publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
Aliane Aguiar em:
Homem é preso com 9 kg de maconha em Guanambi, no Bairro Beija Flor II
 
 
Leandro Vieira de Andrade santos em:
GUANAMBI: CÂMARA APROVA CRIAÇÃO DE GUARDA CIVIL ARMADA
 
 
Reginaldo em:
Caminhão roubado em Urandi pode ter dispensado a carga em Brumado
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "politica":
 
04.08.2017 - POLÍTICA
 
Brasileiros sentiram vergonha da Câmara e baianos dos próprios governantes
 
Brasileiros sentiram vergonha da Câmara e baianos dos próprios governantes
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
 

Um articulador próximo ao governador Rui Costa (PT) confessou que não era esperada a repercussão negativa da exoneração dos dois secretários estaduais baianos, Josias Gomes (PT) e Fernando Torres (PSD), para reassumirem as cadeiras na Câmara dos Deputados e votarem na denúncia contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB). Na conversa, completamente fora dos microfones, esse interlocutor minimizou o fato de Rui, indiretamente, beneficiar Temer. “Não era esse o objetivo”, garantiu. A clássica conversa para “boi dormir”. O governador derrapou e foi obrigado a divulgar um vídeo nas redes sociais em que defende a realização de eleições diretas. Não que não o fizesse antes. Só que o discurso permaneceu adormecido e só foi retomado quando o estrago da mobilização pró-Temer estava consolidado. Sempre pragmático, Rui tentou reduzir eventuais danos que a ascensão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) poderia causar para a Bahia – o presidente da Câmara é aliado e amigo do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), principal adversário do governador baiano. Ganhou uma enxurrada de críticas nas mesmas redes sociais onde tentou se justificar e ainda muitas ironias da oposição da Bahia. Saiu menor e por uma questão que já era, àquela altura, Inês enterrada. Isso não significa, no entanto, que ACM Neto ganhou com o episódio. O relato do presidente ao senador Otto Alencar (PSD-BA), de que o DEM teria colocado uma pedra sobre um empréstimo do Banco do Brasil ao governo da Bahia, também o diminuiu – ainda que ele e todos os aliados neguem qualquer interferência no processo. A pecha pegou. Vale ressaltar, todavia, que tudo não passou de chumbo trocado. À época em que Dilma Rousseff (PT) ainda governava o país, o governo federal prometeu, prometeu e prometeu de novo o empréstimo para as obras do BRT da prefeitura de Salvador. Não cumpriu por razões políticas tanto quanto o novo crédito do BB almejado por Rui. Mesmo que seja um ator indireto do processo, ACM Neto poderia passar sem os ataques dos governistas estaduais. No dia em que o Brasil sentiu vergonha – mais uma vez – dos integrantes da Câmara dos Deputados, Rui Costa ganhou também seus motivos particulares para ficar vermelho, assim como ACM Neto. E nenhum dos dois cumpriu o que tanto pregam: o interesse público acima dos próprios interesses. O Brasil ficou constrangido. A Bahia mais ainda. Este trecho integra o comentário desta sexta-feira (4) para a RBN Digital, veiculado às 7h e às 12h30, e para as rádios Irecê Líder FM e Clube FM.

 
     
     
 
03.08.2017 - POLÍTICA
 
O que Rui ganhou ou perdeu com placar contra Temer?
 
O que Rui ganhou ou perdeu com placar contra Temer?
Foto: Mateus Pereira / GOVBA
 

O placar da Bahia na votação que culminou com o arquivamento da denúncia contra o presidente da República Michel Temer mostra que a oposição ao governo estadual cresceu, mas ainda não conseguiu ultrapassar numericamente os aliados do governador Rui Costa (PT). O governador, que em um primeiro momento fez um movimento pró-Temer com as exonerações de Josias Gomes e Fernando Torres, não manteve a tendência. Conseguiu segurar parcela expressiva da base contra Temer, apesar de PP e PR informarem que seguiriam o fechamento de questão das legendas. Jonga Bacelar (PR), inclusive, frisou ter dado ciência ao governador do voto. Sinal que Rui não detém cabresto sobre os deputados, mas que mantém ainda certa ascendência sobre eles. Que o diga o PSD, de Otto Alencar, que peitou a direção nacional e votou a favor do prosseguimento da denúncia. Não que o governador tenha sido decisivo, já que Otto tem interesses políticos mais pessoais nessa situação. Como se não bastasse as incongruências da política, o PT baiano teve o apoio indireto de dois tucanos: João Gualberto e Jutahy Magalhães Jr. acompanharam os aliados de Rui contra Temer. Rui pode não ter sido um grande vitorioso, como no placar do impeachment. Mas não foi o maior derrotado no processo, ainda que tenha sido obrigado a recuar no “meio apoio” a Temer para não ficar feio um governador petista sinalizar publicamente ser favorável a manutenção do presidente no Palácio do Planalto. Este trecho integra o comentário desta quarta-feira (2) para a RBN Digital, veiculado às 7h e com reedição às 12h30, e para as rádios Irecê Líder FM e Clube FM.

 
     
     
 
02.08.2017 - POLÍTICA
 
No facebook, Waldenor manifesta voto pela saída de Temer
 
No facebook, Waldenor manifesta voto pela saída de Temer
 
Em suas redes sociais nesta quarta-feira (2), o deputado Waldenor Pereira reafirmou o seu posicionamento contrário ao governo Michel Temer, manifestando que votará pela admissibilidade das denúncias de corrupção passiva contra o presidente. 
 
Em vídeo gravado diretamente da manifestação que estava sendo realizada pela bancada do PT e parlamentares da oposição, Waldenor afirmou que hoje, durante a votação , vai confirmar o seu voto favorável “ao afastamento deste presidente golpista e ilegítimo Michel Temer”. 
 
Para o deputado federal, as denúncias apresentadas pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer “são irrefutáveis”.
 
Waldenor afirma que também defende eleições diretas para Presidente, “para permitir ao povo brasileiro decidir aquele ou aquela que deve dirigir os destinos do nosso país”. 
 
“ForaTemer! Fora Maia! Diretas já!”, concluiu.
 
     
     
 
01.08.2017 - POLÍTICA
 
LAVA JATO Lula vira réu em processo sobre sítio de Atibaia
 
LAVA JATO Lula vira réu em processo sobre sítio de Atibaia
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vira réu por caso envolvendo sítio Atibaia (Foto: Sérgio Castro/Estadão Conteúdo/Arquivo)
 

O juiz Sérgio Moro aceitou nesta terça-feira (1º) a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outras 12 pessoas pelo caso do sítio em Atibaia, no âmbito da Operação Lava Jato. Agora, todos são réus no processo. O ex-presidente também é réu em outras cinco ações e tem uma condenação.

 



LAVA JATO Lula vira réu em processo sobre sítio de Atibaia
Vista aérea do sítio em Atibaia, no interior de São Paulo (Foto: Carlos Nardi/WPP/Estadão Conteúdo)
 
     
     
 
27.07.2017 - POLÍTICA
 
Encruzilhada: recursos beneficiam a saúde, infraestrutura e agricultura familiar do município
 
Encruzilhada: recursos beneficiam a saúde, infraestrutura e agricultura familiar do município
 

O município de Encruzilhada está recebendo recursos que vão beneficiar o sistema de saúde municipal, a infraestrutura e a agricultura familiar. A informação foi passada pelo deputado federal Waldenor Pereira ao vereador Serginho Fernandes em reunião ocorrida nesta quarta-feira (26) em Vitória da Conquista. Waldenor anunciou a liberação de R$ 200 mil em recursos para o fortalecimento da saúde municipal, destinados ao município pelo seu mandato em parceria com o deputado Zé Raimundo, ainda durante a gestão do prefeito Dr. Alcides, que foram autorizados na semana passada.

 
     
     
 
27.07.2017 - POLÍTICA
 
Lava Jato: ex-presidente do BB e da Petrobrás é preso pela PF
 
Lava Jato: ex-presidente do BB e da Petrobrás é preso pela PF
 

A Polícia Federal deflagra na manhã desta quinta-feira a 42ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Cobra. O alvo dessa etapa é o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine, acusado dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Ele estava em Sorocaba (SP) e foi preso temporariamente. 

São cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária no Distrito Federal e nos estados de Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo.

 
     
     
 
21.07.2017 - POLÍTICA
 
Acessibilidade na Alba torna-se realidade. Mais uma iniciativa de Luciano Ribeiro
 
Acessibilidade na Alba torna-se realidade. Mais uma iniciativa de Luciano Ribeiro
 

O deputado estadual Luciano Ribeiro (DEM) recebeu com alegria a notícia de que a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia será dotada da devida acessibilidade para oferecer autonomia e segurança aos portadores de necessidades especiais, dotando os espaços internos e externos com instalações apropriadas e outros equipamentos, o que contempla o Projeto de Resolução Nº 1.665, aprovado em 2015, de autoria do deputado. O deputado ressalta que a adaptação, além de necessária, trata-se da garantia plena de cidadania. “Parabenizo o nosso presidente da ALBA, deputado Ângelo Coronel, por executar intervenções de extrema necessidade, atendendo nossa proposta já aprovada por esta Casa, e demonstrando sensibilidade em gerir a coisa pública”, comemora Ribeiro. Segundo o Projeto, as obras irão contemplar com acessibilidade o plenário, galerias, salas das comissões, além da instalação de pista tátil. A primeira etapa da obra será entregue em 1º de agosto.

Assista ao vídeo sobre sobre esta ação, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=f0e35g9_9Bw&feature=youtu.be 

 
     
     
 
17.07.2017 - POLÍTICA
 
Eike Batista prepara delação premiada com Lula, Mantega e Cabral
 
Eike Batista prepara delação premiada com Lula, Mantega e Cabral
 

O empresário Eike Batista está negociando um acordo de delação premiada para conseguir uma diminuição em sua pena. O possível acordo trará informações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

 As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a publicação, o empresário sempre mostrou interesse em colaborar com a justiça. Ele foi detido em janeiro e atualmente está em prisão domiciliar.

As informações envolvendo Lula seriam de um suposto lobby feito pelo petista em favor de sua empresa. A ação não teria envolvido o pagamento de propina. Há, entretanto, a promessa de detalhes sobre um repasse de R$ 5 milhões para o marqueteiro João Santana, para saldar dívidas de campanha do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

Já sobre Cabral, Eike deve falar sobre uma possível propina de US$ 16,5 milhões ao ex-governador.

O depoimento do empresário na Justiça Federal no Rio foi adiado recentemente, um costume comum em casos de réus que negociam acordos de delação premiada. Com informações do Sputnik Brasil.

 
     
     
 
13.07.2017 - POLÍTICA
 
Lula diz que não vai esmorecer após condenação; PT proíbe falar em plano B
 
Lula diz que não vai esmorecer após condenação; PT proíbe falar em plano B
Foto: Paulo Pinto / Fotos Públicas
 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a aliados que não vai esmorecer, após condenação do juiz Sergio Moro. O recado foi dado durante ligações recebidas, de acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo. Por causa disso, no Partido dos Trabalhadores é proibido falar em plano B para as eleições de 2018. A legenda avalia também que Moro calculou mal a pena e o timing da condenação do petista, porque vai estimular a comparação com escândalos recentes, como a mala de propina de Rodrigo Rocha Loures. O partido promete também que se necessário irá ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos direitos políticos de Lula. A expectativa é que se firmem dois cenários: ou o ex-presidente sairá candidato ou preso político. Movimentos de esquerda ligados ao PT já articulam uma série de manifestações contra a decisão do juiz. A ideia é fazer uma série de atos nas principais capitais do país. Por outro lado, a equipe jurídica do partido tem trabalhado para desconstruir o argumento de Moro na decisão. Um dos casos é a citação de Delcídio do Amaral, cuja fala foi desacreditada pelo procurador Ivan Marx na última terça-feira (11). O procurador pediu arquivamento de outra investigação contra Lula, alegando que ele só foi citado por Delcídio porque o ex-senador queria fechar o acordo. 

 
     
     
 
13.07.2017 - POLÍTICA
 
SUCESSÃO NA PGR Raquel Dodge é nomeada procuradora-geral da República para vaga de Janot
 
SUCESSÃO NA PGR Raquel Dodge é nomeada procuradora-geral da República para vaga de Janot
veja
 

Um decreto do presidente Michel Temer publicado no Diário Oficial da União" desta quinta-feira (13) nomeia, a partir de 18 de setembro de 2017, Raquel Dodge para o cargo de procuradora-geral da República. Ela substituirá Rodrigo Janot, que terá passado quatro anos no comando do Ministério Público Federal (MPF).

A indicação de Dodge para o cargo foi aprovada na noite da quarta-feira (12) pelo Senado, após uma sabatina de quase 8 horas. Ela recebeu 74 votos a favor – eram necessários 41 – e 1 contra. Houve uma abstenção. A votação foi secreta, na qual não se sabe como votou cada parlamentar.

 

 
     
     
 
12.07.2017 - POLÍTICA
 
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
 
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado na Lava Jato (Foto: Douglas Magno/AFP)
 

O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no processo que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele foi condenado a nove anos e seis meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além de Lula, outras seis pessoas foram condenadas no mesmo processo.

Além de Lula, outras seis pessoas foram envolvidas nesta ação penal. Veja abaixo as acusações contra cada réu.

•Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente: corrupção passiva e lavagem de dinheiro

•Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS: corrupção ativa e lavagem de dinheiro

•Paulo Gordilho, arquiteto e ex-executivo da OAS: lavagem de dinheiro

•Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula: lavagem de dinheiro

•Agenor Franklin Magalhães Medeiros, ex-executivo da OAS: corrupção ativa

•Fábio Hori Yonamine, ex-presidente da OAS Investimentos: lavagem de dinheiro

•Roberto Moreira Ferreira, ligado à OAS: lavagem de dinheiro

É a primeira vez, desde a Constituição de 1988, que um ex-presidente é condenado criminalmente. A sentença foi publicada nesta quarta-feira (12). 

G1 fez contato com a defesa de Lula e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

“A prática do crime de corrupção envolveu a destinação de R$ 16 milhões a agentes políticos do Partido dos Trabalhadores, um valor muito expressivo”, diz um trecho da sentença.

“O condenado recebeu vantagem indevida em decorrência do cargo de Presidente da República, ou seja, de mandatário maior. A responsabilidade de um Presidente da República é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes”, diz Moro no texto da decisão.

 
     
     
 
06.07.2017 - POLÍTICA
 
Temer viaja hoje para reunião do G20; Eunício assume presidência
 
Temer viaja hoje para reunião do G20; Eunício assume presidência
 

O presidente Michel Temer viaja nesta quinta-feira (6) para Hamburgo, na Alemanha, para participar da cúpula do G20 - grupo que reúne as 20 maiores economias mundiais. As informações são do G1.

Com a viagem, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumiria a presidência da República. No entanto, ele viajará para a Argentina. Com isso, assume o cargo interinamente o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

 
     
     
 
03.07.2017 - POLÍTICA
 
Moro será ainda mais meticuloso com Lula
 
Moro será ainda mais meticuloso com Lula
 

CURITIBA - Investigadores, assessores e advogados que acompanham de perto o andamento dos processos da Lava Jato em Curitiba avaliam que o juiz Sérgio Moro deve demorar mais alguns dias para dar a sentença no processo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é réu no caso do triplex no Guarujá. 

 
     
     
 
26.06.2017 - POLÍTICA
 
Lula lidera; Bolsonaro e Marina empatam em 2º lugar para 2018, diz Datafolha
 
Lula lidera; Bolsonaro e Marina empatam em 2º lugar para 2018, diz Datafolha
 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua liderando a corrida eleitoral para 2018, de acordo com pesquisa Datafolha publicada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de S. Paulo. O petista tem 30% das intenções de voto do eleitorado.

Jair Bolsonaro (PSC) e Marina Silva (Rede) aparecem empatados em seguida, com respectivamente 16% e 15% das intenções. Já 

 
     
     
 
26.06.2017 - POLÍTICA
 
Moro condena Palocci a doze anos de prisão na Lava Jato
 
Moro condena Palocci a doze anos de prisão na Lava Jato
(Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)
 

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em 1ª instância, condenou, na manhã desta segunda-feira, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci Filho a doze anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

 
     
     
 
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções