publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
Carlos em:
Grave acidente deixa uma vítima fatal em estrada vicinal de Malhada de Pedras
 
 
Ana paula em:
A caminho do Paraguai, Cézar Paulo 'Cézar de Lim', acusado da morte de Camarão acaba de ser preso
 
 
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "politica":
 
23.01.2017 - POLÍTICA
 
Eduardo Salles afirma que Eures Ribeiro é o candidato mais preparado para assumir a UPB
 
Eduardo Salles afirma que Eures Ribeiro é o candidato mais preparado para assumir a UPB
Foto: Divulgação
 

“Eures Ribeiro é a melhor opção para dirigir a UPB (União dos Municípios da Bahia). Seu currículo é muito mais extenso que o de seu adversário. Há uma diferença enorme entre um e outro”, garante o deputado estadual e ex-secretário estadual de Agricultura, Eduardo Salles, em defesa à candidatura do prefeito de Bom Jesus da Lapa na eleição de quarta-feira (25) para presidente da entidade.

“Em seu primeiro mandato, Eures Ribeiro arrumou administrativamente e financeiramente Bom Jesus da Lapa e conseguiu, mesmo nesta crise econômica, inaugurar diversas obras que melhoraram a vida da população. Não foi à toa que conseguiu sua reeleição com 76% dos votos válidos. Já provou que conhece as necessidades para lutar pelas causas municipalistas”, acrescentou o deputado estadual.

 
     
     
 
23.01.2017 - POLÍTICA
 
Rui empina pipa e evita comentar escolha de secretários: ‘Hoje de tarde tem posse’
 
Rui empina pipa e evita comentar escolha de secretários: ‘Hoje de tarde tem posse’
Foto: Luana Ribeiro / Bahia Notícias
 

O governador Rui Costa (PT) aproveitou o momento de entrega de encostas na Avenida Heitor Dias, na manhã desta segunda-feira (23), para empinar pipa com a população local. Em seu primeiro evento público depois da reforma administrativa, Rui evitou comentar os critérios que levaram à escolha dos novos nomes. “Hoje de tarde, às 16h, tem posse. A gente fala mais sobre o secretariado hoje à tarde”, limitou-se Rui. Apesar da postura, o governador elogiou o ex-governador e ex-ministro, Jaques Wagner (PT), nomeado secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE). “Resolvi reforçar a busca e captação com investidores nacionais e estrangeiros para nosso estado. O ex-governador e ministro tem perfil. Ele tem profundo relacionamento e conhecimento de uma rede grande de investidores e empresários, não só no Brasil como no exterior. Alguém com esse conhecimento para que possamos aumentar nossa possibilidade de captação de investimentos na Bahia. A crise nos faz rever formas e estratégias para que a gente continue atraindo empresários para nosso estado”, justificou.

 
     
     
 
23.01.2017 - POLÍTICA
 
Temer e Gilmar Mendes discutem quadro político em jantar no Jaburu
 
Temer e Gilmar Mendes discutem quadro político em jantar no Jaburu
Foto: Reprodução / TV Globo
 

O presidente Michel Temer recebeu o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, para um jantar na noite deste domingo (22), no Palácio do Jaburu. Segundo o Broadcast Político apurou, os dois conversaram sobre a morte trágica do ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Operação Lava Jato no STF. Durante o jantar, Gilmar e Temer também falaram sobre o quadro político atual. O encontro não constava na agenda oficial da Presidência, que, segundo a assessoria de imprensa do Planalto, só traz compromissos públicos de Temer, o que não seria o caso dessa visita. De acordo com a assessoria do ministro, Gilmar teve uma "conversa de rotina" com Temer. O convite para o jantar partiu do próprio presidente, segundo fontes. Gilmar é responsável por definir a pauta de julgamento do TSE e será um dos sete integrantes da Corte Eleitoral que votará neste ano no processo que pode levar à cassação da chapa de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB), reeleita em 2014. No início deste mês, o ministro disse que tem "relações de companheirismo e diálogo" com Temer há mais de 30 anos.
 

 
     
     
 
28.12.2016 - POLÍTICA
 
Segundo mais bem votado para vereador em Aracatu, brumadense tomará posse dia 1º
 
Segundo mais bem votado para vereador em Aracatu, brumadense tomará posse dia 1º
Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br
 

No dia 1º de Janeiro 2017, os candidatos eleitos para prefeito, vice e vereadores estarão sendo empossados em Aracatu. Este ano, uma das grandes revelações do meio político aracatuense, foi a vitória do brumadense, Bismarc Machado, que aos 24 anos, foi o segundo vereador mais bem votado no município.
Bismarc é estudante e terá a oportunidade de mostrar trabalho em prol da população aracatuense a partir de 1º de janeiro de 2017.

 
     
     
 
19.12.2016 - POLÍTICA
 
Nilo desiste de buscar vaga no Senado em 2018 e coloca culpa no PSD e no PP
 
Nilo desiste de buscar vaga no Senado em 2018 e coloca culpa no PSD e no PP
Foto: Fernando Duarte / Bahia Notícias
 

Diante da movimentação nos bastidores em torno da presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, que por sua vez já está relacionada aos possíveis cenários para 2018, o presidente da Casa, Marcelo Nilo (PSL), declarou que não se candidatará ao Senado nas próximas eleições, como cogitava no início do ano (veja aqui). O anúncio foi feito em almoço realizado por ele na AL-BA para fazer o balanço das atividades. “Não sou candidato a senador em 2018. Serei candidato a deputado federal. Eu não quero ser candidato a senador”, disse, jogando a responsabilidade para o senador Otto Alencar (PSD) e para o vice-governador João Leão (PP). Ambos compõem a banca de apostas para o Senado em 2018, e os dois partidos lançaram candidatos para disputar com Nilo a presidência: Ângelo Coronel (PSD) e Luiz Augusto (PP). Os resultados das eleições municipais (clique aqui) temperam as negociações, já que o PSD liderou em número de prefeitos eleitos (83), seguido pelo PP (55), o que acirrou a concorrência. "Já formei a minha chapa para a Assembleia e não tem vaga para PSD e para o PP. Mesmo que o governador Rui Costa peça", destacou, atribuindo o atual panorama a uma combinação entre Otto e Leão. "Os presidentes do PSD e do PP se juntaram para me derrotar", declarou. Nilo diz já ter o apoio do PT na corrida, a quem reservou a vice-presidência. A Mesa Diretora será composta ainda pelo PDT – Pastor Sargento Isidório e Roberto Carlos decidem quem assume a cadeira – e três vagas ficam selecionadas para a oposição. Há rumores, porém, de que a oposição pleiteia 4 das 9 vagas disponíveis. 

 
     
     
 
14.12.2016 - POLÍTICA
 
Senado aprova projeto que regulamenta supersalários do funcionalismo
 
Senado aprova projeto que regulamenta supersalários do funcionalismo
 

O Plenário do Senado aprovou na noite desta terça-feira (13) três projetos elaborados pela comissão especial dos supersalários para cortar despesas que inflam os contracheques e vencimentos dos servidores e aposentados administração direta e indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. A restrição atinge magistrados, chefes dos poderes, servidores de estatais e militares. 

De acordo com os projetos aprovados, o limite de vencimentos mensais passará a ser a soma das verbas recebidas por uma mesma pessoa, ainda que os recursos sejam oriundos de mais de um cargo ou emprego, aposentadoria ou pensão, ou qualquer combinação possível entre esses rendimentos. 

 
     
     
 
12.12.2016 - POLÍTICA
 
Datafolha: Lula lidera cenários em primeiro turno; Marina vence em segundo
 
Datafolha: Lula lidera cenários em primeiro turno; Marina vence em segundo
Fotos: Divulgação / Montagem BN
 

A ex-senadora Marina Silva (Rede) lidera os cenários de segundo turno para eleição presidencial de 2018, de acordo com pesquisa de intenção de voto do Datafolha divulgado nesta segunda-feira (12) pelo jornal Folha de S. Paulo. Já no primeiro turno, Lula fica à frente.

 
     
     
 
10.12.2016 - POLÍTICA
 
Odebrecht delata caixa dois para Lula
 
Odebrecht delata caixa dois para Lula
 

Delatores da Odebrecht afirmaram em depoimento que as campanhas presidenciais de Lula tiveram caixa dois em 2002 e 2006. Nos dois casos foram pedidos pessoais de Lula para Emílio Odebrecht. Os repasses ilegais foram coordenados pelos tesoureiros das campanhas.

 
     
     
 
06.12.2016 - POLÍTICA
 
Marcelo cuidava de propina em plano nacional; interlocutor de Lula era Emílio, diz coluna
 
Marcelo cuidava de propina em plano nacional; interlocutor de Lula era Emílio, diz coluna
Foto: Reprodução Istoé | Instituto Lula
 

Os depoimentos da delação premiada da Odebrecht mostram que Marcelo Odebrecht tratava apenas das contas de propina da empreiteira em âmbito nacional. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, as demais contas, destinadas ao suborno de governadores e prefeitos, eram gerenciadas por executivos da empreiteira. Marcelo cuidava da conta relacionada ao PT e ao governo federal. Inicialmente, de acordo com os relatos, o interlocutor era o ex-ministro Antonio Palocci, sendo substituído pelo também ex-ministro Guido Mantega. Ainda segundo os depoimentos, apesar dos recursos dessa espécie de “conta-mãe” ter atendido a pedidos ou necessidades que ambos atribuíam a Lula, o ex-presidente não trataria dos recursos diretamente com o Marcelo. As informações dão conta, inclusive, que eles não se gostavam. O interlocutor de Lula na empresa era o pai de Marcelo, Emílio Odebrecht, mas eles não conversavam sobre a conta. A expectativa é de que a delação revele detalhes sobre a reforma do sítio de Atibaia, benefícios a terceiros pagos pela empreiteira, além de doações de campanha atribuídos a Lula. Palocci e Mantega negam ter tratado de propina com a Odebrecht. Marcelo ficará dez anos sem sair aos fins de semana e feriados, mesmo quando passar para o regime semiaberto de prisão.

 
     
     
 
05.12.2016 - POLÍTICA
 
Lídice defende Câmara dos Deputados e critica postura do MP: ‘Vem assustando o Congresso’
 
Lídice defende Câmara dos Deputados e critica postura do MP: ‘Vem assustando o Congresso’
Foto: Rebeca Menezes / Bahia Notícias
 

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) defendeu a votação realizada pela Câmara dos Deputados, na madrugada da última quarta-feira (30), sobre o pacote anticorrupção. A socialista explicou que o horário da votação não pode servir de argumento de acusação, já que outras matérias foram aprovadas no período, em outras ocasiões. “É o ritmo da Câmara, que começa votação em torno de 20h. Numa casa com 500 membros, essas votações se estendem normalmente até tarde da noite. (...) Não creio que a condenação deve ser porque votou de madrugada, porque muitas coisas importantes são votadas de madrugada”, defendeu a senadora que, por outro lado, considerou pertinentes as críticas ao conteúdo aprovado. A baiana acredita que os deputados poderiam ter “amadurecido mais” a proposta e construído um texto melhor do que aquele aprovado. Presente na entrega das estações Acesso Norte 2, Detran e Rodoviária, nesta segunda-feira (5), Lídice aproveitou para criticar o Ministério Público Federal por “assustar” o Congresso. “Quando se vincula todo e qualquer recebimento de recursos na campanha, às vezes inclusive recurso legal, com a criminalização, isso assusta. Tem muita gente no parlamento com corrupção? Acho que pode ter, mas não é a maioria, não é a totalidade do Congresso. E essa generalização contra o político e o parlamento vem assustando o Congresso”, declarou. 

 
     
     
 
01.12.2016 - POLÍTICA
 
Ao lado de Moro, Renan defende 'negociação' em projeto sobre abuso de autoridade
 
Ao lado de Moro, Renan defende 'negociação' em projeto sobre abuso de autoridade
Foto: Dida Sampaio/Estadão. Apesar de publicamente favorável ao projeto, presidente do Senado mantém postura institucional na sessão.
 

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), abriu nesta quinta-feira, 1, a sessão de debate sobre o projeto que trata de abuso de autoridade, com a presença do juiz federal Sérgio Moro, que conduz a Operação Lava Jato em 1ª instância e o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, que também preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No início do discurso, Renan defendeu o consenso e "as soluções negociadas". Publicamente favorável ao projeto, ele manteve postura institucional durante a sua fala, como haviam antecipado seus assessores. Ao lado de Moro, Renan fez uma ampla defesa do projeto que trata de abuso de autoridade e defendeu que a proposta é “amena”.

Segundo ele, o projeto não visa punir “autoridades”, mas sim o “abuso”. “Lançar mão do abuso de autoridade para desvendar crimes é psicopatia”, disse. O presidente do Senado defendeu ser “equivocado navegar em águas das teorias conspiratórias” quando se debate o assunto.

 

 
     
     
 
25.11.2016 - POLÍTICA
 
De Salvador, Geddel envia carta de demissão à Presidência
 
De Salvador, Geddel envia carta de demissão à Presidência
Foto: Agência Brasil
 

O ministro da Secretaria do Governo, Geddel Vieira Lima, já entregou a carta de demissão à Presidência da República. A informação foi confirmada por assessor da Presidência pela Globo News. Na manhã desta sexta-feira (25), já era especulada (clique aqui e aqui) a saída do peemedebista, após o agravamento da crise gerada pelas denúncias do ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, que pediu demissão na última sexta-feira (18), alegando que Geddel o tinha pressionado para atuar junto ao Iphan para liberar parecer favorável à construção do empreendimento La Vue, na Ladeira da Barra, em Salvador.  Na carta, Geddel afirma que voltará à Bahia "diante da dimensão das interpretações dadas" e pede desculpas a Temer "aos que estão sendo por elas alcançados". 



De Salvador, Geddel envia carta de demissão à Presidência
 
     
     
 
24.11.2016 - POLÍTICA
 
Deputados articulam derrubar pacote anticorrupção no plenário da Câmara
 
Deputados articulam derrubar pacote anticorrupção no plenário da Câmara
Relatório de Onyx Lorenzoni (DEM-RS) deverá ser derrubado em votação na Casa hoje. Texto deverá incluir dois pontos polêmicos. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
 

pós a aprovação do pacote de medidas contra a corrupção na comissão especial da Câmara, líderes de praticamente todos os partidos, com exceção da Rede e do PSOL, vão tentar derrubar o texto do relator Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e aprovar um projeto substitutivo no plenário da Casa.

A votação está prevista para ocorrer na manhã desta quinta-feira (24). O novo texto deverá incluir as duas medidas que ficaram de fora do pacote aprovado nesta quarta: a anistia à prática do caixa 2 nas campanhas eleitorais e a previsão de punir magistrados e integrantes do Ministério Público Federal por crime de responsabilidade.

"Vamos votar um substitutivo que muda bastante o conteúdo do texto, muda quase tudo, cerca de 70%", disse o deputado Vicente Cândido, vice-líder do PT e próximo ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

 
     
     
 
20.11.2016 - POLÍTICA
 
Comissão de Ética vai analisar nesta segunda denúncia contra Geddel
 
Comissão de Ética vai analisar nesta segunda denúncia contra Geddel
O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, em entrevista à Rede Bahia neste sábado (Foto: Reprodução/Rede Bahia)
 

O presidente da Comissão de Ética Pública da Presidência da República, Mauro Vieira, afirmou que o colegiado vai analisar nesta segunda-feira (21) se abre ou não processo para investigar a conduta do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, no episódio que culminou na demissão de Marcelo Calero do comando do Ministério da Cultura.

Calero disse em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo" e confirmou posteriormente em um evento com artistas no Rio de Janeiro que o motivo principal de sua saída da Esplanada dos Ministérios foi a pressão que sofreu do titular da Secretaria de Governo para liberar um empreendimento imobiliário de alto luxo em Salvador no qual Geddel tinha comprado um apartamento.

 

 
     
     
 
16.11.2016 - POLÍTICA
 
Operação Chequinho: Prisão de Garotinho tem relação com esquema de compra de votos
 
Operação Chequinho: Prisão de Garotinho tem relação com esquema de compra de votos
Foto: Agência Câmara
 

A prisão do ex-governador do Rio e atual secretário de Governo de Campos dos Goytacazes, Anthony Garotinho, na manhã desta quarta-feira (16), por volta das 10h30, aconteceu no contexto da Operação Chequinho, que apura o uso do programa social Cheque Cidadão para a compra de votos no município, em 2016. Ao todo, são oito mandados de prisão temporária, oito de busca e apreensão e um de condução coercitiva, expedidos pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 100º Zona Eleitoral de Campos. Garotinho foi preso em seu apartamento, localizado na Rua Senador Vergueiro, no Flamengo, e encaminhado para a sede da PF na zona portuária da capital fluminense. Segundo informações do Ministério Público Estadual (MP-RJ), a prefeitura de Campos dos Goytacazes oferecia inscrições fraudulentas no programa Cheque Cidadão, que concede R$ 200 por mês aos beneficiários, em troca de votos. Já foram presos neste ano vereadores, eleitores e outros envolvidos no esquema: em setembro, foi detida a secretária municipal de Desenvolvimento Humano e Social e a coordenadora do programa. A PF prendeu  eleitores que tinham ligação com um vereador detido em 29 de agosto, por suspeita de aliciamento para a compra de votos. Em outubro, foram presos dois vereadores Miguel Ribeiro Machado, o Miguelito, liberado no dia 26; e Ozéias Martins, que foi liberado no dia 29 de outubro. Quando Miguelito foi liberado foi preso outro vereador, Kellenson Ayres Figueiredo de Souza (PR), o "Kellinho" que conseguiu uma liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e foi solto último dia 4 de novembro.  

 
     
     
 
eventos
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções