publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
ELISEU AURELIANO DA ROCHA em:
Um morre e outro fica gravemente ferido durante briga no município de Tanhaçu
 
 
Iana Lopes em:
Açougueiro vítima de acidente quando bandido empreendia fuga em Brumado, morre no hospital
 
 
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "esportes":
 
17.02.2014 - ESPORTES
 
BRUMADO: Mais uma rodada do campeonato amador do bairro São Félix neste fim de semana
 
BRUMADO: Mais uma rodada do campeonato amador do bairro São Félix neste fim de semana
Foto: Fabiano Neves/Destaquebahia.com.br
 

Aconteceu neste sábado e domingo (15 e 16) mais dois super jogos pelo campeonato amador do bairro São Félix. No sábado á tarde o Hortencio enfrentou o Falange, o jogo começou às 15:30 hs e mesmo com o sol "rachando" os dois times deram o melhor de si e no final deu empate, 2 X 2. No domingo pela manhã, o bolero foi pra cima do feirense e conseguiu a vitória por 1 X 0. O Destaquebahia vai está acompanhando todo o campeonato, pra que você fique por dentro de tudo.

 
     
     
 
13.02.2014 - ESPORTES
 
Tinga, do Cruzeiro, é alvo de racismo na Libertadores
 
Tinga, do Cruzeiro, é alvo de racismo na Libertadores
Tinga, jogador do Cruzeiro, em partida válida pelo Brasileirão 2013 (Luiz Fernando Menezes/Fotoarena)
 
Jogador entrou no segundo tempo da derrota para o Real Garcilaso, do Peru. A cada vez que tocava na bola, gritos da torcida local imitavam o som de macacos

O Cruzeiro estreou com derrota na Libertadores. Atuando em Huancayo, no Peru, o atual campeão brasileiro perdeu para o Real Garcilaso por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, em uma partida considerada difícil pelos jogadores celestes. Os atletas apontaram a altitude, o gramado ruim e as péssimas condições do estádio como fatores que os prejudicaram. Mas nenhum dos adversários dentro ou fora do gramado chateou mais os cruzeirenses do que uma demonstração de racismo por parte da torcida peruana, que teve como alvo o meio-campista Tinga. 

O jogador entrou na segunda etapa e, a cada vez que recebia a bola e a dominava, uma sonora vaia formada por gritos que imitavam o som de macacos vinha das arquibancadas, cessando em seguida, assim que outro jogador pegava na bola. "A gente fica muito chateado, a gente tenta competir, mas fica chateado de acontecer isso em 2014, próximo da gente. Infelizmente aconteceu. Já joguei alguns anos da minha vida na Alemanha e nunca aconteceu isso lá. Aqui, em um país tão próximo, tão cheio de mistura, acontece (isso)", lamentou o jogador em entrevista após a partida.

Hostilizado, Tinga foi além. O meio-campista declarou que preferia não ter conquistado nenhum título em sua carreira se pudesse viver sem o preconceito. "Eu queria, se pudesse, não ganhar nada e ganhar esse titulo contra o preconceito. Trocava todos os meus títulos pela igualdade em todas as áreas".

O episódio despertou a solidariedade até do presidente do arquirrival Atlético-MG. "Racismo na Libertadores? Me tiraram o prazer da derrota do Cruzeiro. Lamentável!", postou o dirigente Alexandre Kalil no Twitter.

Sanções – Nesta quinta-feira, a Federação Mineira de Futebol promete entrar com uma representação na Conmebol, entidade que controla o futebol sul-americano, pedindo o repúdio ao acontecimento. No perfil da Libertadores no Twitter, a Conmebol afirmou que o Real Garcilaso pode ser punido por causa dos atos racistas de parte da torcida.

"Sobre o tema de racismo no Real Garcilaso x Cruzeiro, a Confederação Sul-Americana de Futebol se referirá ao tema e a possíveis sanções pertinentes. Pedimos tranquilidade aos torcedores do Cruzeiro. No entanto, sabemos que isso é inaceitável". Em seu site oficial, o Cruzeiro chamou a manifestação vinda das arquibancadas de "vergonhosa".  (Fonte: Veja)

 
     
     
 
11.02.2014 - ESPORTES
 
Novela termina com final feliz, e Adriano assina contrato com o Atlético-PR
 
Novela termina com final feliz, e Adriano assina contrato com o Atlético-PR
Fonte: Uol Foto: reprodução
 

A novela envolvendo Adriano e Atlético-PR chegou ao fim. Ou melhor, ao começo. Desde dezembro no clube paranaense trabalhando para recuperar a forma física ideal, o Imperador conseguiu convencer a diretoria de que tem condições de ajudar a equipe e, nesta terça-feira, enfim assinou um contrato para defender o Furacão.

Uma reunião realizada na última segunda-feira entre o empresário do jogador, Luiz Claudio de Menezes, e o presidente do Atlético-PR, Marcio Celso Petraglia, definiu os últimos detalhes para a assinatura do contrato.

"Estou muito feliz de assinar o contrato com o Atlético Paranaense. É muito gratificante, depois de tanto trabalho e dedicação durante os treinos. Hoje eu tenho a oportunidade de voltar ao futebol no Furacão.O time estava ansioso para que eu assinasse o contrato aqui, isso é muito importante, pois a equipe vem me apoiando muito nessa caminhada. É um grupo maravilhoso, unido e fechado", disse o Imperador.

A ideia é utilizar Adriano o quanto antes na fase de grupos da Copa Libertadores, que tem início nesta quinta-feira, diante do The Strongest, da Bolívia, na Vila Capanema. Cogita-se até a possibilidade de o Imperador iniciar a partida no banco de reservas.

Adriano deve ser inscrito como último reforço do Atlético-PR para a Libertadores até esta quarta-feira. Caso isso não aconteça, o clube só poderá contar com o jogador após a primeira fase do torneio continental.

"É o único título que não tenho e quero ajudar o Atlético a conquistar. Agora quero pegar ritmo de jogo e esperar a oportunidade de entrar no segundo tempo das partidas para depois competir com os jogadores pela titularidade", afirmou.

O acordo acontece mesmo após algumas polêmicas. Adriano ficou mais de uma semana no Rio de Janeiro sem treinar, após ser liberado para visitar a filha recém-nascida Lara, fruto do relacionamento do Imperador com a ex-noiva Renata Fontes. Na quinta-feira retrasada, porém, ele reapareceu no CT do Caju e, segundo sua assessoria, apresentou-se 'na data estipulada'.

Adriano não joga uma partida profissional desde março de 2012, quando atuou pelo Corinthians no Campeonato Paulista.

Campeão brasileiro pelo clube no ano anterior, o Imperador ficou sem espaço no time de Tite por causa de lesões. A saída do clube alvinegro aconteceu por se ausentar de dezenas de sessões de fisioterapia para recuperação.

Ainda em 2012, Adriano retornou ao Flamengo, mas voltou a ter problemas com faltas no trabalho de recuperação física ao qual se submeteu no Rubro-Negro após uma cirurgia no pé esquerdo e acabou desligado do clube.

 
     
     
 
09.02.2014 - ESPORTES
 
BRUMADO: Começou o Campeonato amador do Bairro São Félix
 
BRUMADO: Começou o Campeonato amador do Bairro São Félix
O prefeito Aguiberto esteve presente na cerimônia de Abertura / Foto: Fabiano Neves - Destaquebahia.com.br
 

Da Redação

Teve inicio na manhã deste domingo (09), o Campeonato Amador do Bairro São Félix.
Mesmo com algumas dificuldades em termo de apoio, o campeonato do bairro São Félix, um dos mais tradicionais da região, chega para mais uma edição.
A cerimônia de abertura contou com a presença do prefeito Aguiberto e do seu secretário Miguel.



Kal e Galego, dois dos organizadores, disseram que o campeonato segue até Junho, com jogos sempre aos fins de semana.
As comunidades circunvizinha comparecem em grande número para prestigiar os jogos e torcer pelo seu time preferido.
O Destaquebahia estará fazendo a cobertura de todos os jogos e divulgando a tabela com todos os resultados.

 
     
     
 
06.02.2014 - ESPORTES
 
Serrano vence a Catuense e termina primeira fase do Baiano na liderança
 
Serrano vence a Catuense e termina primeira fase do Baiano na liderança
Imagen: Rede bahia
 

Time mongoió conquista vaga para a Copa do Nordeste de 2015. Botafogo-BA e Juazeiro são rebaixados para a Segunda Divisão do futebol baiano
 

Após 36 jogos divididos em nove rodadas, quase um mês de disputa, a primeira fase do Campeonato Baiano 2014 chegou ao fim. Nesta quarta-feira, oito times entraram em campo para definir os rumos do estadual. E quem mais sorriu foi o Serrano. O time mongoió bateu a Catuense pelo placar de 2 a 1, no estádio Roberto Pereira, em Teixeira de Freitas, ficou com a primeira colocação da tabela de classificação e conquistou também a vaga para a Copa do Nordeste de 2015.

A Catuense abriu o placar no início do primeiro tempo, com Robert. Na segunda etapa, O Serrano virou a partida com dois gols de Narcisio. Os dois times voltam a campo no domingo, às 16h do horário local (17h de Brasília). O time mongoió recebe o Vitória, enquanto a Catuca pega o Vitória da Conquista no estádio Antonio Carneiro.

No estádio de Pituaçu, Galícia e Jacuipense empataram em 0 a 0. Os dois times também estão classificados para a segunda fase do Baianão. No domingo, às 16h do horário local (17h de Brasília), o Leão do Sisal enfrenta o Juazeirense no Adauto Morais. Já o Granadeiro pega o Bahia, às 17h do horário local (18h de Brasília), na Arena Fonte Nova.

O quinto classificado é o Juazeirense, que empatou em 3 a 3 com o Feirense no Joia da Princesa. Fernando e Peixoto, duas vezes, marcaram para a Águia do Sertão, enquanto Diego Capela, Val e Daniel balançaram as redes pelo Cancão de Fogo. O resultado salvou o time de Feira de Santana do rebaixamento.

No estádio Adauto Morais, Juazeiro e Bahia de Feira empataram em 1 a 1. Jean marcou para o time da casa e Ramon foi o autor do gol do Tremendão. O resultado selou o rebaixamento do Juazeiro para a segunda divisão estadual junto com o Botafogo-BA, que folgou na rodada.

