BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Detento é flagrado atualizando Facebook em presídio de segurança máxima de AL

    Detento foi punido por manter página em rede social Reprodução Facebook

    Um detento da Penitenciária Baldomero Cavalcanti de Oliveira, em Alagoas, foi flagrado atualizando o Facebook dentro da unidade de segurança máxima. Segundo a direção, agentes prisionais faziam uma revista de rotina e encontraram o celular do preso, na terça-feira (21).

    Ele foi identificado como Silvio da Silva e autuado em flagrante pelo delito. A direção informou ainda que ele foi transferido no fim da tarde como medida de punição.

    Outros celulares e aparelhos eletrônicos foram recolhidos dentro das celas.



  • Comissão da Câmara aprova Lei da Palmada, rebatizada Menino Bernardo

    Acordo com bancada evangélica alterou redação e permitiu aprovação.
    Projeto, que agora homenageia menino morto no RS, vai para o Senado.
    A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou nesta quarta-feira (21), após acordo entre parlamentares, a chamada Lei da Palmada, rebatizada Lei Menino Bernardo, em homenagem a Bernardo Boldrini, morto no Rio Grande do Sul com uma injeção letal – o pai, a madrasta e uma assistente social foram indiciados pelo crime em 13 de maio.

    A proposta proíbe pais e responsáveis legais por crianças e adolescentes de baterem nos menores de 18 anos. Aprovada em caráter terminativo, seguirá diretamente para análise pelo Senado, sem necessidade de votação no plenário da Câmara.

    O projeto prevê que os pais que agredirem fisicamente os filhos devem ser encaminhados a cursos de orientação e a tratamento psicológico ou psiquiátrico, além de receberem advertência. A matéria não especifica que tipo de advertência pode ser aplicada aos responsáveis. As crianças e os adolescentes agredidos, segundo a proposta, passam a ser encaminhados para atendimento especializado.

    O texto altera o Estatuto da Criança e do Adolescente para incluir trecho que estabelece que os menores de 18 anos têm o direito de serem "educados e cuidados sem o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante" como formas de correção ou disciplina.
     

    O acordo que permitiu a aprovação foi costurado no gabinete do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-AL). A necessidade de entendimento foi motivada pela discordância da bancada evangélica em relação à definição do termo “castigo físico”.

    Para viabilizar a aprovação, o relator, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), concordou em alterar a definição, especificando tratar-se de “ação de natureza disciplinar com uso da força física que resulte em sofrimento físico ou lesão à criança ou adolescente”. A definição anterior falava em “sofrimento”, sem o termo “físico” logo em seguida. 

    “Foi uma pequena mudança para explicitar que o sofrimento em questão é o sofrimento físico. Havia uma impressão de que apenas a palavra sofrimento não traduzia aquilo que tinha sido debatido”, disse.

    O deputado Marcus Rogério (PDT-RO), um dos representantes da bancada evangélica que mais demonstrou rejeição ao projeto, participou da reunião com Henrique Alves e saiu do encontro defendendo o acordo firmado.

    “Decidimos votar fazendo a mudança apenas na definição de ‘castigo físico’. Do jeito que a lei tinha sido construída qualquer correção que vá aplicar pode ser considerada castigo. A definição era muito aberta. Falava-se em ação que causasse sofrimento. Mas que tipo de sofrimento?”, indagou o deputado.

    Xuxa
    Para Alessandro Molon, a presença da apresentadora Xuxa Meneghel na sessão da CCJ pela manhã foi importante para “jogar luz” sobre o projeto e viabilizar o acordo.

    “Não tenho dúvida de que a presença da apresentadora Xuxa foi importante. Há anos que a CCJ tenta reiteradamente votar essa proposta”, afirmou.

    Após participar de sessão na CCJ, Xuxa visitou o Disque 100 – centro que coleta por telefone denúncias de violação aos direitos humanos e faz orientações a agredidos, incluindo crianças e adolescentes.

    Ela afirmou que é preciso proteger as crianças e garantir que elas tenham os mesmos direitos que os adultos em casos de agressão.

    “Hoje, os pais têm o direito de fazer o que quiser [com os filhos]. A gente quer que a criança tenha os mesmos direitos dos adultos. Se eu bater em você, eu posso ser presa, é agressão, física ou psicológica. Com a criança, não. Ela pode ouvir que não vale nada, que não presta, e apanhar em nome da educação”, declarou.  “Muitas pessoas que batem falam ‘eu não espanco, eu só bato’. E depois você vê que ela dá beliscão, espanca, o que pode levar à morte.”

    De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos, pasta responsável pelo Disque 100, a central recebeu 124.094 denúncias de agressão contra crianças em 2013. Em 2012, foram 130.033 ligações, enquanto em 2012 foram 96.474. As denúncias incluem violência, exploração de menores, abuso sexual, trabalho forçado, negligência e violência psicológica.



  • Policiais civis e federais fazem ato e paralisação nacional nesta quarta-feira

    Policiais da 20ª Coorpin aderiram a paralização / Fotos: Emanuel Fernandes / Destaquebahia.com.br

    Policiais civis de menos 14 Estados e do Distrito Federal fazem uma paralisação nacional nesta quarta-feira (21). A greve deve ter duração de 24 horas. Os policiais farão ainda um ato em Brasília, com o apoio de policiais federais.

    Segundo a Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis), os Estados que aderiram ao movimento são Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e Maranhão.

    Apenas 30% do efetivo de policiais continua trabalhando para atender ao mínimo exigido por lei, sendo que alguns Estados manterão o efetivo de 50%. Os policiais do Maranhão não tiveram apoio do sindicato para integrar o movimento e os que participam o fazem por conta própria, segundo a Cobrapol.

     

     



  • Maria UPP depõe sobre sexo com PMs e desfila para fotógrafo

    Foto: Márcio Mercante / Agência O Dia

    Patrícia Alves prestou o primeiro depoimento sobre os episódios de sexo em UPPs no Rio

    Patrícia Alves, de 23 anos, prestou depoimento pela primeira vez nesta sexta-feira (16) sobre as orgias que participou com policiais militares dentro de UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) em favelas no Rio. Na chegada à 1ª DPMJ (Delegacia de Polícia Militar Judiciária), no Méier, na zona norte, ela demonstrou bom humor e aproveitou a presença de um fotógrafo para fazer poses.
    A morena, que ficou conhecida como Maria UPP, foi chamada para identificar com quais policiais fez sexo dentro das UPPs. A Polícia Militar informou que "um procedimento apuratório foi aberto para investigar o caso. No âmbito militar, o inquérito corre sob sigilo".
    Uma produtora pornô convidou Patricia Alves para estrelar um filme. Ela, de imediato, aceitou. O responsável pela proposta disse que enxerga "potencial" na morena, Os vídeos [de sexo, que vazaram na internet] não mostravam tanto a beleza da Paty. Já pela TV pude notar o quanto ela é bonita, o que aumenta o potencial dela de ser uma estrela do pornô— afirmou Clayton Nunes, dono da produtora Brasileirinhas.

    Segundo Nunes, as gravações começam na próxima quinta-feira (22). Patrícia vai ficar confinada na casa da produtora durante uma semana para as filmagens. Além dela, o filme contará com dois atores e uma atriz. A morena tatuou a sigla UPP no corpo, abaixo do umbigo.



  • Sindicatos de policiais se mobilizam para paralisação nacional na próxima quarta

    Destaquebahia / Foto: Reprodução

    Na próxima quarta-feira (21), os sindicatos de policiais federais, militares, civis, rodoviários federais, anunciaram que irão realizar uma paralisação das atividades em todo o país. A organização é da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol). Os sindicatos querem cobrar dos governos uma “política nacional de segurança pública voltada para defender os cidadãos e também melhorar as condições de trabalho da força policial”. A Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis realizou a convocação de todos os filiados nos estados para a realização de assembleias locais durante esta semana e no início da próxima.



  •  Unidades de saúde terão que seguir á risca novas normas do Conselho Federal de Medicina

    As macas devem está com lençóis sempre limpos, em alguns casos da rede pública nem lençol existe. Foto: Destaquebahia.com.br

    Apartir de agora com as novas e unificadas normas estabelecidas pelo Conselho Federal de Medicina, e que já estão em vigor, os Conselhor Regionais terão que seguir na fiscalização das unidades de saúde, as irregularidas terão que ser sanadas em até quinze dias, caso contrário, as unidades podem até ser interditadas.
    Lixeiras com pedal para evitar a contaminação das mãos, seringas e ampolas usadas têm que ser descartadas em caixas apropriadas, consultório obrigatoriamente tem que ter pias, nas macas os lençóis devem está sempre limpos. Essas normas normas servem para tanto para postos particulares, quanto públicos. Nos consultórios onde há procendimentos de riscos as exigências são ainda maiores.

    Em Brumado - Bahia, diversas reclamações por falta de alguns desses itens tem sido constantes em algumas unidades de saúde do municipio, a exemplo do posto de saúde da Vila Presidente Vargas. Agora a fiscalização será mais rígida e exigirá o cumprimento dessas normas em todas as unidades de saúde. 
     



  • MEC autoriza 420 novas vagas de medicina em universidades federais

    Alunos de medicina (Foto: Reprodução/TV Globo)

    Serão criados 8 cursos em campi no interior da BA, em GO, MG, MS e no PI.
    Maioria das vagas são para a Bahia, com 160.
     

    O Ministério da Educação (MEC) autorizou a abertura de oito novos cursos de medicina em campi de universidades federais localizadas em cidades do interior do país. Ao todo, serão oferecidas 420 vagas. A portaria foi publicada nesta terça-feira (13) no "Diário Oficial da União".

    A Bahia vai receber três novos cursos de medicina e um total de 160 vagas. A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) terá um curso com 40 vagas em Paulo Afonso; a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) abrirá 80 vagas em Teixeira de Freitas; e a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) colocará à disposição 40 vagas em Barreiras.

    Ainda no Nordeste, a Universidade Federal do Piauí (UFPI) terá curso de medicina com 40 vagas em Parnaíba. A mesma quantidade será oferecida pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no campus de Caicó.

    No Centro-Oeste, a Universidade Federal de Goiás (UFG) poderá abrir um curso de medicina com 60 vagas no campus de Jataí. Na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), fica autorizada a criação de 60 vagas em Três Lagoas.

    No Sudeste, a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) teve autorizada a criação de 60 vagas para bacharelado em medicina no campus de Teófilo Otoni (MG).

    A iniciativa do MEC acompanha o objetivo da lei do programa Mais Médicos, que foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff no ano passado e, entre outras coisas, prevê a criação de 11.447 vagas em faculdades de medicina até 2017. Em dezembro do ano passado, o ministério já haviaautorizado a abertura de 560 novas vagas do curso em universidades federais.



  • Pena de prisão elevada para quem matar em 'rachas' é sancionada pela presidente Dilma

    Destaquebahia / Foto: Reprodução

    Foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff, nesta segunda-feira (12), uma lei que aumenta a punição para quem participa de “rachas”, elevando para até dez anos a pena de prisão para os motoristas que causarem mortes ou lesões corporais graves ao participarem dos “rachas”. A alteração no Código de Transito Brasileiro (CTB) foi publicada no Diário Oficial da União e entra em vigor dentro de seis meses. O texto ainda aumenta em dez vezes o valor da multa para quem participar de pegas, realizar manobras perigosas ou em locais proibidos. A lei acrescenta ao CTB que quem provocar acidente por estar bêbado ou sob efeito de drogas pode pegar a pena de dois a quatro anos de detenção.



  • São Paulo: Famosos relembram histórias e dão último adeus a Jair Rodrigues

    BN / Foto: AgNews

    O corpo do cantor Jair Rodrigues foi enterrado às 11h desta sexta-feira (9), no Cemitério Gethsêmani, no Morumbi, em São Paulo. O caixão chegou ao local em um carro aberto do Corpo dos Bombeiros, por volta das 9h15, e pôde ser visitado apenas por amigos e familiares do cantor. O filho do músico, Jairzinho, acompanhou o transporte do corpo do pai - que foi muito aplaudido ao chegar ao cemitério - e foi consolado pela irmã, Luciana Mello, assim que chegou ao local. Dentre algumas personalidades que marcaram presença no local estavam os cantores da dupla Chitãozinho e Xororó, Júnior Lima, Ary Toledo, Juca Chaves, Evandro Mesquita, Serginho Groisman e Raul Gil. A cantora Alcione, que também esteve no local, homenageou o amigo e cantou no enterro de Jair Rodrigues. 



  • São Paulo: Morre o cantor Jair Rodrigues, aos 75 anos

    Jair Rodrigues morreu na manhã desta quinta-feira em São Paulo / Informações e foto: Purepeople

    O cantor Jair Rodrigues morreu aos 75 anos, em Cotia, no interior de São Paulo. A informação foi confirmada pelo escritório do artista, JRC Promoções, ao Purepeople, na manhã desta quinta-feira (8). "Estamos atordoados com isso. A família está em choque com a notícia. Ele não estava doente", disse uma funcionária do local.

    "Foi em casa. Tudo indica que foi um ataque cardíaco. Não temos muitas informações porque foi muito inesperado", completou.

    O artista era casado por mais de 40 anos com Claudine Rodrigues e pai dos músicos Luciana Mello e Jair Oliveira, conhecido como Jairzinho. Ainda não há detalhes sobre o enterro.

    Ike Levy, marido de Luciana Mello, contou ao Purepeople como tudo aconteceu: "Ele acordou de manhã normalmente e foi para a sauna da casa. Passou mal e foi encontrado pela Claudine caído no chão do local. Ela tentou pedir ajuda e acordá-lo, mas não conseguiu. Depois, o levou para a cama, mas ele já estava sem vida".

    "Não sabemos a causa exata, mas foi algo fulminante porque ele não pediu socorro e ninguém ouviu gritos. Ele estava ótimo e saudável antes disso. Tinha acabado de fazer um check-up com o doutor Drauzio Varella e nada foi constatado de anormal. Fomos avisados hoje de manhã pela Claudine, que nos ligou aos prantos. Estamos todos aqui. Eu, Jair, Luciana ao lado do corpo dele", explicou Ike.

    "O que nos conforta é saber que ele morreu no lugar onde mais gostava e cercado de amor. A Lu estava passando uns dias com a família. O Jair estava curtindo as netas".

    O cantor era avô de quatro crianças: Isabela (6 anos), Laura (2), filhas de Jairzinho com a atriz Tania Khalill, além de Nina, de 4 anos, e Tony, de 4 meses, filhos de Luciana Mello.

     

    Carreira musical

    Jair Rodrigues iniciou sua carreira na década de 1960 em programas de calouros. Ele nasceu em Igarapava, no interior de São Paulo, no dia 6 de fevereiro de 1939. Seu primeiro disco foi gravado em 1962 com as músicas "Brasil sensacional" e "Marechal da vitória", temas da Copa do Mundo realizada naquele ano.

    A canção "Deixa isso pra lá" é um dos seus maiores sucessos. Jair também ficou conhecido por seu trabalho com Elis Regina. Em 1965, eles lançaram o disco ao vivo "Dois na Bossa". Nos anos seguintes, a dupla gravou mais dois volumes do disco.

    O cantor estava preparando um show especial para o dia 15 de maio, na casa de espetáculos Terra da Garoa, em São Paulo.

    Recentemente, Jair participou do programa "Altas Horas", da TV Globo. Na atração, ele cantou com os filhos e posou sorridente ao lado da mulher e da nora Tania Khalill.

    "Se eu não for o homem mais feliz desse planeta, eu sou um deles", disse Jair na ocasião.



  • Brasília: Hospital de Base procura parentes de caetiteense internado

    Homem encontra-se internado no Hospital de Base de Brasília / Fonte: CN / Foto: Reprodução

    Segundo a assistente social do Hospital de Base do Distrito Federal, um senhor de idade deu entrada naquela casa de saúde após ter sofrido um atropelamento. A narrativa segue abaixo, com os devidos ajustes, para que os possíveis conhecedores de parentes do mesmo, possam entrar em contato com a equipe do HB: Este paciente estava internado na Ortopedia do 2° andar do Hospital de Base de Brasília desde o dia 16/02/14. Atualmente está na Sala Amarela do Pronto Socorro, em estado grave. Já tentamos com a Polícia Civil a sua identificação, e por outros meios ainda não conseguimos localizar nenhum familiar. Solicitamos a ajuda no sentido de tentarmos localizar algum familiar.

    De acordo com os dados em nosso sistema, ele chama-se RAULINDO GONÇALVES DE SOUZA, possui 79 anos (Data de Nascimento: 10/04/1935) e filiação: Maria Gonçalves de Souza. Não temos outras informações, pois ele foi atropelado na BR de Planaltina - DF e trazido ao HBDF pelo corpo de bombeiros.

    Ele não soube responder nada sobre sua origem, apenas relatou em alguns momentos ter vindo da Bahia e possuir um filho, e um irmão chamado Manoel. Mas não pudemos comprovar nenhuma informação, já que o trauma neurológico sofrido por ele não permite uma boa comunicação.

    Com a ajuda da Polícia Civil conseguimos descobrir que seu suposto irmão, Manoel Gonçalves de Souza reside em Brejinho das Ametistas - Caetité - Bahia e,em alguns momentos, o paciente disse ter vindo de Piritiba - Bahia. Por isso encaminhamos a foto dele para ser divulgada em Caetité e Piritiba, pois ainda temos esperança de encontrarmos algum familiar. Qualquer esclarecimento ou informação, ligar no (61) 3315-1431 ou (61)3315-1327



  • Plenário da Câmara aprova piso nacional de R$ 1.014 para agentes de saúde

    União deve complementar em até 95% piso salarial da categoria / Foto: Reprodução / BN Informações da Agência Câmara.

    A Câmara dos Deputados aprovou na última quarta-feira (07) a proposta de piso nacional de R$ 1.014 para agentes comunitários de saúde e de combate a endemias que trabalham 40 horas semanais. Com as mudanças ocorridas na Câmara, a matéria deve retornar ao Senado. Além da fixação do piso, as emendas preveem, a partir de 2015, aumento real equivalente à variação positiva do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. A sistemática é a mesma aplicada ao salário mínimo atualmente e os valores serão corrigidos anualmente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Fica determinado também que a União ficará com a responsabilidade de complementar 95% do piso salarial para ajudar no pagamento dos salários. O texto também prevê que o Executivo federal pode fixar a quantidade máxima de agentes que poderão ser contratados com o recebimento do auxílio financeiro da União. Ainda segundo o documento, será criado um incentivo financeiro a ser pago pelo governo federal aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios para fortalecimento de políticas relacionadas à atuação de agentes comunitários de saúde e de combate às endemias. Esse incentivo deverá ser de, no mínimo, 5,3% do valor repassado pela União a cada entre federado e, no máximo, de 40% desse valor. Em relação ao plano de carreira da categoria, o projeto estipula o prazo de 12 meses, contados da publicação da futura lei, para que estados, Distrito Federal e municípios elaborem ou ajustem os planos de carreira dos agentes comunitários de saúde e dos agentes de combate às endemias segundo as novas diretrizes estipuladas no texto. 



  • Governo cria 'Bolsa Copa' com passagem e hospedagem para servidores

    Bocão News: Foto: Reprodução

    O governo federal vai pagar para servidores passagens e hospedagens em hotéis nas cidades-sedes da Copa do Mundo deste ano. O decreto nº 8.228 que instituiu a ‘Bolsa Copa’ para funcionários do alto escalão foi assinado no dia 22 pela presidente Dilma Rousseff e a ministra do Planejamento Miriam Belchior. Parágrafo único do Decreto avisa que os benefícios não se aplicam a ‘deslocamentos para os quais a administração pública disponibilize hospedagem’ ou não haja pernoite. Pelo menos oito cidades-sedes têm bases militares com alojamentos.

     

    O aumento do valor pago para diárias e passagens se dará em 50% para quem for para São Paulo, Curitiba e Salvador; em 75% para Belo Horizonte, Natal e Porto Alegre; e em 100% para Brasília, Cuiabá, Fortaleza, Manaus, Recife e Rio. No caso das viagens para Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo, o valor chega a R$ 551,95.

     

    Caso os ministros queiram viajar para outras capitais dos Estados, a diária chega a R$ 520. Para demais viagens, o teto é de R$ 458,99. Já para os comandantes da Aeronáutica, Marinha e Exército, o valor máximo da diária chega R$ 406,70 — para Brasília, Manaus e Rio de Janeiro. No caso de viagens para Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Salvador, São Paulo e Recife, o teto é de R$ 386,87. Os deslocamentos para outras capitais do País vão render aos comandantes das Forças Armadas R$ 364 e, para as demais viagens, o valor é de R$ 321,29.



  • Câmara pretende comprar smartphones de até R$ 2,7 mil para deputados

    BN Informações da Folha. / Foto: Dida Sampaio / Estadão Conteúdo

    Setenta e cinco aparelhos celulares top de linha, com custo unitário de R$ 1,5 a 2,7 mil e acesso à internet 4G, serão comprados pela Câmara Federal a partir de cotação que será aberta na quinta-feira (8). Modelos como iPhone 5S, Nokia Lumia 1020 e Samsung S4 deverão substituir os equipamentos que os congressistas já carregam no paletó. Também será avaliado o custeamento de 50 smartphones de modelos menos caros para a Secretaria de Comunicação da Casa. O valor total da compra pode chegar a R$ 210 mil. A cúpula da Câmara e os líderes partidários já usufruem de duas linhas com contas ilimitadas. A assessoria da Casa informou que a aquisição dos aparelhos ocorrerá “conforme a necessidade” e os valores previstos no edital serão reduzidos durante a concorrência. 



  • Após tentativa de fuga de presos, Prisco infarta e é internado, diz advogado

    BN / informações Jornal Correio / Foto: Divulgação

    Após internos do Presídio Federal da Papuda tentarem fugir na noite do último sábado (03), o vereador Marco Prisco (PSDB) sofreu um infarto e foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de São Sebastião, no Distrito Federal. Segundo o jornal Correio, o advogado do tucano, Leonardo Mascarenhas, informou que ele foi acusado de ter informado aos policiais da unidade sobre a fuga e por isso, ameaçado de morte. Ele ficou nervoso com a situação e começou a sentir dores no peito, sendo levado para a UPA. Ainda de acordo com o Correio 24h, ele foi transferido, por volta das 21h, para o Hospital Regional da Asa Norte, em Brasília. O pedido de parecer, assinado pela médica que o atendeu, relata que Prisco tem histórico familiar de infarto agudo do miocárdio e que apresentava dores, dormência e taquicardia, além de ter passado por cateterismo há 10 meses. 

     

    Desde o último dia 18, Prisco está custodiado no Complexo Penitenciário da Papuda em prisão preventiva com prazo de 90 dias, devido à ação penal ajuizada pelo Ministério Público Federal, de abril de 2013, por crimes contra a segurança nacional praticados durante a greve da Polícia Militar de 2012, tendo o edil como um dos principais líderes. Outras sete pessoas são denunciadas no processo. Para Mascarenhas, a internação de Prisco indica que deveria ser transferido com urgência, "Mais uma prova de que olocal onde ele está custodiado não é adequado". Prisco também liderou o levante da PM ocorrido entre o último dia 15 e 17.