BUSCA PELA CATEGORIA "MUNDO"

  • Atriz é condenada a 18 anos por enviar cartas envenenadas a Obama

    Fonte e Foto: AFP

    A atriz Shannon Richardson é escoltada de tribunal em Texarkana, Texas, após ser condenada a 18 anos de prisão por enviar cartas envenenadas a Obama.

    A atriz americana Shannon Guess Richardson, que já atuou nas séries "The Walking Dead" e "Vampire Diaries", foi condenada nesta quarta-feira (16) a 18 anos de prisão no Texas por enviar cartas envenenadas com ricinina ao presidente Barack Obama, ao então prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, e a um ativista pelo controle de armas de fogo.

    Richardson, uma atriz texana de 35 anos, foi detida há um ano, considerada culpada em dezembro passado por posse de veneno "para utilizá-lo como arma".

    A mulher enviou três cartas com ricinina e ameaças ao presidente Obama, a Bloomberg e ao ex-presidente da associação Prefeitos Contra as Armas Ilegais Mark Glaze.

    A atriz foi condenada a 216 meses de prisão e a uma multa de US$ 367 mil (R$ 816 mil) segundo o documento judicial.

    Richardson realizou várias compras on-line em abril e maio de 2013 de produtos destinados a fabricar ricinina, uma substância mortal em caso de ingestão ou inalação, e contra a qual não existe antídoto.

    A mulher introduziu ricinina nas cartas com ameaças dirigidas a Obama, Bloomberg e Glaze, postadas em uma agência dos correios de New Boston, Texas, em 20 de maio de 2013.



  • Jogadores da Alemanha são acusados de racismo após provocação a argentinos

    Por Júlia Belas / BN Esportes / Foto: Reprodução / Facebook

    Os jogadores da Alemanha foram recebidos por mais de 500 mil pessoas em Berlim e fizeram uma festa gigantesca para comemorar o tetracampeonato mundial. No entanto, a música cantada por alguns jogadores no palco da festa recebeu críticas do povo argentino.
     
    Ao cantar que os "gauchos" (expressão usada para se referir aos argentinos) andam curvados e os alemães caminham eretos, Klose, Götze, Schurrle e Kroos foram criticados. O jornal Olé, principal diário esportivo da Argentina, afirmou em sua manchete que a provocação foi "carregada de raça". "Os alemães, segundo eles, olham de cima. São outra raça", diz a publicação.



  • Queda em casa faz faca de 11 cm espetar cabeça de mulher

    Bocão News / Foto: Reprodução

    Com apenas o cabo do lado de fora, uma faca entrou totalmente na cabeça de uma mulher por acidente em Changchun, na China. Liu Yanya, de 57 anos, foi vista sentada e com a faca na cabeça pela filha, Wang Xue, ao chegar em casa. Levada imediatamente para o hospital, Liu estava consciente e calma antes da cirurgia, podia andar e falar e alegou ter tomado uma queda, que resultou no acidente. A operação de remoção da lâmina do crânio foi bem-sucedida e não deixou sequelas graves aparentemente, mas sua família precisou vender a casa para pagar as despesas médicas.
     



  • Surto de Ebola na África causa 21 mortes em apenas dois dias

    Foto: Divulgação

    Em apenas dois dias, o surto de ebola que assola a África Ocidental causou 21 mortes e infectou outras 44 pessoas, segundo a última apuração feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A situação é preocupante, principalmente em Serra Leoa, onde foram registrados 32 novos casos e 15 mortes, na Libéria, que registrou 11 novas infecções e quatro mortes. Na Guiné, entre os dias 8 e 10 de julho, apenas um novo caso foi detectado, o que parece indicar que a epidemia está diminuindo nesse país. Porém, outros dois infectados morreram. Em comunicado, a OMS disse que, "na Guiné, a tendência da epidemia evidencia uma redução da transmissão viral na comunidade, com apenas um caso registrado nos últimos dias". Os números acumulados até o momento são de 888 contágios e 539 mortes. Desses, 409 casos e 309 mortos foram na Guiné, 142 infecções e 88 mortes na Libéria e 337 casos e 142 mortos em Serra Leoa. Além disso, foi estabelecido um Centro de Coordenação Epidêmico em Conacri, a capital da Guiné, para coordenar e harmonizar o apoio técnico oferecido aos países afetados e a prevenção nas nações vizinhas. A doença é transmitida por meio do contato direto com o sangue e os fluidos corporais de pessoas e animais infectados e causa hemorragias graves e pode ter uma taxa de mortalidade de 90%. A OMS ativou a Global Alert and Reponse Network (Goarn) - uma rede formada por agências internacionais, governos, universidades, e outras entidades - e solicitou especialistas de diversas áreas que possam viajar aos três países para tentar conter o surto de ebola. Esta é a primeira vez que uma epidemia de ebola é identificada e confirmada na África Ocidental, pois, até agora, os surtos sempre tinham ocorrido na África Central.



  • Mãe reconhece coração doado do filho em jovem que recebeu órgão

    Scott leva coração de Carter desde os 14 anos / Foto: Daily Mail

    Quando John Carter morreu há seis anos, vítima de um tumor no cérebro, os pais dele resolveram doar parte dos órgãos do filho que morreu aos 33 anos. No entanto, eles nunca souberam quem os recebeu. Nesta semana, segundo o site Daily Mail, a mãe do britânico identificou, instintivamente, o adolescente que havia recebido o transplante do coração de seu filho. Segundo a publicação, o encontro aconteceu em uma igreja. Os pais de John Carter estavam em um culto, quando um jovem de 20 anos subiu no altar para ler uma passagem bíblica. Naquele momento, Freda Carter (a mãe) ficou em choque e disse ao marido: "Ele tem o coração do nosso John". A única informação que o casal tinha era que o menino que recebeu o coração do filho deles se chamava Scott e que tinha 14 anos, na época (2008). O jovem continuou a fala, se apresentou, e afirmou em certo momento da missa que tinha passado por um transplante do coração. Ao ver e ouvir o jovem, Freda passou mal e teve que ser retirada do local por enfermeiros.

     

    John e Freda há sete anos

    Mais tarde, os enfermeiros perguntaram ao jovem em que hospital ele havia feito o transplante, e a suspeita foi confirmada. Scott e o casal Carter passaram por momentos de emoção. "Ele me disse que seria eternamente grato à minha família e eu pedi para sentir o seu batimento cardíaco. Ele deixou. Era tudo o que eu queria", afirmou a mãe. 



  • Com anel preso no pênis, idoso é socorrido por médicos e bombeiros

    Informações do site Pop Trash / Foto: Reprodução

    Depois de 20 horas com um anel no pênis, um chinês de 83 anos da província de Henan teve que pedir ajuda para retirar o objeto. Com o órgão genital roxo, o idoso foi ao hospital, mas nem os médicos conseguiram solucionar o problema.  Apenas como auxílio dos bombeiros foi possível arrancar fora, com cuidado, o anel, após duas horas de procedimento. “A parte onde o anel estava preso é muito sensível e nós não podemos usar serras e ferramentas normais. Nunca tivemos um incidente deste antes”, disse um médico. O senhor teria tentado espantar a solidão com o objeto e só foi procurar ajuda após contar o caso para a família, que recomendou procurar ajuda médica.



  • Radicais islâmicos postam fotos de execução de soldados no Iraque

    IPU Noticias / informações G1 / Foto: Reprodução

    Fotos divulgadas por radicais islâmicos supostamente mostram a execução de dezenas de soldados iraquianos por militantes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL) na província de Saladino, no norte do Iraque. Os radicais se vangloriaram no Twitter que teriam executado 1.700 soldados, informou o jornal "The New York Times".
     
    A veracidade das fotos não foi verificada, e funcionários do governo lançaram dúvidas se uma execução em massa realmente ocorreu. Ao mesmo tempo, houve relatos de um grande número de funerais em Saladino.
    Ainda de acordo com o jornal, se a afirmação for verdadeira, seria a maior atrocidade em massa da Síria ou do Iraque nos últimos anos, superando até os ataques de armas químicas em Damasco no ano passado, que mataram 1.400 pessoas e foram atribuídas ao governo sírio.
     
    Este último ataque também aumentaria a chance de uma guerra genocida no Iraque, porque os insurgentes se gabaram de que suas vítimas seriam todos xiitas. Segundo o jornal, isso poderia dar início a uma série de assassinatos de represálias de xiitas e sunitas.
     
     
     



  • Mais de 50 mil crianças podem morrer este ano no Sudão do Sul, diz ONU

    BN / Foto: Médicos sem Fronteiras

    A Organização das Nações Unidas (ONU) emitiu um alerta neste sábado (14) no qual informa que mais de 50 mil crianças podem morrer no Sudão do Sul este ano, por fome ou doenças. O país africano sofre há seis meses com uma guerra civil. Segundo o responsável pelas ações humanitárias da ONU no Sudão do Sul, Toby Lanzer, será realizado na região um plano de ajuda para 3,8 milhões de pessoas, com R$ 740 milhões em recursos recebidos pela entidade. O presidente do país, Salva Kiir, e o chefe dos rebeldes, o ex-vice-presidente Riek Machar, firmaram um compromisso para formar um governo de transição no prazo de 60 dias. O conflito, que começou após Kiir acusar Machar de ter executado uma tentativa de golpe de estado, já deixou mais de 10 mil mortos e 1,5 milhão de refugiados.



  • Homem compra produto para aumentar pênis pela internet e recebe lupa

    Yahoo Notícias / Foto: Reprodução

    Um rapaz teve uma surpresa desagradável após comprar pela internet um dispositivo capaz de aumentar seu pênis. Enviado pelo correio, o aparelho não passava de uma lupa.

    O caso aconteceu na cidade de Seri Kembangan, na Malásia. De acordo com o jornal local “The Star”, o homem, identificado apenas como Ong, relatou ao Escritório da Associação de Serviços Públicos e Reclamações que havia desembolsado 450 ringgits malaios (aproximadamente R$ 316) para um vendedor online. 

    A mercadoria foi enviada para sua residência dentro de um pacote junto com um manual de instruções. Nele havia uma orientação para que o cliente não usasse o produto na luz do sol. Expostas à luz do Sol, lupas podem causar queimaduras, pois a lente converge os raios solares em um único ponto. 

    De acordo com as autoridades, outras 12 pessoas também foram enganadas pelo falso vendedor. O suspeito pode ter lucrado mais de R$ 50 mil com o golpe e as vítimas dificilmente terão seu dinheiro de volta, já que não foram emitidos comprovantes ou notas fiscais que provem as transações. 
     



  • Alemanha recomenda que turistas levem 'dinheiro do ladrão' na Copa

    BN / Foto: Oswaldo Corneti / Fotos Públicas

    O quesito segurança é uma das principais preocupações transmitidas pelos países a turistas que visitarão o Brasil durante a Copa do Mundo. A embaixada da Alemanha recomenda que os visitantes portem um valor destinado a possíveis ações de assaltantes. "É aconselhável sempre levar uma quantia de dinheiro para a rendição voluntária", diz o guia. Segundo o Ministério de Relações Exteriores do Japão, câmeras fotográficas e smartphones devem ser mantidos pelos turistas em locais discretos. Também há informações quanto a assaltos com armas de fogo, batedores de carteira e até "saidinhas bancárias". Além dos conselhos relacionados à segurança, sobra espaço para supostos cuidados com a saúde. A embaixada do Canadá enviou um alerta para que seus cidadãos evitem contato com animais como cães, macacos, cobras, roedores e morcegos. "Algumas infecções encontradas em áreas da América do Sul, como a raiva, podem ser compartilhadas entre seres humanos e bichos", informa. Já os EUA chegou a recomendar que americanos usassem apenas camisinhas que compradas em seu país natal. Na semana passada, o texto foi alterado e nova versão pede para que os turistas adquiram os preservativos de "fonte confiável". Informações do O Globo. 



  • Mulher chamada de 'mais feia do mundo' quer fazer filme 'anti-bullying'

    G1 / Lizzie Velasquez / Foto: Divulgação

    Em dezembro de 2013, Lizzie Velasquez inspirou milhões de pessoas com uma palestra no evento TED, nos EUA. Agora, a mulher que já foi chamada de "a mais feia do mundo" espera alcançar uma audiência ainda maior através de um documentário "anti-bullying" sobre sua história. 

    "Eu sei o que é sofrer bullying na vida e na internet, e quero proteger quem acha que não vai ficar melhor ", disse Velasquez, de 25 anos, à agência Associated Press. Ela tem uma doença rara que a impede de ganhar peso. A jovem nunca pesou mais que 30 kg e é cega de um olho.

    "A ideia é que as pessoas vejam o documentário e percebam que, sim, é possível superar tudo", disse durante uma entrevista em um café em Austin, Texas, nos EUA.

    Ela está arrecadando dinheiro para o filme, cujo título provisório é "O projeto Lizzie ", através de uma campanha no site Kickstarter, que coletou mais de US$ 123 mil em doações. A campanha termina em 31 de maio. O objetivo é levantar US$ 180 mil.

    Velasquez nasceu em Austin, em 1989, com uma síndrome rara, registrada em apenas duas outras pessoas no mundo. Ela se tornou conhecida em 5 de dezembro de 2013, quando sua TED Talk (breves discursos destinados a compartilhar e difundir ideias) fez sucesso.

     

    Foto: James Ambler / Barcroft USA / Getty Images

     

    Em seu discurso, Velasquez explicou que mudou a sua vida aos 17 anos, quando se viu em um vídeo do YouTube intitulado "a mulher mais feia do mundo". A seção de comentários tinha frases como: "Faça um favor ao mundo e coloque uma arma na sua cabeça".

    "Em vez de apenas me esconder nas minhas lágrimas, eu escolhi ser feliz e entender que essa síndrome não é um problema, mas uma bênção que me permite melhorar e inspirar outras pessoas", disse Velasquez.

    Desde que viu o vídeo e os comentários, ela se formou na faculdade, escreveu três livros de autoajuda (o terceiro, "Escolhendo a felicidade", será publicado em agosto) e ganhou dezenas de milhares de seguidores no Facebook, Twitter e YouTube.

    Velasquez credita sua força a seus pais, que sempre a amaram da mesma maneira que seus irmãos, Marina e Chris, que não sofrem da síndrome. "Eles são os melhores pais do mundo inteiro", disse Velasquez. "Desde o momento em que nasci, eles me cobriram com amor."



  • Em carta ao papa, amantes de padres pedem fim do celibato obrigatório

    Grupo de amantes de padres pediu ao papa Francisco o fim do celibato obrigatório (Foto: Andrew Medichini/AP)

    Grupo é composto por 26 mulheres que se dizem apaixonadas por padres

    “Querido papa Francisco, somos um grupo de mulheres de muitas partes da Itália (mas não só dela) que lhe escrevem para romper o muro de silêncio e indiferença em que nos encontramos. Cada uma de nós vive, já viveu e quer viver uma relação de amor com um sacerdote, pelo qual está apaixonada”.  É assim que começa uma carta pública escrita por um grupo de 26 amantes de padres ao papa Francisco. Elas pedem ao pontífice que ponha um fim ao celibato sacerdotal obrigatório para que os padres católicos possam se relacionar com mulheres e casar com elas.

    Na carta, as amantes falam sobre suas aventuras amorosas com sacerdotes da Igreja Católica e relatam o sofrimento de viver o amor proibido. Elas pedem uma reunião com papa Francisco para discutir a proposta do fim ao celibato sacerdotal. A carta foi publicada pelo site Vatican Insider, do jornal italiano La Stampa. 

    "Sabe-se muito pouco do sofrimento devastador a que uma mulher que se apaixona fortemente por um padre está submetida. Queremos, com humildade, por a seus pés nosso sofrimento para que algo possa ser mudado (...) para o bem de toda a Igreja", diz outro trecho da carta. "Amamos esses homens [sacerdotes], eles nos amam e, na maioria dos casos, com toda vontade possível", afirmam elas. O grupo argumenta que diante do celibato sacerdotal, restam aos padres duas opções: abandonar o sacerdócio ou viver um amor secreto. "É uma escolha dolorosa".

    Para essas mulheres, se o celibato sacerdotal fosse opcional, os padres passariam a servir à Igreja Católica com uma paixão ainda maior e deixariam a vida de clandestinidade, "com a frustração de um amor incompleto”.

    No início do cristianismo, o celibato clerical não era obrigatório. Foi institucionalizado durante a Idade Média, justificado principalmente por uma questão econômica – não interessava à Igreja ver suas riquezas repartidas como herança aos filhos dos padres; e também social, a fim de que os sacerdotes se dedicassem total e exclusivamente à Igreja. 

    Em suas poucas manifestações públicas sobre a polêmica, papa Francisco costuma mostrar-se favorável à manutenção do celibato. "Apesar dos prós e contras, os frutos [da manutenção do celibato] são mais positivos que negativos", disse no livro Sobre o céu e a terra, escrito por ele e pelo rabino Abraham Skorka.  (REDAÇÃO ÉPOCA)



  • Ovelha nasce com rosto humano na Turquia

    Ovelha nasceu com rosto humano. R7 (foto: reprodução)

    Um cordeiro nasceu com o rosto que se assemelha ao de um ser humano na Turquia. A ovelha parece ter um pequeno nariz, um conjunto de lábios formados e um queixo mais avantajado.
    O rosto do cordeiro acabou chocando os veterinários em uma vila próxima a Izmir, na Turquia.
    Segundo informações do site Mirror, o animal teria nascido por cesariana. Não se sabe o que causou a mutação, mas acredita-se que ela tenha ocorrido por conta da abundância em vitamina A na alimentação da mãe do cordeiro



  • Avião movido a energia solar dará volta ao mundo

    BN / Foto: Divulgação

    Com o mesmo tamanho de um avião de passageiros, o Solar Impulse 2, que funciona a base de energia solar, sairá do Golfo Pérsico, passará pela Índia e pelo Oceânico Pacífico. O equipamento captura a luz solar com um painel de 17,2 mil células e pesa 2,3 toneladas. Os suíços Bertrand Piccard e André Borschberg criaram a aeronave para conscientizar a sociedade sobre a necessidade de economizar os recursos energéticos do planeta. O primeiro protótipo do Solar Impulse ficou conhecido por ter atravessado o Atlântico e os Estados Unidos de costa a costa. A previsão de lançamento do avião é março de 2015.



  • Papa proclama santos João Paulo II e João XXIII

    Segundo o Vaticano, cerca de 800 mil pessoas acompanharam os atos de canonização dos papas em Roma

    Segundo o Vaticano, cerca de 800 mil pessoas acompanharam os atos de canonização dos papas em Roma

    O papa Francisco proclamou neste domingo, 27, a santidade dos papas João XXIII e João Paulo II e pediu, em uma grande cerimônia na Praça de São Pedro, que ambos os pontífices sejam inscritos nos livros dos santos da Igreja. O rito foi feito em latim, em cerimônia concelebrada com o papa emérito Bento XVI.
     

    A proclamação da santidade dos dois papas foi recebida com um grande aplauso na Praça de São Pedro, assim como em outros lugares de Roma, onde 800 mil pessoas acompanharam a cerimônia.

    O padre Ciro Benedetti, vice-diretor do escritório de imprensa do Vaticano, afirmou que 500 mil pessoas estavam na área da Praça de São Pedro, na Via da Conciliação e em seus limites. Enquanto isso, no restante de Roma, nas diferentes praças onde foram instalados telões para seguir a cerimônia, havia outras 300 mil.

    A parte mais importante e esperada da cerimônia foi o rito da canonização, quando o governador regional da Congregação para a Causa dos Santos, o cardeal Angelo Amato, apresentou a Francisco "os três pedidos" de canonização para ambos os papas, primeiro com "grande força", depois com "maior força" e, por último, com "grandíssima força".
     

    Em seguida, o papa pronunciou a fórmula: "Em homenagem à Santíssima Trindade, pela exaltação da fé católica e o aumento da vida cristã, com a autoridade de nosso Senhor Jesus Cristo e dos santos apóstolos Pedro e Paulo, após haver refletido largamente e invocado a ajuda divina e escutando o parecer de muitos de nossos irmãos bispos, declaramos santos João XXIII e João Paulo II". E, finalmente, pediu que os dois papas fossem inscritos nos livros dos santos.

    João Paulo II foi canonizado após um processo recorde por sua brevidade, graças a Bento XVI, que autorizou a abertura do processo sem esperar que se passassem cinco anos desde sua morte.

    No entanto, o processo para sua beatificação e posterior canonização passou por todos os requisitos, entre eles o dos dois milagres realizados por sua intercessão. São eles: a cura da freira francesa Marie Simon-Pierre e do costarriquenho Floribeth Mora, ambos hoje presentes em São Pedro.

    Autoridades. A canonização foi acompanhada por representantes de diversas organizações internacionais, como a Organização dos Estados Americanos (OEA) e a União Europeia (UE).

    A OEA esteve representada por seu secretário geral, o chileno Miguel Insulza, enquanto a União Europeia por autoridades de suas três instituições políticas: o presidente do Conselho Europeu, Hernan van Rompuy; o vice-presidente do Parlamento, Miguel Ángel Martínez, e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.

    O ato também teve a presença do brasileiro José Graziano da Silva, diretor-geral da Organização para a Alimentação e para a Agricultura (FAO), organismo autônomo das Nações Unidas com sede em Roma, e a diretora-executiva do Programa Mundial de Alimentos (PMA), Ertharin Cousin.

    No total, participaram 93 delegações de países e instituições de todo o mundo. ( Efe )