BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Graça Foster e mais cinco diretores renunciam a cargos na Petrobras

    Graça Foster renunciou nesta quarta-feira (4) à presidência da Petrobras (Foto: Rede Globo)

    A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, e cinco diretores da companhia renunciaram ao cargo e novos executivos serão eleitos em reunião do Conselho de Administração que será realizada na sexta-feira (6), segundo comunicado da estatal nesta quarta-feira.

    A saída da diretoria acontece em meio às investigações de um escândalo de corrupção investigado pela operação Lava Jato e a dificuldade da atual gestão da companhia para quantificar os prejuízos com fraudes em contratos de obras durante anos.

    O governo vinha sofrendo pressão do mercado pela saída da executiva, cuja gestão foi marcada por graves denúncias de corrupção e pelo acúmulo de resultados negativos.

    Embora a maior parte dos problemas tenha sido agravada por decisões feitas antes da chegada de Graça Foster à presidência da estatal, a executiva – ainda que não tenha sido implicada diretamente nas investigações da Lava Jato – acabou perdendo as condições políticas para se manter no cargo.

    Os rumores sobre a saída de Graça ao longo da terça-feira fizeram disparar as ações da Petrobras, que fecharam em alta de mais de 15% na Bovespa.

    Na terça-feira, o colunista Gerson Camarotti adiantou que interlocutores da presidente Dilma Rousseff estavam em busca de um substituto para Graça no comando da Petrobras. A substituição será feita quando for encontrado um perfil adequado.

    Histórico
    Maria das Graças Silva Foster assumiu a presidência da petroleira em 13 de fevereiro de 2012. Ela foi a escolhida para substituir José Sergio Gabrielli, que estava há 7 anos no comando da companhia.

    Funcionária de carreira da Petrobras, Graça Foster ingressou na Petrobras em 1978 e se tornou a primeira mulher do mundo a comandar uma empresa de petróleo de grande porte. Ela foi eleita pela revista norte-americana “Fortune” a executiva mais poderosa fora dos EUA e ficou em 4º lugar no ranking mundial.

    A chegada de Graça Foster à presidência foi vista inicialmente como a uma tentativa de implementação de uma gestão mais técnica e menos política. Mas a companhia continuou submetendo a sua politica de preços às determinações do seu controlador, o governo, que para tentar frear a inflação segurou os preços dos combustíveis.



  • Prêmio da Mega-Sena pode chegar a R$ 7,5 milhões neste sábado

    Mega-Sena pode pagar R$ 3 milhões nesta quarta-feira (28) (Foto: Reprodução/TV Globo)

    Ganhador do prêmio pode comprar até 15 imóveis de 500 mil.
    Apostas podem ser realizadas até as 19h; aposta mínima custa R$ 2,50.

    O sorteio do concurso 1.674 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (31), poderá pagar o prêmio de R$ 7,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado em Rio das Ostras (RJ), a partir das 20h (horário de Brasília).

    De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), com o valor do prêmio, o ganhador poderá adquirir 15 imóveis de R$ 500 mil cada ou uma frota de 250 carros populares.

    Se quiser investir, aplicando o prêmio de R$ 7,5 milhões na poupança, o sortudo poderá se aposentar com uma renda de R$ 44 mil por mês.

    Para apostar
    A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.

    Probabilidades
    A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas 6 dezenas, com preço de R$ 2,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 12.512,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.



  • CERVERÓ PROMETE PROCESSAR QUEM FIZER MÁSCARA COM SEU ROSTO NO CARNAVAL

    Para quem pensa que já viu de tudo, essa surpreendeu! O ex-diretor da  Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, afirmou que vai processar quem fizer máscaras com o rosto dele para o Carnaval deste ano. Segundo o jornal O Globo, o advogado Edson Ribeiro passou a agir assim que surgiu a especulação de que haveria máscaras de Cerveró. “Se alguém fizer isso, vou processar. Você tem o direito à imagem, tem o dano moral. Se alguém fizer, vou localizar quem fez”, disse Ribeiro.

    Para problemas, a Condol, fábrica mais conhecida por produzir máscaras, informou que desistiu de reproduzir o rosto de Cerveró. A dona, Olga Valle, afirmou que, além de o carnaval estar muito próximo, os pedidos pelas máscaras do ex-diretor da Petrobras não eram tantos como se esperava. A ideia é produzir máscaras da presidente da Petrobras, Graça Foster.



  • Jovem dirige carro da PM e ostenta: 'É a 1ª vez que estou no banco da frente'

    Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

    Um vídeo em que dois jovens aparecem "ostentando" dentro de um carro da Polícia Militar de Goiás virou sucesso no aplicativo WhatsApp. No registro, o jovem que está no assento do motorista diz  “E aí, galera do zap-zap, essa é a primeira vez que eu estou no banco da frente”.

    Nas imagens, é possível ver que a viatura, que está molhada, entra em uma espécie de garagem. O vídeo é gravado por uma terceira pessoa, que não aparece no vídeo. Após a frase do colega, ele se afasta e os dois ocupantes do veículo dão risadas. Um dos jovens faz um sinal em alusão a uma arma e o outro continua a falar: “Aqui é nóis [sic] maluco. Falou, até mais". 

    Após a repercussão, a Polícia Militar informou que recebeu as imagens e identificou que o veículo pertence ao CPT de Jataí, no sudoeste do estado. A suspeita é que os rapazes que aparecem no vídeo, de 18, 20 e 23 anos, seriam funcionários de um lava a jato, onde o carro teria sido lavado. O caso foi encaminhado à Corregedoria da corporação.

     



  • Justiça determina quebra de sigilo de ex-presidente da Petrobras

    Foto: Agência Brasil

    A 5ª Vara de Fazenda Pública da Justiça do Rio de Janeiro determinou o arresto de bens do ex-presidente da Petrobras,José Sergio Gabrielli A 5ª Vara de Fazenda Pública da Justiça do Rio de Janeiro determinou ontem (28) o arresto de bens do ex-presidente da Petrobras, e do ex-diretor da estatal Renato de Souza Duque, bem como a quebra de seus sigilos bancário e fiscal. A medida também atinge a construtora Andrade Gutierrez e outros executivos da Petrobras: Pedro José Barusco Filho, José Carlos Villar Amigo, Sérgio dos Santos Arantes, Alexandre Carvalho da Silva, Antônio Perrota Neto e Guilherme Neri. O pedido foi feito pela 5ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania, do Ministério Público Estadual. A solicitação também se estendia à própria Petrobras, mas isso foi negado pela Justiça. Segundo a decisão da Justiça, há indícios de “sucessivas e superpostas contratações em benefício da Andrade Gutierrez”, pela Petrobras, com sobrepreço e superfaturamento em contratos para ampliação e modernização do Centro de Pesquisas da estatal, o Cenpes. Além disso, segundo a Justiça, houve falta de transparência na seleção da Andrade Gutierrez para os contratos. Ainda de acordo com o despacho da juíza Roseli Nalin, auditorias do Tribunal de Contas da União encontraram indícios de superfaturamento de R$ 31,5 milhões.



  • Livramentense volta ser preso com drogas, desta vez no norte de Minas

    Foto: Porteirinha Notícias

    A Polícia Militar Rodoviária apreendeu dois quilos de crack, dois quilos pasta base de cocaína e remédios de uso controlado, na MGC-122, entre Janaúba e Porteirinha, no Norte de Minas Gerais, nesta segunda-feira (26). Um homem de 29 anos, que transportava a droga, foi preso. Segundo as informações da PM passadas ao site G1, a droga estava sendo levada no porta-luvas e em um fundo falso de um carro blindado. O homem, que é natural de Livramento de Nossa Senhora, estava sozinho no veículo e já tem passagens por tráfico de drogas. Ele seguia para São Paulo (SP). O material apreendido e o homem foram encaminhados para a Polícia Civil da cidade.

    Livramentense volta ser preso com drogas, desta vez no norte de Minas


  • Irmão de MC Gui morreu de overdose de cocaína, diz laudo da perícia

    (Foto: Reprodução)

    O resultado do laudo oficial da perícia afirma que Gustavo Castanheira, 17 anos, irmão do funkeiro MC Gui, morreu de overdose de cocaína. O adolescente morreu em abril do ano passado depois de passar mal durante um churrasco. A família afirmou que ficou surpresa com o resultado. "Ficamos muito surpresos. Não tinha conhecimento que ele usava droga", disse Rogério, pai do menino, ao Uol. "Nenhum pai espera por isso".

    O laudo afirma que Gustavo fez uso prévio de cocaína e teve morte súbita em decorrência de insuficiência respiratória aguda. Não houve o uso de bebida alcoólica. "Quando eu vi escrito no laudo 'cocaína', eu, sinceramente, entrei em choque. Não dá para acreditar", disse Cláudia, mãe de Gustavo em entrevista ao "Fantástico", da TV Globo. "Eu já tinha o visto usando maconha. Eu brigava com ele, e ele me obedecia. Jogava fora", disse MC Gui, que disse desconhecer que o irmão usava outras drogas.



  • MEC divulga hoje resultado do Sisu

    O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (26) o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) na página do programa. Os candidatos selecionados devem procurar a instituição de ensino para fazer a matrícula nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro. Nesta ano, haverá apenas uma chamada. Os candidatos que não foram selecionados poderão participar da lista de espera, também a partir de hoje, na página do Sisu. O prazo para que isso seja feito é até o dia 6 de fevereiro. O estudante somente poderá manifestar interesse na lista de espera para o curso correspondente à sua primeira opção. Os candidatos em lista de espera deverão procurar as instituições de ensino a partir do dia 11 de fevereiro para acompanhar o processo de seleção. O Sisu oferece vagas em instituições públicas de ensino superior. Para concorrer, é preciso ter feito o Enem em 2014 e não ter tirado 0 na redação. Nesta primeira edição de 2015, o Sisu oferece 205.514 vagas em 5.631 cursos em 128 instituições. Até as 21h de quinta-feira (22) - as inscrições terminaram às 23h59 -, 2.772.175 haviam se inscrito no processo seletivo. Em 2014, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem.



  • Inscrições no Sisu começam na segunda (19); veja as notas de corte de 2014

    Este final de semana é de ansiedade para os estudantes que querem, através da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), concorrer a uma vaga em uma instituição pública de ensino.É que na segunda-feira serão abertas pelo Ministério da Educação (MEC) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), e até quinta-feira os candidatos passarão pela verdadeira maratona de consulta às notas de corte, que definem quem está dentro e quem está fora dos selecionados para entrar nos cursos.Essa é a realidade vivida pelo bacharel em Direito Marcos Paulo Monteiro, 25 anos, que pretende retornar à universidade este ano, para cursar Engenharia Civil. “Estou muito ansioso, não consigo dormir direito, aguardando o momento das inscrições”, contou Marcos, que quer uma vaga, na Universidade Federal de Sergipe (UFS).Para conquistar uma das 100 vagas ofertadas no curso escolhido, Marcos terá que atingir a nota de corte, que é a menor nota para ficar entre os selecionados. No ano passado, a nota de corte no curso que ele quer foi de 720,28. Marcos, que fez 684,24 pontos no Enem, sabe que será difícil. “Eu sei que vai ser difícil entrar na primeira chamada, mas tenho esperança de que na lista de espera eu consiga”, afirmou.As notas de corte serão divulgadas uma vez por dia entre os dias 19 e 22 (período da inscrição), já que mudam à medida que os candidatos vão solicitando vagas. O site de inscrições é o sisu.mec.gov.br. No fim, o sistema considerará a última inscrição feita pelo estudante. O MEC recomenda que os candidatos acompanhem as mudanças da nota.Na última terça-feira, o MEC divulgou o boletim de desempenho individual dos alunos. Para ter acesso , basta informar o CPF e a senha no site do Inep, que realiza o exame:portal.inep.gov.br. Cada candidato pode escolher até duas opções de curso no ato da inscrição e fazer alterações de curso e instituição até o fechamento do sistema — às 23h59 do dia 22 de janeiro, considerando o horário de Brasília (22h59 da Bahia).Laila Aquino, 18 anos, pretende cursar Medicina e já fez as escolhas: o curso ofertado pela Faculdade de Medicina da (Ufba) é a primeira opção; já a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) ficará como segunda escolha. “Medicina é o meu sonho e quero realizá-lo em uma universidade pública”, contou.Para se antecipar, já é possível consultar no site do Sisu - sisu.mec.gov.br - quantas vagas, instituição e cidade, o curso de seu interesse está. Entre os critérios de seleção adotados pela universidades pode haver pesos diferentes para as áreas de prioridades do curso. Um curso de Biologia, por exemplo, pode dar um peso maior à nota de Ciências da Natureza do candidato.

    Bahia Para este semestre, 13.205 vagas estão sendo ofertadas na Bahia, que estão distribuídas em nove instituições de ensino e 43 cidades. Salvador reserva quase 37% delas, com 4.746 cadeiras em 114 opções de curso. Já no interior do estado, somam-se 8.459 vagas ofertadas.Em todo o país, os números são de 205.514 vagas, 5.631 cursos e 128 instituições. Para concorrer a uma vaga através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é preciso ter realizado a edição de 2014 do Enem. Não é possível utilizar notas de edições anteriores do exame.O peso da redação não é só importante, como eliminatório: quem tirar nota zero na redação não pode disputar vagas através do Sisu. A Ufba aderiu ao Sisu em 2013 e este ano fez uma mudança no processo: a instituição terá duas seleções em um mesmo ano, não mais concentrando todas as vagas na primeira das duas edições que o Sisu realiza por ano.Na capital, a Ufba tem quase a totalidade das vagas (4.252).
    CONTINUE LENDO


  • Novas regras do seguro-desemprego podem atingir 2 milhões de trabalhadores

    As novas regras para acesso ao seguro-desemprego devem reduzir em 26,5% o número de benefícios concedidos, segundo estimativa divulgada hoje (16) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), com base nos números de 2014.

    No ano passado, 8,5 milhões de pessoas entraram com pedidos de seguro-desemprego no Brasil. Se as regras atuais já estivessem valendo, cerca de 2,2 milhões dos pedidos teriam sido negados. Em comunicado do MTE, o ministro Manoel Dias esclarece que a redução no acesso ao seguro visa a “defender um patrimônio do trabalhador, que é o FAT [Fundo de Amparo ao Trabalhador]”. O fundo é formado por contribuições dos trabalhadores e empregadores e do governo e serve para arcar com esse benefício.

     

    As novas regras, impostas pela Medida Provisória (MP) 665/2014 estabelecem que, para ter direito ao seguro pela primeira vez, o trabalhador tem que ter recebido 18 salários ou mais nos últimos 24 meses. Para obter o beneficio pela segunda vez, ele tem que ter recebido pelo menos 12 salários nos últimos 16 meses. Na terceira vez, é necessário que tenha tido seis salários nos meses imediatamente anteriores à dispensa. Antes, o trabalhador tinha apenas que ter recebido seis salários nos últimos 36 meses, independentemente de quantas vezes já tivesse requisitado o benefício.

    De acordo com os dados do Ministério do Trabalho, cerca de 50% das pessoas que receberam o seguro-desemprego pela primeira vez no ano passado atenderiam às novas regras e cerca de 1,5 milhão teriam o pedido negado. Entre os que receberam pela segunda vez, 66% também receberiam, se fizessem o pedido agora e aproximadamente 670 mil não teriam direito ao benefício. Pela terceira vez, não há mudança nos dados, porque as regras permaneceram iguais.

    As novas regras para acesso ao seguro-desemprego começam a valer em março. Com a retomada dos trabalhos legislativos no Congresso Nacional em 1º de fevereiro, os parlamentares começarão a analisar o texto da medida e podem propor mudanças ou mesmo recusar a proposta do Executivo, fazendo voltar as regras antigas. A Câmara dos Deputados e o Senado terão 60 dias, prorrogáveis por mais 60, para analisar a MP e votar o texto.



  • Romeiros dombasilienses ficam feridos em acidente com ônibus da Novo Horizonte

    Foto: Leitor do Destaquebahia

    Romeiros que segundo informações são da cidade de Dom Basílio e que estariam indo para uma romaria em Aparecida do Norte, no interior de São Paulo, ficaram feridos após o ônibus da empresa Novo Horizonte no qual viajam se envolver em um acidente na BR - 116, em Minas Gerais. Os feridos foram socorridos por uma equipe do SAMU. O acidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal, e o ônibus que ficou bastante danificado foi substituído pela empresa.



  • 529 mil alunos obtiveram nota zero na redação do Enem 2014, diz MEC

    O presidente do Inep, Francisco Soares, o ministro da Educação, Cid Gomes, e o secretário do MEC, Luiz Cláudio Costa (Foto: Reprodução/NBR TV)

    O Ministério da Educação divulgou na tarde desta terça-feira (13) o balanço final da edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo a pasta, prestaram o exame 6.193.565 candidatos (71% do total de 8.721.946 inscritos). Entre os alunos participantes, 529.374 obtiveram nota zero na redação da prova (8,5% dos candidatos). Deste número, foram anuladas 248.471 redações. O MEC informou ainda que 250 candidatos tiveram nota mil na redação, número máximo possível. Além disso, pouco mais de 35 mil alunos obtiveram notas entre 901 e 999.

    As notas de cada um dos 6.193.565 participantes do Enem será divulgado ainda nesta terça até o fim do dia, segundo o ministério. O candidato deve acessar sua nota nos sites enem.inep.gov.brou sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem.O MEC não informou que horas a consulta estará disponível no sistema.

    Para ver sua nota, o candidato deverá inserir seu número de inscrição do Enem, CPF e senha de acesso. Qualquer dúvida o candidato pode ligar para o telefone de auxílio do Enem: 0800 61 61 61.

    Ainda segundo o MEC, a média das notas em redação teve uma queda de 9,7% em relação ao Enem de 2013.

    Sobre a queda nas médias das notas de matemática e redação em relação ao ano passado, o ministro da Educação, Cid Gomes, afirmou que não considera que seja algo “tão significativo”. Com informações do G1

    “A minha opinião é de que houve uma queda em matemática e redação. Uma queda superior à margem, não diria uma queda significativa, mas uma queda que deve estimular a comunidade acadêmica a analisar as razões para isso. Um ano no Ensino Médio brasileiro não há variações tão significativas” afirmou o ministro.

    Segundo Cid Gomes, o tema da redação deste ano – publicidade infantil – não foi tão debatido pela mídia e pela sociedade brasileira quanto o tema de 2013 – lei seca.

    “Eu arriscaria uma tese: o tema de 2013 foi a lei seca. Essa questão foi muito debatida, muito discutida. O tema agora, publicidade infantil, não é um tema que houve um processo de discussão tão grande”, analisou. Questionado sobre se considera o tema deste ano mais difícil, Gomes respondeu: “Eu não diria difícil, é relativo.”



  • PM bate recorde de mortes em SP e não reduz crimes

    O camelô Carlos Braga (camisa xadrez), 30, foi morto por PM (arma na mão), em setembro de 2014, na Lapa, zona oeste de São Paulo REGINALDO CASTRO/ESTADÃO CONTEÚDO

    A letalidade dos policiais militares de São Paulo é a mais alta dos últimos dez anos. Nesse período, o total de crimes permaneceu no mesmo patamar  — inclusive os crimes contra o patrimônio, cujo combate é considerado prioritário pelo governo de São Paulo.

    De janeiro a novembro de 2014, 816 pessoas foram mortas por PMs no Estado, o que representa, em média, uma morte a cada 9,8 horas, segundo levantamento realizado pelo R7 com base nos dados do Centro de Inteligência da Polícia Militar e da Corregedoria (órgão fiscalizador) da corporação.

    No mesmo período, 69 policiais militares foram assassinados em São Paulo, estivessem eles no trabalho (13) ou fora do expediente na corporação (56). A média é de um PM morto a cada cinco dias.

    Ricardo Balestreri, especialista em segurança pública, ex-secretário nacional de Segurança Pública (2008 a 2010) e presidente do Observatório do Uso Legítimo da Força, acredita que a truculência não reduz em nada a criminalidade. Segundo Balestreri, o cidadão que acredita que a polícia que mata mais é a mais eficiente está totalmente enganado.

    — O que reduz a criminalidade é a presença da polícia, não a reação. Polícia perto da comunidade é a maior inteligência que se pode ter contra o crime. Quando o confronto acontece, fica evidente que a prevenção falhou. A regra precisa ser a prevenção e não o confronto com morte. Experiências nas quais a polícia atuou perto da população mostram reduções entre 40% e 70% dos índices criminais. O policial precisa ser o operador do direito enérgico, duro, combativo e valente para enfrentar o crime, mas ele não pode confundir seu poder e entrar na lógica de usar de maneira banal as mesmas táticas dos criminosos. O uso da força letal por parte do Estado não influencia em nada na redução dos crimes.

    A letalidade policial recorde em 2014 bateu até mesmo anos como 2006 (608 mortos) e 2012 (715), quando as forças de segurança de São Paulo e membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) estiveram em confronto.

    Entre os 816 mortos por PMs, estão os casos de “mortes sob intervenção policial” (horário de trabalho) e os homicídios dolosos, motivados, por exemplo, por brigas de bar, de trânsito, motivos passionais, vingança e etc.  

    Ao mesmo tempo em que a letalidade dos policiais militares bateu recorde em 2014, o combate aos crimes contra o patrimônio, apontado pela gestão de Alckmin como prioridade na área de segurança pública, não evoluiu.



  • Notas do Enem 2014 estarão disponíveis a partir desta terça-feira (13)

    Foto: EBC

    As notas individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 estarão disponíveis para consulta a partir de amanhã no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) - www.inep.gov.br.

    Com a nota, o candidato  poderá disputar uma vaga no ensino superior pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) - desde que não tenha tirado zero na redação. Na primeira edição de 2015, o Sisu irá ofertar 205.514 vagas, em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de ensino superior. As inscrições para o Sisu abrem na próxima segunda-feira (19) e seguem até as 23h59 (de Brasília) do dia 22 de janeiro.

    A oferta de vagas no Sisu aumentou em 20% com relação ao ano passado, quando foram disponibilizadas 171.401 vagas. A nota do Enem também pode ser usada para o Prouni (inscrições de 26 a 29 de janeiro), para certificar o ensino médio e para ingressar em programas como o Pronatec, o Fies e o Ciência sem Fronteiras.



  • Homem armado que agrediu turista na Imigrantes é filho de um sargento

    Homens assaltaram família na rodovia dos Imigrantes (Foto: Reprodução/TV Tribuna)

    Dupla tentou assaltar e agrediu casal na Rodovia dos Imigrantes.
    Criminosos são usuários de drogas e moram em São Vicente.

    A Polícia Civil já identificou os dois homens que tentaram assaltar um casal de Rio Claro (SP), no último domingo (5), na rodovia dos Imigrantes, em São Vicente, no litoral de São Paulo. As imagens do crime, com pouco mais de 20 segundos de duração, foram registradas pelo repórter-cinematográfico Toninho Pinheiro, da TV Tribuna, afiliada da TV Globo. Um dos suspeitos, que aparece de boné nas imagens, é filho de um sargento do Corpo de Bombeiros que, segundo a polícia, faleceu há alguns anos.

    Os dois assaltantes são conhecidos da polícia, usuários de drogas e moram em São Vicente. Edmilson Batista, que aparece nas imagens com uma arma na mão, é filho de um sargento do Corpo de Bombeiros e teria perdido a mãe há cerca de um mês. O outro homem que agrediu a passageira foi identificado como Jorge Henrique Dias. Ele tem passagens policiais por roubo, furto e tráfico de drogas. A última vez que ele saiu da prisão foi no dia 1º de dezembro. Dias já foi reconhecido pelas vítimas pelo álbum de fotos da Polícia Militar.

    Os investigadores do 2º Distrito Policial fizeram uma varredura nos bairros carentes, que ficam às margens da rodovia dos Imigrantes, próximo ao trecho onde a tentativa de assalto aconteceu no último domingo (4). Eles foram em esconderijos e até encontraram uma passagem clandestina que seria uma rota de fuga dos criminosos que costumam assaltar os motoristas na rodovia dos Imigrantes. A Polícia Civil continua à procura dos assaltantes. 

    Caso
    Os dois criminosos se aproveitaram de uma longa fila de carros que seguiam para São Paulo e, quando o semáforo ficou vermelho, abordaram o casal, que vive em Rio Claro, no interior do Estado, e passava o fim de semana em Praia Grande. A dupla estava a pé e com uma arma. Um deles intimidou o motorista gritando para que ele saísse do carro. O motorista, que é engenheiro, não obedeceu por acreditar que a arma era de brinquedo e levou um soco no rosto.

    A passageira chegou a lutar com um dos assaltantes, e o motorista acabou conseguindo sair com o carro. Ela afirma que agiu por instinto de sobrevivência e que faria tudo novamente, caso necessário. Porém não recomenda que outros reajam da mesma forma. Os turistas procuraram uma viatura da Polícia Militar que estava próxima ao local para explicar o que tinha acontecido, mas não registraram boletim de ocorrência porque estavam assustados.

    Equipes das polícias Militar e Rodoviária, além do Batalhão de Ações Especiais da PM (BAEP), fizeram ronda em alguns bairros da cidade à procura dos criminosos, mas nenhum deles foi encontrado. O Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE) também percorreu trechos da rodovia.

    Outro assalto
    Além da tentativa de assalto aos turistas, uma equipe de reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo" teve o carro e equipamentos roubados na pista marginal da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, na altura do bairro Humaitá, também em São Vicente. Enquanto a equipe fazia fotos do movimento nas estradas na volta para São Paulo, o repórter-fotográfico Rafael Arbex foi rendido por um homem armado. Outros dois suspeitos abordaram o motorista Celso Mariano de Marchi, que aguardava dentro do veículo. O trio fugiu com o automóvel, que não tinha identificação de imprensa, e com os equipamentos fotográficos e objetos pessoais, como dois celulares e um laptop. O veículo foi encontrado horas depois em uma comunidade no bairro Jardim Rio Branco, em São Vicente. (Fonte: G1)

    CONTINUE LENDO