minha vida com a Chape, com dificuldades e alegrias. Quando terminou o jogo veio aquela sensação que nos motiva. É possível. Tudo é possível. Narrei com o coração meu e daqueles que não estão mais aqui”, confessou. Este resultado conquistado fora de casa, na visão do radialista, é apenas a continuação de um enredo vencedor da Chapecoense. “Foi uma das maiores emoções que vivi como profissional. Jamais imaginávamos chegar tão longe no mundo do futebol. A menos de oito anos nós não tínhamos sequer uma série para disputar. Esse ano será o quarto ano de Série A”, resumiu. Confira a narração abaixo:

 
 
     
     
 
09.03.2017 - BRASIL
 
Cabral se envolve em luta corporal no presídio
 
Cabral se envolve em luta corporal no presídio
 

O ex-governador de Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), se envolveu em uma luta corporal na semana passada dentro do presídio de Bangu 8, na zona oeste do Rio de Janeiro, onde ele está custodiado desde o dia 17 de novembro. Segundo informações do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a briga foi com seu ex-operador, Carlos Miranda, por conta de uma divergência referente a uma delação conjunta que o peemedebista tentava articular. Enquanto Miranda quer entregar nomes importantes do Legislativo do Rio, Cabral não quer. O ex-governador foi preso durante a operação Calicute, desdobramento da Operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro liderado por Cabral. Nesta quarta-feira (9), a Justiça Federal aceitou a sexta denúncia contra ele, desta vez por 25 anos de evasão de divisas, 30 atos de lavagem de dinheiro e nove de corrupção ativa 

 
     
     
 
08.03.2017 - BRASIL
 
Mais de 500 mulheres são vítimas de agressão física a cada hora no Brasil, aponta Datafolha
 
Mais de 500 mulheres são vítimas de agressão física a cada hora no Brasil, aponta Datafolha
 
Pesquisa mostra que 9% das brasileiras relatam ter levado chutes, batidas ou empurrões no ano passado; índice sobe para 29% se forem contabilizadas as que sofreram agressões verbais. No entanto, 52% delas afirmam não ter feito nada após os atos.
 
     
     
 
03.03.2017 - BRASIL
 
Escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016 foi comprada, diz jornal
 
Escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016 foi comprada, diz jornal
Foto: Ricardo Stuckert / Agência Brasil
 

A escolha do Rio de Janeiro como cidade-sede da Olimpíada de 2016 foi comprada. A informação é do jornal francês Le Monde, segundo o qual três dias antes da eleição de 2 de outubro de 2009 uma empresa ligada ao empresário Arthur Cesar de Menezes Soares Filho pagou US$ 1,5 milhão (R$ 4,7 milhões de reais) a Papa Diack, filho de Lamine Diack - na época, presidente da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI). O caso tem sido investigado desde dezembro de 2015. Na ocasião da votação, uma empresa fundada por Papa Diack recebeu a quantia da Matlock Capital Group, holding sediada nas Ilhas Virgens Britânicas, ligadas a Soares Filho. Uma segunda transferência oriunda da mesma empresa, mas no valor de US$ 500 mil, beneficiou uma conta de Papa Diack na Rússia, dias depois. Soares Filho, conhecido como "Rei Arthur", é ex-dono do Grupo Facility e investigado na Operação Calicute - a mesma que tem como alvo o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), próximo do empresário. O peemedebista foi uma das autoridades presentes na comitiva brasileira que esteve na Dinamarca, ao lado do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo a reportagem francesa, documentos fornecidos por autoridadesf iscais americanas à França mostram que Papa Diack transferiu US$ 299.300, cerca de R$ 943 mil, para uma empresa offshore chamada Yemli Limited, por meio de sua empresa Pamodzi Consulting, em 2 de outubro de 2009, no dia da eleição. Por outro lado, a família Diack, do Senegal, já protagonizou um escândalo de corrupção e acobertamento de doping no atletismo. Papa Diack, ex-consultor de marketing da IAAF, foi banido do esporte por corrupção em 2016 e não deixa o Senegal por medo de ser preso. O pai, Lamine Diack, de 83 anos, vive em prisão domiciliar na França e responde por acusações de corrupção. Procurado pelo Le Monde, Mário Andrada, chefe de comunicação da Rio-2016, disse que as eleições foram limpas. "O Rio ganhou por 66 votos contra 32, foi uma vitória clara", acrescentou.

 
     
     
 
02.03.2017 - BRASIL
 
Jovem com microcefalia vira modelo após ser desacreditada por médicos
 
Jovem com microcefalia vira modelo após ser desacreditada por médicos
Foto: Gabriel Mendes / BM Model
 

Uma jovem de 17 anos com microcefalia venceu a perspectiva de médicos e se tornou modelo. Aos 8 anos de idade, Ana Victória Lago de Souza foi diagnosticada com "incapacidade permanente para a vida social", além de terem sido impostas restrições no convívio escolar e descarte de um dia trabalhar. A jovem fechou no mês passado um contrato de um ano com uma agência de modelos de Manaus (AM), com projeto para revelar modelos com algum tipo de necessidade especial. Natural de Boa Vista (RR), a jovem que nasceu com microcefalia hoje vive na capital amazonense. De acordo com a Folha, a mãe de Ana Victória, Viviane Pereira Lago soube com seis meses de gestação que a menina teria problemas no desenvolvimento cerebral. Hoje, é ela quem acompanha a filha nos ensaios fotográficos, gerencia a rede social da modelo e concede as entrevistas. "Ela era estimulada o tempo todo. Na hora do banho, da comida. Até na hora que chorava eu a estimulava a chorar mais um pouco", lembrou a mãe, que completa: "Minha filha está sendo estimulada a amadurecer. É isso o que ela quer para a vida dela".

 
     
     
 
eventos
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
23.01.2017
Oggi Ciclo Tour 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções