BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Morre aos 93 anos Norberto Odebrecht

    BN / por Ricardo Luzbel / Foto: Reprodução

    Faleceu neste sábado (19), no início da noite, Norberto Odebrecht, aos 93 anos. Dr. Norberto, como era conhecido, foi o fundador da Organização Odebrecht, um dos maiores grupos empresariais do país, cuja primeira primeira empresa, a construtora que leva o seu nome, completa agora 70 anos. O empresário estava internado no Hospital Cárdio Pulmonar, com problemas cardíacos. O sepultamanto será neste domingo (20) às 11h no cemitério Campo Santo.



  • Morre aos 73 anos no Rio de Janeiro o escritor baiano João Ubaldo Ribeiro

    BN / Foto: Reprodução

    Morreu nesta sexta-feira (18), no Rio de Janeiro, aos 73 anos, o escritor baiano João Ubaldo Ribeiro, imortal da Academia Brasileira de Letras, desde 1993. De acordo com o 'Bom Dia Rio', o escritor, autor de obras famosas como “Viva o povo brasileiro”, “Sargento Getúlio”, “A arte de roubar as galinhas”, “O sorriso dos lagartos” e “A casa dos budas ditosos”. João Ubaldo teve uma embolia pulmonar.



  • Aprovado estatuto que garante poder de polícia às guardas municipais

    Fonte: Agência Senado / Foto: Reprodução

    O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (16) projeto que cria o Estatuto Geral das Guardas Municipais. Com a aprovação do texto (PLC 39/2014 – Complementar), do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), a categoria passará a ter direito ao porte de arma e à estruturação em carreira única, com progressão funcional. O projeto, que tramitava em regime de urgência, será encaminhado à sanção presidencial.

    De acordo com o projeto, as guardas municipais terão poder de polícia com a incumbência de proteger tanto o patrimônio como a vida. Deverão utilizar uniformes e equipamentos padronizados, mas sua estrutura hierárquica não poderá ter denominação idêntica a das forças militares.

    O Estatuto Geral das Guardas Municipais regulamenta dispositivo da Constituição que prevê a criação de guardas municipais para a proteção de bens, serviços e instalações. A guarda municipal deverá ainda colaborar com os órgãos de segurança pública em ações conjuntas e contribuir para a pacificação de conflitos. Mediante convênio com órgãos de trânsito estadual ou municipal, poderá fiscalizar o trânsito e expedir multas.

    Outra competência é encaminhar ao delegado de polícia, diante de flagrante delito, o autor da infração, preservando o local do crime. A guarda municipal poderá ainda auxiliar na segurança de grandes eventos e atuar na proteção de autoridades. Ações preventivas na segurança escolar também poderão ser exercidas por essa corporação.

    O projeto prevê igualmente a possibilidade de municípios limítrofes constituírem consórcio público para utilizar, reciprocamente, os serviços da guarda municipal de maneira compartilhada.

    Esse consórcio poderá ficar encarregado também da capacitação dos integrantes da guarda municipal compartilhada. Todos os guardas deverão passar por esse tipo de capacitação e currículo compatível com a atividade.

    A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), relatora do projeto na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), parabenizou guardas municipais que desde cedo aguardavam a votação em Plenário. O projeto tramitou mais de dez anos no Congresso. Ela ressaltou que a aprovação do estatuto colabora para melhorar a segurança da população.

    Gleisi explicou que aceitou emenda de redação do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para definir as competências das guardas municipais e das outras forças policiais.

    A aprovação também foi saudada pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE). Para ele, o estatuto colabora para a manutenção da ordem e da segurança em várias regiões do país.

    Antes de concluir a votação do projeto, o presidente do Senado, Renan Calheiros, disse que sua aprovação representa um avanço e defendeu a alocação de mais recursos para a área de segurança pública.

     



  • Professora aprovada em concurso é impedida de assumir por ser considerada obesa

    Mariana desabafou em post do Facebook e caracterizou impedimento de

    Uma professora do interior de São Paulo, aprovada em concurso público da rede estadual de ensino, foi impedida de assumir o cargo porque foi considerada obesa. Mariana Cristina Justulin, 27 anos, dá aulas de inglês e português para o ensino infantil e médio em três escolas na cidade de Bariri. Ela foi considerada inapta depois que foi classificada como obesa nível 3, com um Índice de Massa Corporal (IMC) de 43, por peritos estado de São Paulo.

    "Eu não tenho nenhum problema de saúde. Eles não olham a capacidade intelectual da pessoa. Não preciso correr em sala de aula, não sou nenhuma atleta. Ano passado eu trabalhei como professor eventual no Estado. Então para ser eventual eu servi, mas para ser efetivada não?" questionou a professora, em uma entrevista ao portal Terra. 

    Ela ainda disse que passou por exames de saúde exigidos no edital do concurso, e que todos os resultados foram normais. Mariana conta que chegou a desembolsar R$ 1 mil em despesas, e que foi informada durante a avaliação clínica, etapa exigida pelo processo seletivo, de que estava apta para exercer a função de professora.

    A surpresa chegou quando o resultado foi publicado no Diário Oficial, quando ela descobriu ter sido considerada inapta pelos peritos. Se sentindo discriminada, Mariana postou um desabafo na sua página pessoal do Facebook. "A confiabilidade e seriedade de um concurso podem ser verificadas pela coerência da apresentação de critérios de exclusão em seu edital. Se o IMC é um fator desclassificatório, por que não há no edital nenhuma menção sobre isso? Caso soubesse dessa condição, não teria estudado e gastado tanto dinheiro, a fim de provar o que já sei: possuo saúde e capacidade", desabafou na rede social.

    Ela questiona o veto do concurso, já que o critério adotado no edital não especifica o IMC como critério de desclassificação, dizendo apenas que o candidato deve "gozar de boa saúde". Mariana recorreu da decisão com um pedido de que a perícia seja desconsiderada, e aguarda ser convocada para novos exames. Junto a isto, a professora também estuda entrar na Justiça com um processo contra o Estado por danos morais.  

    Já o Departamento de Perícias Médicas do Estado (DPME) divulgou uma nota, na qual informa que um prognóstico da saúde do candidato é feita durante o período de contratação, visando o futuro. "É obrigação da administração pública zelar pelo interesse coletivo e provisionar futuros custos que caberia ao Estado arcar, como licenças médicas e afastamentos. O que não significa, entretanto, que o candidato não tenha condições de exercer sua profissão”, diz a nota.

    "Ao abrir um concurso, o Estado é o mais interessado em que as pessoas preencham as vagas oferecidas; já que o processo gera custos. Todavia, que sejam preenchidas dentro do que a lei determina. A perícia médica é uma etapa posterior, na qual os norteadores não se baseiam somente na obesidade mórbida, mas sim em toda doença considerada grave”, explica o departamento. Apesar de o DPME justificar que a obesidade não é considerado um impedimento na hora de assumir um cargo público, a obesidade é considerada uma doença grave. "Com tal classificação de doença grave, há um choque junto ao artigo 47, inciso 7 do referido Estatuto, que determina que o candidato deve ‘gozar de boa saúde’”, justifica o departamento na nota. 



  • Norma extingue zona de proteção à Aftosa e criadores podem vender rebanho em todo estado

    BN / Foto: Reprodução

    Uma instrução do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) declarou extinta a Zona de Proteção contra a Febre Aftosa do estado da Bahia, que engloba cerca de dez mil criadores. De acordo com o texto, a região, que compreende rebanhos das cidades de Casa Nova, Remanso, Campo Alegre de Lourdes, Pilão Arcado, Buritirama, Mansidão, Santa Rita de Cássia, Formosa do Rio Preto, passa a comercializar animais em todo o estado. O rebanho é estimado em aproximadamente 230 mil cabeças. Segundo a mesma instrução, os demais estados do nordeste também foram declarados como área livre de Febre Aftosa.  A zona de proteção é composta de área de 58.201 km² no norte do estado, e foi estabelecida pelo Mapa como área de proteção como forma de barrar a entrada de animais suspeitos de estarem infectados pelo vírus da aftosa, pelo fato de a Bahia fazer divisa com estados cujo risco de infecção, até então, era desconhecido. 



  • Blatter dá nota 9,25 à Copa do Mundo no Brasil

    Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

    O presidente da Fifa, Joseph Blatter, evitou comparar a Copa do Mundo no Brasil às edições anteriores do evento. Segundo ele, no entanto, as próximas edições do evento terão dificuldade para superar o Mundial deste ano. Blatter afirmou que daria a nota 9,25 ao evento depois de ter dado 9 à África do Sul em 2010. "Foi uma Copa muito especial, e o que fez esta Copa tão especial foi a qualidade do futebol e a intensidade dos jogos", disse. "Não se pode comparar esta Copa a qualquer outra. Cada uma tem a sua própria história, mas posso dizer que esta foi excepcional", elogiou Blatter, ao destacar as poucas lesões e a característica ofensiva dos filmes.



  • BR-116: Acidente entre ônibus da Novo Horizonte deixa um morto em Minas Gerais

    Fotos: Rádio Muriaé

    Dois veículos da Novo Horizonte se envolveram em um acidente na BR-116, Muriaé e Miradouro, em Minas Gerais, na madrugada deste domingo (13). De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, três ônibus da mesma empresa seguiam em comboio de Mata Verde (MG) para São Paulo quando um dos motoristas teria perdido o controle da direção e tombou em uma curva. O segundo condutor não conseguiu parar e morreu na colisão. Vários passageiros tiveram ferimentos leves, no entanto, o número oficial e identidade não foram divulgados. O corpo do homem foi levado ao Instituto Médico Legal de Muriaé para necropsia. O veículo seguia da Bahia para São Paulo, com pelo menos 44 passageiros, quando caiu de uma ponte, na BR-116, entre Muriaé e Miradouro. A Novo Horizonte ainda não se manifestou sobre o fato. Com informações da Rádio Muriaé.



  • Nascido em quilombo, homem de 126 anos pode ser o mais velho do mundo

    José Aguinelo segura o documento de identidade no asilo em Bauru (Foto: Alan Schneider/G1)

    O documento de identidade de José Aguinelo dos Santos aponta a data de nascimento: 7 de julho de 1888, ou seja, 126 anos. Morador da Vila Vicentina, em Bauru (SP), desde 1973, Zé Aguinelo pode ser o homem mais velho do mundo. O G1 visitou a entidade para conhecer um pouco mais sobre a vida deste homem. Com expressão fechada para os desconhecidos, Zé é de pouca conversa, mas com a psicóloga Mariana Canassa da Silva, é diferente.

    “Ele interage muito com o grupo apesar do jeito introspectivo. Com as pessoas que ele não está acostumado é mais difícil tirar alguma coisa. Já com a gente ele conversa, brinca e até conta piada”, disse. Com uma saúde considerada perfeita pelos médicos, ele adora um prato com arroz e feijão e tem resistência na hora de tomar banho. Além disso, consome em média um maço de cigarro todos os dias. 



  • Aos 71 anos, morre Dr. Osmar de Oliveira, comentarista da Band

    Dr. Osmar teve uma parada cardíaca / Reprodução / Facebook

    Osmar de Oliveira morreu na última sexta-feira, às 18h15, no hospital AC Camargo, em São Paulo, vítima de uma parada cardíaca. A informação foi confirmada oficialmente por César de Oliveira, irmão e também médico. “A parada cardíaca aconteceu depois de uma complicação de uma hemorragia. Há um mês, ele estava no quarto e tentou se levantar. Com esse acidente, a sonda se prendeu e afetou a bexiga”, explicou. Osmar de Oliveira, comentarista e narrador da Band, tinha participação efetiva no programa 'Jogo Aberto, vinha se recuperando de uma cirurgia realizada para a retirada de um tumor na próstata, que aconteceu no dia 13 de maio. Mas em julho do ano passado, ele esteve no hospital após sofrer um infarto, e foi submetido ao cateterismo. Osmar de Oliveira, além de comentarista esportivo na Band, também era médico ortopedista. 
     



  • Aécio diz que Dilma vai ‘pagar o preço’ da eliminação do Brasil

    BN / Informações da Folha de S. Paulo / Foto: Max Haack / Ag. Haack

    O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, disse nesta quinta-feira (10) que Dilma Rousseff pagará o preço da eliminação do Brasil após tentar se apropriar politicamente da Copa do Mundo. "Quando vieram as manifestações, ela não tinha nada a ver com Copa do Mundo. Quando a Copa dá certo, parecia até que era ela a artilheira da seleção. Acho que quem vai pagar o preço [da eliminação do Brasil] são aqueles que tentaram se apropriar de um evento que é de todos os brasileiros", disse o senador, em Vila Velha (ES). Vaiada no início da competição, a presidente aproveitou o aumento da aprovação popular do evento para criticar os que foram contra sua realização. Após a goleada da Alemanha por 7 a 1, na última terça (8), o governo federal tentou minimizar o efeito negativo gerado. Após a partida, o tucano, que estava no estádio do Mineirão, divulgou nota em que disse compartilhar "como torcedor e como brasileiro" a frustração diante do resultado. "Estive lá, como torcedor, no Mineirão, atônito com aquele resultado, e nunca misturei as coisas. Mas aqueles que esperavam fazer da Copa do Mundo, como disse a presidente, uma belezura para influenciar nas eleições, vão se frustrar", afirmou nesta quinta. O termo "belezura" foi usado por Dilma na segunda-feira (7), véspera da eliminação do Brasil, em um bate-papo com internautas. Ao responder ao agradecimento de uma eleitora, que disse que a realização do Mundial é uma "belezura", contra "tanto urubu agourento no caminho", a presidente afirmou: "Belezura mesmo. Azar dos urubus". 



  • Para pagar promessa, Datena apresentará programa de cueca nesta quinta - feira (10)

    Foto reprodução.

    José Luiz Datena apresentador do Brasil Urgente, da Band, apresentará o programa desta quinta - feira (10), só de cueca. Isso para cumprir com a palavra, já que o mesmo havia prometido que se o Brasil perdesse para a Alemanha, na partida da semi final, realizaria tal ato.

    "Eu vou pagar um mico terrível, mas depois que perdemos de 7 da Alemanha, acho que não tem nada mais vergonhoso que isso, então vou fazer o Brasil Urgente de cueca", confirmou.

    Após a inacreditável goleada, Datena declarou em um vídeo que vai cumprir a promessa no programa desta quinta-feira (10).

    "Tá de brincadeira comigo, Felipão. Me ajuda aí, paga pelo menos a cueca que eu vou usar". de forma humorada, o apresentador terminou o vídeo deixando esta mensagem.

     

     



  • Brasil sofre goleada da Alemanha em vexame histórico e disputará 3º lugar

    Seleção disputa o 3º lugar contra o perdedor de Argentina e Holanda, que se enfrentam amanhã, em SP. Fonte e foto: G1

    Daqui a 10, 20, 50 anos, dirão aos brasileiros que a Seleção, lá atrás em 2014, perdeu uma semifinal de Copa do Mundo para a Alemanha, em casa, por 7 a 1. Esse texto é para quem era garotinho ou nem sequer havia nascido na época. Tomara que o encontrem na internet e tentem entender o que nenhuma palavra pôde explicar aos que estiveram no Mineirão, em Belo Horizonte, ou aos 200 milhões que viram, de alguma forma, o massacre imposto por uma das grandes equipes daqueles tempos a um time absolutamente entregue à pressão e à ausência do craque Neymar.

    Neymar era o melhor jogador daquela geração brasileira, mas teve uma vértebra fraturada nas quartas de final, contra a Colômbia, numa joelhada de Zuñiga. O Mineirão, na tarde de 8 de julho, não viu o atacante, mas viu Miroslav Klose chegar a 16 gols e bater o recorde de Ronaldo como maior artilheiro das Copas. Viu Schweinsteiger, Khedira, Kroos, Özil e Müller, em exibições exuberantes, decretarem a maior humilhação brasileira na história do torneio, em atuação abaixo da mais destrutiva das críticas. 

     



  • Polícia prende dirigente ligado à Fifa por envolvimento em esquema de venda de ingressos

    BN / Foto: Charles Silva Duarte / O Tempo / AE

    O britânico Ray Whelan, diretor-executivo da Match, única empresa autorizada pela Fifa para venda de pacotes de ingressos e camarotes da Copa do Mundo, foi preso nesta segunda-feira (7) pela polícia do Rio de Janeiro. Ele foi encontrado na capital fluminense, no hotel Copacabana Palace. Segundo a polícia, Whelan chefia o esquema milionário de comercialização ilegal de ingressos do torneio, em que já foram presas 11 pessoas na última terça (1º). O delegado responsável pela investigação, Fabio Barucke, da 18ª Delegacia de Polícia (Praça da Bandeira), disse que chegou ao nome do acusado com a colaboração do advogado José Massih, um dos suspeitos de integrar a quadrilha. "Ele foi imprescindível para chegarmos nessa pessoa. A Fifa enviou a lista dos credenciados, que bateu com as declarações dele", afirmou o titular. Whelan seria o dono do celular oficial da federação que recebia ligações interceptadas pela polícia, com autorização da Justiça. O esquema é alvo da operação batizada de Jules Rimet, nome da taça conquistada pelo Brasil após o campeonato de 1970.



  • Dunga e pai de Neymar são investigados por máfia de ingresso

    Dunga é suspeito por participar de festa promovida por acusado de chefiar o esquema

    A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga os ex-jogadores Dunga e Júnior Baiano, o irmão de Ronaldinho Gaúcho e o pai do atleta Neymar Jr sobre a rede internacional de cambistas que atua na Copa do Mundo. Eles serão chamados para prestar depoimento para esclarecer se têm envolvimento na máfia dos ingressos.

    A suspeita surgiu porque um dos 11 presos no esquema ilegal, o franco-argelino Mohamadou Lamine Fofana, 57, tem relação com os ex-jogadores. Fofana, que é apontado como chefe do grupo, fechou um bar na zona sul carioca no último 17 para realizar uma festa em homenagem aos ex-jogadores da campanha de 1970. Dunga, Jairzinho e Carlos Alberto Torres foram convidados.

    Já Júnior Baiano alugou um apartamento para o argelino por R$ 12 mil na Barra, no Rio de Janeiro. Escuta telefônica também indica que Fofana negociou ingressos com Roberto de Assis Moreira, irmão e empresário de Ronaldinho Gaúcho. Assis também será chamado para prestar esclarecimentos.

    A polícia ainda investiga se o pai e empresário de Neymar tem envolvimento no esquema. Isso porque em uma conversa telefônica grampeada, um dos suspeitos de envolvimento na máfia, Alexandre Vieira, diz que assistia o jogo entre Brasil e Chile ao lado do pai de Neymar em um dos lugares mais caro do Mineirão. A assessoria do craque negou que Neymar da Silva conheça o argelino.

    A investigação também aponta envolvimento de membros da CBF e das federações de Argentina e Espanha. O grupo faturava até R$ 1 milhão por jogo. Eles atuam nos Mundiais desde 2002. (Fonte: Portal A TARDE )

     



  • Minas Gerais: Menino é morto a chicotadas e óleo quente por mãe e padrasto

    João Paulo, 6 anos, foi assassinado a chicotadas e óleo quente pela mãe e pelo padrasto em Santa Bárbara do Leste (MG). Fonte: Terra (Foto: Divulgação)

    Um menino de 6 anos foi assassinado a chicotadas e óleo quente jogado no corpo em Santa Bárbara do Leste (MG), no Vale do Rio Doce. O crime foi cometido pela mãe e pelo padrasto.

    Segundo o delegado Luiz Eduardo Moura Gomes, dois irmãos de 3 e 4 anos do menino, chamado João Paulo, também foram brutalmente agredidos e estão internados em um hospital de Caratinga, a 23 quilômetros de Santa Bárbara, com ferimentos gravíssimos. "Nunca vi uma coisa dessas. Os meninos foram chicoteados com um chicote e agredidos com um cinto. Eles ainda jogaram óleo quente nas três crianças. Quando foram encontrados estavam com feridas em carne viva nas nádegas, costas e órgãos genitais. Uma barbaridade", contou Gomes.

    O delegado informou que os lavradores Josina Concebida Moysés, 36 anos, e José Mateus da Silva, 35 anos, estão juntos há apenas um mês. O caso foi descoberto depois que eles procuraram ajuda de vizinhos e parentes para localizar o menino de 6 anos. “Eles alegaram que o menino, o João Paulo, havia fugido de casa. Quando os parentes chegaram para ajudar, notaram a falta também dos outros dois meninos mais novos. Nessa hora a mãe, a Josina, disse que eles estavam dentro da casa dormindo. Uma tia desconfiou e conseguiu entrar no imóvel. Foi quando ela encontrou os sobrinhos em uma cama, cobertos e gemendo muito de dor e febre. Foi quando a Polícia Militar foi chamada e prendeu o casal”, explicou o delegado.

    A Justiça definirá com quem ficarão os dois meninos que estão internados quando eles receberem alta do hospital. O pai biológico das crianças morreu, mas os parentes acompanham o caso. "Já João Paulo, a mãe e o padrasto disseram que ele havia fugido, mas os investigadores André Gouveia e Rodrigo Gonçalves, quero destacar o trabalho deles, conseguiram informações que o casal havia saído com esse menino de carro. Fizemos o interrogatório e eles confessaram que o menino havia morrido durante o espancamento e eles levaram o corpo até a rodovia BR-116, onde o abandonaram", contou Gomes.

    Ainda segundo o policial, mãe e companheiro “disseram que deixaram o corpo às margens da estrada coberto e com uma mochila, para simular uma morte no local durante a fuga inventada por eles. "O mais absurdo, entre tantos absurdos dessa história, é o motivo. Mãe e padrasto alegaram que agrediram as crianças porque eles não os respeitavam e além de pegar coisas na geladeira sem permissão, faziam xixi e cocô na cama. Isso provavelmente, a gente supõe, era um trauma pelas surras que sofriam constantemente, como informou uma tia”, afirmou Luiz Eduardo Moura Gomes. O delegado revelou ainda que o padrasto tem uma filha de 11 anos que morava com a família, mas a menina não era vítimas de tortura como os meninos e, inclusive, estudava, ao contrário das crianças agredidas.

    Josina e José Mateus tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça e vão aguardar o julgamento presos. Eles vão ser indiciados pela Polícia Civil pelos crimes de tortura contra os meninos que sobreviveram e de tortura com resultado morte no caso de João Paulo. Condenados, podem pegar mais de 30 anos de cadeia.