BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Michel Temer sanciona novas regras do Fies; novidades já valem para 2018

    Mudanças nas regras do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foram sancionadas nesta quinta-feira (7), pelo presidente Michel Temer, e já valem para os contratos fechados em 2018. De acordo com informações do Ministério da Educação (MEC), o programa de crédito para estudantes de cursos superiores terá 310 mil novas vagas em 2018, sendo 100 mil a juros zero. O Fies passou por alterações a partir de uma medida provisória enviada pelo governo ao Congresso Nacional. A MP foi aprovada em outubro pela Câmara e, em novembro, pelo Senado. Entre as novas regras, está a divisão do Fies em três modalidades, uma destas modalidades terá taxa de juro real igual a zero. O estudante que participar do programa de crédito começará a pagar as prestações a partir do primeiro mês depois da conclusão do curso, desde que possua renda. A estimativa do MEC é de que o saldo seja quitado em um prazo de até 14 anos.



  • Rogério 157 é preso após tentar suborno e passar por 7 favelas

    Rogério Avelino dos Santos foi preso por volta de 6h desta quarta (06) na favela do Arará, na Zona Norte do Rio. Um dos bandidos mais procurados da cidade, o traficante foi o pivô da guerra que assola a Rocinha desde setembro, após mudar de facção criminosa.

    Cerca de 2.900 homens das Forças Armadas e das Polícias Civil, Militar e Federal foram mobilizados para a operação que prendeu Rogério. No momento da prisão, ele afirmou aos agentes que poderia resolver tudo em 20 minutos, o que foi entendido como uma tentativa de suborno pelos policiais. Após ser detido, Rogério contou que passou por 7 comunidades antes de ser pego: Turano, Fallet, Nova Holanda, Vila Cruzeiro, Jacarezinho, Mangueira e Arará. Todas elas são dominadas pela maior facção do Rio, à qual Rogério se filiou após trair o grupo comandado por Antônio Bonfim Lopes, o Nem, chefe do tráfico na Rocinha que está preso em Porto Velho. Durante as investigações, o Disque Denúncia recebeu mais de 300 informações relacionadas a Rogério, indicando 32 possíveis paradeiros do bandido, incluindo locais da Baixada e na região de Niterói.

    Ao longo do dia, circularam nas redes sociais selfies dos policiais com Rogério feitas depois da prisão. A atitutde dos agentes foi criticada e será alvo de investigação. Logo após a divulgação das imagens, o delegado Gabriel Ferrando saiu em defesa de seus colegas. “A prisão do traficante é muito emblemática e, portanto, foi uma explosão de energia para os policiais. Não vejo isso com grande preocupação”, disse ele.Rogério não é o primeiro chefe do tráfico preso pela polícia do Rio e, provavelmente, não será o último. Resta saber se sua prisão representa um ponto de virada na trajetória da violência no Rio ou mais um episódio isolado. Nos últimos anos, os cariocas já passaram por momentos parecidos como a captura de Nem (2011) e Dênis da Rocinha (1987), sem que essas ações representassem o fim real de uma história triste e recorrente na cidade.(Veja Rio )

    CONTINUE LENDO


  • Petrobrás eleva preço do gás de cozinha para distribuidoras em 8,9%

    A Petrobrás reajustará os preços do gás liquefeito de petróleo para uso residencial, envasado pelas distribuidoras em botijões de até 13 kg (GLP P-13) - mais conhecido como gás de cozinha -, em 8,9%, em média. O reajuste entra em vigor nesta terça-feira, 5.

    Segundo a estatal, o reajuste foi causado principalmente pela alta das cotações do produto nos mercados internacionais, que acompanharam a alta do barril de petróleo do tipo Brent.

    Assim, sobe para cerca de 68% a alta acumulada do preço do GLP às distribuidoras desde o início de junho, quando a estatal anunciou uma nova política de preços dos produtos com reajustes mais frequentes.

    O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Se for integralmente repassado aos preços ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão de gás de cozinha pode ser reajustado, em média, em 4,0% ou cerca de R$ 2,53 por botijão - isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

    "Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores", diz a estatal, assim como havia feito na ocasião do último reajuste, em 5 de novembro.

    Naquela data, a Petrobrás elevou o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) em 4,5%, aumento que se seguiu a uma alta de 12,90% em outubro.(Estadão )

    CONTINUE LENDO


  • Governo derruba liminar que impedia publicidade da reforma da Previdência

    O governo conseguiu derrubar a liminar que suspendia a publicidade da reforma da Previdência. A decisão é do presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, desembargador federal Hilton Queiroz, que atendeu aos argumentos da Advocacia-Geral da União (AGU). Na decisão, o desembargador diz que a suspensão da propaganda configura "grave violação à ordem pública" e "ao princípio constitucional da separação de poderes". Para o presidente do TRF, a suspensão da propaganda em razão da liminar coloca em risco a ordem público-administrativa e vai contra "os interesses de toda a coletividade". Os anúncios da campanha do governo federal a favor da Reforma da Previdência, intitulada "Combate aos Privilégios", haviam sido suspensos na quinta-feira (30) por determinação da juíza federal Rosimayre Gonçalves de Carvalho, da 14ª Vara da Justiça Federal do DF. Ao atender a um pedido de medida liminar apresentado pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), a juíza criticou o governo federal por não apresentar dados objetivos e alertou para os riscos de a opinião pública ser "manipulada" frente a um tema "tão relevante". No recurso, a ministra da AGU, Grace Mendonça, destacou que a campanha funciona como "prestação de contas do desempenho" do governo. "A divulgação dos projetos da União, via campanha publicitária, funciona, vale repetir, como uma prestação de contas do desempenho de suas competências no enfrentamento dos grandes temas nacionais. Tudo em homenagem aos princípios da publicidade e da transparência que devem instruir os atos da Administração". A notícia da derrubada da liminar veio a público enquanto Temer jantava com ministros e líderes partidários na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e foi comemorada pelos participantes do encontro, segundo apurou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. 



  • Expectativa de vida do brasileiro sobe para 75,8 anos, diz IBGE

    A expectativa de vida do brasileiro ao nascer aumentou cerca de três meses em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (1) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    De acordo com a Tábula de Mortalidade, que o IBGE divulga anualmente, a esperança de vida passou de 75,5 anos em 2015 para 75,8 anos em 2016.

    Entre os estados brasileiros, a maior expectativa de vida foi observada em Santa Catarina, 79,1 anos, seguido por Espírito Santo, Distrito Federal e São Paulo, todos com valores acima de 78 anos de idade. 

    Já a menor esperança de vida foi encontrada no Maranhão, 70,6 anos. Piauí, Rondônia, Roraima, Alagoas e Amazonas também apresentaram expectativas de vida abaixo de 72 anos. 

    Ainda segundo o levantamento, a expectativa de vida do brasileiro vem aumentando ao longo do tempo. Em 1940, por exemplo, essa taxa era de 45,5 anos, sendo 42,9 para homens e 48,3 anos para mulheres – um aumento de 30,3 anos em relação a 2016. (EXAME.COM)

    CONTINUE LENDO


  • Nova fase da Lava Jato prende ex-chefe da Casa Civil do governo Sérgio Cabral

    Foto: Reprodução / TV Globo

    Uma nova fase da Operação Lava Jato deflagrada na manhã desta quinta-feira (23) prendeu o ex-chefe da Casa Civil do Rio de Janeiro, Régis Fichtner, e o empresário Georges Sadala. O desdobramento das investigações da Operação Calicute, iniciada em novembro do ano passado, cumpre ainda outros três mandados de prisão. A operação foi batizada de  C'est fini, que em francês significa "é o fim", em referência ao fim da Farra dos Guardanapos, como ficou conhecido o jantar em que ex-secretários e empresários tiveram com o ex-governador Sérgio Cabral em um restaurante de Paris. Fichtner é suspeito de receber propina no valor de R$ 1,6 milhão. A Polícia Federal investiga as empresas que tinham interesse em negociar com o governo do Rio de Janeiro e procuravam o escritório de advocacia de Fichtner para obter o pagamento de precatórios.(G1)



  • Gilmar, Moro e Dallagnol rejeitam convite para audiência na CPMI da JBS

    Fotos: Agência Brasil | Montagem: Bahia Notícias

    A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS recebeu três respostas negativas para a realização de uma audiência pública sobre o instituto da delação premiada. Convidados para discutir o assunto junto ao colegiado, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, o juiz federal Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol negaram disponibilidade para comparecer à audiência. A sessão seria realizada nesta quinta-feira, 23, mas deve ser cancelada por conta das ausências registradas. Para a mesma audiência, haviam sido convidados também o juiz Márlon Reis e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia. O tema a ser discutido pelos nomes seria a delação premiada, utilizada principalmente na Operação Lava Jato. Gilmar Mendes não aceitou o convite, mas ainda não respondeu oficialmente ao colegiado. A assessoria de imprensa do magistrado confirmou que ele não estará presente à reunião. Na justificativa encaminhada à CPMI, Moro argumentou que não poderá estar presente na reunião por causa de compromissos relacionados à Lava Jato.

     "Devido à intensidade dos trabalhos e a compromissos prementes relacionados à condução dos processos atinentes à assim denominada Operação Lava Jato, inclusive com acusados presos, informo que não tenho, infelizmente condições de participar do aludido evento". Já Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, argumentou que não participou da celebração do acordo de delação premiada da JBS e de seus executivos. "Em virtude do acúmulo de trabalho no âmbito da Força-Tarefa da Operação Lava Jato do MPF/PR e de compromissos já assumidos em razão da minha atividade de coordenador da referida Força-Tarefa, infelizmente não poderei comparecer na reunião", disse no ofício. "Adicionalmente, de qualquer forma, esclareço que não constituem objeto de apuração por esta Força-Tarefa as possíveis irregularidades citadas no expediente em questão", complementou Dallagnol. "O acordo de colaboração premiada citado no seu expediente JBS foi celebrado pela Procuradoria-Geral da República sem participação desta força-tarefa".(Bahia Notícias)

    CONTINUE LENDO


  • Marinha e FAB vão auxiliar em buscas por submarino argentino

    A Marinha do Brasil e a Força Aérea Brasileira (FAB) enviaram três embarcações e duas aeronaves para o sul da Argentina, onde um submarino que transportava 44 tripulantes desapareceu na última quinta-feira.

    O navio Almirante Maximiliano, enviado pelo Brasil, chegou na manhã de hoje ao ponto do último contato dos militares argentinos, mas o tempo ruim no local dificulta as buscas, devido às ondas, que chegam a seis metros de altura. A Força Aérea Brasileira (FAB) enviou uma aeronave de busca e outra de patrulha para a região.

    Em mensagem encaminhada ao presidente da Argentina, Mauricio Macri, o presidente Michel Temer refirmou compromisso de ajudar nas buscas do submarino. “Meu governo está totalmente empenhado para encontrar o submarino argentino e seus tripulantes. Envio mensagem de fé e de esperança às famílias dos marinheiros”, disse o presidente brasileiro.

    O último contato do submarino, chamado ARA San Juan, com as autoridades argentinas foi feito na altura do Golfo de San Jorge, quando estava se deslocando da Base Naval de Ushuaia, ao sul do país, para a Base Naval de Mar del Plata, mais ao norte.

    O porta-voz da Marinha da Argentina, Eduardo Balbi, afirmou neste domingo que não será descartada “nenhuma hipótese” quanto o desaparecimento da embarcação, mas disse que é preciso ter “cautela” com as informações.

    Sobre as sete comunicações recebidas ontem nas bases da Marinha e possivelmente procedentes do ARA San Juan, o militar afirmou que estão sendo investigadas, que ocorreram, mas que oficialmente não é possível confirmar que vieram do submarino desaparecido.

    Segundo a marinha argentina, as busca foram intensificados e, embora as condições meteorológicas adversas estejam complicando os trabalhos por água, 80% da área já foi rastreada a partir do ar. O porta-voz disse ainda que as famílias dos tripulantes “que puderam viajar” se encontram na base naval de Mar del Plata à espera de notícias.(VEJA.com )

    CONTINUE LENDO


  • Com filho no colo, PM de folga reage a assalto e mata ladrões em farmácia

    Fonte: G1

    Um policial militar de folga matou dois ladrões que tentaram assaltar uma farmácia no Jardim Paulista, em Campo Limpo Paulista (SP), na noite de sábado (18).

    O policial estava na farmácia com a mulher e com o filho pequeno no colo, quando os criminosos - sendo um deles armado - entraram e anunciaram o assalto. 

    De acordo com o boletim de ocorrência, logo que entrou na farmárcia, o suspeito que estava armado apontou a arma em direção ao policial militar que estava com o filho no colo. Na hora, o PM se identificou, sacou o revólver e deu ordem de prisão para os criminosos.

    No entanto, o suspeito passou a atirar em direção ao policial que, mesmo com o filho no colo, revidou os disparos, matando o ladrão armado e também o comparsa, que já havia rendido o gerente da farmácia, ainda segundo o boletim de ocorrência.

    A perícia técnica foi acionada e a área da fármacia precisou ser preservada. Uma ambulância municipal chegou a ser chamada para socorrer os criminosos, mas eles não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Já o policial e a criança não ficaram feridos.

    Um revolver calibre 321 que estava com um dos suspeitos foi apreendido e levado para a delegacia. O policial militar, a esposa e o filho também foram até o plantão policial e participaram do registro da ocorrência.

     



  • Novo golpe no WhatsApp promete passagens aéreas para fim de ano

    Um novo golpe que circula no WhatsApp promete duas passagens aéreas da Gol para quem responder a duas perguntas. A mensagem no WhatsApp ainda avisa que a promoção tem duração limitada. Ao acessar o questionário, o site mostra a quantidade de passagens restantes – o número diminui conforme o usuário conclui uma etapa do processo.

    Depois de responder as perguntas, o usuário recebe a mensagem “Parabéns, você foi qualificado a ganhar 2 passagens grátis!”. Para continuar a concorrer, é preciso compartilhar o golpe com 30 pessoas no WhatsApp, preencher dados pessoais na aba “reivindicar passagens” e aguardar o envio das passagens em até dois dias por e-mail.

    No final do processo, segundo a DFNDR Lab, laboratório de segurança especializado no combate ao cibercrime da PSafe, o usuário é encaminhado para cadastrar-se em serviços de SMS pago, que efetuam cobranças indevidas, ou induzido a fazer download de aplicativos falsos, que podem infectar o dispositivo e deixá-lo vulnerável a outros tipos de crimes ou prejuízo financeiro.

    No site, ainda é informado que a promoção será válida apenas até o fim do dia.

    Em nota, a Gol orientou seus clientes a não clicarem em mensagens “de origem duvidosa, fora do padrão, com erros de ortografia, ofertas de prêmios em milhas e, principalmente, pedindo a confirmação de dados cadastrais. A companhia reitera que preza pela segurança da informação em todos os seus canais de relacionamento. A fonte original e confiável é o site da Gol: http://www.voegol.com.br. Em caso de dúvidas, o ideal é procurar imediatamente a Central de Atendimento”.(VEJA.com )







  • A lista completa dos feriados e emendas de 2018

    Com o fim do ano se aproximando, já está na hora de planejar as folgas e descansos de 2018. E o ano que vem não vai decepcionar em número de feriados: ao todo, serão 13 dias sem trabalho (contando a Quarta-feira de Cinzas, depois do Carnaval).

    O feriado de Tiradentes, neste ano, cai num sábado e não entrou na conta acima. Além dos feriados oficiais, há a possibilidade de emendas no dia 30 de abril,  1º de junho, 16 de novembro, 19 de novembro (se a sua cidade comemorar o Dia da Consciência Negra) e em 24 de dezembro.

    • Confraternização Universal – 1º de Janeiro (Segunda)
    • Carnaval – 12 e 13 de Fevereiro (Segunda e Terça) | Obs: facultativo
    • Quarta-feira de Cinzas – 14 de Fevereiro (Quarta) | Obs: facultativo
    • Paixão de Cristo – 30 de Março (Sexta)
    • Tiradentes – 21 de Abril (Sábado)
    • Dia do Trabalho – 1º de Maio (Terça) | Obs: emenda facultativa
    • Corpus Christi – 31 de Maio (Quinta) | Obs: emenda facultativa
    • Independência do Brasil – 7 de Setembro (Sexta)
    • Nossa Senhora de Aparecida – 12 de Outubro (Sexta)
    • Finados – 2 de Novembro (Sexta)
    • Proclamação da República – 15 de Novembro (Quinta) | Obs: emenda facultativa
    • Dia da Consciência Negra – 20 de Novembro (Terça) | Obs: facultativo, dependendo da cidade
    • Natal – 25 de Dezembro (Terça) | Obs: emenda facultativa(Exame.com)



  • Homem morre depois de bater carro em muro de cemitério para tentar fugir de blitz

    Foto: Maicon Rech / Grupo RSCOM

    Um homem morreu na manhã deste sábado (11), depois de bater o carro que dirigia no muro de um cemitério. O caso aconteceu em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. De acordo com o G1, a vítima de 37 anos, que conduzia um Renaul Logan prata, estaria em alta velocidade e tentava fugir de uma blitz, quando atingiu o muro do Cemitério Público Municipal. Equipes da Brigada Militar, Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiverm no local e isolaram a área até o carro ser retirado. A vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal em Caxias do Sul, para ser submetido a necropsia.



  • Presos fazem agentes reféns em Cascavel (PR)

    Presos tomam parte da Penitenciária Estadual de Cascavel, no Paraná, desde a tarde de quinta-feira (9), quando fizeram três agentes prisionais reféns.

    De acordo com a Polícia Militar (PM) em Cascavel, há informações de um preso morto. Ele teria sido assassinado pelos detentos rebelados. Durante a noite foram ouvidos barulhos de tiros no interior da unidade.

    Dois agentes penitenciários permanecem em poder dos presos. O terceiro foi liberado com vários ferimentos ainda na tarde de ontem, segundo a PM.

    Os detentos ocupam parte do telhado do presídio enquanto as forças de segurança mantêm um cerco ao local.

    Uma equipe do Corpo de Bombeiros também está no presídio.(Agência Brasil )



  • Chacina deixa quatro mortos na zona norte de SP

    Quatro pessoas foram assassinadas na madrugada desta quinta-feira, 9, na região do Tremembé, na zona norte da cidade de São Paulo. 

    A Polícia Civil informou que os suspeitos passaram em um carro branco atirando contra contra as vítimas, que estavam na rua Gabriel Martins, número 66, na região do Tremembé.

    Três homens e uma mulher que estavam na calçada, em frente a um bar, foram atingidos e morreram no local. O caso ocorreu por volta das 2h.

    A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) é a responsável pelas investigações. A perícia está no local para realizar a apuração. Mais informações em instantes.

     

    É a segunda chacina que ocorre na capital paulista em menos de 15 dias. Em 28 de outubro, três pessoas morreram e outras três ficaram feridas em uma chacina no Jardim Santa Mônica, no distrito de Pirituba, também na zona norte de SP. (Estadão)

    CONTINUE LENDO


  • Câmara aprova fim de atenuantes a criminosos com menos de 21 anos

    A Câmara dos Deputadosaprovou nesta terça-feira projetos de lei que acabam com atenuantes para criminosos com menos de 21 anos de idade e que obrigam as operadoras de telefonia a bloquearem sinais de celular dentro dos presídios. Eles integram um esforço da Casa para aprovar nesta semana um pacote de propostas na área de segurança pública, tema patrocinado pelo próprio presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro – o assunto deve ser central na campanha eleitoral no estado.

    O primeiro projeto aprovado acaba com os atenuantes previstos no Código Penal para menores de 21 anos de idade, incluindo o fim da redução pela metade dos prazos de prescrição dos crimes praticados por esses jovens. O projeto original também previa o fim dos atenuantes para quem tem mais de 70 anos de idade, mas a previsão foi retirada do documento aprovado a pedido de deputados governistas.

    O projeto também prevê que cidadãos com mais de 16 anos de idade e menos de 18 anos possam registrar queixa policial sem a necessidade de serem acompanhados de um adulto.

    Depois, a Câmara aprovou projeto que pune com multa de até 1 milhão de reais as operadoras de telefonia que não instalarem bloqueadores de sinais em áreas de presídios. As companhias devem fazer a instalação dos equipamentos de bloqueio em até 180 dias após a sanção da lei e terão que arcar com os custos da instalação e da manutenção desses aparelhos.

    Outros quatro projetos sobre segurança pública estão na pauta da Câmara: um que prevê que assassinos de policiais e agentes de segurança tenham de cumprir a pena integralmente em regime fechado; outro que acaba com as saídas temporárias, por até sete dias, de presos do regime semiaberto; um que tipifica como crime o uso de pessoas como escudo em ações criminosas; e outro que acaba com os autos de resistência, um tipo de registro policial que classifica a morte de vítimas em ações policiais como (VEJA.com )

    CONTINUE LENDO