BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

  • Jovem natural de Rio do Antônio é aprovada em três universidades para o curso de medicina

    Com apenas 20 anos de idade a rio-antoniense, Carla Mirela, realizou um feito que são privilégios de poucos – foi aprovada em três universidades para o curso de medicina.
    Carla creditou a Deus a sua aprovação em universidades conceituadas e em um curso tão disputado “Quando se tem Deus no coração, força pra batalha e esperança na vitória tudo fica mais fácil. A batalha não foi fácil, foi massacrante. Mas, um dia me disseram que os sonhos de Deus seriam maiores que os meus, então, agora vejo o quão grande são os planos de Deus em minha vida! Pedi ajuda em uma aprovação em Medicina, mas Deus não se contentou e me deu outras. Entre essas graças a aprovação dos meus sonhos, na faculdade em que sempre sonhei, a tão sonhada UESB! Deus, toda glória a ti! Obrigada” expressou a estudante que, além da UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) ainda teve a mesma aprovação Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), assim como na Faculdade Santo Augustinho.
     



  • Aluno fica nu em sala de aula na UFG após discussão sobre arte

    Foto: Reprodução / G1

    Um estudante foi fotografado enquanto assistia a uma aula de arte contemporânea na Faculdade de Artes Visuais (FAV) da Universidade Federal de Goiás (UFG) usando apenas um chapéu e sandálias. Segundo informações do portal G1, o caso aconteceu na manhã da última quarta-feira (13). O professor que ministrava a aula, Juliano Ribeiro Moraes, levou na brincadeira a atitude do estudante. Moraes relata que eles faziam uma discussão sobre o artista pop Peter Thomas, que se tornou conhecido por ser o autor da capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, dos Beatles. "Ele questionou se aquilo era arte contemporânea e eu disse que sim. Ele então perguntou se tudo poderia ser arte. Respondi que dependia do artista. Então ele saiu e voltou pelado e questionou se aquilo era arte. Todo mundo riu na hora, levamos no bom humor. Foi uma brincadeira. Eu até perguntei se ele tinha sido assaltado e se levaram a roupa dele", contou o professor. De acordo com o docente, o aluno ficou somente cerca de 20 minutos nu na sala – como nenhum dos colegas "deu moral", o estudante saiu e voltou já vestido com uma camiseta e uma saia, que já estava vestindo antes da aula. O professor disse que é a primeira vez que ocorre algo semelhante, mas que os alunos do curso encaram a nudez com naturalidade. "Ninguém ficou com vergonha ou teve sua moral ofendida. A gente fez piada. Ele tem o direito de protestar, de provocar. Convivemos com isso com tranquilidade. Temos aulas com modelos vivos para podermos desenhá-las. Isso existe há 500 anos". O professor aponta também que foi questionado sobre a situação pela direção da universidade, mas que foi compreendido após ele explicar o ocorrido.



  • Mestre em Ciência da Computação e ex residente da Reusb emite carta aberta após prefeitura de Brumado comunicar despejo

    Foto: Reprodução do facebook

    Após a atual gestão do prefeito Eduardo Vasconcelos emitir comunicado de despejo aos 21 universitários brumadenses que estudam em Vitória da Conquista e moram na Reusb - Residência Estudantil - que existe desde 1998 e sempre foi mantida pela prefeitura de Brumado, uma grande mobilização contra a atitude do executivo vem tomando conta dos brumadenses e até de pessoas de outros municípios, isso após o fato ganhar repercusão pela imprensa regional com o desabafo da estudante, Joane Vale (Veja a matéria) que usou a Tribuna Livre da Câmara de Vereadores para pedir que os edis intercedam junto a prefeitura para que volte atrás em sua decisão. Sensibilizado com a situação, Elias Adriano Nogueira da Silva, que também já residiu na casa dos estudante e hoje é Mestre em Ciencias da Computação, com passagens por vários países, emitiu uma Carta aberta ao povo de Brumado e principalmente aos gestores; leia abaixo na íntegra:

    Prezadas autoridades, vereadores, prefeito, secretários, imprensa, e querido povo da minha amada cidade de Brumado. Meu nome é Elias Adriano Nogueira da Silva, filho de Brumado, apaixonado por esse povo, por essa terra e por toda a luta que nosso povo faz em prol de construir um município mais moderno e humano. Inicialmente, gostaria de me apresentar para os queridos conterrâneos que não me conhecem, sou ex-residente da Casa dos Estudantes de Vitória da Conquista (REUSB), Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Mestre em Ciência da Computação/Engenharia de Software pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e acabei de depositar minha tese de doutorado na Universidade de São Paulo (USP) tendo cursado período de doutorado sanduíche na Universidade NOVA de Lisboa - Portugal. Atualmente, desenvolvo pesquisas científicas no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP.  Estimado povo de Brumado e respectivas autoridades, me dirijo a vocês, por meio desta carta aberta, em virtude do iminente fechamento da residência dos estudantes de Brumado em Vitória da Conquista (REUSB). Como ex-residente, tomo também a liberdade de falar em nome de todos os que passaram pela referida casa durante toda sua existência.

     

    Durante os cinco anos que estive na casa dos estudantes (entre 2006 e 2011) de Vitória da Conquista, residiram comigo por volta de 30 pessoas, todos alunos carentes filhos de famílias humildes do nosso município. Essas pessoas não teriam as condições mínimas de se manter em Vitória da Conquista não fosse a REUSB. Não há conforto algum em dividir uma residência com tantas pessoas, portanto, garanto a todos vocês meus queridos conterrâneos que eles jamais estariam lá não fosse a real necessidade.

    Esses estudantes passam por uma duríssima luta para superar o abismo social que existe em nosso país e notadamente em nossa cidade. Os estudantes da REUSB, em sua maioria carentes, se desdobram para conseguir aprovação nas melhores universidades da região, mesmo tendo vindo das precárias escolas públicas de nosso país. Ao chegar lá, eles se deparam com professores que muitas vezes ignoram sua condição social e com uma carga de estudos extremamente alta que os impedem de trabalhar em empregos regulares e, assim, suas famílias, já humildes, fazem um esforço incomensurável para que seus filhos consigam alcançar o sonho de obter uma educação com uma qualidade minimamente decente.

    Os resultados obtidos pela REUSB são invejáveis para qualquer município deste país. Brumado hoje conta com médicos, advogados, engenheiros, professores, contadores, administradores, economistas, enfim, uma ampla variedade de profissionais das mais variadas áreas ex-residentes da casa dos estudantes. Esses profissionais agregam valor ao nosso município trazendo, por exemplo, pessoas das cidades vizinhas para procurarem tratamento médico aqui e gastam suas economias na cidade, gerando emprego e renda, ao invés de se dirigirem a cidades como Vitória da Conquista. Além dos estudantes terem melhorado sua condição individual, aumentam a capacidade de empreendedorismo e tornam as empresas e instituições do município mais eficazes, eficientes e, consequemente, de melhor qualidade.

    O valor investido pelo município, com aluguel do imóvel em Vitória da Conquista é de R$ 2.300,00 para que esses estudantes carentes busquem uma formação inexistente em nosso município. Considerando que atualmente são 21 estudantes, dá por volta de R$ 109,00 por pessoa. No entanto, durante boa parte do tempo que morei na REUSB, a casa teve 30 estudantes, um investimento de por volta de R$ 76,00 por pessoa. É público e notório para toda a população que o nosso país está em crise e que, consequemente, seja prudente colocar em pauta a redução de despesas do município, mas retirar logo de quem mais precisa e, sobretudo, da educação, vai contra os princípios previstos na constituição federal de 1988. Embora o investimento de R$ 2.300,00 possa parecer elevado para beneficiar 21 estudantes carentes que trarão retorno certo para o município e para o país, o mesmo é baixo, por exemplo, se comparado as demais despesas do município de Brumado

    Caros, tenho viajado pelo Brasil e por alguns países do mundo levando o nome da nossa cidade e do nosso país para diversas conferências e revistas científicas nacionais e internacionais que participo em virtude da produção científica frutos de minhas pesquisas na USP. Essa contribuição para aumentar a produção científica do país é similar ao trabalho de uma formiga e exige uma dedicação descomunal. O país demora aproximadamente 20 anos para formar um profissional em nível de doutorado. Parte desses resultados só foi possível alcançar graças a REUSB, portanto, graças ao povo de Brumado ao qual com todo carinho dedico a minha tese de doutorado. Em muitos dos lugares que passei, a educação do povo é uma prioridade, com Brumado isso não pode ser diferente. Aliás, acabar com uma casa de estudantes não deveria ser prioridade para uma gestão que, supostamente, quer "Educar para Libertar". 

    Assim, me dirijo a todo o povo de Brumado consciente de que a minha formação devo também a vocês e isso é apenas um dentre os muitos resultados obtidos pela união dos esforços da nossa cidade por meio da REUSB. Peço encarecidamente aos representantes do povo de Brumado na figura dos vereadores eleitos, a imprensa local, a sociedade civil, autoridades e demais conterrâneos que intervenham por esses estudantes que dia-a-dia têm seu direito de uma educação de qualidade furtado em detrimento da manutenção de privilégios da classe política do nosso país e do abismo social historicamente imposto ao povo brasileiro.

    Peço que se coloquem no lugar dos pais que verão seus filhos deixados à própria sorte fora da sua cidade natal e intercedam por esses jovens que nada mais buscam que um vida digna e uma qualificação profissional de qualidade. Esses jovens necessitam desse auxílio e jamais optariam por passar tamanha dificuldade não houvesse extrema necessidade. Sem mais para o momento.

    Atenciosamente, 
    Elias Adriano Nogueira da Silva

    CONTINUE LENDO


  • Estão abertas as inscrições do Encceja Nacional; o prazo vai até dia 18

    As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para residentes no Brasil (Encceja Nacional) começaram nesta segunda-feira (7), às 10h (horário de Brasília). O prazo vai até as 23h59 do dia 18 de agosto.

    Clique aqui para fazer a inscrição no portal do Inep: http://enccejanacional.inep.gov.br/encceja/#!/primeiroAcesso

    O exame é indicado aos interessados em obter a certificação do ensino fundamental ou ensino médio. As provas serão aplicadas em 22 de outubro em todas as unidades da Federação. (Na semana passada, o Encceja 2017 divulgou correções no edital: antes a prova estava prevista para 8 de outubro. Clique aqui para ver as correções e aqui para a íntegra do edital)

    Para fazer o Encceja é preciso ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental; ou ter, no mínimo, 18 anos completos para quem busca a certificação do ensino médio.

    Como fazer a inscrição

    Para se inscrever é preciso informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), e-mail e celular válidos. Se o participante precisar de atendimento especializado e/ou específico deve fazer a solicitação, e comprovar a necessidade, durante o período de inscrição.

    Durante a inscrição também é necessário indicar a certificação de conclusão de interesse, se para ensino fundamental ou para ensino médio. O participante deve indicar, ainda, a(s) prova(s) com a(s) qual(is) deseja obter certificação, no ensino fundamental ou ensino médio.

    Isso ocorre porque algumas pessoas já têm uma declaração parcial de proficiência, não precisando repetir a prova da área. Também deve ser indicada em qual Secretaria Estadual de Educação ou Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia o participante deseja solicitar o certificado de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio ou a declaração parcial de proficiência. Por fim, é preciso escolher a cidade onde realizará as provas.



  • Aluno de Malhada de Pedras conquista medalha de prata nas Olimpíadas Brasileira de Matemática

    Foi realizada na última sexta-feira, dia 28, no município de Caetité, a cerimônia de premiação das Olimpíadas Brasileira de Matemática nas escolas públicas (OBMEP). Na ocasião, o município de Malhada de Pedras recebeu - pela primeira vez - a medalha de prata, devido ao desempenho do aluno Nicolas Pereira de Souza e Camila e Anderson receberam menção honrosa.

           
           Os estudantes de Malhada de Pedras: Nicolas, Camila e Anderson.

    ”Malhada de Pedras está mais uma vez mostrando que está no caminho certo e que a educação está de parabéns. Parabenizo os pais, professores e alunos pelo excelente desempenho. E estamos confiantes de que teremos mais medalhas em 2017, já que  em setembro acontece a segunda fase de 2017”, disse a secretária municipal de Educação de Malhada de Pedras, Edna Alves Pereira da Silva, a qual ainda citou que Nicolas foi também premiado, com medalha de prata, na Olimpíada de Língua Portuguesa, em 2016.

         
    A Prefeitura Municipal de Malhada de Pedras, nesta gestão de Terezinha Baleeiros, vem fazendo investimento em todas as áreas, sendo que a educação tem sido um dos setores prioritários.
     



  • Prouni abre inscrições para 77 mil bolsas de estudo nesta segunda

    As inscrições para o processo seletivo de vagas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni), para o segundo semestre de 2017, começam nesta segunda-feira (31) e vão até até 25 de agosto, para o candidato que não estiver matriculado em instituição de educação superior.

     

    Para os estudantes já matriculados, o prazo para dar início ao processo é 30 de outubro. No total, há 77 mil bolsas remanescentes das 147.492 ofertadas na chamada regular referente ao segundo semestre de 2017, em 1.076 instituições privadas de educação superior.

    Podem se inscrever aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e obtiveram nota média igual ou superior a 450 pontos, além de superior a zero na redação.

    MEC divulga selecionados para contratos do Fies nesta segunda

    Professores da rede pública de educação básica, no efetivo exercício do magistério e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública, também poderão se inscrever para cursos de licenciatura, independentemente da renda.

    A conclusão da inscrição assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa, estando a sua concessão condicionada à comprovação de atendimento dos requisitos legais e regulamentares do programa.

    Bolsas de estudo

    O Prouni concede bolsas de estudo, integrais e parciais (de 50%), para estudantes de cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições particulares de educação superior.

    Para concorrer a bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

    No primeiro semestre deste ano, foram ofertadas 214.110 bolsas pelo programa, sendo 103.719 integrais e 110.391 parciais. Com informações do Portal Brasil. (MSNNotícias)

    CONTINUE LENDO


  • Prazo para selecionados no 'Partiu Estágio' entregarem documentos encerra nesta terça

    Foto: Manu Dias / GOVBA

    O prazo para os 1.231 universitários convocados pelo programa Partiu Estágio se apresentarem nos órgãos onde foram selecionados se encerra nesta terça-feira (27). Todos devem comparecer aos locais com os documentos, em versão original e cópia, exigidos no edital – Carteira de Identidade; Cadastro de Pessoa Física (CPF); Título de Eleitor; Certificado de Reservista; Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); comprovação de inscrição no CadÚnico, se for o caso; histórico escolar e declaração da escola em que cursou o ensino médio; declaração da instituição de ensino superior, informando o semestre letivo, o turno de estudo, o curso de formação e sua natureza presencial; comprovante de matrícula e frequência na instituição de ensino superior; declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público; Carteira de Identidade do representante legal ou termo de guarda expedida por autoridade judicial; e o e-mail convocatório emitido pelo sistema. Aqueles que não apresentarem os documentos no prazo estabelecido perderão a vaga. A convocação foi feita através do e-mail informado no ato de inscrição e a relação com o nome dos selecionados está disponível no site da Secretaria da Administração (Saeb). Com o propósito de garantir o acesso de jovens universitários no mercado de trabalho, o programa é prioritário para estudantes inscritos no Cadastro único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado em escola pública ou com bolsa integral na rede privada durante todo o ensino médio.(Bahia Notícias)



  • Servidores da Uneb iniciam semana paralisação em todos os campi

    Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia

    Os servidores técnico-administrativos da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) iniciaram na segunda-feira (26) uma paralisação nos 29 departamentos da instituição, na administração central, no Museu de Ciência e Tecnologia e no prédio administrativo com sede na Pituba, além do polo independente de Canudos.

    A parada das atividades, decidida em assembleia extraordinária do dia 06 de junho, seguirá até a próxima sexta-feira (30).

    Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Estado da Bahia (Sintest), a categoria reivindica do Governo do Estado a implementação em folha do pagamento das Progressões funcionais aprovada desde julho do ano passado, bem como as promoções, solicitação de alteração de carga horária de 30 para 40 horas, reajuste salarial e aumento do auxílio alimentação.

     

    Em apoio à paralisação, a diretoria executiva da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb) informou que fechará os portões dos campi da universidade e solicitou que os professores da universidade 'respeitem a paralisação dos técnicos'. (Correio24horas)

    CONTINUE LENDO


  • MEC divulga nova chamada do Prouni do 2º semestre de 2017

    O Ministério da Educação divulgou na manhã desta segunda-feira (26) a segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2017.

    A lista de selecionados (http://prounialuno.mec.gov.br//consulta/lista-espera) pode ser consultada filtrando pelo nome da instituição de ensino, campus, curso e turno. Também é possível saber se o candidato está na lista de espera. Outra opção para ter acesso ao resultado e com número de inscrição do Enem 2016 e senha.

    Os alunos convocados devem apresentar a documentação nas instituições de ensino a partir desta segunda (veja o calendário abaixo). Quem não cumprir os prazos, perderá o direito à bolsa.

    Nesta edição são oferecidas 147.492 bolsas, sendo 67.603 integrais e 79.889 parciais em instituições particulares de ensino superior. A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), levando em conta critérios socioeconômicos da família do estudante.

    A lista de convocados na primeira chamada foi divulgada no dia 12 de junho.

    No ano passado, na edição do meio do ano, foram oferecidas oferecidas 125.442 bolsas, sendo 57.092 integrais e 68.350 parciais ofertadas em 22.967 cursos de 901 instituições de ensino superior.

    Para disputar uma bolsa parcial ou integral é necessário ter média de 450 pontos de nota mínima no Enem, ter sido aluno de escola pública ou bolsista na particular, e obedecer a alguns critérios socioeconômicos.

    A bolsa integral é destinada aos estudantes que possuem renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Já o teto da bolsa parcial, de 50% do valor da mensalidade, é de até três salários mínimo.

    Calendário do Prouni 2017.2

    Veja abaixo das datas:

    Resultado da segunda chamada: 26 de junho
    Comprovação de informações: 26 a 30 de junho
    Prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera:7 a 10 de julho



  • MEC divulga nesta segunda o resultado do ProUni do segundo semestre

    O Ministério da Educação divulgará nesta segunda-feira (12) o resultado do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre de 2017. Estão sendo oferecidas 147.492 bolsas em 1.076 instituições privadas de educação superior. O resultado estará disponível na página do programa na internet.

    Até o dia 19 de junho, os estudantes pré-selecionados deverão procurar as instituições de ensino para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações levará, automaticamente, à reprovação do candidato.

    Podem concorrer às bolsas do ProUni estudantes brasileiros da rede pública ou bolsistas integrais de escolas particulares, que não tenham diploma de curso superior. É preciso ainda ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016, ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame e não ter tirado zero na redação.

    Os candidatos que pleitearem bolsas integrais devem ter renda familiar bruta mensal per capita de, no máximo, um salário mínimo e meio. No caso da bolsa parcial, a renda familiar não pode ser maior que três salários mínimos. Do total de bolsas, 67.603 são integrais e 79.889, parciais.

    O processo seletivo será constituído de duas chamadas sucessivas. A primeira está marcada para amanhã e a segunda está prevista para 26 de junho. Na segunda chamada a comprovação das informações deverá ser feita de 26 a 30 de junho.
    Para participar da lista de espera, o estudante deverá manifestar seu interesse na página do programa, entre 7 e 10 de julho. A lista estará disponível no sistema, para consulta pelas instituições de educação superior, no dia 13 de julho. Nesse caso, o candidato deverá comparecer à instituição e entregar a documentação no período de 17 a 18 de julho.  (Correio24horas)
    CONTINUE LENDO


  • Livro que aborda tema do incesto será recolhido de escolas, diz MEC

    Foto: Divulgação

    O Ministério da Educação (MEC) determinou o recolhimento de 93 mil exemplares do livro "Enquanto o Sono Não Vem" (Editora Rocco), distribuído por meio do Programa Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) para crianças entre 6 e 8 anos de escolas públicas. A decisão foi tomada depois de um parecer técnico da Secretaria de Educação Básica, que considerou a obra inadequada para essa faixa etária.

    De acordo com o MEC, um dos contos do livro, "A triste história de Eredegalda", teria provocado uma onda de reclamações entre professores e diretores. O conto relata a história de um rei que deseja casar-se com uma de suas filhas. A menina, que se recusa, é castigada. No parecer que justifica a decisão de recolher os livros, a Secretaria de Educação Básica afirma que crianças na faixa etária "não adquiriram autonomia, maturidade e senso crítico para problematizar determinados temas com alta densidade, como é o caso da história em questão". A decisão do MEC ocorre depois de prefeituras de cidades do Espírito Santo determinarem, por conta própria, a retirada do livro. O autor da obra, José Mauro Brant, disse estar surpreso com a decisão do MEC. O livro, de 2003, integra uma coleção composta de 9 títulos que reúne recontos de histórias populares, já foi adotado em diferentes ocasiões por escolas e comprado por governos em 2005 e 2014. "Percorri o Brasil com uma peça em que essa história é contada. Nunca provocou essa reação", diz Brant. A estreia do espetáculo com vários contos folclóricos foi há 20 anos, no Museu do Folclore, no Rio. A versão que inspirou o conto publicado no "Enquanto o Sono Não Vem" foi ouvida em Barbacena, em Minas. Para o autor, a decisão do MEC reflete a falência das políticas de leitura. "Não é a compra do livro que faz a formação do leitor. É necessário espaço para discutir os textos, instrumentos valiosos para se estudar realidades locais", completou. Brant avalia que a história da princesa pode ser uma ótima oportunidade para discussões. "Como o que poderia fazer, por exemplo, com que o final da história fosse diferente." O livro foi incluído no Pnaic, um programa para auxiliar a alfabetização de crianças entre 6 a 8 anos, em 2014. Somente agora, no entanto, a obra foi distribuída. O livro foi avaliado e aprovado pelo Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita da Faculdade de Educação (Ceale) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). "A decisão abre um perigoso precedente. É preciso saber o que é livro didático e o que é literatura", completou. Com a decisão do MEC, o livro será recolhido e, num segundo momento, distribuído para bibliotecas públicas. Não foi informado, no entanto, como essa operação será feita. O livro não será substituído por outra obra nesta fase do Pnaic.(Bahia Notícias)

    CONTINUE LENDO


  • Resultado do Sisu será divulgado nesta segunda-feira

    Será divulgado nesta segunda-feira (5) o resultado, em única chamada, da seleção do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o 2º semestre de 2017. A lista de espera também será aberta. A matrícula deverá ser efetuada entre os dias 9 e 13 de junho.

    Nesta edição, são ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições, entre universidades federais, estaduais e institutos federais.

    O Sisu é o ambiente virtual criado pelo Ministério da Educação (MEC) para selecionar estudantes a vagas em instituições públicas de educação superior. Participam do processo seletivo candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016 e tiraram nota superior a zero na redação. (MSN Notícias)



  • Processo de doação do terreno para a construção da UNEB em Brumado é concretizado

    Foto: Divulgação

    Foi concretizado hoje (01) em Salvador, na sede da Uneb, o processo de doação do terreno para construção da tão desejada sede do Campus XX desta universidade na cidade de Brumado, após um longo processo, onde foram observadas todas as questões necessárias para a doação do terreno pertecente ao empresário Alipio Joaquim da Silva, proprietário da AJS Empreendimentos Imobiliários Ltda , e a viabilidade da área para a construção de um campus universitário, uma vez que visitas técnicas ao local foram realizadas e aprovadas.
         

    Estiveram presentes no gabinete do Reitor José Bites de Carvalho, o empresário Alipio Joaquim da silva, a diretora da AJS,  Mariana Oliveira Silva Pires e Alessandro Oliveira Silva, para a assinatura do documento de doação do terreno de 40.000 m2 , que somados aos 10.000 m2 doado pela prefeitura, resulta numa área total de 50.000 m2, onde poderão ser aproveitados para  diversos cursos, promovendo uma expansão universitária para o progresso do municipio de Brumado e região.

    Após este ato, toda população brumadense e cidades vizinhas podem voltar a sonhar com a sede própria  do Campus XX da Universidade do Estado da Bahia



  • razo de inscrição no Sisu do 2º semestre termina nesta quinta

    O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2017 encerra as inscrições às 23h59 desta quinta-feira (1º). Nesta edição, estão em disputa 51.913 vagas em 63 instituições de educação superior.

    Até as 12h de quarta-feira (31) o sistema registrou 748.185 inscritos. Só podem participar estudantes que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 e que não tenham zerado na redação.

    O processo é gratuito e pode ser feito pela página http://sisu.mec.gov.br/. É preciso usar o número de inscrição e senha do Enem 2016 (ou a senha cadastrada no Enem 2017, para quem já se inscreveu novamente). No sistema, o candidato deverá selecionar, por ordem de preferência, até duas opções de cursos. Essas escolhas poderão ser modificadas durante todo o período de inscrições.



  • nem 2017 tem o menor número de inscritos confirmados desde 2013

    A edição 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá o menor número de inscrições confirmadas desde 2013. Neste ano, o governo diz que ao menos 6,1 milhões de candidatos já estão aptos a realizarem as provas. Mas esse número pode subir, já que entre os 1,4 milhão que não confirmaram suas inscrições há pessoas que têm direito a recurso para tentar a isenção da taxa.
    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) mudou neste ano os critérios de isenção. O órgão incluiu no sistema um cruzamento de dados entre a declaração de carência e os dados do governo federal sobre famílias carentes. Por isso, subiu o total de pedidos de isenção recusados no Enem.

    Após a reclamação dos candidatos, o Inep fez um acordo com o Ministério Público Federal para dar um prazo para que esses inscritos possam recorrer e comprovar seu direito à isenção.

    Além dos problemas com a isenção, o total de inscritos caiu porque o Enem não poderá mais ser usado como diploma de conclusão do ensino médio. Agora, essa função ficará com o o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

     

    No ano passado, 8.627.194 pessoas confirmaram a inscrição após o prazo de pagamento da taxa. No Enem 2015, esse número foi de 7.746.057 pessoas. O recorde histórico de inscrições confirmadas aconteceu no Enem 2014: foram 8.721.946 inscrições confirmadas após o prazo.

    Direito à isenção

    Antes, a isenção era automática para alunos concluintes do ensino médio. E havia ainda a possibilidade de autodeclaração de carência. Agora, isso mudou. A isenção é válida para pessoas que se encaixem em três categorias.

    Segundo Eunice Santos, diretora de gestão e planejamento do Inep, o órgão percebeu que muitos candidatos justificaram seus pedidos de isenção de forma " aleatória" (entre a Lei 12.799/2013 ou Decreto 6.135/2007) e os dados informados não "bateram" com o cadastro do Ministério do Desenvolvimento Social.

    De acordo com o Inep, só podem recorrer os candidatos que pediram a isenção, não conseguiram a isenção, mas não efetuaram o pagamento da taxa de R$ 82. Ainda segundo o governo federal, o Inep não vai avaliar todas as 1,4 milhão de inscrições que não foram confirmadas: só serão avaliados os casos dos candidatos que enviarem os documentos exigidos para o e-mail [email protected].

    Travestis e transexuais

    Os travestis, transexuais ou demais candidatos e candidatas que desejam receber tratamento pelo seu nome social, e não civil, durante o exame, devem fazer a solicitação específica para isso. O prazo para isso termina às 23h59 do próximo domingo (4). A solicitação deve ser feita pelo site http://enem.inep.gov.br/participante.

    CONTINUE LENDO