publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
Carlos em:
Grave acidente deixa uma vítima fatal em estrada vicinal de Malhada de Pedras
 
 
Ana paula em:
A caminho do Paraguai, Cézar Paulo 'Cézar de Lim', acusado da morte de Camarão acaba de ser preso
 
 
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "politica":
 
08.05.2017 - POLÍTICA
 
Solto há menos de uma semana, Dirceu analisa que PT dificilmente vencerá eleição de 2018
 
Solto há menos de uma semana, Dirceu analisa que PT dificilmente vencerá eleição de 2018
Foto: Reprodução / Pragmatismo Político
 

José Dirceu passou um ano e nove meses preso, mas não deixou de analisar o cenário político do lado de fora. Para o ex-ministro, que deixou a carceragem de Curitiba na última semana, o PT dificilmente vencerá a eleição presidencial de 2018 e precisa pensar em outras estratégias de debate político e eleitoral. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o comentário foi compartilhado pelo ex-ministro com amigos assim que saiu do presídio. Nessas conversas, Dirceu também admitiu não estar "entendendo direito" o plano do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que cogita firmar um acordo de delação premiada. No entanto, Dirceu ressalta que ele é "hábil, paciente e tem estratégia".(Bahia Notícias)

 
     
     
 
06.05.2017 - POLÍTICA
 
Lula 'tinha conhecimento de tudo', diz ex-diretor da Petrobras a Moro
 
Lula 'tinha conhecimento de tudo', diz ex-diretor da Petrobras a Moro
Foto e fonte: G1
 

O ex-diretor da Petrobras Renato Duque acusou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter recomendado que destruísse provas da propina recebida por petistas fora do Brasil no escândalo do Petrolão. Em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro nesta sexta-feira (5), ele também relatou três encontros com o ex-presidente, entre 2012 e 2014, quando já não trabalhava mais na estatal e Lula não era mais presidente.

 
     
     
 
04.05.2017 - POLÍTICA
 
Invasão do plenário interrompe votação da reforma da Previdência na comissão
 
Invasão do plenário interrompe votação da reforma da Previdência na comissão
 

Dezenas de agentes penitenciários invadiram na noite desta quarta-feira (3) o plenário onde deputados da comissão especial votavam os destaques (propostas de alteração) ao relatório da reforma da Previdência.

A invasão durou cerca de 30 minutos e resultou na suspensão da sessão, na qual os deputados já tinham aprovado o texto-base do projeto. Após a saída dos manifestantes, os deputados também deixaram a comissão, sem previsão de quando a votação será retomada.

A Polícia Legislativa usou spray de pimenta para conter os manifestantes, que reivindicavam a inclusão dos agentes penitenciários numa categoria de aposentadoria especial. Devido ao gás de pimenta, vários deputados, assessores e jornalistas, com dificuldades para respirar, tossiam e levaram lenços ao nariz.

 

 
     
     
 
13.04.2017 - POLÍTICA
 
Delator afirma que repassou R$ 1,8 mi para campanha de ACM Neto via caixa 2
 
Delator afirma que repassou R$ 1,8 mi para campanha de ACM Neto via caixa 2
 

Entre os citados nas delações premiadas da Odebrecht, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) é acusado de receber R$ 1,8 milhão por meio de caixa dois. A declaração foi feita pelo executivo da empreiteira, André Vital Pessoa de Melo, que informou ter entregado a quantia a Lucas Cardoso, no escritório da Odebrecht, em Salvador. “Eu comuniquei ao candidato que nos estávamos na fase de planejamento de campanha e, assim que tivesse o valor aprovado, voltaria com a informação para ele. Na oportunidade, eu me recordo que ele me apresentou Lucas Cardoso como o responsável pelo recebimento dos pagamentos à campanha dele em 2012”, delatou. As propostas elaboradas por Melo eram aprovadas ou rejeitadas por Benedicto Júnior, seu superior hierárquico na Odebrecht.  Aos investigadores, Melo revelou que teria sido procurado pelo próprio ACM Neto no primeiro trimestre daquele ano quando o democrata afirmou que iria se lançar candidato e que contava com o apoio da empresa na sua campanha. “Comuniquei a Lucas que o valor aprovado pela companhia tinha sido R$ 2,2 milhões e que parte desse valor seria pago via caixa dois. Eu me recordo que R$ 400 mil foram doados via bônus eleitoral pela construtora e o saldo de R$ 1,8 milhões foram operacionalizados pela equipe de Humberto Silva via caixa dois”, contou à Força Tarefa da Lava Jato. O delator explicou que esse valor foi repassado em quatro "pranchas" – uma de R$ 600 mil, duas de R$ 500 mil e uma de R$ 200 mil. De acordo com ele, o registro dessas transações também foi passado aos investigadores. Entretanto, Melo afirma que o então candidato à prefeitura de Salvador não ofereceu nenhuma contrapartida pela doação, o que também não foi pleiteado pela empresa. No depoimento, Melo contou também que recebeu pedidos de doação de Nelson Pelegrino, que era candidato pelo PT, de Mário Kertész, candidato pelo PMDB, e ainda de outros cinco vereadores não nomeados na delação.? Veja um trecho da delação:

 
 
     
     
 
06.04.2017 - POLÍTICA
 
Renan quer se desculpar com Dunga por comparar o governo com o time do técnico
 
Renan quer se desculpar com Dunga por comparar o governo com o time do técnico
Foto: Geraldo Magela / Agência Senado
 

Em tom de piada, Renan Calheiros (PMDB-AL) disse a um aliado que iria escrever uma carta a Dunga com um pedido de desculpas por ter comparado o atual governo com o time escalado pelo ex-técnico da seleção brasileira. O senador seguiu com seus ataques à reforma da Previdência e ao governo de Michel Temer durante o jantar servido pela senadora Katia Abreu (PMDB-TO). Segundo informações do blog Painel, hospedado na Folha de S. Paulo, o parlamentar tem dito a seus aliados que, ao pedir que aprovem o projeto no Senado, Temer espera que os senadores cometam um suicídio político. Já o presidente acredita que Renan já virou às costas ao governo e quer disputar seu próximo mandato "com o apoio de Lula".

 
     
     
 
06.04.2017 - POLÍTICA
 
Aprovado fim da reeleição para membros da mesa diretora da Assembleia Legislativa
 
Aprovado fim da reeleição para membros da mesa diretora da Assembleia Legislativa
 

Os deputados da Assembleia Legislativa da Bahia aprovaram por unanimidade, na tarde desta quarta-feira (5), em Salvador, o fim da reeleição para todos os membros da mesa diretora, inclusive o presidente da casa, dentro da mesma legislatura.

Com a decisão, o futuro presidente do Legislativo estadual passa a ter mandato de dois anos, vedada a reeleição imediatamente subsequente. O placar da votação foi de 47 votos favoráveis à medida, considerada histórica pela maioria dos parlamentares.

A medida, apresentada pelo deputado Adolfo Menezes (PSD), pretende evitar reeleições consecutivas como a do ex-presidente, o deputado Marcelo Nilo (PSL), que presidiu o legislativo baiano por dez anos seguidos.

 
     
     
 
04.04.2017 - POLÍTICA
 
TSE pode retomar julgamento de chapa Dilma-Temer só a partir do final de abril
 
TSE pode retomar julgamento de chapa Dilma-Temer só a partir do final de abril
Maioria no TSE votou por ampliar prazo da defesa de Dilma Rousseff
 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formou maioria para conceder mais prazo para que as defesas da ex-presidente Dilma Rousseff e do presidente Michel Temer possam se manifestar em alegações finais. Com isso, apesar os ministros da Corte continuarem a analisar durante a manhã questões preliminares sobre o caso, a discussão sobre o mérito do processo será adiada. O julgamento sobre eventual abuso de poder pela chapa formada por Dilma e Temer em 2014 pode ser retomado só no final de abril.

Os ministros discutiram se o prazo concedido a mais para as defesas será de três ou cinco dias, contados a partir de quarta-feira, 5. Em qualquer das situações, o TSE poderia retomar o julgamento a partir da semana que vem. O presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, no entanto, tem uma série de viagens internacionais programadas para o mês de abril, o que deve atrasar a retomada do julgamento.

Mendes viaja a Boston, nos Estados Unidos, do dia 6 ao dia 9, onde participa de uma conferência. Depois disso, do dia 13 ao dia 17, tem viagem particular agendada no feriado de Páscoa. Do dia 18 ao dia 20, Gilmar Mendes participa de evento de Direito em Lisboa, Portugal, e de lá parte para acompanhar a realização das eleições na França. O presidente do TSE retorna ao Brasil no dia 25 de abril, segundo a previsão inicial.

 
     
     
 
03.04.2017 - POLÍTICA
 
Desempregado, Geddel Vieira Lima recebe mais de R$ 20 mil de aposentadoria
 
Desempregado, Geddel Vieira Lima recebe mais de R$ 20 mil de aposentadoria
(Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil)
 

Desde que pediu demissão do cargo de Secretário de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB) está desempregado e vivendo tranquilamente em seu luxuoso apartamento, em Salvador. Mas se engana quem pensa que Geddel tem encontrado dificuldades por estar sem emprego.

Isso porque o peemedebista recebe uma aposentadoria nada modesta. Geddel ganha por mês nada menos que R$ 20.3354,25. A aposentadoria é do IPC, o antigo Instituto de Previdência dos Congressistas.
 

 

 
     
     
 
publicidade
 
22.03.2017 - POLÍTICA
 
Nove ministros de Temer são alvo de pedido de inquérito da PGR
 
Nove ministros de Temer são alvo de pedido de inquérito da PGR
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil
 

Quase um terço do primeiro escalão do governo Michel Temer será afetado com a delação dos ex-executivos da Odebrecht: ao todo são nove ministros alvo de pedido de inquérito junto ao Supremo Tribunal Federal com base nos depoimentos. Segundo informações do jornal Valor Econômico, estão na “lista de Janot” os ministros Blairo Maggi (Agricultura), Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral), Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Bruno Araújo (Cidades), Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia), e Marcos Pereira (Desenvolvimento), além de dois outros que não tiveram seus nomes divulgados. Maggi se manifestou sobre acusações de que a empreiteira o tenha beneficiado. “A chance de estar nesse negócio é zero. Não tem a mínima chance. Nunca tive negócio com esses caras. Minha única relação com eles (Odebrecht) foi pagar pedágio na rodovia que eles construíram. Para mim, seria ótimo se tirasse o sigilo. Tão certo que não tem nada como amanhã é outro dia”, disse, em entrevista ao jornal O Globo. Apontado como participantes de um esquema envolvendo concessões de aeroportos, inclusive do Galeão, Moreira Franco, ex-ministro da Secretaria da Aviação Civil, ue já contratou advogado e “prestará todos os esclarecimentos na esfera judicial tranquilamente”. Já Eliseu Padilha, também citado no mesmo caso não se pronunciou. 

 
     
     
 
09.03.2017 - POLÍTICA
 
Deputada federal usa aplicativo de paquera no Congresso
 
Deputada federal usa aplicativo de paquera no Congresso
 

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) abriu um perfil no aplicativo de paquera Happn. Segundo informações da coluna Radar On-line, da revista Veja, a parlamentar, filha do ex-deputado federal Roberto Jefferson, tem usado o aplicativo nos corredores do Congresso – o sistema funciona por geolocalização, indicando outros usuários que estão por perto. 



Deputada federal usa aplicativo de paquera no Congresso
 
     
     
 
07.03.2017 - POLÍTICA
 
Deputado Eduardo Salles solicita mais agilidade à CONAB na venda de milho subsidiado na Bahia
 
Deputado Eduardo Salles solicita mais agilidade à CONAB na venda de milho subsidiado na Bahia
 

Acelerar o processo de normatização, e consequentemente liberação para a venda das 200 toneladas de milho subsidiado, anunciado pelo presidente Michel Temer há 15 dias, destinados aos agricultores e criadores do Nordeste foi pauta da audiência do deputado estadual Eduardo Salles com o superintendente regional da Conab, Franklin Andrade, e o gerente de Operações da Companhia, Eduardo Henrique, na sexta-feira (3). O objetivo é levar mais segurança alimentar dos rebanhos durante o período de seca e a distribuição será feita por meio do Programa Venda Balcão.

Eduardo Salles, que também é presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia, alertou para o atraso das entregas das sacas aos produtores. “Essa demora na liberação é preocupante porque parte dos rebanhos bovino, ovino e caprino do nosso estado vêm sendo dizimados por conta da seca, sem precedentes, e que tem prejudicado muito a agropecuária baiana. Para que a situação não se agrave ainda mais, o governo federal precisa tomar atitudes rápidas para que o anúncio feito pelo presidente não caia no descrédito", avaliou o parlamentar.

 
     
     
 
03.03.2017 - POLÍTICA
 
Executivo da Odebrecht relata R$ 9 milhões em caixa 2 para Aécio e aliados
 
Executivo da Odebrecht relata R$ 9 milhões em caixa 2 para Aécio e aliados
Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado
 

O ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura Benedito Júnior, o “BJ” afirmou nesta quinta-feira (2) que a empreiteira doou R$ 9 milhões em caixa 2 para campanhas eleitorais do PSDB em 2014. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, de acordo com o executivo, o próprio senador Aécio Neves, presidente do partido, solicitou a doação – a época, ele concorria à Presidência da República. Aecio teria solicitado apoio financeiro para outros candidatos, na posição de dirigente partidário. Segundo a assessoria de imprensa do congressista, de fato ele pediu apoio para “inúmeros candidatos”, mas em nenhum momento os recursos foram solicitados por meio de caixa 2. O advogado do tucano, por sua vez, afirmou que “em momento algum o depoente afirmou que o senador pediu contribuição por meio de caixa dois, mesmo porque isso nunca ocorreu". O depoimento de Benedito Júnior cita ainda que a Odebrecht repassou R$ 6 milhões para serem divididos pelas campanhas de Pimenta da Veiga, Antonio Anastasia e Dimas Fabiano Toledo Júnior, além de outros R$ 3 milhões destinados ao publicitário Paulo Vasconcelos, que fazia a campanha presidencial de Aécio Neves. 

 
     
     
 
23.02.2017 - POLÍTICA
 
Serra e Aécio vão discutir sucessão no Itamaraty
 
Serra e Aécio vão discutir sucessão no Itamaraty
Foto: Jessika Lima/ AIG-MRE
 

O ministro demissionário das Relações Exteriores, José Serra, vai se reunir nesta quinta-feira (23), em Brasília, com o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves. No encontro, os tucanos tratarão da sucessão no Itamaraty. Em carta entregue na noite desta quarta-feira (22) ao presidente Michel Temer, Serra pediu demissão devido a problemas de saúde. Em caráter reservado, tucanos dizem que o nome mais cotado para a vaga é o do senador Aloysio Nunes Ferreira (SP), líder do governo. Além dele, são citados também os embaixadores Rubens Barbosa e Sérgio Amaral, ambos próximos a Serra. Auxiliares de Temer dizem que a "tendência" é que o ministério das Relações Exteriores permaneça na cota do PSDB. O presidente quer evitar que a pasta seja alvo de uma nova disputa política com o PMDB, que já pleiteia o Ministério da Justiça. Amigos e pessoas próximas a Serra contam que ele cogitava deixar a pasta há pelo menos 20 dias, devido ao desconforto físico decorrente da cirurgia na coluna a que foi submetido em dezembro. Serra estaria abatido com o problema na coluna, segundo relatos de pessoas próximas. Ele deve se dedicar a um tratamento por quatro meses. Depois disso, vai voltar ao Senado, onde tem mandato até 2023. O suplente José Aníbal (PSDB-SP), que preside o Instituto Teotônio Vilela e ocupava a vaga desde que Serra foi apontado como chanceler, em maio do ano passado, deve retornar às suas atividades políticas em São Paulo.

 
     
     
 
15.02.2017 - POLÍTICA
 
Eleito por unanimidade, Eduardo Salles assume presidência da Comissão de Agricultura da ALBA
 
Eleito por unanimidade, Eduardo Salles assume presidência da Comissão de Agricultura da ALBA
Foto: Divulgação
 

O deputado estadual Eduardo Salles foi eleito, por unanimidade, nesta terça-feira (14), presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia. O parlamentar assume o posto ao lado do também deputado estadual Fábio Souto, que ocupa a vaga de vice-presidente da comissão.

Ao tomar posse, Eduardo Salles destacou que ter sido eleito como presidente da Comissão é um grande marco em sua trajetória política. “Passei dois anos presidindo a Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público e recebi essa nova missão dos colegas. Acredito que farei um bom trabalho pela agropecuária baiana, tendo em vista que sempre tive minha vida ligada ao campo”, afirmou o parlamentar.

 
     
     
 
09.02.2017 - POLÍTICA
 
FHC vai depor como testemunha de defesa em processo contra Lula nesta quinta
 
FHC vai depor como testemunha de defesa em processo contra Lula nesta quinta
Foto: Reprodução / Pragmatismo Político
 

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso vai prestar depoimento como testemunha de defesa de Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula. O depoimento será feito a partir das 9h da manhã desta quinta-feira (9) por meio de videoconferência, segundo informações da Folha de S. Paulo. Na oportunidade, os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderão fazer perguntas a FHC. Okamoto é réu no processo que apura o transporte do acervo presidencial de Lula depois que ele deixou o cargo na Presidência da República. Já o petista é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. O Ministério Público afirma que o montante, pago pela empreiteira OAS, veio de propina. Ainda de acordo com a publicação, os advogados de Lula tentaram adiar a audiência, em decorrência do período de luto com a morte da ex-primeira-dama, Marisa Letícia. A missa de sétimo dia, inclusive, também será celebrada amanhã. Mas o juiz Sergio Moro, condutor do processo, recusou o pedido.

 
     
     
 
eventos
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções