BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Brasilia: Senado vai gastar R$ 12 mil por mês com lanche

    Por Ricardo Brito / Agência Estado Foto: Reprodução

    O ano ainda não começou para os parlamentares, que só voltam a trabalhar no início de fevereiro, mas o Senado não descuidou da alimentação das "excelências" durante as votações. No último dia de 2013, a Casa assinou um contrato para que uma empresa forneça nos próximos quatro meses 20 gêneros alimentícios aos senadores em plenário. A expectativa é gastar no período R$ 47,6 mil com os itens, quase R$ 12 mil por mês. Na lista, os senadores terão a seu dispor uma extensa lista de produtos, para além da água e do tradicional cafezinho, objetos de outros contratos: 1.680 pacotes de biscoito de dois tipos, 3.340 caixinhas de quatro tipos de chás, 2.500 caixinhas de cinco tipos de suco, cerca de 1 mil litros de leite integral e leite em pó, 670 pacotes de pão de forma, outros 670 de torrada "levemente salgada", 400 quilos presunto magro, 340 unidades de manteiga, 600 quilos queijo mussarela e 500 unidades de requeijão cremoso. Pela licitação, a empresa tem 24 horas para fornecer as quantidades requeridas pela administração Senado. Na justificativa constante do edital, a Casa defende a compra dos alimentos. "Trata a presente aquisição de gêneros alimentícios, para uso diário, comprometido com o bom desempenho das atividades do plenário do Senado Federal". No ano passado, reportagens do jornal O Globo revelaram que garçons do Senado ganhavam até 20 vezes o piso da categoria em Brasília. Sete deles recebiam entre R$ 7,3 mil a R$ 14,6 mil e todos teriam sido nomeados por atos secretos editados em 2001 pelo então diretor-geral da Casa, Agaciel Maia. Logo em seguida, o Senado divulgou nota em que negou a existência dos atos secretos, ressaltando que todos os atos de nomeação estão "devidamente regularizados e publicados".



  • ONU pede 'investigação imediata' de violência e mortes em presídio do Maranhão

    A ONU (Organização das Nações Unidas) pediu nesta quarta-feira uma "investigação imediata, imparcial e efetiva" em relação às recentes cenas de violência e decapitação no presídio de Pedrinhas, no Maranhão.

    Questionado pela Folha sobre as imagens reveladas ontem pelo jornal, o Alto Comissariado para os Direitos Humanos da ONU disse, por meio de nota, "lamentar mais uma vez" a preocupação com o que classifica de "terrível estado" das prisões brasileiras.

    Maranhão proíbe venda de gasolina em garrafa após ataques

    No vídeo, filmado pelos próprios detentos com um celular, presos mostram em detalhes três rivais decapitados. Diante das câmeras, os detentos comemoram as mortes e se divertem exibindo as cabeças cortadas.

    "Lamentamos ter que, mais uma vez, expressar preocupação com o terrível estado das prisões no Brasil e apelar às autoridades a tomar medidas imediatas para restaurar a ordem na prisão de Pedrinhas e em outras prisões pelo país, bem como para reduzir a superlotação e oferecer condições dignas para pessoas privadas de liberdade", disse o Alto Comissariado para os Direitos Humanos, órgão sediado em Genebra (Suíça).

    Sobre as imagens, a ONU respondeu: "Apelamos às autoridades brasileiras para realizar uma investigação imediata, imparcial e efetiva dos fatos e processar as pessoas consideradas responsáveis".

    O Alto Comissariado para os Direitos Humanos é a instância máxima das Nações Unidas no combate à violação dos direitos humanos pelo mundo.

    "Estamos incomodados por saber das conclusões do recente relatório do Conselho Nacional de Justiça, revelando que cinquenta e nove detentos foram mortos em 2013 no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, assim como as últimas imagens de violência explícita entre os presos libertados", disse.

    Ontem, governo do Maranhão classificou as imagens da decapitação de presos como "um ato de completa selvageria". A gestão de Roseana Sarney (PMDB) também criticou a divulgação do vídeo.



  • Multa de mensaleiros é suficiente para pôr fim à superlotação em 'presídio da morte' no Maranhão

    Marcos Valério tem de pagar multa de R$ 3 milhões PEDRO VILELA/AGÊNCIA I7/ESTADÃO CONTEÚDO

    Dinheiro vai para o Fundo Penitenciário e equivale a presídio de 480 vagas
     

    A soma dos valores das multas que os mensaleiros terão de pagar é suficiente para construir um presídio capaz de pôr fim à superlotação no Complexo de Pedrinhas, no Maranhão, onde rixas entre facções provocam, desde o final de dezembro, cenas de barbárie dentro e fora dos presídios do Estado.

    Juntos, os mensaleiros foram condenados a pagar R$ 22 milhões (veja lista dos valores abaixo). O dinheiro vai justamente para o Fundo Penitenciário, destinado a melhorar a situação carcerária do País.

    Com a verba seria possível erguer um centro de detenção de porte médio, com cerca de 480 vagas — cada vaga custa em média R$ 45 mil, de acordo com projetos recentes de Maranhão, Minas Gerais e São Paulo. Em Pedrinhas, segundo o governo do Maranhão, há 2.196 presos em um espaço destinado a 1.770 detentos — ou seja: 426 encarcerados a mais do que o previsto.

    A superlotação é um dos motivos de tensão no complexo prisional, que abriga cinco diferentes facções criminosas. No último dia 17, três detentos foram decapitados por rivais. Relatório do CNJ apontou ainda estupro de alguns encarcerados (fato que o governo do Estado contesta). Em 2 de janeiro, foram registradas mais duas mortes no local.
    No dia seguinte, ataque a ônibus culminou na morte da menina Ana Clara Sousa, de seis anos.

    A multa dos mensaleiros, porém, ainda pode demorar para chegar aos cofres públicos. Até o momento, a Justiça deu prazo para pagamento apenas a cinco condenados: José Genoino, Marcos Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz. Junto, o quinteto deve R$ 10 milhões — menos da metade do valor total das multas.

    De acordo com a legislação brasileira, a multa deve ser paga em dez dias. Os condenados, porém, ainda podem pedir parcelamento. Ou, simplesmente, dar calote. No caso de não pagamento, a quantia torna-se dívida pública. E, segundo o advogado criminalista e conselheiro da OAB-SP Frederico Figueiredo, deve ser cobrada pela Procuradoria da Fazenda Nacional.

    Além dos R$ 10 milhões que já foram pedidos, a Justiça deve, em breve, exigir o pagamento dos outros mensaleiros. Mas cerca de R$ 1 milhão não deve ser cobrado tão cedo, pois refere-se a condenações que ainda podem ser revistas em novo julgamento.

    Devolução do dinheiro desviado

    O pagamento da multa nada tem a ver com devolução do dinheiro desviado dos cofres públicos. Trata-se apenas de uma pena — assim como o tempo de cadeia de cada um dos condenados. Os cerca de R$ 140 milhões movimentados pelo esquema do mensalão, segundo a denúncia, têm de ser cobrados pela Advocacia-Geral da União. Ou pela Câmara dos Deputados, no caso do dinheiro referente ao contrato oficializado por João Paulo Cunha entre a Casa e a SMP&B, empresa de Marcos Valério.

     



  • Calendário de feriados nacionais em 2014 é publicado no Diário Oficial

    Fonte:BN / Foto: Reprodução

    Foi publicada, nesta segunda-feira (6), no Diário Oficial da União, a portaria do Ministério do Planejamento que estabelece o calendário oficial de feriados e pontos facultativos em 2014. Conforme o texto, apenas cinco feriados ocorrerão em dias úteis, as demais datas em finais de semana. O calendário destina-se a entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo e não apresenta prejuízo à prestação dos serviços considerados essenciais. A portaria não informa se entre os dias 12 de junho e 13 de julho, quando serão realizados os jogos da Copa do Mundo, os expedientes serão suspensos. Além dos dias estabelecidos, as datas comemorativas de credos e religiões, de caráter local ou regional, podem ser respeitadas, mediante autorização da chefia imediata do trabalho do servidor, para posterior compensação.



  • São Carlos (SP): Grávida e marido morrem em colisão provocada por motorista embriagado

    Acidente aconteceu no quilômetro 156 da rodovia SP-215 na madrugada de domingo (Foto: Marcelo Carboni) Fonte: G1

    Uma gestante de oito meses e o marido dela morreram em São Carlos (SP) na madrugada deste domingo (5) após o carro em que viajavam ser atingido por outro na Rodovia Luís Augusto de Oliveira (SP-215), que liga a cidade a Ribeirão Bonito. O motorista que provocou o acidente, um engenheiro de 30 anos, apresentava sinais de embriaguez, segundo a Polícia Militar. Ele foi preso em flagrante após realizar o exame de bafômetro e responderá por lesão corporal, embriaguez ao volante e homicídio doloso, quando há intenção de matar.

    O filho de quatro anos do casal e uma mulher que também estavam no veículo atingido ficaram feridos. Eles foram socorridos para a Santa Casa e não correm risco de morte. Os dois continuam internados em observação, informou o hospital. Os condutores de ambos os automóveis nada sofreram.

    O acidente aconteceu por volta das 3h30. As cinco pessoas que estavam no carro Gol são de Dourado e voltavam de Ilha Bela, onde passaram a virada de ano. Segundo a PM, o engenheiro Thiago Aparecido Scarpin dirigia um veículo Prisma de Ribeirão Bonito para São Carlos quando invadiu a pista contrária na altura do quilômetro 156 da rodovia e provocou a colisão.

    O motorista do Gol ainda tentou desviar, mas o carro foi atingido. O amigo dele, que viajava como passageiro, e a mulher grávida, sentada no banco de trás, morreram na hora. O filho do casal estava preso a uma cadeirinha, mas com o impacto foi arremessado pela janela. Ele sofreu apenas um arranhão no rosto.

    O advogado de Scarpin, David Pires, disse reconhecer que o cliente dele fez uso de bebida alcoólica e que irá responder pelos atos.

    Recém-casados
    O casal morto no acidente havia se casado há um mês e estava feliz com a chegada do bebê, que nasceria em fevereiro, contou Sebastião Benedito Messias dos Santos, tio do motorista do carro em que estavam as vítimas.

    Segundo ele, o casal de amigos e o sobrinho eram muito amigos e se reuniam todo o fim de semana em churrascos e eventos. “O marido dela trabalhava como marceneiro e tanto ele quanto a mulher esperavam ansiosos pelo término da construção da casa onde iriam morar. Eram pessoas muito queridas, foi uma fatalidade”, disse.

    Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de São Carlos. O velório e o enterro estão previstos para ocorrer ainda esta tarde em Dourado, segundo informou a família.



  • São Paulo: Cantor Nelson Ned é internado em estado grave

    O artista está com pneumonia em estado grave / Informações :G1 SP / Foto:Reprodução

    O cantor Nelson Ned, de 66 anos, foi internado na tarde deste sábado (4) no Hospital Regional de Cotia, em São Paulo. Segundo a assessoria da Secretaria Estadual de Saúde, o artista está com pneumonia em estado grave, porém, estável. Natural de Ubá, Minas Gerais, Nelson Ned fez fama como cantor de músicas românticas nos anos 60, quando já vivia no Rio de Janeiro. "Tudo passará" foi um de seus grandes sucessos. Em 2003, o cantor sofreu um acidente vascular cerebral. Ele vive em São Paulo, sob a guarda e cuidados de Neuma, uma de suas irmãs.



  • Governo cria tropa de choque de 10 mil homens para protestos na Copa

    Policial dispara contra manifestantes no Rio de Janeiro / G1 (Foto: Silvia Izquierdo/AP)

    O governo federal formou uma tropa de choque de 10 mil homens que irá apoiar as polícias militares nas 12 cidades-sede dos jogos da Copa do Mundo de 2014 para conter protestos violentos durante o evento.

     

    São os PMs que integram a Força Nacional de Segurança Pública, treinados desde 2011, segundo o diretor da unidade, coronel Alexandre Augusto Aragon. Eles tiveram o aperfeiçoamento intensificado neste ano após as manifestações de junho, durante a Copa das Confederações.

     

    Criada em maio de 2007 por uma lei sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Força é composta por PMs, policiais civis, bombeiros e peritos de todos os estados, que são voluntários e passam por um treinamento diferenciado antes de serem enviados para missões excepcionais e de caráter temporário.

     

    “A Força Nacional não é uma força comum. Somos convocados só para momentos de crise, só para missões específicas. Cheguei a ter 42 frentes de operações abertas ao mesmo tempo no país. Para a Copa do Mundo, formamos 10 mil homens em doutrinas de ações de choque, e estamos com condições de atuar em todas as 12 cidades-sede ao mesmo tempo”, afirma o coronel Aragon.


    O número de policiais treinados pela Força Nacional para controle de protestos é representativo quando se compara o efetivo das tropas de Choque dos estados: a maioria possui apenas um batalhão, contando com entre 100 e 200 homens com esta qualificação.



  • Com aulas obrigatórias em simulador, custo para tirar habilitação aumentará até 20%

    Bahia Noticias / Foto Reprodução

    O custo para tirar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) aumentará até 20%, com a obrigatoriedade de cinco aulas em um simulador de direção instalado nas autoescolas. Antes da nova regra – que passou a valer no país esta semana, após resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) – o interessado em emitir o documento gastava, em média, R$ 1,2 mil, de acordo com a Federação Nacional das Autoescolas (Feneauto). Com a mudança, o custo subirá até R$ 250. A obrigatoriedade do uso do simulador é válida somente para a categoria B (habilitação para automóvel). As aulas no simulador, no entanto, não têm caráter eliminatório. Com duração de 30 minutos cada, as aulas devem ser realizadas obrigatoriamente antes do começo da parte prática. O custo médio de um simulador é de R$ 40 mil, mas é possível obter o aparelho por comodato. Em todos os casos, o custo é repassado para o consumidor. As autoescolas não são obrigadas a ter a máquina e podem dividi-la com outras empresas. A manutenção varia de mensalidades de R$ 750 a R$ 1.750 ou taxas de R$ 4 a R$ 15 por aula. Com isso, os centros de formação de condutores estimam que o preço médio da aula simulada seja de R$ 40, acima do que é pago pela prática, entre R$ 30 e R$ 35.



  • Monte Alegre de Minas: Integrante de banda da Bahia morre em acidente de carro

    BN com informações do G1 / Foto: Reprodução

    O produtor da banda baiana Bonde dos Playboys morreu nesta quarta-feira (1º) em um acidente de carro. O fato aconteceu no trevo da BR-153 com a BR-365, em Monte Alegre de Minas, no Triângulo Mineiro. O veículo seguia com 12 pessoas de Aparecida de Goiânia (GO), onde fez o show do Réveillon, para São Paulo (SP). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Rômulo Andrade Gonçalves, de 24 anos, morreu na hora. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Ituiutaba e deve ser encaminhado para São Paulo. A polícia informou ao G1 que o veículo seguia na rodovia e ao fazer o trevo, no quilômetro 58, o motorista perdeu o controle da direção e o micro-ônibus tombou. Outras quatro pessoas ficaram feridas no acidente.



  • IPI maior para carro começa a valer

    BN com informações do UOL / Foto: Reprodução

    O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) volta a subir gradualmente para suas alíquotas originais a partir desta quarta-feira (1º). O reajuste não será integral, mas parcelado em duas vezes ao longo do ano. Começa agora em janeiro e terá um novo aumento em julho. Enquanto durarem os estoques nas concessionárias, os carros podem ser vendidos sem aumento. Segundo o UOL, o governo tem dado descontos em impostos de carros, eletrodomésticos, móveis e outros produtos para estimular o consumo e evitar demissões. Agora a decisão que a alíquota de carros populares flex (até 1.0) passa nesta quarta de 2% para 3%. O valor original é 7%. Em 1º de julho, está previsto que o imposto volte para sua porcentagem total: 7%. Veículos entre 1.0 e 2.0 flex (movidos a gasolina e álcool) passam de 7% para 9% agora. Voltam ao imposto original, de 11%, a partir de 1º de julho. Na mesma faixa de 1.0 a 2.0, mas exclusivamente movidos a gasolina, os carros passam de 8% para 10% agora. Em julho, voltam aos 13% originais. Com relação aos utilitários (esportivos ou de carga), a alíquota do IPI passa para 3% agora. Em julho, os utilitários esportivos voltam ao seu original, de 8%. Os de carga vão ficar ainda com 4%, metade de seu imposto original (de 8%). Os caminhões vão continuar isentos, com taxa zero de IPI (o imposto original é de 5%).

     

    Veja tabela:

     

     

     

     

     



  • Novo salário mínimo de R$ 724 já está em vigor no Brasil

    fonte BN / Foto: Reprodução

    Já está em vigor no Brasil o novo salário mínimo, que sofreu reajuste de 6,78% e agora vale R$ 724. O porcentual de aumento ficou acima da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que deve fechar 2013 em 5,72%, segundo o Banco Central. O aumento do salário mínimo está previsto na Lei Orçamentária Anual de 2014 e foi aprovado pelo Congresso na semana anterior ao Natal. No dia 23 de dezembro, a presidente Dilma Rousseff assinou o decreto com o reajuste e confirmou o novo valor em sua conta no Twitter. O novo mínimo injetará R$ 28,4 bilhões na economia brasileira em 2014.



  • Jornalista é assaltado e ameaçado:

    BN com informações do G1 / Foto: Reprodução

    O jornalista e repórter do Globo Esporte, Bruno Laurence, relatou no Twitter um assalto que sofreu na madrugada desta terça-feira (31), em São Paulo, quando ia para o trabalho. Ele seguia em direção à sede da TV Globo, quando foi abordado por um homem armado. “Tinha um cara armado no final do Ladeirão de Paraisópolis. Ele estava a uns 30 metros de mim, então desviei entrando à direita e caí na entrada da favela. Lá dentro me perdi. Quando percebi estava em uma das vielas e vieram duas motos e quatro caras armados dizendo: ‘dá tudo, dá tudo’”, contou o jornalista ao site G1. Os bandidos levaram a mochila dele com Ipad, carteira, R$ 300, relógio, aliança de casamento e até a mala de roupas que estava no carro. Durante o assalto, o repórter chegou a ser ameaçado por fazer parte do Globo Esporte. “Enquanto tirava o relógio falaram: ‘é o maluco da Globo! Mata esse filha da p*!’”, contou. “Mas aí, um outro assaltante falou: ‘a gente pegou tudo, deixa quieto’, completou o jornalista, que ainda levou socos no rosto. “Passou, ta tudo bem mas fica o medo e a tristeza. As frases: ‘mata que é da Globo!’ ‘mata o maluco do Globo Esporte!’ não vão sair nunca mais da minha cabeça”, desabafou Laurence.



  • ES: Menino morto por suspeitos de beber sangue tinha 5 passagens pela polícia

    Corpo foi encontrado em quintal na casa do suspeito Reprodução Rede Record

    O adolescente Gleyciel Cândido Lusquinho, de 14 anos, morto por um grupo em Nova Venécia, Espírito Santo, já tinha cinco passagens por crimes. Segundo a polícia, todas as ocorrências foram por furto, mas ele nunca chegou a ficar detido.

    O corpo dele foi encontrado em uma cova rasa no quintal da casa de Jorge Mariano da Silva, de 48 anos. Silva e mais três pessoas foram presas suspeitas do crime. A Polícia Civil informou que o homicídio foi cometido com requintes de crueldade e que os suspeitos tomaram o sangue da vítima e retiraram órgãos.

    Andréia Amaro da Silva, de 18 anos, foi apontada pelos outros detidos como a mandante do crime. Ela teria decidido matar Gleycel porque estava com ciúme dele com uma garota. O adolescente foi morto enforcado e atingido por golpes de martelo, além de facadas.

    Janine Fantecelle, de 26 anos, também foi presa. Um menor de idade detido com o grupo contou detalhes do assassinato e, segundo a polícia, não mostrou nenhum arrependimento. Os suspeitos devem responder por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menores. O menor de idade deverá responder pelo crime com medida socioeducativa.

    O menor chegou a dar entrevista na delegacia à imprensa e confirmou o homicídio.

    — A Andréia deu uma facada no peito do menino, ele caiu no chão. Depois disso, o Jorgão pegou um copo de sangue dele e bebeu. Deixamos o corpo tampado lá, e fomos beber de novo.



  • Rachel Sheherazade acusa Paulo Ghiraldelli de incitar violência e irá processá-lo

    Apresentadora do Jornal do SBT, Rachel Sheherazade foi alvo de polêmica no Twitter.

    Nesta sexta-feira (27), a jornalista acusou o professor de filosofia Paulo Ghiraldelli de incitar violência contra ela.

    Em sua página no Twitter, Rachel postou um print de um post de Ghiraldelli no Facebook. Nele, o professor escreveu.

    — MEUS VOTOS PARA 2014: que a Rachel Sherazedo seja estuprada. VOTOS PARA 2014: que a Rachel Sherazedo abrace bem forte, após ser estuprada, um tamanduá.

    Revoltada, a apresentadora fez uma campanha contra o professor na internet.

    — Trágico é que as pessoas como o sr. PAULO GHIRALDELLI, que se intitula "filósofo", perderam o medo de revelarem em público o que têm de pior. Sr @ghiraldelli, liberdade de expressão termina onde começam calúnia, difamação, ameaça, incitação ao crime! Vai aprender isso num tribunal!


     



  • Mega-Sena da Virada deve chegar a R$ 219 milhões

    O prêmio da Mega-Sena da Virada deve alcançar R$ 219 milhões, conforme estimativas da Caixa Econômica Federal. Estima-se que a arrecadação total fechará em torno de R$ 680 milhões. E, para evitar que premiações acabem em caso de polícia, as loterias passarão a usar, já no início de 2014, um bilhete com espaço no verso para que o apostador coloque nome e CPF.

    A Caixa já orienta o consumidor a anotar atrás do bilhete dados pessoais para que somente ele seja autorizado a receber o prêmio, caso seja sorteado. No entanto, segundo o gerente nacional de produtos lotéricos, Edislon Carrogi, muitos clientes dos jogos não seguem a instrução por não encontrarem um lugar específico para colocar os dados pessoais.

    Atualmente, o apostador pode subscrever em qualquer parte do verso do volante, até em cima do texto. Com a troca das bobinas das lotéricas, será indicado um lugar específico. O mais recente imbróglio envolvendo um bilhete premiado da Mega-Sena provocou uma crise familiar em Ribeirão Preto. José Agostinho dos Santos acusa o irmão, Rogério Agostinho dos Santos, de ter furtado o bilhete premiado. Se José tivesse anotado o nome e o CPF atrás do bilhete, o prêmio de quase R$ 8 milhões do concurso 1.530 da Mega Sena de 14 de setembro só poderia ter sido resgatado por ele.

    De acordo com a Caixa, os R$ 680 milhões esperados de arrecadação da Mega da Virada em 2013 representam 17% de todo o montante que o banco conseguiu arrecadar durante o ano com os jogos da Mega. A arrecadação em 2013 alcançou R$ 4 bilhões até o concurso do dia 21 de dezembro. No ano passado, dos R$ 4,3 bilhões arrecadados com a Mega-Sena, R$$ 640 milhões vieram de apostas para o concurso especial.

    Acúmulos
    As apostas na Mega-Sena da Virada podem ser feitas até as 14 horas do dia 31 de dezembro nas casas lotéricas. O prêmio da Mega da Virada não acumula. Caso não haja ganhador com as seis dezenas sorteadas, o valor é somado ao rateio dos acertadores de cinco números, e assim por diante. Por mais que a Caixa oriente a não deixar para a última hora, para evitar filas, a maior parte das apostas ainda é feita nos três últimos dias do ano.

    A parcela do prêmio paga ao ganhador corresponde a 32,2% do valor arrecadado com o concurso da Mega-Sena, depois de descontados os 4,5% destinados à Secretaria Nacional de Esportes. Segundo a Caixa, outros 13,8% são deduções do Imposto de Renda. Do prêmio total, 3% vão para o Fundo Nacional de Cultura e 2% para os comitês olímpico e paralímpico. A arrecadação da Mega-Sena também é destinada à seguridade social (18,1%), ao financiamento estudantil (7,76%) e ao Fundo Penitenciário Nacional (3,14%).

    A Caixa fica com 20% para as despesas de custeio e manutenção de serviços. Desse porcentual, 10% ficam com o banco, 9% com os lotéricos e 1% é destinado ao Fundo de Desenvolvimento das Loterias (FDL), para modernização, promoção e divulgação das Loterias. É desse fundo que saiu os R$ 10 milhões de patrocínio para o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. (Estadão Conteúdo)