BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Mossoró: Prefeita já teve mandato cassado dez vezes em 2013

    Bahia Noticias / Foto Reprodução

    A prefeita de Mossoró (RN), Cláudia Regina (DEM), teve o seu mandato cassado dez vezes pela Justiça Eleitoral somente neste ano, mas ainda se mantén no no cargo. Segundo a Folha, a última decisão contra a gestora apontou prática de caixa dois na campanha de 2012. A exemplo do que ocorre nos demais processos, ela sempre recorre da decisão. As outras nove cassações se deram por abuso de poder econômico e político. As acusações incluem o uso de servidores da prefeitura na campanha e o suposto benefício obtido com as 85 visitas a Mossoró da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) durante o período eleitoral, feitas em avião do governo. Cláudia e seu vice, Wellington de Carvalho (PMDB), chegaram a ser afastados dos cargos por três vezes, mas conseguiram recuperar os respectivos mandatos por meio de liminares. A maior parte das acusações contra a prefeita partiu da coligação que a enfrentou em 2012 e reúne siglas como PSB e PT. De acordo com o advogado da gestora, Sanderson Mafra, várias ações contra ela partem de acusações semelhantes; o que causa tantas condenações. Mafra diz que a prefeita é inocente em todas elas.



  • Obra do estádio do Corinthians é retomada com homenagem a mortos

    Operários participam de celebração antes da retomada dos trabalhos (Foto: Reprodução/TV Globo)

    Padre rezou com operários pelas vítimas de acidente.
    Guincho caiu na quarta (27) e matou dois operários.

    Os operários retomaram suas atividades na Arena Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, no início da manhã desta segunda-feira (2). De folga por luto desde a tarde de quarta-feira (27), depois do desabamento de um guincho, que deixou dois mortos, eles voltaram ao trabalho bastante abatidos. Por volta das 8h, os funcionários aproveitaram para fazer uma homenagem aos companheiros mortos e fizeram uma oração. O ex-presidente alvinegro Andrés Sanchez e um padre participaram do ato antes do início dos trabalhos.

    O ajudante-geral Edimilson Souza da Silva, de 26 anos, disse que a lembrança do acidente está muito presente. “Eu estava próximo do local do acidente. Penso que eu podia ter perdido a vida também. Saber que dois companheiros que trabalhavam com a gente não vão estar mais aí é muito doído”, afirmou. 

    Os marmoristas Pedro Barbosa Lima, de 43 anos, e Geraldo dos Reis, de 49 anos, que trabalham na construção há 6 meses, também estavam cabisbaixos. “Eu volto com o coração amarrado por causa dos colegas. A gente estava descansando a uns 40 metros do acidente. Ouvi o barulho e ainda vi o guindaste despencando em câmera lenta”, disse Lima. “Na hora, eu só pensei nos colegas”, lembrou Reis.
     

    O operário José Viana da Silva, de 40 anos, demonstrava um certo desânimo. “É bom voltar ao trabalho, mas fica bem difícil por causa da morte dos colegas. É bem triste. Estou aí há 1 ano e 4 meses e nunca tinha visto nenhum acidente grave, só coisa pequena mesmo. Vamos ver como as coisas vão ficar agora”, desabafou.

    Na quinta-feira (28), o Ministério do Trabalho interditou operações com guindastes até que a construtora Odebrecht mostre que não há riscos para os trabalhadores de um novo acidente. Por isso, eles devem retomar atividades como revestimento de piso e as instalações elétrica e hidráulica.

    Interdição
    A Defesa Civil municipal interditou neste domingo (1º), por tempo indeterminado, o auditório Simon Bolívar, no Memorial da América Latina, de acordo com informações da assessoria da Secretaria da Segurança Urbana. A interdição ocorre para evitar acidentes no local depois do incêndio atingir o prédio.

    A Defesa Civil esteve no auditório neste domingo para auxiliar na retirada de obras de arte. Os técnicos fizeram, então, uma análise preliminar e decidiram interditar os cerca de 8 mil metros do auditório porque os vidros da fachada foram bastante danificados com o incêndio.

    Neste domingo, o presidente da fundação Memorial, João Batista de Andrade, disse que ainda não foi notificado sobre a interdição. Ele afirmou, no entanto, que será contratada uma empresa especializada para fazer uma perícia na estrutura do prédio. “A partir desse laudo é que vamos definir o que vamos fazer. A gente espera que seja favorável a uma reforma. A partir disso, o Memorial vai elaborar um plano de obras”, afirmou Andrade. O trabalho continua nesta segunda-feira (2).

    Uma reunião nesta segunda irá definir o que será feito com a programação prevista para o auditório. O presidente da fundação adiantou que alguns eventos podem ser transferidos para outras áreas dentro do próprio Memorial, alguns para outros equipamentos públicos e os demais poderão ser cancelados.

    Feridos
    Quatro dos 25 bombeiros feridos no incêndio continuavam internados em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na manhã desta segunda-feira (2), informou a assessoria do Hospital das Clínicas. Segundo o hospital, outro bombeiro que também participou da ação de socorro e estava em observação recebeu alta no domingo (1º).

    Os profissionais que estão em estado grave, segundo os bombeiros, foram vítimas do chamado “flashover”, ou combustão súbita. Isso acontece em ambientes fechados, quando o material que está queimando libera gases. Quando os bombeiros abriram a porta do auditório, esses gases entraram em combustão em contato com o oxigênio. Os dois bombeiros que estão em estado mais grave tiveram queimaduras nas vias aéreas, mas não correm risco de morte.



  • Preços da gasolina e diesel sofrem reajustes nas refinarias a partir de hoje

    Correio do Estado / Foto Reprodução

    A Petrobras anunciou na noite de ontem (29), que os preços da gasolina e do diesel serão reajustados a partir deste sábado (30) nas refinarias. O reajuste será de 4% para a gasolina e de 8% para o diesel.

     

    O último reajuste feito pela estatal ocorreu em março deste ano, quando o diesel subiu, em média, 5% nas refinarias. Em janeiro, a Petrobras reajustou o diesel em 5,4% e a gasolina, em 6,6%.

     

    Segundo comunicado divulgado ao mercado, os novos preços passam a vigorar a partir da 0h deste sábado.

     

    "Os preços da gasolina e do diesel, sobre os quais incide o reajuste anunciado, não incluem os tributos federais CIDE e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS", informou a Petrobras.

     

    Como a Cide já está zerada, o novo reajuste nas refinarias tenderá a ser necessariamente repassado para os preços ao consumidor.

     

    O novo reajuste é defendido há meses pela diretoria da estatal diante do descolamento entre os preços cobrados pela estatal dos motoristas brasileiros e o quanto paga para importar o combustível. A alta dos combustíveis, porém, sempre é motivo de preocupação do governo, uma vez que tem alta relação com o andamento da inflação no país.

     

    O novo reajuste já era aguardado pelo mercado e acionistas da Petrobras como uma medida para diminuir o prejuízo da companhia com a alta do preço do petróleo no mercado internacional e com a valorização do dólar. No terceiro trimestre, o lucro da Petrobras caiu 45% sobre o trimestre anterior, para R$ 3,395 bilhões. A queda foi de 39% em relação ao mesmo período do ano passado.

     

    Nesta sexta-feira, as ações da Petrobras avançaram mais de 2%. Mas, no mês, o papel preferencial da companhia caiu 6,4%.

     

    A diferença entre os preços do mercado interno e externo chegou a quase zero em abril. Com a alta do dólar, contudo, bateu os R$ 0,42 centavos por litro em agosto. Hoje, está em torno de R$ 0,13% por litro, de acordo com informações do Bom Dia Brasil. No Brasil, o preço da gasolina varia de capital para capital - o que depende de fatores como a distância da refinaria, a concorrência entre os postos, etc.

     

    Atualmente, o governo controla, na prática, os reajustes de combustíveis da estatal com base, principalmente, em questões relacionadas à inflação. Isso porque o aumento dos preços do combustível impacta na inflação que, neste ano, chegou a ficar acima do teto de 6,5% da meta do governo - em junho, o IPCA em 12 meses ficou em 6,7%.

     



  • Advogado de piloto de helicóptero com cocaína diz que deputado quer ‘empurrar o pepino’

    Bahia Noticias / Foto Reprodução

    O advogado Nicácio Pedro Tiradentes, que representa Rogério Almeida Antunes, piloto do helicóptero de propriedade de uma empresa do deputado estadual Gustavo Perrella (Solidariedade-MG), que estava com mais de 400 quilos de cocaína a bordo, passou algumas horas com o acusado e saiu do encontro dizendo que ele era homem “de confiança” do parlamentar. Segundo o jornal O Estado de Minas, o piloto era agente de serviço de gabinete da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Com salário de R$ 1,7 mil, Antunes estava lotado desde abril deste ano na 3ª Secretaria da ALMG, presidida pelo deputado Alencar da Silveira Júnior (PDT). De acordo com o advogado, o piloto fez duas ligações para Perrella antes de voar o frete. Ele sustenta que tanto o piloto quanto o deputado acreditavam tratar-se de implementos agrícolas. Disse também que o político estaria tentando “empurrar o pepino” para o piloto. Sugeriu que haveria a tentativa de livrar outro envolvido, pessoa “de posses” que acompanhava o voo, mas não citou nomes. O advogado disse que a fazenda destino da carga era de propriedade do senador Zezé Perrella (PDT-MG), ex-presidente do Cruzeiro e pai de Gustavo Perrella. Por fim, o defensor do piloto afirmou que a propriedade está em nome da Limeira Agropecuária e teria sido comprada “por cinco vezes o valor” de mercado.



  • Flamengo ganha de 2 x 0 do Atlético-PR e é tricampeão da Copa do Brasil

    Flamengo campeão da Copa do Brasil (Arte EBC) / Portal EBC

    A maior torcida do país está em festa. Depois de arrancar um empate por 1 a 1 jogando fora de casa na semana passada, o Flamengo conseguiu vencer o Atlético-PR por 2 a 0 no estádio do Maracanã e garantiu o título da Copa do Brasil. Esta é a terceira conquista do rubro-negro carioca da competição.

     

    O Flamengo, que havia vencido a competição em 1990 e 2006, garantiu uma vaga para a Copa Libertadores da América de 2014. Os gols da vitória do rubro-negro carioca foram marcados por Elias (aos 41 minutos do segundo tempo) e Hernane (aos 49 minutos do segundo tempo).

     

    O Flamengo começou a partida tentando garantir o título em casa. Porém, a equipe esbarrou na defesa do bom time do Atlético-PR e não conseguiu abrir vantagem no placar. A melhor chance da equipe treinada por Jayme de Almeida na primeira etapa foi aos 41 minutos. Em uma cobrança de falta, Luiz Antonio acertou o travessão.

     

    No segundo tempo de jogo, o Atlético-PR (que precisava da vitória) partiu para cima do Flamengo e começou a ameaçar. Só que ao mesmo tempo que atacava o adversário, o furacão abriu espaço na defesa para contra-ataques. E foi aí que o Flamengo construiu a vitória.

     

    Aos 41 minutos do segundo tempo, o Flamengo conseguiu chegar ao primeiro gol. Na jogada, Paulinho conseguiu pegar um rebote de um ataque, deu um ótimo drible no zagueiro Deivid e cruzou para Elias completar no canto direito do goleiro Weverton.

     

    Depois do gol, o jogo ficou nervoso. Desesperado, o Atlético-PR tentou marcar o gol que levaria a decisão para os pênaltis com chuveirinhos na área. Mas quem marcou foi o Flamengo. Em mais um contra-ataque, Elias recebeu a bola na direita e cruzou para Hernane. O “brocador” bateu firme no canto e deu números finais ao jogo. Flamengo 2 x 0 Atlético-PR.



  • Acidente nas obras do estádio do Corinthians deixa mortos

    Fonte: G1 / Foto: Reprodução

    Um acidente nas obras do estádio do Corinthians, ocorrido na tarde desta quarta-feira (27), deixou três pessoas mortas, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Uma estrutura, que seria um guindaste e estava do lado de fora do estádio, tombou e atingiu parte da estrutura das arquibancadas. Em nota, o Corinthians lamentou o acidente no estádio que vai abrir a Copa do Mundo 2014. A construtora Odebrecht, que lidera o consórcio que faz a obra, informou que ainda vai se pronunciar sobre o acidente.

     

    O acidente mobilizou equipes dos bombeiros, do Samu e da Polícia Militar (PM). Às 13h45, o PM tenente Gonzaga,  que estava na obra, informava que, além dos mortos, havia uma pessoa presa nas ferragens e um helicóptero da corporação aguarda a remoção para fazer o resgate.

     

     

    Um caminhão que estava nesta área externa foi atingido e um operário, que ficou preso dentro da cabine, morreu, de acordo com os bombeiros.

     

    Os bombeiros afirmaram ter sido chamados para atender ocorrência na  Avenida Miguel Ignácio Curi, 900, Itaquera, São Paulo, às 12h54. No horário, operários faziam a colocação de estruturas em um arco na fachada do estádio.

     

    A PM chegou a informar, por volta das 13h20, que socorreu duas pessoas feridas com ajuda do helicóptero Águia da PM. Segundo coronel Maria Yamamoto, chefe da comunicação da PM, os dois funcionários se feriram após duas gruas da obra se desprenderem e os atingirem.

     

    O estádio do Corinthians foi o local escolhido pela Fifa para o jogo de abertura da Copa do Mundo no dia 12 de junho de 2014, que será entre a seleção brasileira e um adversário a ser definido no sorteio das chaves do Mundial no dia 6 de dezembro, na Costa do Sauipe (BA).

     

    Os operários foram dispensados e deixavam o estádio por volta das 13h45. Adilan Freitas, de 30 anos, que trabalha na obra, relatou que o acidente aconteceu quando um guindaste subia a última peça da cobertura. “Ouvi só o barulho de trincar o painel”, relatou. Ele contou que estava distante, mas que mesmo assim foi possível ouvir o barulho.


    Operário da obra do estádio do Corinthians José Mário da Silva ,48 anos, afirmou que haveria mais mortes em acidente com guindaste na tarde desta quarta-feira  se a maioria dos funcionários não estivesse em horário de almoço.

     

    "Passei embaixo da estrutura para ir almoçar. Se não tivesse sido na hora do almoço muito mais gente poderia ter morrido. Eu poderia não estar vivo. Só ouvi o barulho. Ele colocava a última peça da cobertura, que era a mais pesada", disse Silva que trabalha há quatro anos na obra.


     

    A assessoria de imprensa do Corinthians confirma a ocorrência do acidente que deixou funcionários que trabalhavam no Itaquerão feridos, mas não soube informar detalhes. "A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista vem a público lamentar profundamente o acidente ocorrido há pouco na Arena Corinthians. Não existem outra informações no momento", informou em nota. O clube decretou sete dias de luto.

     

    Policiais civis do 65º DP, Artur Alvim, foram ao local do acidente pelo fato dele ter ocorrido na área de atuação da delegacia.

     



  • Beijo lésbico e dedicação á prostituta são destaque do Prêmio Rio Sem Preconceito

    Jean Wyllys dedicou o prêmio à prostituta Gabriela Leite e Daniela Mercury comemorou o troféu beijando a esposa Malu Verços (Foto: Isabela Marinho/G1 )

    A entrega do Prêmio Rio Sem Preconceito, na noite desta terça-feira (26), no Teatro Carlos Gomes, no Centro do Rio, homenageou personalidades que de alguma forma contribuíram na luta contra a discriminação na cidade e no país. Ao todo 14 pessoas foram homenageadas. Uma das eleitas para subir ao palco e receber o prêmio, a cantora Daniela Mercury comemorou a entrega do troféu beijando a esposa Malu Verçosa.

    "Vamos tirar uma foto porque uma imagem vale mais que mil palavras. Ela [Malu] não gosta muito de fazer isso em público, mas vamos fazer", disse a cantora ao beijar a jornalista. "A nossa luta é pelos direitos humanos, não só contra a homofobia. Ela [Daniela Mercury] é a pessoa mais especial que eu conheço", respondeu a jornalista Malu Verçosa.

    Daniela Mercury aproveitou para criticar a Comissão de Direitos Humanos. "E aqueles deputados da Comissão de Direitos Humanos que ainda estão lá? Ninguém tira eles de lá. Eu queria dizer ao deputado que eu não cito mais o nome: Deus não quer ninguém que incite o ódio entre as pessoas. Fica aqui o meu protesto. Me irrita todos os dias saber que esses deputados ainda estão lá", disse a cantora.

    O evento, organizado pela Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (Ceds), destacou a necessidade de acabar com todo o tipo de preconceito — não somente o da discriminação sexual. Um grupo de bailarinas deficientes visuais da Associação de Ballet e Arte para Cegos Fernanda Bianchini, por exemplo, emocionou o público após uma apresentação intensa.


    O deputado federal Jean Wyllys dedicou o prêmio à prostituta Gabriela Leite, criadora da ONG Davida e da grife Daspu, que morreu este ano. "Gabriela Leite merecia receber este prêmio se aqui estivesse".

    Mãe Beata de Yemanjá, que luta pelo combate à intolerância religiosa, foi escolhida pelos homenageados da premiação ocorrida em 2011. Ela, que já discursou na ONU, dissr que " não existe brancos no Brasil, somos todos negros".

    A Ceds convocou os internautas para escolher um homenageado. O voto popular elegeu a paraense Bruna Lorrane - responsável pela criação do nome social para transexuais. "A segregação do LGBT se dá pelo preconceito, discriminação e violência. Nós somos tratados sempre como quase. Temos sempre que fazer a mais, que fazer diferente. Eu fui um quase menino. Hoje um dia eu sou uma quase mulher. Eu poderia ter uma união estável, posso quase casar", disse a transexual.

    Padre Beto, que foi expulso da igreja por apoiar os gays, também foi premiado. "Depois de 10 anos na Alemanha, retornei à Diocese de Bauru. Não podíamos contestar regras católicas. A postura da Igreja Católica é homofóbica. Em um país como o.nosso.dizer que usar camisinha é pecado, é uma grande ignorância. Durante 14 anos orientei jovens. O desamor é que não vale. E por não ser um padre que canta, eu fui ex-comungado pela Igreja Católica, mas não pelo povo. Jesus Cristo era um anarquista. Talvez tenha sido bissexual porque não tinha preconceito algum", disse Padre Beto.



  • Fifa rejeita atores negros para apresentar sorteio das chaves da Copa

    Informações do colunista Lauro Jardim, da revista Veja / Foto: Reprodução

    Depois de rejeitar a ideia da Globo de pôr Lázaro Ramos e Camila Pitanga para apresentar o sorteio  das chaves da Copa, a Fifa bateu o martelo. O casal Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert fará este papel no evento do 6 de dezembro, na Costa do Sauípe.

     

     



  • Traficante usa foto de Neymar para vender droga e destacar que era  de qualidade

    Cápsulas de cocaína com a foto de Neymar foram apreendidas, em São Vicente, no litoral de São Paulo. O traficante, que foi preso, informou à polícia que usava a foto do jogador da Seleção Brasileira e do Barcelona para destacar que a droga era de "melhor qualidade".
     

    Um homem foi preso na manhã desta quinta-feira (21), em São Vicente, no litoral de São Paulo, suspeito de tráfico de drogas. Com ele, foram apreendidas cápsulas de cocaína com fotos do jogador Neymar. O suspeito informou à polícia que a foto do jogador de futebol serve para destacar as drogas com “melhor qualidade”. Segundo a polícia, a apreensão foi feita em uma viela na Avenida Penedo, em São Vicente, durante um patrulhamento de rotina da Polícia Militar. Um homem foi preso em flagrante e levado à delegacia. A polícia afirma que ele já tinha passagem por tráfico de drogas. No local foram encontradas 43 pedras de crack, 31 pinos de cocaína e cerca de 80 gramas de maconha. Nos pinos com cocaína, havia fotos do jogador Neymar; para, segundo o suspeito, destacar a “qualidade da droga”. A ocorrência foi registrada no 2º DP de São Vicente.

     



  • Paraná: Adolescente e criança posam para fotos com capuz e armas nas mãos

    Foto da adolescente e da criança com capuzes e segurando armas estava em uma máquina fotográfica apreendida pela PM em uma casa em Terra Roxa (PR) (Foto: Polícia Militar / Divulgação)

    Policiais militares encontraram fotografias que mostram uma criança e uma adolescente vestidas com capuz e segurando armas. Um menino aparentando cinco anos aparece na imagem com um revólver calibre 32 e uma garota com cerca de 17 anos segura um revólver calibre 38. As fotos estavam em uma máquina fotográfica recolhida de uma casa em Terra Roxa no oeste do Paraná onde policiais militares cumpriam um mandado de busca e apreensão na segunda-feira (18). Outra foto mostra o nome de uma pessoa escrito com munição em meio a duas armas.

     

    Durante a vistoria, os policiais encontraram dois revólveres que podem ser os que aparecem nas imagens. Um homem de 29 anos e um adolescente de 17 anos foram levados à delegacia. Eles disseram que a criança e a adolescente são familiares de pessoas que moram na casa. Os dois devem responder por posse ilegal de arma. O mandado de busca e apreensão foi expedido pela Justiça a pedido do Ministério Público para auxiliar nas investigações sobre um menor baleado na perna por colegas enquanto manipulavam uma arma.

     

                                      Outra foto mostra nome escrito com munição de revólver
                                       em meio às armas (Foto: Polícia Militar / Divulgação)

     

    Segundo o delegado José Francisco da Silva, os policiais militares recolheram ainda vários aparelhos de telefone celular, toca-CDs, um notebook, um radiotransmissor, relógios, um tablet, roupas, aparelhos de DVD e uma máquina fotográfica digital, o que configura crime de receptação.

     

    O caso continuará sendo investigado pelo Ministério Público, que deve acionar a Vara de Infância e da Juventude e o Conselho Tutelar para que verifiquem a situação de risco e de vulnerabilidade envolvendo a criança e a adolescente.



  • Claro TV diz em fatura que cliente é 'Otário Chorão' após pedir desconto no plano

    Bahia Noticias / Foto Reprodução / Informações G1

    A conta do mês de novembro da televisão por assinatura do empresário César de Medeiros, 42 anos, de Campo Grande, chegou em sua residência com uma surpresa que ele considerou “desagradável”. A fatura, gerada pela empresa Claro TV, estava com o nome de destinatário “Otário Chorão”. Medeiros desconfia que um atendente da companhia de TV por assinatura alterou o cadastro depois que ele ligou para pedir desconto no plano. Por meio da assessoria, a empresa informou que esse tipo de conduta não está de acordo com os princípios e valores da companhia e por esse motivo adota todas as providências para solucionar a questão. De acordo com o empresário, ao pegar a correspondência na caixa de correio junto com várias outras, o nome ao qual estava destinada passou batido. “Acabei lendo Otávio no lugar de Otário”, contou em entrevista ao G1. No entanto, ao olhar com mais atenção, percebeu os adjetivos e em seguida, pelo endereço, viu que estava destinada a ele. “Eu achei que fosse brincadeira, mas depois fiquei indignado”, disse. Foi então que Medeiros lembrou-se da ligação que fez para pedir redução na mensalidade, após ver uma propaganda que oferecia o mesmo tipo de assinatura que ele contratou, mas com valor menor.  Assinante da Claro TV há dez anos, o empresário questionou o motivo de não poder pagar valores menores e foi informado que teria que cancelar e depois recontratar o plano, pois assim teria o desconto dado aos clientes novos. “Começou tudo aí. Paguei pelo cancelamento e depois pela ativação”, relatou. A princípio, o empresário diz que não pretende processar a Claro TV. "É uma situação que chateia. Talvez se um processo contra eles for impedir que outros clientes passem pelo que eu passei, eu até entro [com a ação]. E se ganhar dinheiro de indenização eu entrego para doação. Graças a Deus não preciso de dinheiro dessa forma", afirmou.
     



  • Diferença entre traficante e político corrupto é apenas o tipo de violência, diz delegado da PF

    Bahia Noticias / Foto Reprodução

    O colarinho branco representa risco tão grave para o Brasil quanto o tráfico de drogas, na avaliação da Polícia Federal (PF). No combate ao crime organizado, a corporação coloca em um mesmo plano e peso o comércio de entorpecentes e as fraudes contra o Tesouro. O superintendente da PF em São Paulo e ex-diretor da unidade para combate ao crime organizado, delegado Roberto Ciciliati Troncon Filho, só vê uma diferença entre os dois grupos: a violência. “De um extremo, as organizações armadas, cuja ação está diretamente relacionada com a violência urbana e que tem como sua principal fonte de renda a exploração do tráfico ilícito de drogas e são responsáveis pela disseminação do crack em nosso país. No outro extremo estão as organizações criminosas não violentas, também conhecidas de colarinho branco, grupos que se dedicam a fraudar os recursos públicos, a desviar recursos públicos que deveriam ser destinados para as áreas essenciais do Estado, educação, saúde, transporte, a própria segurança pública”, disse, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. Ele adverte para as consequências do outro tipo de organização criminosa, a do colarinho branco. “As ações desses grupos, ao fraudar licitações, ao desviar recursos que deveriam ser destinados para áreas essenciais do Estado, embora não sejam violentas, embora não haja violência contra a pessoa no ato criminoso, existe indiretamente uma violência tremenda e muito abrangente, porque o dinheiro público deixa de chegar para construir uma nova escola, para melhorar o sistema de saúde”, condenou. Troncon ressalta que “milhões e milhões de brasileiros que dependem do Estado acabam não tendo, ou tendo de forma precária, esses serviços essenciais, porque os recursos que deveriam ser destinados para sua melhoria são carreados para benefício pessoal (do colarinho branco), remetidos ao exterior, para paraísos fiscais”.



  • Mensalão: Joaquim Barbosa pode expedir novos mandados de prisão hoje

    Bocão News / informações do G1 / Foto: Divulgação

    Nesta segunda-feira (18), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, deve expedir novos mandados de prisão para condenados no julgamento do mensalão. Barbosa, relator do processo, já havia ordenado a prisão de 12 réus na última sexta-feira. 
     

    De acordo com o Bom Dia Brasil, da TV Globo, outros sete réus pode ter mandados expedidos nesta segunda. Os sete que podem ser presos são:

    - Valdemar Costa Neto Neto (PR-SP), deputado. Condenado a 7 anos e 10 meses (regime semiaberto) e multa de R$ 1,08 milhão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
    - Pedro Henry (PP-MT), deputado. Condenado a 7 anos e 2 meses e multa de R$ 932 mil por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
     
    - Roberto Jefferson (PTB-RJ), delator do esquema. Condenado a 7 anos e 14 dias e multa de R$ 720,8 mil por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.- Rogério Tolentino, advogado. Condenado a 6 anos e 2 meses e multa de R$ 494 mil por corrupção ativa e lavagem de dinheiro.
    - Pedro Corrêa, ex-deputado do PP. Condenado a 7 anos e 2 meses e multa de R$ 1,13 milhão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
    - Bispo Rodrigues, ex-deputado do PL, atual PR. Condenado a 6 anos e 3 meses (regime semiaberto) e multa de R$ 696 mil por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Apresentou embargos infringentes em todos os crimes.
    - Vinícius Samarane, ex-sócio de Marcos Valério (apontado como operador do esquema). Condenado a 8 anos, 9 meses e 10 dias (regime fechado) e multa de R$ 598 mil por lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta. Apresentou embargos infringentes em todos os crimes.
     
     
    Além dos sete mandados de prisão, o ministro pode ainda pedir para que sejam executadas as penas de três réus que não foram condenados à cadeia e deverão pagar penas alternativas. São eles:
     
    - Emerson Palmieri, ex-tesoureiro informal do PTB. Pena restritiva de direitos e multa R$ 247 mil por lavagem de dinheiro.
    - Enivaldo Quadrado, ex-dono da corretora Bônus-Banval. Pena restritiva de direitos e multa de R$ 28,6 mil por lavagem de dinheiro.
    - José Borba, ex-deputado do PMDB. Pena restritiva de direitos e multa de R$ 360 mil por corrupção passiva.
     



  • Governo analisa como pedir extradição de Pizzolato

    Foto e fonte: Estadão

    Após a fuga para a Europa de Henrique Pizzolato, técnicos da área internacional do Ministério da Justiça começam nesta segunda-feira, 17, a traçar uma estratégia para pedir formalmente à Itália a extradição do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil condenado a 12 anos e 7 meses de prisão por envolvimento com o escândalo do mensalão.

     

    Pizzolato teria deixado o Brasil há 45 dias. Numa carta divulgada no fim de semana, ele disse que o julgamento teve "nítido caráter de exceção".


    Além do Ministério da Justiça, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que é o encarregado da acusação no processo do mensalão, deverá encaminhar nesta segunda-feira  um pedido de providências ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra Pizzolato. Os detalhes não foram revelados no último domingo.


    No Ministério da Justiça, o caso será analisado pela equipe do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional. A tarefa é considerada árdua e de difícil solução. O principal obstáculo é o fato de Pizzolato ter cidadania italiana. A Itália não costuma extraditar seus nacionais. No Brasil, há proibição constitucional de extradição nesse caso.


    Outro empecilho, de ordem diplomática, decorre da decisão tomada pelo governo federal, em 2009, de não entregar para a Itália Cesare Battisti, ativista de extrema esquerda que integrou o movimento Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), na década de 70. Battisti foi condenado na Itália à pena de prisão perpétua em processos nos quais foi acusado de envolvimento em quatro assassinatos que foram considerados crime comuns.


    Decisão. Em novembro de 2009, o STF autorizou a extradição do italiano, mas concluiu que a decisão final caberia ao presidente da República. Em um de seus últimos atos como chefe do Executivo, Luiz Inácio Lula da Silva resolveu não entregar Battisti para as autoridades italianas. Com isso, ele foi solto e passou a viver no Brasil.


    Por causa desses dois detalhes - a cidadania italiana e o episódio Battisti -, os técnicos do Ministério da Justiça terão de se desdobrar para tentar encontrar uma saída para conseguir a extradição de Pizzolato.


    O tratado de extradição firmado em 1989 pelo Brasil e pela Itália estabelece que o país não será obrigado a entregar um nacional. Foi isso o que ocorreu na prática quando o ex-banqueiro Salvatore Cacciola, que tem cidadania brasileira e italiana, fugiu para a Itália. Ele só foi extraditado para o Brasil anos depois, quando deixou a Itália e foi para o Principado de Mônaco.

     

    No caso de Pizzolato, uma saída mais efetiva que deverá ser analisada pelas autoridades brasileiras, inclusive pelo Ministério Público Federal, é tentar bloquear judicialmente os bens do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil e eventuais rendimentos, impedindo que ele tenha meios suficientes para sobreviver na Europa. Com eventuais dificuldades de ordem financeira, acredita-se que ele será forçado a retornar ao Brasil. 
     

     

     



  • BRASIL

    Prisões do mensalão

    Prisões do mensalão

    iNFORMÇÕES: G1 / Foto: Reprodução

    Dos 12 réus que tiveram mandados de prisão decretados, dois ainda não se entregaram: o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares;

    Os sete condenados no processo do mensalão que estão detidos em Belo Horizonte devem ser levados para o IML ainda hoje;

    Ontem, o STF expediu 12 mandados de prisão para condenações cujas penas já não podem ser revistas.