BUSCA PELA CATEGORIA "GUAJERU"

  • População guajeruense se alegra com novos investimentos feitos pelo município no esporte e na saúde

    Foto: Divulgação

    A secretaria de Cultura, Esportes e Lazer de Guajeru, deu início ao Campeonato de Futebol Society no dia 26- último sábado. O campeonato regional teve o privilégio de contar com 24 equipes, divididas em três categorias: Sub-18, Principal e Master. Os jogadores se reuniram na Praça de Esporte Luiz Cabral, antes tendo desfilado pelas ruas da cidade. Nessa primeira rodada 5 jogos foram realizados, pelas categorias Master e principal. Nos jogos de destaque o Sítio União jogou contra Pedra Parta, e saiu um placar de 4x0 para o Sítio União, no Master. Já na categoria Principal o Descoberto goleou o Pedra Preta por 6x2, e manteve o favoritismo. O campo society por nome de um desportista Armindo Sepúlveda foi inaugurado e descerrado pelo prefeito, alguns políticos, secretários e familiares de Armindo. Aproveitando a oportunidade e um grande número de espectadores, o senhor Gil Rocha, prefeito de Guajeru, fez a entrega oficial de uma nova ambulância do Serviço de atendimento móvel de urgência-SAMU- 192. A cidade de Guajeru foi uns dos 18 municípios a receber o veículo. O serviço visa atender com segurança, eficiência e conforto a população.



  • Polo Universitário EAD deverá ser instalado ainda este ano com a oferta de cursos de Pós-graduação a distância em Guajeru

    Reunião entre o Diretor Operacional Raimundo Oliveira e a Secretária de Administração, Marta Lima, discutiu a instalação do Polo em Guajeru. Foto: Divulgação.

    Em reunião realizada entre representantes do Governo Municipal de Guajeru e da Empresa Educacional "Reeducar Serviços Educacionais",foi discutida a implantação do Polo Universitário EAD no município. A implantação deverá ocorrer ainda este ano com a oferta de cursos de Pós-Graduação EAD.

    Segundo o Diretor Operacional Raimundo Oliveira, representante da Empresa, os cursos deverão ser oferecidos em regime de parceria entre a "Reeducar Serviços Educacionais" e a "Kroton Educacional", atualmente proprietária das marcas UNOPAR e Anhanguera. "Inicialmente iremos começar com os cursos de Pós-graduação EAD e no próximo ano vamos implementar a Graduação EAD. Pretendemos implantar a Pós-Graduação ainda este ano (2015), estamos só dependendo da definição da "Holding Kroton", destacou Oliveira.

    A relação dos cursos a serem oferecidos no Polo Universitário em Guajeru ainda não foi definida, mas as atividades serão desenvolvidas no Colégio Municipal Antônio Andrade, unidade que atendeu aos requisitos estabelecidos pelo MEC para instalação do Polo.

    Para o Governo Municipal a instalação do Polo Universitário em Guajeru representa uma grande conquista para o município e consolida as ações de melhorias na educação que vêm sendo desenvolvidas pela atual gestão. “Um Polo Universitário irá proporcionar a população guajeruense e, principalmente, aos professores da rede pública municipal e estadual de ensino da nossa cidade e de toda a região o acesso a formação superior como determina o Plano Municipal de Educação (PME).”, ressaltou Fátima Viana, Secretaria Municipal de Educação.



  • Mobilização geral em Guajeru para o Combate do Aedes Aegypti  Chikungunya e Zika Vírus

    Ações ocorreram em todo o município e tiveram como objetivo a conscientização da população no combate ao mosquito causador da Dengue, Chikungunya e ZiKa Vírus

    Entre os dias 24 e 28 de agosto, a SMS – Secretaria Municipal de Saúde de Guajeru realizou uma série de ações que tiveram como objetivo conscientizar a população guajeruense sobre a importância do combate ao mosquito Aedes Aegypti, causador da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus.

    Entres as ações foram realizadas palestras em escolas e unidades de saúde; visitas a áreas endêmicas e conscientização dos moradoras sobre medidas de combate à proliferação do mosquito. As ações envolveram as equipes de ACS – Agentes Comunitários de Saúde e ACE – Agentes de Combate a Endemias, Enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde e a equipe da Vigilância Epidemiológica do município.

    Segundo a Coordenadora da Vigilância Epidemiológica em Guajeru, Fabiana Ferreira Cangussu, a semana de mobilização social buscou estimular a população na prevenção, sensibilizando as pessoas sobre a importância na eliminação dos criadouros do mosquito “A ideia foi de capacitar o morador para que ele próprio realize vistoria constante em sua residência e ajude no combate ao mosquito, mas as visitas de rotina pela equipe de agentes e os trabalhos de conscientização continuarão”, destacou.



  • Guajeru e mais 17 municípios receberão novas ambulâncias do Samu 192

    Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    Alguns municípios que já dispõe do serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), estarão recebendo ambulâncias novas, a notícia foi divulgada pelo ministro Arthur Chioro.
    Além da cidade de Guajeru, os demais municípios contemplados com o beneficio serão: Ibicoara, Ibipitanga, Alagoinhas, Ituaçú, Jequié, Juazeiro, Livramento de Nossa Senhora, Malhada de Pedras, Ibirapuã, Paramirim, Rio de Contas, Rio do Pires, Tanhaçu, Porto Seguro, Itanhém, Mucuri e Nova Viçosa.
    O investimento na renovação da frota é para que a população tenha renovam mais segurança, conforto e eficiência nos atendimentos, possibilitando assim, que mais vidas sejam salvas.







  • Oposição tenta impedir prefeito de tomar empréstimo, mas juiz nega liminar de suspensão

    A ação, movida pelo vereador Admilson da Silva Coutinho, líder da bancada de oposição na Câmara de Vereadores de Guajeru.Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    Pedido de liminar suspenderia autorização para que o Governo Municipal pudesse celebrar operação de crédito com a DESENBAHIA

    Foi indeferido pelo MM Juiz de Direito da Comarca de Caculé, Dr. Antônio Carlos do Espírito Santo Filho, o pedido de suspensão dos efeitos da Lei municipal nº 38/2015 que autoriza o Governo Municipal de Guajeru a celebrar operação de crédito junto à DESENBAHIA – Empresa de Fomento do Estado da Bahia com a finalidade de execução das obras e serviços de infraestrutura urbana e saneamento, a exemplo da pavimentação asfáltica de ruas do centro da cidade e urbanização da Praça Deoclides Pereira Dias.

    A ação, movida pelo vereador Admilson da Silva Coutinho, líder da bancada de oposição na Câmara de Vereadores de Guajeru, pedia a suspenção dos efeitos da Lei Municipal nº 38/2015, sancionada pelo então prefeito, Gilmar Rocha Cangussu, após aprovação pela Câmara de Vereadores em maio deste ano. Segundo alegação do vereador Admilson a aprovação da Lei teria ocorrido de forma ilegal afrontando a Lei Orgânica do Município que, segundo justificativa apresentada pela impetrante, precisaria de pelo menos 2/3 dos votos para ser aprovada. A aprovação do Projeto de Lei 07/2015, que originou a Lei nº 38/2015 venceu por maioria absoluta dos votos.

    Em sua fundamentação o MM Juiz de Direito da Comarca de Caculé destaca que: “A natureza jurídica do crédito não é determinada pela sua origem, mas sim pela sua destinação, logo, ainda que o crédito fosse tomado de pessoa jurídica de direito privado (que não é o caso), mas seu destino fosse público, o crédito seria considerado público, não particular, pois ele obedeceria todos os requisitos essenciais dos contratos públicos”, destacou.

    O MM Juiz endossa sua decisão ao destacar que: “Alega o impetrante (...) que o município é pobre e pequeno, e por tal razão, não deveria receber recursos de uma Agência de Fomento vinculado ao Estado. Ora, tais assertivas são contraditórias, já que o município, que é pobre, deve de fato receber apoio e recursos de uma Agência criada com o objetivo exclusivo de Fomentar o desenvolvimento dos municípios dentro do Estado, a DESENBAHIA.”

         

    Em nota o prefeito Gil Rocha declarou que desde o início da sua gestão a equipe de governo está focada em melhorar a vida do povo guajeruense, recuperando os anos de atraso devido à má administração dos recursos públicos de gestões anteriores. “É notório e perceptível que em todas as áreas avançamos significativamente nesses dois anos e sete meses de administração e vamos avançar muito mais. Mesmo que a oposição não queira, temos credibilidade e honestidade para isso. Todos os nossos atos são realizados mediante a aprovação do nosso setor jurídico que estuda e respeita a legislação vigente em nosso país, estado e município.” Declarou.

     

    O prefeito também defendeu o projeto e os benefícios que as obras trarão pra toda população guajeruense, ressaltando que ao votarem contra este projeto os vereadores de oposição votaram contra os interesses povo de Guajeru.  “É imprescindível destacar que a revitalização da Praça Deoclides Pereira Dias e a pavimentação asfáltica das ruas do centro da cidade contribuirão diretamente para melhorar a qualidade de vida da população, oferecendo melhor acesso aos serviços de saúde, sociais, financeiras, comerciais, culturais, religiosas, civis e militares. Expandirá também o comércio, fortalecerá os pequenos e micro empreendedores, além de oferecer uma melhor infraestrutura local para receber os turistas, visitantes, além de melhorar a mobilidade urbana para o nosso povo e investidores da região o que culminará no aquecimento da economia local”, destacou Gil Rocha.

     

    CONTINUE LENDO


  • Empresa credenciada à DESENBAHIA realiza inspeção técnica para realização de obras em Guajeru

    Foto: Divulgação

    Na no dia 27/07/2015, representantes da NPB – Projetos, Construções, Interiores e Consultorias, credenciada à DESENBAHIA - Agência de Fomento do Estado da Bahia S/A, estiveram em Guajeru onde realizaram inspeção física preliminar que constitui uma das etapas para aprovação e execução das obras de obras e serviços de infraestrutura urbana e saneamento, a exemplo da pavimentação asfáltica de ruas do centro da cidade e urbanização da Praça Deoclides Pereira Dias.

    Segundo o geógrafo Tiago Brito, responsável pela inspeção, o trabalho feito em Guajeru foi o de vistoria técnica que observa as características do local, conferindo-as com o projeto que foi encaminhado pela Prefeitura Municipal à DESENBAHIA. “Pelo que vi aqui está tudo tranquilo. Não vejo nenhum impedimento técnico que impeça a realização da obra”, destacou.

    As etapas seguintes serão a de análise de projeto e análise orçamentária. Concluídas estas etapas as obras terão início.



  • Prefeito Gil Rocha comenta decisão do TCM sobre prática de nepotismo

    Prefeito Gil Rocha e a esposa Marta Santos Lima Rocha. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    “A nomeação foi uma decisão para socorrer o município em um momento de emergência, não se tratando de um favorecimento”, diz Gil Rocha.


    Nesta quarta-feira (22) o TCM – Tribunal de Contas dos Municípios multou o prefeito de Guajeru, Gilmar Rocha Cangussu, pela prática de nepotismo, considerando irregular a nomeação da sua esposa, Marta Santos Lima Rocha para o cargo de Tesoureira. O Destaquebahia entrou em contato com o prefeito, que em nota, comentou a decisão do TCM e ressaltou que “a nomeação foi uma decisão para socorrer o município em um momento de emergência, não se tratando de um favorecimento.”  

    Segundo o prefeito, a nomeação de Marta Lima, que é funcionária concursada do município e já exercia cargo administrativo na Prefeitura de Guajeru desde 2006, se deu em virtude do afastamento do então tesoureiro, Pablo Carpejane, que em junho de 2014 pediu para ser desligado do cargo, alegando motivos pessoais. Diante desta situação, e tendo em vista o momento de crise e de cortes de gastos que o município atravessava, “tivemos a necessidade de nomear alguém que já fizesse parte do governo, que tivesse inteirado das ações que vinham sendo realizadas por nós e, principalmente, que fosse alguém do quadro efetivo e que não viesse a onerar a folha no momento em que víamos fazendo demissões e cortando despesas com pessoal. Além disso, precisávamos de alguém com conhecimento e habilidades para ocupar o cargo”, ressaltou.

    Rocha destaca que desde a nomeação, em julho de 2014, a funcionária Marta Lima já tinha conhecimento que sua permanência no cargo seria por um curto período, suficiente para que “a casa fosse colocada em ordem”, com a normalização das contas públicas e o equilíbrio financeiro que o município alcançou em virtude de uma série de ações que foram tomadas pelo atual governo e também pela sua competência como Tesoureira. E em maio deste ano, já com as contas em ordem, a funcionária Marta foi exonerada, antes mesmo de qualquer decisão do TCM.

    O prefeito disse respeitar a decisão do Tribunal de Contas dos Municípios e entende que a corte avaliou a situação no entendimento técnico, de forma correta, mas considera que a nomeação não trouxe nenhum tipo de prejuízo para o município, nem tão pouco para o povo guajeruense, muito pelo contrário. Ele destaca que é fato público e notório que nos últimos anos Guajeru conseguiu se estabilizar financeiramente, mesmo diante de todas as dificuldades enfrentadas, quando, em janeiro de 2013, recebeu um município atolado em dívidas, sem crédito junto aos fornecedores e com os salários dos funcionários atrasados. “Nesse período de dois anos e meio de mandato, tendo em boa parte dele a funcionária Marta à frente de Tesouraria, conseguimos reverter a situação caótica na qual recebemos o município. Ajustamos, controlamos e ordenamos as contas públicas e hoje vivemos uma situação completamente diferente: pagamos os salários atrasados dos servidores públicos (dívida deixada pela ex-gestão); renegociamos dívidas herdadas com a Embasa, Coelba, PASEP e INSS; mantemos em dia o pagamento dos funcionários, inclusive 1/3 de férias e o 13º salário; mantemos em dia o pagamento do transporte escolar e ainda investimos, com recursos próprios, em ações de melhorias para o município como: o calçamento de vias públicas, aquisição de uma nova ambulância, recuperação de estradas e reforma e ampliação de escolas públicas do município”, enfatizou.

    CONTINUE LENDO


  • Dupla tentativa de homicídio em Guajeru, idoso tentou matar a ex esposa e o neto

    As armas foram apreendidas. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    Uma briga entre família na cidade de Guajeru quase que resultou em um duplo homicídio.
    Na noite de ontem (21), Guimozeno Bento da Silva, 70 anos, se desentendeu com a ex - esposa, também idosa e depois de várias agressões, teria tentato esfaqueá – la, o neto teria interferido para separar a briga e em seguida foi alvejado com disparo de uma arma de fogo tipo Cartucheira.
    Segundo o relato de uma das vítimas, o neto Carlos Henrique de 21 anos, ele que morada em uma casa vizinha, ao ouvir os gritos de socorro da avó, correu para separar a briga. Segundo o neto, ambos entraram em luta corporal e, após ter tomado a faca, o idoso se dirigiu para dentro de um quarto, pegou um espingarda (Tipo Cartucheira) e saiu dizendo que iria matá – lo.

       
                 Um dos gospel de faca que o avô desferiu chegou a cortar a camisa do neto

    O neto disse que correu para fora da casa e, mesmo assim, o avô efetuou o disparo; tendo um dos chumbos atingido o seu nariz. Ao tentar recarregar a arma, Carlos Henrique, já ferido, pegou um pedaço de pau e desferiu golpes até dominar o Sr. Guimozeno.

    A polícia foi acionada e conduziu o neto e o avô para a delegacia de Brumado.
    A princípio o idoso foi encaminhado para o Hospital Magalhães Neto para cuidados médicos, posteriormente, foi feito o auto de lavratura de prisão em flagrante pelo Delegado Dr. Romilson Dourado.
    Em entrevista ao Destaquebahia, o delegado disse que o idoso ficará detido a disposição da justiça até que o juiz determine quais serão as providências a serem tomadas.



  • Obras paradas deixam população na 'bronca' com prefeito de Guajeru

    Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    As obras de construção de uma Quadra coberta na cidade de Guajeru, com recursos do Governo Federal, que através do PAC2  destinou 137,080,02, conforme a placa que ainda se encontra no local, teria como prazo para o término dia 04 de outubro de 2014, porém, até a presente data as obras ainda não foram conclusas.
    Carentes de uma área para práticas de esportes e outras atividades, os guajeruenses estão na “Bronca” com a atual gestão.



  • Projeto de empréstimo milionário é enviado à câmara pelo prefeito de Guajeru

    Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    O que está ruim, pode ficar ainda pior; isso é o que imaginam os vereadores da oposição, caso um projeto em que autoriza o prefeito Gil Rocha de Guajeru a tomar um empréstimo junto ao Desenbahia venha ser aprovado, na sessão da câmara de vereadores que acontecerá nesta terça – feira (26).  

    O projeto de lei nº 07 de 29 de abril de 2015, enviado pelo prefeito Gilmar Rocha Cangussu, (PT), em caráter de urgência com intuito de obter um empréstimo de R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais) junto a instituição financeira DESENBAHIA,  que deverá ser pago através de transferências e receitas do ICMS, e de receitas provenientes do FPM, causa preocupação, pois, segundo os vereadores oposicionistas, além de não deixar claro o destino do dinheiro, o município não tem condições de arcar com mais uma dívida, já que está comprometido com empréstimos anteriores.

    Sem recursos suficientes nem mesmo para pagar os atuais servidores, mesmo já havendo feito uma demissão em massa de outros servidores com tal justificativa, o prefeito sugere que a câmara aprove o projeto, que poderá levar, segundo os vereadores da oposição, a um colapso financeiro o município.

    Se depender da bancada de oposição, certamente o projeto não será aprovado, mas, como o executivo tem maioria na Casa Legislativa, tudo indica que haverá a aprovação.



  • Em períodos críticos Guajeru, M. de Pedras e L. Almeida terão prioridade nas águas do Truvisco

    atualmente o volume de Truvisco é 13 milhões de m3, menos da metade da capacidade máxima do Açude que é igual a 38,5 milhões de m3 de água. Foto: Divulgação.

    Em período crítico de estiagem, os municipios de Guajerú, Malhada de Pedras e Licínio de Almeida terão prioridade na alocação das águas do Truvisco, Brumado ficou de fora, conforme decisão do CGA


    Criada pela Portaria do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS sob Nº 66 de 02 de fevereiro de 2007, a Comissão Gestora do Açude - CGA de Truvisco, de acordo com o seu regimento, é um colegiado formado por representantes do poder público federal, estadual e municipal, representantes da sociedade civil organizada e representantes dos usuários diretos de água, tendo como área de abrangência o Açude do Truvisco e seus entornos, incluindo as áreas das bacias dos rios tributários desde suas nascentes (Riacho São Domingos, Barreiros e Rio do Salto no Município de Licínio de Almeida) e do prolongamento do Rio do Antônio (fazendo parte desse conjunto hidrográfico o Rio do Paiol desde sua nascente no Município de Jacaraci), até a Barragem da Cidade de Brumado.
     
    O objetivo da CGA de Truvisco é garantir a implementação da gestão descentralizada, participativa e integrada dos recursos hídricos daquele Açude. E dentro desse propósito no último dia 21 de maio, quinta-feira, foi realizada mais uma reunião daquele Colegiado, na Cidade de Caculé, onde se fez exposições sobre o volume de água no Açude de Truvisco, formou-se uma comissão para resolver conflitos pelo uso da água em áreas problemáticas da Bacia do Rio do Antônio e aprovou-se a alocação de água do Açude.
     
    Estiveram presentes à reunião, representantes da Agência Nacional de Água – ANA, do DNOCS, da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado da Bahia, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA, do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Contas – CBHRC, da Secretaria de Meio Ambiente de Caculé, da Gerência da Embasa de Caetité, da Secretaria de Agricultura de Licínio de Almeida, da Prefeitura de Guajeru, da Secretaria de Infraestrutura de Rio do Antônio e do MODERA, nas pessoas do Coordenador Geral Henrique Moreira Rocha e da ex-Coordenadora Geralda Ribeiro Amorim.
     
    Conforme exposições dos técnicos da ANA, atualmente o volume de Truvisco é 13 milhões de m3 . Ou seja, menos da metade da capacidade máxima do Açude que é igual a 38,5 milhões de m3 de água. De acordo com os técnicos, a vazão média da comporta de Truvisvo não poderá comprometer o volume do seu reservatório em menos de 3,3 milhões de m3, o que já seria um volume morto.
     
    O MODERA entrou na composição da comissão para resolver os conflitos pelo uso da água, que além de entidades da sociedade civil incluiu também órgãos públicos.
     

    Sobre a alocação de água para o período crítico de estiagem, foi aprovado que deverá haver prioridade para atender os Municípios de Licínio, Rio do Antônio, Guajeru e Malhada de Pedras. Embora o Coordenador do MODERA, Henrique Rocha, tenha feito a defesa de Brumado, o Colegiado da CGA de Truvisco não aprovou aquele Município como prioritário. Atualmente existem as comunidades de Campo Seco II, Espinheiro, Arrasta-Pé, Arrecifinho, Santa Luzia e Queimada Grande, no Município de Brumado, que ainda dependem do uso direto das águas do Rio do Antônio para abastecimento humano, dessedentação animal e irrigação.



  • Público pequeno e a ausência de Rui Costa marcaram as inaugurações em Guajeru

    Fotos: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    A tão aguardada visita do governador Rui Costa ao município de Guajeru não aconteceu, o evento de inauguração das obras asfálticas, que liga o município a Malhada de Pedras, bem como de Malhada de Pedras a Rio do Antônio, contou com a presença do vice-governador do Estado, João Leão.
    Mesmo com divulgação em redes sociais, blogs de notícias, rádios e demais meios de comunicação, o prefeito Gil Rocha não conseguiu mostrar a sua força e influência perante as autoridades políticas que compareceram; a exemplo de deputados e prefeitos de outras cidades, pois, além dos funcionários públicos do município e correligionários políticos, poucas pessoas atenderam ao convite do gestor, e a aglomeração se limitou apenas nas áreas próximas ao palanque.

            

    Se o público esperava o governador, o governado não foi; e se o vice-governador esperava um grande público, isso também não aconteceu. Ambos os lados tiveram certa decepção.

    Deputados e prefeitos de outros municípios acompanharam João Leão que depois de ser recebido e feito o seu discurso, descerrou a placa que marca o início da pavimentação e a entrega das obras realizadas na região. "Essas são mais duas obras que entregamos na gestão do governador Rui Costa, que vão beneficiar a produção agropecuária, gerar renda no campo e criar infraestrutura para o interior do estado”, destacou João Leão.
     

    A justificativa da ausência do governador Rui Costa, é que devido a uma doença que aconteceu de última hora, ficou impossibilitado de vir a Guajerú.
     



  • 'Vamos agradecer, mas também cobrar mais beneficios para Guajeru' diz Gil Rocha

    O prefeito Gil Rocha esteve prestigiando as festividades da cidade de Maetinga, governada por seu colega de partido, Edcarlos Lima. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    O prefeito de Guajeru, Gil Rocha, em companhia do vice – prefeito Fernando e do vereador , Valdeiney Souza, estiveram prestigiando as comemorações do aniversário dos 30 anos de emancipação política da cidade de Maetinga, no último fim de semana. Na oportunidade, o prefeito Gil Rocha falou ao Destaquebahia, sobre a visita do governador Rui Costa ao municipio no próximo dia 23, e segundo o prefeito, a oportunidade será aproveitada para reivindicar alguns benefícios para o município, além de agradecer pelas obras já realizadas. “A gente tem algumas demandas que vamos está protocolando em palanque, revitalização do centro, praças e a pavimentação do Bairro Jardim Paraíso; a principio vamos está apresentando essas demandas e agradecendo outras obras que foram desenvolvidas pelo Governo do Estado no município” disse o prefeito.



  • Rui Costa estará em Guajeru para inauguração das obras de pavimentação asfáltica

    Foto: Fabiano Neves / arquivo do Destaquebahia

    No próximo dia 23 de maio (sábado) o governador Rui Costa estará no município de Guajeru para entrega das obras de pavimentação asfáltica da BA-148 que liga o município a Malhada de Pedras.

    Concluídas no segundo semestre de 2014, as obras no trecho de cerca de 22 km serão oficialmente entregues pelo governador em cerimônia a ser realizada às 09:00h. Na oportunidade o governador também visitará o Colégio Estadual Jorge Amado e o Colégio Municipal Antônio Andrade.

    Para o prefeito de Guajeru, a obra é um marco para o desenvolvimento do município e da microrregião. “O asfalto interligando Guajeru e Malhada de Pedras, e consequentemente a outras vias, já tem facilitado ao povo de Guajeru o acesso a centros de referência na saúde, educação e serviços. A melhoria no acesso pela BA-148 também trará ao município benefícios que até então não foram possíveis e que irão melhor, de forma significativa, a vida do nosso povo. Portanto é uma ação que deve ser comemorada por todos nós.” Destacou Gil Rocha.



  • Prefeito de Guajeru tira a esposa do Cargo de Tesoureira e a coloca como Secretária de Administração

    Prefeito Gil Rocha e a esposa Marta Santos Lima Rocha. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    Após um longo período ocupando o cargo de tesoureira da Prefeitura Municipal de Guajeru, a 1ª Dama, Marta Santos Lima Rocha, foi exonerada do cargo na última segunda-feira (11). A notícia soou de forma positiva perante os guajeruenses, os quais, usando as redes sociais, teciam duras críticas ao prefeito, que insistia em manter no cargo a sua esposa, além do cargo de Secretária de Assistência Social ocupado por sua irmã, Ivanilde Aparecida Rocha Meira.

    Alegria dos guajeruenses durou pouco, vez que, na manhã desta terça-feira (12), a 1ª Dama, Marta Santos Lima Rocha, foi nomeada Secretária de Administração do Município, gerando novamente vários comentários negativos por parte dos munícipes, que vê como nepotismo o que vem acontecendo na gestão do atual prefeito Gilmar Rocha Cangussu, (PT) .

    O Destaquebahia entrou em contato por telefone com o prefeito Gil Rocha, mas não foi atendimento, o mesmo aconteceu com 1ª Dama Marta Santos Lima Rocha. A nossa reportagem conseguiu falar apenas com José Carlos Rodrigues Oliveira, Secretário de Administração que foi exonerado para dar lugar a esposa do prefeito, mas José Carlos não quis comentar sobre o assunto, se limitando apenas a dizer que tem conhecimento da nomeação da 1ª dama para ocupar o seu cargo, mas disse não saber qual será o seu destino dentro da prefeitura.