publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
Carlos em:
Grave acidente deixa uma vítima fatal em estrada vicinal de Malhada de Pedras
 
 
Ana paula em:
A caminho do Paraguai, Cézar Paulo 'Cézar de Lim', acusado da morte de Camarão acaba de ser preso
 
 
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "esportes":
 
11.10.2013 - ESPORTES
 
Profissão de árbitro é regulamentada, e Anaf vislumbra dedicação exclusiva
 
Profissão de árbitro é regulamentada, e Anaf vislumbra dedicação exclusiva
Giuliano Bozzano parou de apitar em 2009 e hoje trabalha como assessor jurídico da Anaf (Foto: Celso Avila / Futura Press)
 

Assessor jurídico da Associação Nacional de Árbitros de Futebol (Anaf) crê em modelo no qual juízes assinarão contratos para a prestação de serviços
 

A profissão do árbitro de futebol foi regulamentada após aprovação na Câmara dos Deputados e pelo Senado. A novidade foi publicada pelo Diário Oficial nesta sexta-feira. Agora, a função é reconhecida por lei, sancionada pela presidente Dilma Rousseff.

De acordo com a lei 12.867, os árbitros e seus auxiliares poderão se reunir em associações e sindicatos. Eles podem "prestar serviços às entidades de administração, às ligas e às entidades de prática da modalidade desportiva futebol".

O ex-árbitro Giuliano Bozzano, assessor jurídico da Associação Nacional de Árbitros de Futebol (Anaf), vibrou com o amparo legal que a categoria passou a ter e vislumbrou uma estabilidade para os profissionais do apito.

- Até ontem éramos tratados como nada. Acredito que os árbitros, agora amparados pela legislação trabalhista, poderão negociar taxas melhores e buscar melhores condições de trabalho. As associações e sindicatos serão mais respeitados. Os maiores benefícios dessa regulamentação são o fato de agora haver um respaldo legal, o que é imediato, e a estabilidade que vamos tentar equacionar para o futuro. Podemos copiar o modelo da Itália. Lá, o árbitro faz contrato de dois anos, por exemplo, e pode arriscar nessa profissão. Aqui o cara apita com o receio de ir mal num jogo ou se machucar no outro. Lá na Itália há uma cota fixa por jogos ou por mês. Queremos trazer isso para cá - opinou Bozzano, que dirigiu jogos de Série A entre 1996 e 2009 e agora se dedica exclusivamente à carreira de advogado.
 

Outro ganho, segundo Bozzano, é a possibilidade de em breve surgirem árbitros que se dediquem exclusivamente ao futebol. Para ele, isso melhoraria o nível da arbitragem brasileira.

- Não há problema algum de um cidadão acumular profissões. Existem jornalistas que também são psicólogos, por exemplo. Mas entendo que essa melhoria das condições de trabalho possa fazer com que árbitros possam se dedicar à profissão (de árbitro) de forma exclusiva. Isso traria um ganho técnico muito grande. Gostaria muito que um grupo pudesse ter dedicação exclusiva em breve - torce.
 

Veja o decreto que regulamentou a profissão:

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o A profissão de árbitro de futebol é reconhecida e regulada por esta Lei, sem prejuízo das disposições não colidentes contidas na legislação vigente.

Art. 2o O árbitro de futebol exercerá atribuições relacionadas às atividades esportivas disciplinadas pela Lei no 9.615, de 24 de março de 1998, destacando-se aquelas inerentes ao árbitro de partidas de futebol e as de seus auxiliares.

Art. 3o (VETADO).

Art. 4o É facultado aos árbitros de futebol organizar-se em associações profissionais e sindicatos.

Art. 5o É facultado aos árbitros de futebol prestar serviços às entidades de administração, às ligas e às entidades de prática da modalidade desportiva futebol.

Art. 6o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 10 de outubro de 2013; 192o da Independência e 125o da República.

DILMA ROUSSEFF

Fonte: Globoesporte

 
     
     
 
27.09.2013 - ESPORTES
 
Evento é cancelado após morte de lutador, e entidade cobra esclarecimentos
 
Evento é cancelado após morte de lutador, e entidade cobra esclarecimentos
 

Na última quinta-feira, Leandro Caetano de Souza, o “Feijão”, morreu enquanto cortava peso para sua luta contra Gabriel Brasil. Com a morte do lutador pouco antes da pesagem, o evento Shooto 43, que aconteceria nesta sexta-feira no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, foi cancelado pela organização.

Dedé Pederneiras, líder da Nova União, um dos times que Feijão representava, e organizador do Shooto no Brasil, disse que o card foi cancelado por luto. “Venho por meio desta registrar o cancelamento do evento que aconteceria amanhã (sexta-feira) no Clube Hebraica , em sinal de LUTO”, disse o treinador no Facebook.

Em contato com o blog, Dedé preferiu não falar mais sobre o assunto. Ele vai esperar os exames e os laudos periciais para dar mais esclarecimentos.

Quem também quer saber mais sobre ocorrido é a Comissão Atlética Brasileira de MMA. A entidade começou seus trabalhos apenas este ano, mas já é responsável pelos cuidados médicos de importantes eventos no Brasil, inclusive do próprio UFC.

Diretor médico da CABMMA, Márcio Tannure explicou que o Shooto não é filiado à comissão e por isso não sabe o que aconteceu com o lutador. No entanto, já entrou em contato com Pederneiras e irá emitir um posicionamento sobre o caso, mesmo com a morte do atleta não tendo ocorrido sob a alçada da entidade.

“O laudo não será necessariamente enviado à CABMMA, porque o evento não é filiado. Se fosse, teria que chegar até nós. Mas faremos um posicionamento oficial assim. Parece-me que as avaliações médicas adotadas são diferentes do nosso protocolo. Até hoje não tivemos nenhum incidente parecido em eventos sancionados pela Comissão”, disse.

Segundo André Chatuba, um dos treinadores Leandro Caetano, o lutador ainda precisava tirar 900g dos 56,7kg que ele precisava bater para a luta entre os pesos moscas. Ele estava na sauna quando desmaiou e foi levado ao hospital. “Pelo que me parece tem sim relação com a perda de peso, porque no hospital eu perguntei ao atleta da Nova União se ele tinha pesado. Ele me respondeu que faltavam 900 gramas, por isso estava fazendo sauna e desmaiou.”

 
     
     
 
20.09.2013 - ESPORTES
 
Presidente da FEBAM rebate Projeto que quer proibir MMA na TV
 
Presidente da FEBAM rebate Projeto que quer proibir MMA na TV
 

Ricardo Serravalle, presidente da Federação Baiana de Artes Marciais, aprofunda o assunto para defender a prática esportiva

Tramita na Câmara dos Deputados um Projeto de Lei (55.344/09) que quer proibir as emissoras de televisão de transmitirem lutas marciais não olímpicas.  A norma inclui o Ultimate Fighting Championship (UFC), principal torneio mundial de MMA, com 1 bilhão de espectadores em todo o mundo, segundo a Comissão Atlética Brasileira de MMA. Caso aprovado, campeonatos de artes marciais mistas (MMA) não poderão ser veiculados no país. O Projeto já foi debatido e aguarda parecer de outras comissões da Câmara dos Deputados.

"É importante tirar essa luta da TV, porque a única lição que ela propagandeia é a violência. São golpes violentos, joelhadas, golpes violentos no rosto e onde o sangue é o suor, como dizem aqueles que gostam do MMA", diz o deputado José Mentor (PT-SP), autor do Projeto. Em defesa das artes marciais mistas, Ricardo Serravalle, presidente da Federação Baiana de Artes Marciais e Esportes de Combate, se aprofundou no tema para explicar as origens do esporte e por que ela é mais do que violência na TV. 

 
     
     
 
17.09.2013 - ESPORTES
 
Caetité se destaca no Campeonato Baiano de Taekwondo
 
Caetité se destaca no Campeonato Baiano de Taekwondo
Equipe comemora resultado satisfatório
 

Durante os dias 14 e 15 de setembro, no Hotel Fiesta, em Salvador - BA, alunos do Projovem Adolescente e da Associação Esparta de Taekwondo, filiada à Federação Esportiva Baiana do Esporte, participaram do Campeonato Baiano, com apoio da Prefeitura Municipal de Caetité. As equipes de Caetité, Guanambi, Igaporã e Salvador obtiveram destaque no Campeonato, conquistando o maior número de medalhas. Ao todo, Caetité conquistou 15 medalhas, sendo 8 de ouro, 6 de prata e uma de bronze.

Para o professor Miro Carvalho o resultado satisfatório é consequência dos treinos e dedicação dos alunos. “O compromisso reflete na superação do esporte, e tem desenvolvido cada vez mais o lado competitivo, tanto que tivemos uma colocação no patamar da capital. Estamos muito felizes com as nossas novas conquistas!”, salientou o professor. As equipes de Caetité e Igaporã, terinadas por Miro, vem fazendo história no cenário estadual e nacional de Taekwondo, com vários títulos, como o Campeonato Baiano - 2010 (com a participação de 5 atletas, conquistando 4 medalhas de ouro e uma de prata), Campeonato Baiano - 2011 (8 atletas conquistaram 4 ouros e 2 pratas), Campeonato Baiano - 2012 (7 atletas conquistaram 3 ouros, 2 pratas e 2 bronzes), Copa Cidade Maravilhosa – Rio de Janeiro – 2013 (um atleta conquistou medalha de bronze).

O Taekwondo é um esporte olímpico que tem aumentado consideravelmente o número de praticantes em todos os países. A Bahia tem se destacado com atletas competindo em campeonatos e torneios nacionais, com resultados excelentes. Em Caetité, Miro Carvalho treina cerca de 350 alunos do Projovem, Colégio Estadual Tereza Borges de Cerqueira, Colégio Municipal Ovídio Teixeira e no Projeto Viva Cidadania do Sesi. O esporte busca o crescimento pessoal, além de envolver o companheirismo e o desenvolvimento cidadão ciente de seus deveres para com a família, a escola, a cidade e seu país.

 
     
     
 
eventos
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções