publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
Aliane Aguiar em:
Homem é preso com 9 kg de maconha em Guanambi, no Bairro Beija Flor II
 
 
Leandro Vieira de Andrade santos em:
GUANAMBI: CÂMARA APROVA CRIAÇÃO DE GUARDA CIVIL ARMADA
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "mundo":
 
13.10.2017 - MUNDO
 
Depois dos Estados Unidos, Israel anuncia que vai deixar Unesco
 
Depois dos Estados Unidos, Israel anuncia que vai deixar Unesco
Foto: Casa Rosada / Fotos Públicas
 

Pouco depois dos Estados Unidos, o governo Israel também anunciou que vai deixar a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O motivo é o mesmo: ambos criticam a postura anti-israelense da entidade. Segundo informações da AFP, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu "deu a instrução ao Ministério das Relações Exteriores para preparar a retirada de Israel da organização, paralelamente aos Estados Unidos". "A Unesco se tornou o teatro do absurdo, onde se deforma a história, em vez de preservá-la", diz um trecho da nota de seu gabinete. Essa não é a primeira vez que a relação entre o país e a entidade é abalada. De acordo com a AFP, no passado, Israel suspendeu sua cooperação com a Unesco depois de uma votação sobre um local sagrado de Jerusalém. No entendimento dos israelenses, a decisão seria uma negação do vínculo milenar entre os judeus e a cidade. Já os EUA alegaram ainda que a saída reflete as preocupações do país com as crescentes contas atrasadas da organização e a necessidade de reformas

 
     
     
 
11.10.2017 - MUNDO
 
Bombardeiros dos EUA sobrevoaram Península Coreana na terça, diz Coreia do Sul
 
Bombardeiros dos EUA sobrevoaram Península Coreana na terça, diz Coreia do Sul
Reuters
 

As Forças Armadas dos Estados Unidos sobrevoaram a Península Coreana (área que se estende pelas duas Coreias) com dois bombardeiros B-1B Lancer da Força Aérea no final da terça-feira (horário local), em meio às elevadas tensões por contas dos programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte, disseram as Forças Armadas da Coreia do Sul.

Os dois bombardeiros B-1B foram escoltados por dois caças F-15K da Coreia do Sul depois de deixarem sua base em Guam, disse o Estado-Maior Conjunto sul-coreano em divulgação à imprensa na quarta-feira (horário local).

Depois de entrar no espaço aéreo sul-coreano, os dois bombardeiros realizaram exercícios ar-terra nas águas da costa leste da Coreia do Sul, depois voaram para águas entre a Coreia do Sul e a China para repetir o exercício, disseram os militares da Coreia do Sul.

As Forças Armadas da Coreia do Sul disseram que as manobras foram parte de um exercício para impulsionar a defesa militar e também uma forma de demonstrar a aliança entre Estados Unidos e Coreia do Sul.(Reuters)

 
     
     
 
10.10.2017 - MUNDO
 
'O Trump serve de exemplo para mim', diz Bolsonaro em visita aos EUA
 
'O Trump serve de exemplo para mim', diz Bolsonaro em visita aos EUA
 

"O Trump serve de exemplo para mim", disse o pré-candidato à Presidência, deputado Jair Bolsonaro (PSC), que participa de eventos nos Estados Unidos durante esta semana. "Sei da distância minha para o Trump, mas, havendo possibilidade, pretendo me aproximar dele para o bem do Brasil e dos Estados Unidos. Serve para levar muitos exemplos daqui para o Brasil."

 
     
     
 
04.10.2017 - MUNDO
 
Companheira do atirador de Las Vegas chega aos Estados Unidos
 
Companheira do atirador de Las Vegas chega aos Estados Unidos
 

Marilou Danley, apontada como companheira deStephen Paddock, o atirador responsável pelomassacre em Las Vegas que deixou 59 mortos e centenas de feridos, chegou aos Estados Unidos na noite desta terça-feira. Ela estava nas Filipinas, e desembarcou no Aeroporto Internacional de Los Angeles.

 
     
     
 
03.10.2017 - MUNDO
 
Suspeito de integrar esquema da Odebrecht, vice-presidente do Equador é preso
 
Suspeito de integrar esquema da Odebrecht, vice-presidente do Equador é preso
Foto: Arquivo / El Universal
 

Suspeito de corrupção no caso Odebrecht, o vice-presidente do Equador, Jorge Glas, foi detido em Guaiaquil e levado para uma prisão no norte de Quito. A informação é da agência EFE. Glas chegou à capital equatoriana em um avião da Força Aérea do país. O voo durou apenas 50 minutos e eles estava acompanhado por seu tio, Ricardo Rivera, que também é investigado. O avião aterrissou no Aeroporto Internacional Mariscal Sucre, a cerca de 20 quilômetros de Quito – lá ele foi levado em comboio composto por veículos com vidros escuros chegou à Prisão 4 por volta das 23h (hora local). Ao chegar ao presídio, um grupo de seguidores cantavam músicas em sua defesa, com bandeiras do movimento de esquerda Alianza País. O local foi cercado pela polícia para impedir que os apoiadores de Glas se aproximassem. A ordem de prisão preventiva foi determinada em audiência realizada em Quito, após a apresentação de novas provas apresentadas ao tribunal pela Promotoria Geral, que recebeu recentemente nova informação dos Estados Unidos sobre o caso Odebrecht, indicando que Glas e seu tio Rivera podem ser acusados de dois novos crimes, incluindo o de propina. Glas se entregou à polícia ainda nesta segunda-feira (3), em sua residência, mas nega relação com o esquema de corrupção da empreiteira. Segundo informações do jornal El Universo, Glas continua sendo vice-presidente, apesar de sua situação legal -- o cargo só ficará vago se ele renunciar ou se, após três meses da prisão, a Assembleia decidir por sua saída, com votação favorável de 75% da Casa. A Alianza País tem, no entanto, maioria, com 74 dos 137 deputados.

 
     
     
 
02.10.2017 - MUNDO
 
Ataque em Las Vegas: o que se sabe sobre tiroteio em festival
 
Ataque em Las Vegas: o que se sabe sobre tiroteio em festival
 

Pelo menos 20 pessoas morreram e outras 100 ficaram feridas em um tiroteio durante um show em Las Vegas.

 

Um atirador abriu fogo na plateia de um festival de música no hotel Mandalay Bay. 

O som do que parecia ser prolongados disparos de arma automática foi registrado em vídeos amadores postados nas redes sociais. 



Ataque em Las Vegas: o que se sabe sobre tiroteio em festival
 
     
     
 
25.09.2017 - MUNDO
 
Ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte diz que Trump declarou guerra ao país
 
Ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte diz que Trump declarou guerra ao país
 

O ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, afirmou nesta segunda-feira (25) que o presidente americano Donald Trump declarou guerra ao país. Durante o final de semana, ambos trocaram insultos, com Ri chamando o republicano de "um transtornado mental repleto de megalomania" neste sábado (23), ao que Trump reagiu. Neste domingo (24), o americano disse que se ele faz eco aos pensamentos do "homenzinho do foguete", em referência a Kim Jong Un, "eles não estarão aí por muito mais tempo". Ri Yong Ho interpretou as palavras de Trump como declaração de guerra. "O mundo inteiro deve claramente se lembrar que foram os Estados Unidos queprimeiro declararam guerra ao nosso país. (...) Temos todo o direito de adotar contramedidas, incluindo o direito de derrubar bombardeios estratégicos dos Estados Unidos, mesmo que eles não estejam dentro do espaço aéreo do nosso país", ameaçou Ri, de acordo com o G1. O clima de tensão entre os dois países só crese. Na última sexta-feira (22), a Coreia do Norte ameaçou testar uma bomba nuclear de hidrogênio de escala sem precedentes sobre o Pacífico. A ameaça foi uma reação à fala de Trump, que prometeu destruir o país caso não tivesse escolha.

 
     
     
 
25.09.2017 - MUNDO
 
Kim Jong-un diz que Trump é desequilibrado e pagará por ameaças
 
Kim Jong-un diz que Trump é desequilibrado e pagará por ameaças
 

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, afirmou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é “desequilibrado” e “pagará caro” por suas ameaças aos norte-coreanos. As declarações foram feitas em um comunicado divulgado pela agência de notícias estatal, em reposta às últimas declarações dadas pelo americano na Assembleia-Geral das Nações Unidas.

 
     
     
 
21.09.2017 - MUNDO
 
Coreia do Norte diz que Trump apenas late
 
Coreia do Norte diz que Trump apenas late
 

O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, declarou nesta quarta-feira, em Nova York, que as declarações do presidente americano, Donald Trump, de que vai "destruir totalmente" seu país são ameaças de quem apenas "late".

Leia a cobertura completa da crise na Coreia

"Há o ditado de que a caravana passa e os cães ladram", declarou Ri Yong-ho na entrada de seu hotel. "Se querem nos ameaçar com um latido, estão tendo claramente um sonho de cachorro". 

Trump usou todo o seu arsenal retórico na terça-feira, na Assembleia Geral das Nações Unidas, ao declarar que "se os Estados Unidos forem forçados a se defender ou a seus aliados, não haverá outro remédio que destruir totalmente a Coreia do Norte".

O discurso de Trump ocorreu após meses de tensão entre os dois países devido ao programa nuclear e balístico de Pyongyang, que tem desafiado as sanções da ONU com testes atômicos e o disparo de mísseis que sobrevoam o Japão. (AFP - ‎quinta-feira‎, ‎21‎ de ‎setembro‎ de ‎2017)

 
     
     
 
21.09.2017 - MUNDO
 
Após terremoto, presidente do México anuncia três fases para reconstrução
 
Após terremoto, presidente do México anuncia três fases para reconstrução
Foto: Reprodução / Twitter @EPN
 

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, anunciou nesta quarta-feira (20) o planejamento de ações para gerir os danos causados pelo terremoto ocorrido na última terça-feira (19) e pediu aos voluntários que apoiem o trabalho de auxílio às vítimas. "Somos todos um quando se trata de salvar uma vida", disse. De acordo com informações da Agência EFE, Pieña Nieto informou que o governo realizará três ações: apoio à população afetada, elaboração de um censo amplo de danos materiais, e por fim, reconstrução – esta última etapa, segundo o presidente, "exigirá inicialmente a demolição de edifícios com danos estruturais irreparáveis e a remoção de detritos". "Nessa etapa, será necessária a participação ativa do setor privado e da sociedade como um todo durante as próximas semanas", completou. Foram registradas até agora 230 mortes por causa do terremoto, de magnitude 7,1 na escala Richter – entre as vítimas, 100 eram na Cidade do México, 69 no estado de Morelos, 43 em Puebla, 13 no Estado do México, 4 em Guerrero e 1 em Oaxaca. O presidente agradeceu também, em nome da nação, "as milhares de mensagens de solidariedade e incentivo de todas partes do mundo". "O México aceitou a ajuda técnica e especializada que nos ofereceram diversos países, em particular a Espanha, os Estados Unidos, Israel, o Japão e outras países latino-americanos que têm reconhecida experiência em resposta a desastres naturais como os que enfrentamos", acrescentou. 

 
     
     
 
20.09.2017 - MUNDO
 
Número de mortos após terremoto no México chega a 226
 
Número de mortos após terremoto no México chega a 226
Foto: Reprodução / UOL
 

A agência de defesa civil do México informou na madrugada desta quarta-feira (20) que já foram confirmadas 226 mortes após o terremoto de 7,1 pontos que atingiu o país na véspera. Dezenas de prédios ruíram na Cidade do México e em Estados próximos. O chefe da agência, Luis Felipe Puente, informou pelo Twitter que há 117 vítimas fatais confirmadas na Cidade do México, 55 no Estado de Morelos (que fica ao sul da capital do país), e 39 no Estado de Puebla - onde o abalo teve seu epicentro. Outras 12 pessoas morreram no Estado do México (que circunda a capital) e três no Estado de Guerrero. O número da Defesa Civil não incluiu uma morte no Estado de Oaxaca, anunciada por autoridades locais. O epicentro do tremor foi na cidade de Raboso, em Puebla, a 123 quilômetros a sudeste da Cidade do México.(Bahia Notícias)

 
     
     
 
18.09.2017 - MUNDO
 
ONU esgotou opções para Coreia do Norte, diz embaixadora
 
ONU esgotou opções para Coreia do Norte, diz embaixadora
 

A embaixadora dos Estados Unidos para a Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Hayley, afirmou neste domingo que as ameaças de “fogo e fúria” do presidente americano, Donald Trump, sobre a Coreia do Norte não eram palavras vazias.

Leia a cobertura completa da crise na Coreia

Segundo ela, o Conselho de Segurança da ONU “praticamente esgotou” todas as opções diplomáticas para a Coreia do Norte. “Estou prontamente feliz em dar esta tarefa para o secretário de Defesa, James Mattis, que tem um leque de opções militares para a questão”, afirmou Hayley, ao “State of the Union”, da emissora americana CNN.

 

 
     
     
 
15.09.2017 - MUNDO
 
OTAN: Novo míssil norte-coreano 'exige resposta global'
 
OTAN: Novo míssil norte-coreano 'exige resposta global'
 

O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, frisou para a comunidade internacional a importância de reação global ao mais recente lançamento de míssil balístico disparado pela Coreia do Norte.

"O lançamento de míssil pela Coreia do Norte é mais uma violação grave das resoluções da ONU, bem como ameaça séria à paz e à estabilidade internacionais, que exige uma resposta global", escreveu Stoltenberg no Twitter.

Pyongyang lançou nesta sexta-feira (15), mais um míssil balístico. De acordo com os militares japoneses e sul-coreanos, o míssil alcançou uma atitude de cerca de 800 quilômetros e sobrevoou uma distância de 3.700 quilômetros, caindo a 2,2 mil quilômetros da ilha japonesa de Hokkaido. Com informações do Sputnik News. 

 
     
     
 
11.09.2017 - MUNDO
 
Coreia do Norte ameaça Estados Unidos com 'maior dos sofrimentos'
 
Coreia do Norte ameaça Estados Unidos com 'maior dos sofrimentos'
Kim Jong Un acompanha lançamento de míssil de médio alcance em foto divulgada em 30 de agosto pela agência estatal norte-coreana KCNA (Foto: Reuters/KCNA)
 

A Coreia do Norte advertiu nesta segunda-feira (11, horário local) aos Estados Unidos que lhe infligirá "o maior dos sofrimentos" se Washington prosseguir exortando a ONU a endurecer suas sanções contra Pyongyang após seu sexto teste nuclear.

Em comunicado reproduzido pela agência oficial KCNA, o ministério norte-coreano das Relações Exteriores adverte que se Washington "aplicar esta resolução ilegal sobre um endurecimento das sanções, a Coreia do Norte garantirá que os Estados Unidos paguem o preço".

"As medidas que adotarão vão causar aos Estados Unidos o maior dos sofrimentos e dores de toda a sua história".

"O mundo será testemunha de como a Coreia do Norte dobra os gângsteres americanos lançando uma série de ações mais duras do que se possa imaginar".

Os Estados Unidos pediram formalmente na sexta-feira que o Conselho de Segurança da ONU vote na próxima segunda novas sanções contra a Coreia do Norte.

O projeto de resolução americano prevê um embargo sobre o petróleo, impedir a importação têxtil norte-coreana, congelar bens do líder Kim Jong-Un, expulsar cidadãos norte-coreanos que vivem no exterior e inspecionar navios suspeitos em alto mar.

O último teste nuclear norte-coreano ocorreu em 3 de setembro, após Pyongyang lançar 14 mísseis balísticos no decorrer de 2017, dois deles intercontinentais.(g1)

 
     
     
 
08.09.2017 - MUNDO
 
Forte terremoto sacode costa sul do México, deixa 15 mortos e gera alerta de tsunami na América Central
 
Forte terremoto sacode costa sul do México, deixa 15 mortos e gera alerta de tsunami na América Central
As ruínas de uma casa em Oaxaca, após forte tremor (Foto: Luis Alberto Cruz / AP Photo)
 

Forte terremoto de magnitude 8,1 atingiu a costa sul do México no final da noite desta quinta-feira (7), informou o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que registra sismos em todo o mundo. Chegam a 15 o número de mortes confirmadas nos estados de Chiapas e Tabasco.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico emitiu alerta de possíveis ondas gigantes de até 4 metros de altura para México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador.

O sismo sacudiu quase todo o México e foi sentido em vários países da América Central.



Forte terremoto sacode costa sul do México, deixa 15 mortos e gera alerta de tsunami na América Central
Famílias deixam seus imóveis na Cidade do México após forte tremor (Foto: Pedro Pardo / AFP Photo)
 
     
     
 
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções