BUSCA PELA CATEGORIA "MUNDO"

  • Indonésia: Pescadores fisgam peixe de 1 tonelada

    Animal gigante media 2 metros de comprimento / R7 / Foto: Reprodução

    Pescadores de Palu, na Indonésia, fisgaram um peixe-lua – popularmente chamado de mola-mola – com peso de 1 tonelada e 2 metros de comprimento. O peixe foi carregado para areia ainda vivo, mas morreu depois de uma hora fora da água.  O animal é comumente encontrado em águas tropicais e temperadas.
     
     
     
     



     



  • Papa Francisco se confunde e fala palavrão durante bênção dominical

    Fonte: Robson Pires / Foto: Reprodução

    Nem o dom da infalibilidade, que, acredita-se, é concedido por Deus aos pontífices, salvou o papa Francisco quando dava a sua bênção semanal no domingo (2) na praça São Pedro, no Vaticano. O papa argentino se confundiu com a língua italiana e acabou falando um palavrão sem querer, para espanto geral da multidão que ouvia as suas palavras.
     
    Francisco fazia um sermão em que pedia uma solução pacífica para a crise na Ucrânia. Em vez de dizer “neste caso”, o papa leu “neste ‘cazzo’”, que, em italiano, é uma gíria popular para se referir ao órgão sexual masculino e é usada com bastante frequência na Itália.
     
     



  • Estado norte-americano quer legalizar surra em crianças para

    Finney, que tem três filhos e quatro netos, afirmou que a iniciativa seria usada para restaurar a disciplina nas famílias / Fonte: NY Daily News

    Um legislador do Estado norte-americano de Kansas apresentou uma proposta de lei polêmica. Esta permitiria que os pais, professores e prestadores de cuidados infantis pudessem espancar crianças de forma livre para “ajudar” no aprendizado das mesmas. 

    O membro da câmara dos Deputados do Kansas, Gail Finney, propôs o projeto que permitiria até 10 palmadas de mão, bem como a possibilidade de causar vermelhidão e hematomas nas crianças. A lei também daria aos pais o direito de conceder a permissão a outros para baterem nos seus próprios filhos. 

    Atualmente, o estado por lei permite palmadas que não deixem marcas nas crianças. Pelo menos 30 outros estados do país já proibiram a punição corporal de forma completa. 


     



  • Deprimido por não ser casado, homem sequestra e queima três sobrinhas na Índia

    Tio ligou para um dos presentes do casamento e disse que ia se suicidar porque continuava solteiro / Reprodução/thehansindia.com

    Um homem sequestrou e queimou vivas três sobrinhas com idades entre quatro e nove anos em um casamento no sudeste da Índia porque, segundo seus familiares, sofria de depressão porque ainda não era casado, informou nesta quinta-feira (20) a Polícia local.

    O casamento aconteceu na quarta-feira (19) no povoado de Nizamabad, no estado de Andhra Pradesh, e embora as meninas tenham desaparecido no final da tarde, somente esta manhã seus corpos carbonizados foram encontrados, afirmou o superintendente da Polícia local, Tarun Joshi.

    O tio das menores, Narendra Reddy, de 37 anos, atraiu as meninas com chocolates para que o acompanhassem de carro e depois as queimou jogando gasolina nelas, segundo a agência Ians e a NDTV.

    Por volta das 22h30 de quarta-feira, Reddy telefonou para um dos presentes ao casamento e lhe comunicou que estava a cerca de 40 quilômetros e que ia se suicidar, porque enquanto todos os homens na família se casavam, ele continuava solteiro.

    A Polícia encontrou o relógio e o sapato de Reddy junto a uma ponte, mas no começo da tarde ainda não tinha sido localizado, por isso que o suicídio não foi confirmado e as forças de segurança ordenaram sua busca e captura.



  • Filha adotiva de Woody Allen relata em carta seus supostos abusos

    (EFE - Agência EFE)

    Dylan Farrow, filha adotiva de Woody Allen, relatou neste sábado (1) em carta aberta os supostos abusos sexuais aos quais foi submetida pelo cineasta quando tinha 7 anos, fatos que voltaram a ilustrar os noticiários por ocasião do recente tributo ao ator e diretor na festa dos Globos de Ouro. A carta de Farrow, publicada na edição digital do jornal The New York Times, detalha o suposto assédio ao qual o diretor deManhattan a submeteu no começo dos anos 90. Especialmente, se detém em um episódio ocorrido quando tinha apenas 7 anos. Segundo assegura na carta, Allen a levou então a um sótão de sua casa e abusou sexualmente dela, o que levou à então menina a denunciar a situação a sua mãe, Mia Farrow, que rompeu sua relação com o cineasta. O caso foi divulgado em 1993, mas o cineasta sempre negou as acusações e elas foram retiradas, por isso que nunca foi julgado. Após guardar silêncio durante anos, Dylan Farrow narra agora em primeira pessoa os fatos, depois que seu irmão, Ronan, criticou o tributo rendido ao cineasta nos Globos de Ouro pelos supostos abusos do diretor sobre sua filha.
    Segundo assinala na carta Farrow, que agora tem 28 anos, o assédio de Allen a seguiu enquanto crescia e a levou a sofrer desordens alimentares e problemas para se relacionar com homens. "Cada vez que via o rosto de meu abusador - em um cartaz, em uma camiseta, na televisão -, só podia esconder meu pânico até encontrar um lugar para ficar sozinha e me esconder", assegura. Além disso, a jovem critica a atitude da maior parte das estrelas de Hollywood por passar por cima dos supostos abusos de Allen. "O que faria se tivesse sido sua filha, Cate Blanchett? Louis CK? Alec Baldwin? E se tivesse sido você, Emma Stone? Ou você, Scarlett Johansson?", pergunta Farrow a alguns artistas que trabalharam com Allen. Segundo a jovem, "Woody Allen é um testemunho vivo do modo no qual nossa sociedade julga os sobreviventes de ataques sexuais e abusos".



  • Sírios 'comem grama' para enfrentar fome em Homs

    Cenário de destruição em Homs (Foto: Reuters)

    Morador de cidade sitiada diz que suprimentos acabaram, forçando a população a comer 'qualquer coisa que cresça no chão'.

    Moradores da sitiada cidade de Homs, na Síria, estão tão desesperados por alimentos que têm comido 'qualquer coisa que cresça no chão, plantas, até grama', disse à BBC o sírio Baibars Altalawy.
    A cidade está sob ataque das tropas do governo há mais de um ano e meio.

    Segundo Altalawy, os moradores das partes sitiadas dependiam de alimentos, remédios e combustível enviados ao local quando o estado de sítio foi imposto. Mas esses suprimentos acabaram.

    'Se não morrermos por conta dos bombardeios ou dos franco-atiradores, vamos morrer de fome ou frio', disse Altalawy, de 24 anos, via Skype, de Homs.

    A população local esperava que a conferência em Genebra, que discute a guerra civil na Síria, levasse à criação de rotas seguras para que os moradores pudessem abandonar Homs - mas Altalawy afirma que, se o regime quisesse ajudar a população a escapar, já o teria feito.

    O mediador da ONU, Lakhdar Brahimi, tenta obter acesso humanitário à área sitiada, mas os diálogos permanecem emperrados. A delegação síria exige garantias de que a ajuda humanitária americana não irá para 'grupos terroristas armados' na cidade.

    São 13 distritos, incluindo a histórica Cidade Velha de Homs, que estão 'totalmente sitiados', afirmou Altalawy.

    'Há famílias, mulheres, idosos, feridos (ali), e muitos dos idosos precisam de medicamentos para doenças crônicas', prosseguiu o sírio. 'Não temos recebido nenhuma ajuda, tudo o que vemos diariamente são confrontos. Os rebeldes nas áreas sitiadas estão fazendo o que podem para impedir a entrada das tropas do regime.'

    Fome
    Na falta de alimentos, Altalawy diz que a população está colhendo qualquer tipo de planta ou grama. 'Daí cozinhamos com água, usando madeira (para o fogo), porque não temos gás'.

    Só que essas gramas e arbustos têm causado indigestão e febre em alguns moradores. 'Alguns dias atrás, um idoso morreu seis horas após comer a grama.'

    Altalawy afirma também que o bombardeio sobre a cidade não tem tido trégua - e que áreas de população civil estão sendo 'diretamente alvejadas' pelas forças ligadas ao presidente Bashar al-Assad.

    'Muitos morreram porque não temos equipamento ou medicamentos para salvar suas vidas. O pouco que sobrou de remédio está vencido, mas temos usado mesmo assim.'

    'Pouca esperança'
    A situação médica é tão desesperadora quanto à situação humanitária, agregou. 'Quando alguém é ferido, só o que podemos fazer é rezar a Deus para aliviar sua dor, porque não podemos tratá-lo ou sequer alimentá-lo.'

    Além da população sitiada, 700 mil pessoas foram forçadas a se deslocar por conta dos conflitos, diz o sírio - muitas estão abrigadas em prédios públicos ou em acampamentos improvisados fora das áreas bombardeadas.

    Há 'pouca esperança' quanto aos sucesso das negociações em Genebra.

    'Estamos à beira da morte, e não há formas de tirar os doentes ou feridos (da cidade). E sabemos que qualquer pessoa que tente escapar do sítio será morta com certeza.'

     



  • Freira vai ao hospital com dor de estômago e entra em trabalho de parto

    Fonte da imagem: Shutterstock

    Ela disse que não sabia que estava grávida. O filho recebeu o nome de Francesco, em homenagem ao Papa
     

    Se você é do tipo que gosta de uma boa polêmica esta é para você: na semana passada uma freira teve um filho na Itália, alegando que nem ao menos sabia que estava grávida. Ela estava no convento onde vive, em Campomoro, quando começou a sentir o que achou que eram dores estomacais.

    Ela foi levada ao hospital e não saiu de lá com um diagnóstico de úlcera, mas com um menino recém-nascido nos braços. O filho da freira de 31 anos foi batizado de Francesco, em homenagem ao Papa.

    As outras freiras do convento se disseram muito surpresas com o ocorrido, e a declaração da madre superiora, irmã Ermínia, está em todos os jornais que falaram sobre o assunto. De acordo com a madre, a freira “parecia não ser capaz de resistir às tentações”.

    De acordo com o Telegraph, o bispo local declarou que ela deveria deixar o convento e os votos religiosos para cuidar do seu bebê. A freira, que é de El Salvador, teme que sua reputação esteja abalada e que sua família a julgue pelo acontecido. Em momento algum ela disse que o ocorrido tinha algum tipo de “gravidez milagrosa”.

    Há rumores de que ela possa ter engravidado durante uma visita a seu país no ano passado, onde teria encontrado um ex-namorado. O convento disse que vai dar apoio à freira, que não teve seu nome revelado, até que ela decida o que fazer com o seu futuro. (Por Daiana Geremias)



  • Scarano já está em prisão domiciliar em processo por evasão de divisas. Entre os 3 presos nesta terça-feira está um padre afastado desde 2013. O monsenhor Nunzio Scarano, um ex-contador de alto escalão no Vaticano já julgado por evasão de divisas, foi também acusado de lavagem de dinheiro nesta terça-feira (21), disseram autoridades policiais e seu advogado. Scarano se encontra em prisão domiciliar em Salerno, sua cidade natal no sul da Itália, devido ao processo de evasão de divisas que começou em 3 de dezembro. A nova acusação se refere à suposta lavagem de dinheiro por meio das contas do clérigo no Banco do Vaticano, contou o advogado Silverio Sica à Reuters.Scarano está sendo julgado pela acusação de conspirar para enviar cerca de 20 milhões de euros da Suíça para ricos amigos do ramo de estaleiros em Salerno, próximo de Nápoles. A polícia disse que Scarano e duas outras pessoas que receberam mandados de prisão nesta terça-feira são suspeitos de lavagem de dinheiro e falso testemunho. Sica disse que entre os presos está um padre, amigo de Scarano, que foi afastado de seu emprego no Vaticano desde o ano passado. O comunicado da polícia diz que milhões de euros em "falsas doações" feitas por empresas estrangeiras foram movimentadas por meio das contas de Sacarano no Banco do Vaticano, formalmente conhecido como Instituto para Obras de Religião (IOR). Decisão anterior Scarano está detido desde 28 de junho de 2013 suspeito de ter servido de "laranja" para transferências suspeitas procedentes de Mônaco efetuadas através do IOR, o banco do Vaticano. Ele também teve os bens congelados. Scarano, ex-chefe de contabilidade da APSA, agência que administra o patrimônio do Vaticano, escondia "do beneficiário real das operações (realizadas através de contas que ele controlava) e tentava impedir o rastreamento dessas somas em dinheiro", segundo a polícia.



  • Pastor sul-africano faz congregação comer grama para “estar mais perto de Deus”

    Fonte: DIHITT Foto: Reprodução

    Um pregador neopentecostal africano fez sua congregação comer grama alegando que desta maneira eles estariam “mais perto de Deus”.
    Desde 2002, o pastor Daniel Lesego é líder do Ministério Centro Raboni, em Garankuwa, ao norte de Pretória, uma das capitais da África do Sul. Suas mensagens polêmicas têm atraído críticas de milhares de pessoas, embora os membros testemunhem muitos milagres nos cultos.
    Nos últimos dias, uma reportagem do jornal inglês Daily Mail mostrou que muitos membros da congregação acabaram passando mal ao passo que alguns alegavam terem sido curados após terem feito isso.
    Segundo o Mail, o pastor teria ensinado que os seres humanos podem comer qualquer coisa para alimentar seus corpos. ‘Sim, nós podemos comer grama e estamos orgulhosos disso pois demonstra que é possível fazer qualquer coisa quando temos em nós o poder de Deus”, afirmou Rosemary Phetha, estudante de 21 anos que afirma ter sido curada.
    Doreen Kgatle, 27, sofreu um derrame há dois anos. Ela testemunha: “Eu não podia andar, mas logo depois de comer a grama, como o pastor tinha ordenado, comecei a recuperar minhas forças e uma hora mais tarde, consegui andar de novo”.
    Após a reportagem do Mail ser publicada, as fotos foram retiradas do Facebook. Contudo, é possível ver muitos outros relatos de curas e uma sequência grande de profecias para 2014. Também é possível ler dezenas de comentários críticos de pessoas que chamam o pastor de enganador e os milagres de “fraudes”.



  • MUNDO

    Israel: Morreu Ariel Sharon

    Israel: Morreu Ariel Sharon

    Fonte: Noticias ao Minuto / Reprodução

    Em coma desde 2006 – altura em que sofreu um Acidente Vascular Cerebral - a saúde de Ariel Sharon degradou-se violentamente a partir do primeiro dia deste ano, com vários órgãos vitais a começarem a falhar.  

     

    O respeitado líder israelita, que completaria os 86 anos no próximo mês, acabou mesmo por não resistir e morreu durante a madrugada no hospital Sheba Medical Center em Tel Hashomer, Israel. De acordo com o Jerusalem Post, os dois filhos de Ariel Sharon estiveram com ele nos seus últimos momentos de vida.

     

    A mesma fonte adianta que o antigo governante israelita terá um funeral de Estado que se realizará no rancho da família, em Negev, onde está enterrada a mulher de Ariel Sharon que morreu em 2000.

     

    Ariel Sharon ficou conhecido por ter levado a cabo, quando era ministro da Defesa, a invasão do Líbano em 1982, tendo-lhe sido imputada a responsabilidade dos massacres ocorridos nos campos de refugiados de Sabra e Chatila, em Beirute, no mesmo ano.

     

    Em fevereiro de 2001 foi eleito primeiro-ministro, tendo sido reconduzido para um segundo mandato em 2003.

     

    Grande defensor da colonização dos territórios palestinianos, este líder da direita israelita organizou, em 2005, a retirada de israel da Faixa de Gaza e o desmantelamento das colónias instaladas na região.

     

    Em dezembro de 2005, já depois de ter abandonado o Likud e formado um novo partido, sofre um pequeno derrame que o obriga a ser hospitalizado. Recupera. mas a 4 de janeiro do ano seguinte teve um acidente vascular cerebral que o atira para coma durante oito anos.

     

    No final de 2013 os médicos chegaram a registar alguma melhoria no seu estado, notando que a atitividade cerebral intensifica-se quando lhe são mostradas fotografias da família, mas nos últimos dias o seu estado de saúde tinha piorado consideravelmente. Faleceu hoje num hospital perto de Telavive, aos 85 anos.

     



  • Homem iraniano está há 60 anos sem tomar banho

    Homem iraniano, identificado como Amoo Hadji, tem 80 anos e está há 60 sem tomar banho / Folha de São Paulo / Foto: Reprodução

    Um homem que mora no sul do Irã está há 60 anos sem tomar banho, segundo relatou a agência de notícias estatal Irna. Identificado como Amoo Hadji, 80, ele leva vida de forma primitiva, dormindo numa cabana construída por moradores do vilarejo de Dezhgah, na Província de Fars, situado próximo da área onde está instalado. Além da sujeira que forma grossas camadas de crosta em sua pele e barba, o homem também é conhecido na região por gostar de fumar charuto contendo esterco de animais que pastam na região. Hadji também fuma tabaco comum, principalmente em épocas de baixa temperatura, quando ele acende vários cigarros ao mesmo tempo para se esquentar. De acordo com a reportagem da Irna, Hadji se alimenta de pequenos animais e gosta de descansar num buraco no chão que se parece com uma cova. Não se sabe o que o levou a optar por esta vida.



  • Pastor que garantia ‘caminhar pela água’ como Jesus morre afogado

    Bahia Noticias

    Um pastor evangélico que garantia aos seus seguidores que, assim como Jesus, podia “caminhar sobre a água” faleceu afogado em uma praia de Libreville, na África, quando tentava realizar a façanha. De acordo com informações de agências internacionais, Franck Kabele, de 35 anos, apareceu nos primeiros dias de 2014 na frente de um grupo de peregrinos, que impactados com a cena, arrastaram o corpo para a areia. Segundo os presentes, o pastor garantiu em diversas ocasiões que era capaz de “replicar o milagre bíblico”. “Ele assegurava que havia tido um revelação e que isso era possível caminhar sobre a água como Jesus”, assegurou uma fonte.



  • Lutador de MMA se defende contra assaltantes e deixa um morto

    Joseph Torrez é profissional, mas tem um cartel negativo, de seis lutas e apenas uma vitória Foto: Reprodução

    Deve ter sido uma cena digna de filme, mas foi realidade: Joseph Torrez, lutador de MMA, conseguiu vencer sozinho uma luta contra quatro assaltantes em casa, deixando, inclusive, um deles morto. As informações são do jornal Huffington Post desta segunda-feira.

    Torrez estava em casa, em Las Cruces, no Condado de Doña Ana, no estado do Novo México, com filho, esposa e outra mulher. Ele já tinha sido ameaçado por Leonard Calvillo, um dos assaltantes, mas desta vez foi pego de surpresa e mesmo assim conseguiu sucesso.

    A vítima no ataque foi Sal Garces, 25 anos, que foi ao local junto ao irmão Raymond, 19, que fugiu. Já Nathan Avalos ficou ferido por causa da luta contra Torrez e está no hospital. E Calvillo também optou pela fuga, mas foi preso posteriormente.

    Agora, os três ladrões responderão pela invasão de propriedade privada e também por formação de quadrilha. Eles já tinham passagem pela polícia por porte de drogas.
    Torrez pode ter que enfrentar um processo pela morte de Garces, mas o advogado acredita que isso não irá acontecer. De acordo com ele, o atleta estava apenas "lutando pela própria vida". Torrez luta como peso leve no MMA e tem um cartel negativo: cinco derrotas e uma vitória.
                                                                                                            
                                                                                                         



  • James Avery, o tio Phill de ‘Um Maluco no Pedaço’, morre nos EUA

    À esquerda, James na época do seriado e, à direita, foto recente do ator / SiteTMZ (Foto: Reprodução)

    O ator James Avery, o tio Phill de "Um Maluco no Pedaço", morreu na noite de terça, 31 de dezembro, aos 68 anos devido a complicações decorrentes de uma recente cirurgia no coração. Ele estava internado em um hospital de Los Angeles, nos Estados Unidos.

    Segundo o site americano TMZ, Barbara, esposa de James, deixou o quarto do marido no hospital por um curto período do tempo e quando voltou ele havia acabado de morrer.

    Alfonso Ribeiro, que interpretou Carlton, filho de Phill no seriado, fez uma homenagem ao ex-colega de elenco em sua página no Facebook: "O mundo perdeu um homem muito especial. É com muita tristeza que digo que James Avery morreu. Embora ela tenha interpretado meu pai na TV, ele foi uma figura maravilhosa de pai para a minha vida. Ele fará uma falta imensa", escreveu o ator.
    O tio de Will foi o papel mais conhecido de James. Com o fim do seriado, ele atuou em episódios de CSI e ainda fez participações em "Eu, a Patroa e as Crianças", "As Visões da Raven","Elas e Eu", "The Closer" e "Grey´s Anatomy".

    Em 2011, quinze anos depois da estreia da série, os atores se reencontraram durante um evento beneficente.

     



  • 1º de janeiro de 2014

    Fonte: Arquidiocese de BH / Foto : Reprodução

    O Vaticano divulgou a primeira mensagem do Papa Francisco para a celebração do Dia Mundial da Paz, celebrado no dia 1º de janeiro de 2014, com o tema “Fraternidade, fundamento e caminho para a paz”. Um convite para cada cristão redescobrir o valor da solidariedade como remédio para os males sociais do mundo de hoje. Leia a mensagem completa