 
     
     
 
17.01.2014 - ESPORTES
 
Exames confirmam entorse, e Neymar desfalca Barcelona de 3 a 4 semanas
 
Exames confirmam entorse, e Neymar desfalca Barcelona de 3 a 4 semanas
Atacante brasileiro ainda tem chance de voltar ao time contra o City, pela Champions
 

A lesão de Neymar no tornozelo direito não é grave. Após o jogador realizar exames médicos nesta sexta-feira, o Barcelona informou que o atacante deve ficar de três a quatro semanas afastado para se recuperar, o que significa que ele tem boas chances de voltar à equipe para o duelo com o Manchester City, no dia 18 de fevereiro, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Os testes feitos por Neymar confirmaram o prognóstico inicial dos médicos do Barça, que haviam detectado uma entorse nos tendões peroneais do tornozelo direito. O brasileiro chegou a Barcelona na manhã desta sexta-feira de muletas, ainda com muita dificuldade para pisar no chão, e foi direto realizar os exames.

Por causa do problema, Neymar vai desfalcar o Barcelona em quatro partidas: Levante, Málaga e Valencia, pelo Campeonato Espanhol, e novamente o Levante, pelas quartas de final da Copa do Rei.   

Neymar sofreu a lesão na quinta-feira, na vitória do Barcelona por 2 a 0 sobre o Getafe, pelas oitavas de final da Copa do Rei. No lance, ocorrido aos 24 minutos do primeiro tempo, o brasileiro invadiu a área pela esquerda e tentou um cruzamento, mas torceu o tornozelo direito e logo deixou o gramado, sentindo muitas dores. Ele foi atendido fora de campo, tentou se levantar, não aguentou e acabou substituído por Alexis Sánchez. Na saída, o camisa 11 foi amparado pelos médicos e com dificuldades para pisar com o pé direito. 

Após o jogo, o técnico Tata Martino já havia mostrado tranquilidade em relação à lesão de Neymar, o que acabou se confirmando nesta sexta. Messi, por sua vez, lamentou o problema do companheiro. 

- O que aconteceu com Neymar é uma grande tristeza. Nós precisamos dele, é importante para o time - disse o craque argentino.

 
     
     
 
13.01.2014 - ESPORTES
 
Bola de Ouro: CR7 pode dar fim ao reinado de Messi e repetir feito de R10
 
Bola de Ouro: CR7 pode dar fim ao reinado de Messi e repetir feito de R10
Fonte: Globoesportes.com
 
Português é considerado o favorito ao prêmio de melhor jogador do mundo, mesmo sem ter sido campeão em 2013. Acompanhe evento em Tempo Real a partir das 15h

Desde 1991, quando a Fifa passou a eleger o melhor jogador do ano, só um atleta ficou em primeiro sem ter levantado nenhuma taça por seu clube (ou seleção): Ronaldinho Gaúcho, que encantou o mundo em 2004, mas não levou o Barcelona a títulos. Nesta segunda-feira, um xará do craque brasileiro tem - muitas - chances de igualar o feito do camisa 10 do Atlético-MG. Vencedor do prêmio da entidade em 2008, quando colecionou conquistas com o Manchester United, o português Cristiano Ronaldo é o favorito na disputa de 2013 com o argentino Lionel Messi (Barcelona) e o francês Franck Ribéry (Bayern de Munique), mesmo sem ter vencido um troféu com o Real Madrid. O GloboEsporte.com acompanha a entrega da Bola de Ouro em Tempo Real a partir das 15h e o SporTV transmite ao vivo às 15h30m (horários de Brasília) - com direito a Fernanda Lima como apresentadora do evento, ao lado do holandês Rudd Gullit.
Além de repetir o feito de Ronaldinho, uma vitória de Cristiano Ronaldo nesta segunda acabaria com a hegemonia de Messi. Depois do reinado do português em 2008, o argentino assumiu como protagonista do futebol mundial e levou o prêmio da Fifa para casa nos últimos quatro anos. Em 2010, Fifa e a revista francesa "France Football" uniram forças e passaram a entregar juntas a "Bola de Ouro Fifa" ao craque do ano (entre 1956 e 2009, a publicação elegia o melhor da Europa, que levava para casa a tradicional Bola de Ouro).

Em 2004, por exemplo, Ronaldinho ganhou o prêmio da Fifa, mas viu a Bola de Ouro da "France Football" ser entregue ao ucraniano Andriy Shevchenko, campeão italiano e da Supercopa da Itália pelo Milan naquele ano. Companheiro de R10 no Barça, o ex-lateral Belletti vê uma semelhança entre o momento vivido pelo brasileiro na época e a fase atual de Cristiano: o alto rendimento físico.

- Posso dizer que aquele foi o melhor ano em nível físico do Ronaldinho também. Tentavam fazer falta, derrubar de qualquer jeito. E além de conseguir aguentar tudo isso, ainda saía com a bola dominada, dando chapéu, caneta. Individualmente foi o melhor ano dele em que eu joguei junto. Acho que o diferencial do Cristiano é esse. É um cara viciado em treino, em aperfeiçoar. Em nenhum momento da carreira ele se acomodou. E hoje a gente sabe que o alto rendimento exige isso, não é só talento. Com o Ronaldinho naquele ano foi assim. O Cristiano Ronaldo também é parecido neste sentido. É um monstro fisicamente. O Ronaldinho de 2004 e o Cristiano de 2013 provaram que a ausência de títulos exigiram deles uma preparação maior para tentar conquistar a Bola de Ouro. Ele sabe da responsabilidade - disse o comentarista do SporTV.
 
     
     
 
06.01.2014 - ESPORTES
 
Empresário de Anderson Silva garante que o Spider vai voltar
 
Empresário de Anderson Silva garante que o Spider vai voltar
Fonte: Bocão News / Foto: Reprodução
 

O maior nome da história no MMA não deve encerrar a carreira por conta da grave lesão sofrida na luta contra Chris Weidman. Após o Spider ter dito ao treinador Pedro Rizzo que “vai voltar”, outra pessoa ligada à carreira do atleta reforçou que Anderson Silva deve mesmo voltar aos octógonos.

De acordo com o empresário de Spider, Jorge Guimarães, o “Joinha”, a lesão de Anderson não teria sido tão grave como pareceu no primeiro momento, o que facilitaria a volta o lutador.
 
“Acredite em mim, ele vai voltar. Ele fez seu segundo raio-x nesta quinta-feira e tudo parece muito bem. Foi uma fratura e seus nervos não foram afetados, estão bem. Ele já começou a fisioterapia e já está mexendo os dedos dos pés”, revelou em entrevista ao site TMZ.
 
Caso consiga realmente voltar, o Spider deve passar por um período de recuperação com duração de seis a nove meses.
                                                             

 

 
     
     
 
29.12.2013 - ESPORTES
 
Anderson Silva sofre lesão durante revanche contra Chris Weidman e não recupera o cinturão dos médios no UFC
 
Anderson Silva sofre lesão durante revanche contra Chris Weidman e não recupera o cinturão dos médios no UFC
Yahoo Esporte Interativo - Chris Weidman vence revanche contra Anderson Silva após lesão bizarra do brasileiro e mantém cinturão dos médios do UFC. (Getty Images)
 

Anderson Silva fratura sua perna no segundo round do confronto e perde para Chris Weidman no UFC 168; noite brasileira é negativa

O segundo capítulo da história envolvendo Anderson Silva e Chris Weidman foi escrito quatro meses e vinte e dois dias depois da queda do ídolo brasileiro, em Las Vegas, na edição 168 do Ultimate Fighting Champioship, realizada neste sábado (28/12). Em jogo, o futuro do americano que perdeu tudo após uma tragédia em sua vida e do brasileiro que, em uma tragédia dentro do octógono, perdeu o título dos médios. Após ser nocauteado no segundo round no primeiro encontro, dando contornos dramáticos a esse "best-seller" das artes marciais mistas, o Spider teve sua revanche no último evento do UFC em 2013. Contando com a presença de outros quatro brasileiros no card, e apesar das críticas, o mundo parou para assistir o desempenho do lutador considerado o melhor da história do MMA.

Chris Weidman x Anderson Silva - Pelo cinturão peso-médio do UFC

As luzes se apagaram. Anderson Silva, no córner azul, entrou como desafiante ao cinturão da categoria dos médios. Era o momento da revanche. "It's time", Bruce Buffer anunciava. O maior campeão da história do UFC começava a sua batalha para reconquistar o título das mãos de Chris Weidman.

Tentando a queda logo nos primeiros instantes do primeiro round, Weidman recebeu uma resposta do ex-campeão, que se recolocou de pé. Entrentanto, conseguindo um knockdown na sequência, Chris Weidman aplicou um ground and pound agressivo quase encerrou a luta em sua primeira parte. Anderson Silva estava novamente em apuros e de costas pro chão por praticamente todo o assalto inicial.

Na segunda parte da luta, o inesperado aconteceu. Depois de aplicar um chute baixo, Anderson Silva fraturou sua perna e não teve condições de continuar no combate. Um triste desfecho na luta principal do UFC 168, que consagrou Chris Weidman como o ainda campeão dos médios do Ultimate.

Ronda Rousey x Miesha Tate - Pelo cinturão peso-galo feminino do UFC

As primeiras treinadoras de uma edição do The Ultimate Fighter americano, o TUF 18, protagonizaram o co-main event da noite no UFC 168. De um lado, a finalizadora Ronda Rousey. Do outro, a desafiante Miesha Tate. Em uma luta marcada por uma grande rivalidade dentro e fora dos octógonos, o reencontro das atletas marcou uma esperada revanche.

No Strikeforce, extinta organização adquirida pela ZUFFA, detentora do UFC, Rousey venceu a então campeã peso-galo Miesha Tate em março de 2012.

No último evento do UFC em 2013, o primeiro round do confronto entre elas começou eletrizante. Acertando bons jabs e até conseguindo uma queda na atual campeão Ronda Rousey, Tate não amoleceu perante o favortismo e a superioridade da ex-judôca olímpica, que quase conseguiu aplicar um triângulo no meio da primeira etapa do combate.

 
     
     
 
16.12.2013 - ESPORTES
 
Fla dá entrada em pedido como 3º interessado no processo da Lusa
 
Fla dá entrada em pedido como 3º interessado no processo da Lusa
Michel Assef Filho (E), dir. Jurídico do Flamengo (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)
 

Advogado explica que Portuguesa usará argumentos sustentados também pelo Rubro-Negro e, por isso, espera ter a palavra no julgamento dela, que será o primeiro
 

Nesta segunda-feira, Flamengo e Portuguesa serão submetidos ao julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que pode mudar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A Portuguesa corre o risco de perder quatro pontos e cair - o que salvaria o Fluminense - por ter usado o jogador Héverton na última rodada do Brasileirão, diante do Grêmio. Suspenso por dois jogos, o atleta havia cumprido apenas um e não poderia ter atuado na partida. O início da pauta está marcado para 17h. O caso da Lusa está previsto para ser o primeiro em pauta. O Flamengo, que também pode perder quatro pontos pela escalação do lateral-esquerdo André Santos contra o Cruzeiro, pela última rodada (ele teria de ter cumprido a suspensão de um jogo nessa partida), contudo, deu entrada em pedido para ser homologado como terceiro interessado no processo da Lusa na última sexta-feira.

Como a Lusa usa argumentos que também serão sustentados pelos rubro-negros, o advogado que defenderá o clube da Gávea, Michel Asseff Filho, entrou com o pedido no tribunal para poder fazer uma sustentação desses argumentos em comum já no julgamento do clube paulista, para não exaurir o tema antes do início da análise do processo de infração do Flamengo. A Portuguesa será defendida pelo advogado do Corinthians, João Zanforlin. O Fluminense também deu entrada em pedido para ser registrado como parte interessada.

O detalhe é que o Flamengo também corre risco de rebaixamento. Se for punido, e a Portuguesa, absolvida, o clube rubro-negro entrará para a zona de rebaixamento, com 45 pontos ganhos, livrando da queda o Fluminense, que terminou a campanha com 46. 

Durante a semana, o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, mostrou indignação pelo que chamou de “tentativa de golpe” e rechaçou qualquer possibilidade de queda do Fla. 

 - Nem vamos falar de queda, porque tenho certeza que não vai acontecer. Mas meu sentimento é de indignação. Estávamos em uma tentativa de moralizar o esporte e, de repente, vemos uma tentativa de golpe contra os princípios éticos e morais que deveriam reger o esporte - disse o mandatário, na ocasião em Assunção para o sorteio dos grupos da Libertadores, em entrevista à Band News.

Bandeira disse ainda que não houve erro por parte do Flamengo na escalação de André Santos, principalmente porque o jogo contra o Cruzeiro já não valia nada para ambas as equipes. Apesar das críticas, o presidente disse confiar na decisão do STJD.

- Temos razão nesse caso. Não houve nada errado. Admitindo que os membros do Tribunal entendam que Portuguesa e Flamengo erraram, não existe nada nem ninguém que obrigue a perda de pontos. Foram jogos praticamente amistosos, ninguém se beneficiou da escalação desses jogadores. Confio na decisão do STJD, mas temos que nos perguntar qual é a definição de Justiça Desportiva. Ela deve trabalhar para que os interesses esportivos se sobreponham a outros interesses. É uma situação extremamente desagradável.
 
     
     
 
09.12.2013 - ESPORTES
 
Abatido, Fred diz que jogará a Série B: 'Cumpro o meu contrato até o fim'
 
Abatido, Fred diz que jogará a Série B: 'Cumpro o meu contrato até o fim'
 

Em Salvador, atacante garante permanência nas Laranjeiras e diz que Fluminense precisa pensar no futuro: ‘Temos que levantar a cabeça e olhar para frente’
 

Desde o fim de agosto sem jogar, por causa de um edema na coxa direita, Fred desembarcou no domingo em Salvador para acompanhar o drama do Fluminense. De um camarote da Arena Fonte Nova, ele chorou ao ver o time vencer o Bahia, mas ser rebaixado para a Série B. No fim da noite, no hotel onde a delegação tricolor ficou hospedada, Fred prometeu que não deixará o clube, com o qual tem contrato até o fim de 2015.

- Fico no Fluminense. Cumpro o meu contrato até o fim - disse o atacante, ainda demonstrando abatimento, ao GloboEsporte.com.

Mesmo com o rebaixamento, Fred foi assediado por alguns torcedores na recepção do hotel e teve paciência para posar para fotos. O atacante chegou a achar que estava sendo provocado por um gremista que lhe deu parabéns, mas logo percebeu que ele se referia à vitória sobre o Bahia. A nítida expressão de abatimento, porém, contrastou com o discurso sereno.

- Estou tranquilo. É vida que segue. Fiquei muito triste, mas futebol é assim mesmo. Agora temos que levantar a cabeça e olhar para frente - afirmou aquele que em 2009 comandou uma reação incrível, livrando o Flu do rebaixamento.

Na recepção do hotel, entre uma foto e outra, Fred conversou com Wagner, autor do primeiro gol do Fluminense. Na saída de campo, o meia foi enigmático e disse que os problemas extracampo foram cruciais para o rebaixamento. Wagner deu a entender, no papo com o camisa 9, que mudanças ocorrerão nas Laranjeiras na próxima temporada

- Muita água vai rolar - disse Wagner para Fred, referindo-se ao futuro do Fluminense.

Após o rebaixamento, os jogadores do Fluminense estão de férias, e poucos devem retornar ao Rio de Janeiro no voo da delegação, que tem chegada prevista na capital carioca para o início da tarde desta segunda-feira. O clube vive um momento de indefinições. As permanências do técnico Dorival Júnior e do diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, são incertas. Alguns jogadores que têm contrato até o fim deste ano podem não permanecer, casos de Edinho, Anderson e Felipe. O certo é que o time deve passar por uma grande reformulação e ganhar uma nova espinha dorsal para a próxima temporada.

 
 
     
     
 
30.11.2013 - ESPORTES
 
Juventude quebra o favoritismo do IBAR e sagra se campeão brumadense de futsal 2013
 
Juventude quebra o favoritismo do IBAR e sagra se campeão brumadense de futsal 2013
O goleiro Dan Patric e o Jogador Bibio, foram os grandes destaques da equipe do Juventude
 

Em um jogo disputadíssimo e emocionante, a equipe do IBAR e a do Juventude travaram uma grande batalha no Ginásio de Esportes Antônio Alves Ribeiro na noite da última sexta-feira (29).
Diante de mais de 2.000 pessoas, ambas as equipes entraram em quadra para apresentarem um belíssimo espetáculo, onde, estava em jogo a disputado do titulo brumadense de futsal.

O jogo

Como era de se esperar, o IBAR  começou pressionando e chegou a abrir 2 gols de vantagem em cima do juventude, o qual não se abateu e foi para cima, e conseguiu o empate e posteriormente a virada; terminando o primeiro tempo vencendo de 4 X 3.

Já no segundo tempo, as duas equipes voltaram ainda mais determinada, o IBAR por sua vez, foi atrás do prejuízo e faltando menos de 15 segundo para o término da partida, para a surpresa da torcida do Juventude que já comemorava a vitória, praticamente no último lance o IBAR  fez o gol do empate, levando o jogo para a prorrogação.

A Prorrogação

Após o empate conseguido nos últimos segundos pela equipe do IBAR o jogo foi para a prorrogação, onde, com o empate, O IBAR levaria a “taça”.
Mas o Juventude estava mesmo decido em dar um “banho de água fria” nos planos da equipe adversária, e em contra – ataque fulminante, já no segundo tempo da prorrogação, o Juventude fez o gol que o fizera consagrar – se como campeã do Campeonato brumadense de futsal 2013.
Dois jogadores do Juventude foram destaques: Bibio foi o melhor jogador e o melhor goleiro Dan Patric. Ambos receberam os troféus por terem se destacado.

Vale ressaltar, que o jogo foi brilhante do inicio ao fim, graças a equipe de arbitragem que deram um show a parte, nessa final que trouxera fortes emoções aos amantes do esporte brumadense.
 

 
     
     
 
21.11.2013 - ESPORTES
 
Chutes potentes selam empate entre Furacão e Fla no primeiro jogo da final
 
Chutes potentes selam empate entre Furacão e Fla no primeiro jogo da final
Artilheiros da noite, Amaral e Marcelo disputam a jogada (Foto: Hedeson Alves/VIPCOMM)
 

O empate, por definição, propõe igualdade. Mas, pelo regulamento da Copa do Brasil, o 1 a 1 entre Atlético-PR e Flamengo, no Durival Britto, em Curitiba, nesta quarta-feira, deixou os cariocas em vantagem e mais perto do título. Com o resultado e o gol marcado fora de casa, um 0 a 0 no Maracanã, na próxima quarta, será suficiente para levantar a taça. A torcida visitante, em minoria, saiu do estádio gritando "seremos campeões", mas os atleticanos sabem que nada está decidido. O time precisa de uma vitória (ou empate por dois ou mais gols), mas já superou o rival neste ano no Rio (4 a 2), pelo Brasileiro. Outro empate por 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

No duelo particular entre dois dos maiores artilheiros do país na temporada, Ederson e Hernane passaram em branco. Paulo Baier e Elias, os principais articuladores dos dois lados, também não chegaram a brilhar. Mas as redes balançaram em grande estilo. Foram chutes de longe, fortes e bem colocados. Pelo Atlético-PR, Marcelo marcou numa bomba de 126km/h. O gol do Flamengo foi do improvável Amaral, cão de guarda que anotou seu primeiro gol com a camisa do clube, numa finalização a 99km/h.

- Venho trabalhando forte para isso, e se acontecer outras vezes vou ficar feliz. É um gol muito importante para mim e para minha família, é fruto de luta e determinação. Foi meu segundo gol na carreira, pelo que me lembro, e outro foi pelo Quissamã - afirmou Amaral.

Os torcedores do Atlético-PR fizeram uma grande festa desde muito antes do apito inicial. Foram 15.494 pagantes (com renda de R$ 70.080). E chegaram cedo, fizeram vigília à espera da abertura dos portões, que acabou antecipada em 20 minutos. Na chegada do time, montou a rua de fogo, como é chamado o corredor de sinalizadores vermelhos para a entrada do ônibus no estádio. Dentro do Durival Britto, um mar de faixas, bandeiras e outros adereços para incentivar o Furacão. Para tentar escapar da pressão, o Flamengo colocou seus jogadores para passarem no meio da sua torcida na saída do ônibus. Na entrada para o aquecimento, mãos dadas e postura de união com os 1.700 torcedores que compareceram, e saíram confiantes na conquista do título.

Os dois times jogam pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, no fim de semana, antes de decidirem o título -  ambos em casa, às 17h de domingo. O Atlético-PR pega o lanterna Náutico, e o Flamengo encara o Corinthians.
 

Duas bombas e dois gols

Diante do caldeirão que era o Durival Britto, foi até surpreendente a postura dos times no início da partida. O Flamengo tomou a iniciativa de ficar com a bola, e o Atlético-PR recuou, esperando uma chance de dar o golpe mortal. Com Everton, Marcelo e Ederson em velocidade, a movimentação era constante. O Fla girava a bola, mas não encontrava espaços. Hernane, para buscar o jogo, passou a ir à intermediária, onde sua produtividade não é a mesma. Passou o primeiro tempo escondido.

A torcida do Furacão chegou a se silenciar por uns instantes, mas explodiu novamente aos 17 minutos. Paulo Baier recebeu a cobrança de lateral na esquerda e acertou passe para Marcelo. O atacante cortou para o meio e soltou a bomba. A bola, apesar da grande velocidade, passou pelas mãos de Felipe, que não conseguiu espalmar. O goleiro voltou ao time quase um mês depois de torção no joelho esquerdo que o obrigou a passar por uma artroscopia.

Após o golpe, o Furacão cresceu e adiantou suas peças. O Flamengo tentou se recuperar, e a tarefa foi facilitada quando o empate chegou de uma das formas mais improváveis. Amaral dominou a bola na intermediária, e ninguém foi marcá-lo. Escalado com prioridade para destruir, o volante avançou, armou, e atirou com precisão uma bomba ainda mais inapelável do que a do gol rival. Na comemoração, o pitbull rubro-negro - apelido dado pela torcida, que ele abraçou - caminhou em quatro patas, como se dominasse o terreno adversário. O jogo, então, caiu um pouco de ritmo e ficou embolado no meio-campo. O gramado, duro e desnivelado, não ajudava. O time carioca, que perdeu André Santos e Chicão por lesão na etapa inicial e precisou forçar duas substituições, ganhou tempo para respirar e se reorganizar no intervalo.
 

Boas chances dos dois lados

No duelo de dois dos atacantes mais produtivos do Brasil nesta temporada, Ederson e Hernane tiveram poucas oportunidades. O atleticano só conseguiu sua melhor oportunidade no segundo tempo, uma cabeçada que foi para fora. No minuto seguinte Hernane rebateu, com um chute que obrigou Weverton a defesa. Em velocidade, Marcelo quase fez o segundo, mas Felipe salvou bem. E tudo isso em menos de 15 minutos. O Furacão precisava de mais um gol, e Vagner Mancini lançou o atacante Dellatorre no lugar do lateral Pedro Botelho. O volante Zezinho foi ocupar o setor na defesa.

Normalmente o responsável pela saída de bola e chegada ao ataque, Elias esteve sumido na partida, e Luiz Antonio assumiu a função. Em uma dela, fez grande jogada, passou por três adversários, mas, em vez de cruzar para Hernane, sozinho na área, preferiu o chute. O Brocador foi ao desespero. O jogo ficou aberto, sem muita marcação, com ataques lá e cá, mas os erros, no passe final ou na finalização, prejudicaram a produção dos times. Léo Moura, livre, isolou. Ederson, na área, jogou de zagueiro e cortou a bola. Luiz Antonio cobrou falta com muito perigo. Paulo Baier, sumido no segundo tempo, acabou substituído por Maranhão. O Furacão apertou no fim em busca do gol, mas o Flamengo segurou o empate. (Fonte: GLOBOESPORTE.COM)

 
     
     
 
14.11.2013 - ESPORTES
 
Tricampeão!!! Cruzeiro bate o Vitória e conquista o Brasileirão
 
Tricampeão!!! Cruzeiro bate o Vitória e conquista o Brasileirão
Willian comemora primeiro gol do Cruzeiro contra o Vitória (Foto: Marcos Ribolli)
 

Contam-se nos dedos os títulos tão bem saboreados quanto este do Cruzeiro. Foi uma conquista a conta-gotas, a conta-rodadas, jogo após jogo, um pouquinho de cada vez. Faz tempo que a torcida celeste se celebra como grande vencedora do Campeonato Brasileiro de 2013. Afinal, a Raposa não foi campeã (tricampeã!) nesta quarta-feira, 13 de novembro, com o triunfo de 3 a 1 sobre o Vitória em Salvador, como diz a matemática, fria por natureza. Não, não: ela vem sendo campeã há meses.

O que aconteceu no Barradão foi uma formalidade, quase uma burocracia – a assinatura final na lista de façanhas do time cruzeirense. Melhor: do timaço cruzeirense, essa equipe que é mecânica sem ser quadrada, que é agressiva sem ser afobada, que joga bonito sem cair na tentação da firula. Desde 2003, quando o próprio Cruzeiro ganhou o primeiro Brasileirão por pontos corridos, poucos títulos foram tão inquestionáveis. De Fábio a Borges, de Dedé a Everton Ribeiro, a Raposa sobrou.

E foi campeã fazendo aquilo que mais sabe, aquilo que mais repetiu: vencendo. Nem precisava. A derrota de 2 a 1 do Atlético-PR para o Criciúma já garantia o título ao Cruzeiro. Mas campeão é campeão (tricampeão é tricampeão). Contra um adversário forte, mergulhado na batalha por vaga na Libertadores, foi lá e venceu. Já no intervalo, com o fim da partida no Heriberto Hülse, os jogadores celestes festejaram o título - mesma ação da torcida azul mundo afora.

Por outro lado, o resultado foi péssimo para o Vitória. A equipe baiana precisava dos três pontos. É curioso: o jogo da confirmação do título do Cruzeiro era mais importante para o Leão do que para os mineiros. Com a derrota, a equipe de Ney Franco estacionou nos 51 pontos, na sexta colocação, cinco atrás do G-4. A Raposa foi a 74, inacreditáveis 16 a mais que o Atlético-PR, o segundo colocado. Os gols da partida foram marcados por Willian, Julio Baptista e Ricardo Goulart para o Cruzeiro e Dinei para o Vitória.

Primeiro tempo de um quase campeão

O Cruzeiro foi a campo munido da leveza que só é conhecida por aqueles que sabem que são campeões. Quando começou o jogo em Salvador, o Atlético-PR já perdia por 2 a 0 em Criciúma. Aí os mineiros puderam jogar com a maior naturalidade do mundo. O Vitória, claro, tentou partir para cima. Foi o primeiro a ameaçar, em chute de longe, e para longe, de Ayrton. Insistiu com Dinei, em boa defesa de Fábio. Levou perigo com Marquinhos, em outra ótima participação do goleiro do Cruzeiro. Quase fez novamente com Dinei, da marca do pênalti – por cima.

Mas quem marcou foi o Cruzeiro. Willian já tinha ameaçado uma vez. E Borges em outra, quase num golaço de voleio. E aí não teve erro. Aos 35 minutos, Dagoberto recebeu chutão da defesa e logo acionou Willian. Ele bateu forte, com precisão: 1 a 0 para o campeão.

Segundo tempo de um campeão absoluto

No intervalo, dentro de campo, os jogadores do Cruzeiro ergueram os braços para o céu, começaram a se abraçar, passaram a gritar. Eram campeões - com o encerramento do jogo em Criciúma. Restava um segundo tempo de festa. E de grande futebol.

O Vitória conseguiu reagir. Empatou com Dinei, logo a cinco minutos, em falha da defesa celeste. Mas imaginar que o Cruzeiro tiraria o pé, jogaria menos, se mostrou um grande equívoco. Foi o contrário: jogou mais, jogou como um campeão absoluto.

Julio Baptista, aos 25 minutos, voltou a colocar a Raposa na frente. Dagoberto, garçom da noite, recebeu na área e só desviou para o colega, que empurrou para o gol. Depois, foi a vez de Ricardo Goulart, que bateu de primeira dentro da área: 3 a 1.

O resto foi comemoração, foi festa e futebol de campeão. De tricampeão. De tricampeões que saborearam um título como poucas vezes se viu. ( GLOBOESPORTE.COM)

 
     
     
 
10.11.2013 - ESPORTES
 
Vitor Belfort atropela Dan Henderson no UFC Fight Night 32
 
Vitor Belfort atropela Dan Henderson no UFC Fight Night 32
 

Vitor Belfort venceu o americano Dan Handerson, neste sábado (9), no UFC Fight Night 32, na Arena Goiânia. A vitória brasileira na categoria dos meio-pesados (até 93 kg) veio por nocaute, com apenas 1m17s do primeiro round.

Após a disputa desse sábado começar, os lutadores ficaram se observando por cerca de um minuto. Então, Belfort disparou na direção do americano e não deu chances para o adversário.

Essa foi a primeira vez que Handerson foi nocauteado, e Victor agora está credenciado para lutar pelo cinturão em sua categoria favorita, a dos pesos médios (até 84 kg). O adversário sai da revanche entre Chris Weidman e Anderson Silva, que se enfrentam em dezembro. Weidman é o atual campeão dos médios.

No co-evento principal, Cezar Mutante e Daniel Sarafian se enfrentaram na luta que era para ser a decisão do TUF Brasil 1, pelos pesos-médio (até 84kg). Na época do programa, em 2012, Sarafian estava lesionado, não pôde participar da final do programa e deu lugar a Serginho Moraes, derrota por Mutante naquela oportunidade.

Na noite de sábado, o confronto finalmente aconteceu e, em luta muito equilibrada, Mutante bateu Sarafian e confirmou o título do reality show. Após três rounds, a vitória veio por decisão dividida dos jurados (28 a 29, 30 a 27 e 30 a 28).

Nas lutas anteriores, em geral, os brasileiros não foram muito bem. Mas, apesar dos fracassos de José Maria No Chance, Thiago Bodão, Godofredo Pepey e Paulo Thiago, alguns lutadores do País tiveram sucesso. Foram eles Thiago Tavares, Adriano Martins e Rafael Feijão, além de Belfort.

Confira abaixo todos os resultados do UFC Fight Night 32

Card principal

Vitor Belfort venceu Dan Henderson - Meio-pesado - Nocaute, com 1m17s do 1º round
Cezar Mutante venceu Daniel Sarafian - Peso-médio - Decisão dividi (28 a 29, 30 a 27 e 30 a 28)
Rafael feijão venceu Igor Pokrajac - Meio-pesado - Nocaute técnico, com 1m18s do 1º round
Brandon Thatch venceu Paulo Thiago - Meio -médio - Nocaute técnico, com 2m10s do 1º round
Ryan LaFlare venceu Santiago Ponzinibbio - Meio-médio - Decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
Jeremy Sthephens venceu Rony Jason - Peso-pena - Nocaute, com 40s do 1º round

Card preliminar
Sam Sicilia venceu Godofredo Pepey - Peso-pena - Nocaute, com 1m42s do 1º round
Omari Akhmedov venceu Thiago Bodão- Peso-médio - Nocaute, com 3m31s do 1º round
Thiago Tavares venceu Justin Salas - Peso-leve - Finalização (mata-leão), com 2m38s do 1º round
Adriano Martins venceu Daron Cruickshank - Peso-leve - Finalização, com 2m49s do 2º round
Dustin Ortiz venceu José Maria No Chance - Peso-mosca - Nocaute, com 3m19s do 3º round (FONTE: UOL)

 
     
     
 
eventos
31.07.2017
Aniversário de 55 anos de Rio do Antônio 2017
 
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções