publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
Aliane Aguiar em:
Homem é preso com 9 kg de maconha em Guanambi, no Bairro Beija Flor II
 
 
Leandro Vieira de Andrade santos em:
GUANAMBI: CÂMARA APROVA CRIAÇÃO DE GUARDA CIVIL ARMADA
 
 
Reginaldo em:
Caminhão roubado em Urandi pode ter dispensado a carga em Brumado
 
 
 
curta nossa fanpage
Resultado da busca pela categoria "saude":
 
06.12.2015 - SAÚDE
 
Zika vírus: entenda a transmissão, os sintomas e a relação com microcefalia
 
Zika vírus: entenda a transmissão, os sintomas e a relação com microcefalia
Aedes aegypti, que transmite dengue e chikungunya, também transmite o zika vírus (Foto: CDC-GATHANY/PHANIE/AFP)
 

Vírus foi identificado pela primeira vez no Brasil em abril de 2015. Além de microcefalia, governo estuda possível relação com Guillain-Barré.
 

Identificado pela primeira vez no país em abril, o zika vírus tem provocado intensa mobilização das autoridades de saúde no país. Enquanto a doença costuma evoluir de forma benigna – com sintomas como febre, coceira e dores musculares – o que mais preocupa é a associação do vírus com outras doenças. O Ministério da Saúde já confirmou a relação do zika com a microcefalia e investiga uma possível relação com a síndrome de Guillain-Barré. Veja o que já se sabe sobre o vírus:

Como ocorre a transmissão?

Assim como os vírus da dengue e do chikungunya, o zika também é transmitido pelo mosquitoAedes aegypti.

Quais são os sintomas?

Os principais sintomas da doença provocada pelo zika vírus são febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular. A evolução da doença costuma ser benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em um período de 3 até 7 dias. O quadro de zika é muito menos agressivo que o da dengue, por exemplo.

Como é o tratamento?

Não há vacina nem tratamento específico para a doença. Segundo informações do Ministério da Saúde, os casos devem ser tratados com o uso de paracetamol ou dipirona para controle da febre e da dor. Assim como na dengue, o uso de ácido acetilsalicílico (aspirina) deve ser evitado por causa do risco aumentado de hemorragias.

Qual é a relação entre o zika e a microcefalia?

A relação entre zika e microcefalia foi confirmada pela primeira vez no mundo no fim de novembro pelo Ministério da Saúde brasileiro. A investigação ocorreu depois da constatação de um número muito elevado de casos em regiões que também tinham sido acometidas por casos de zika.

É preciso admitir que estamos enfrentando algo novo, que não conhecemos bem. O que sabemos é baseado em aspectos mais gerais e apoiado em experiências de outras doenças transmitidas por mosquitos"

A evidência crucial para determinar essa ligação foi um teste feito no Instituto Evandro Chagas, órgão vinculado ao Ministério da Saúde no Pará, que detectou a presença do vírus zika em amostras de sangue coletadas de um bebê que nasceu com microcefalia no Ceará e acabou morrendo.

Como a situação é muito recente, ainda não se sabe como o vírus atua no organismo humano, quais mecanismos levam à microcefalia e qual o período de maior vulnerabilidade para a gestante. Segundo o Ministério da Saúde, as investigações sobre o tema devem continuar para esclarecer essas questões.

Quais são as recomendações para mulheres grávidas?


O Ministério da Saúde orienta algumas medidas para mulheres grávidas ou com possibilidade de engravidar tendo em vista a ocorrência de casos de microcefalia relacionados ao zika vírus.

Uma delas é a proteção contra picadas de insetos: evitar horários e lugares com presença de mosquitos, usar roupas que protejam a maior parte do corpo, usar repelentes e permanecer em locais com barreiras para entrada de insetos como telas de proteção ou mosquiteiros.

É importante informar o médico sobre qualquer alteração em seu estado de saúde, principalmente no período até o quarto mês de gestação. Um bom acompanhamento pré-natal é essencial e também pode ajudar a diminuir o risco de microcefalia.

Há risco de microcefalia se a mulher engravidar depois de se curar do zika?


Segundo o médico Érico Arruda, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, o que se conhece sobre a relação entre o zika e a microcefalia é insuficiente para determinar se há risco de engravidar logo depois de se curar de uma infecção pelo zika vírus.

“O que se pode dizer, baseado em contextos gerais, é que parece que a viremia do zika é curta, ou seja, a pessoa infectada fica pouco tempo com o vírus circulando na corrente sanguínea.” Caso isso seja confirmado, é possível que não haja risco de gravidez logo após o fim da infecção, porém ainda é cedo para ter certeza.

 
     
     
 
04.12.2015 - SAÚDE
 
Greve de médicos peritos do INSS completa 3 meses
 
Greve de médicos peritos do INSS completa 3 meses
Foto: Juliana Almirante/ G1 Bahia
 
Os peritos médicos do Instituto Nacional do Seguro Social  (INSS) já estão há três meses com os atendimentos paralisados. A categoria entrou em greve na Bahia junto com os servidores do órgão, no dia 4 de setembro, e pede a reestruturação da carreira e reposição do quadro de funcionários. Ao G1, o delegado da Associação Nacional dos Médicos Peritos em Salvador, João Eduardo Pereira, explicou que 30% da categoria está em atividade durante o período. "A gente tem que deixar uma pequena parte do efetivo, mas nem todos estão trabalhando em suas funções. Por exemplo, se na agência de Salvador tiverem 24 médicos, para que todos façam perícias, a gerência [da agência] transfere ele para outras funções que precisam de gente como para auditoria e procuradoria. Então, só ficam três quatro médicos fazendo atendimento ao público", detalhou. Em nota, o Ministério do Planejamento informou que aceitou a proposta do grupo em relação à jornada de trabalho e que aceitaria reduzir a jornada de trabalho de 40h para 30h, sem redução de salários. Porém, a Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP) teria exigido que as 30 horas sejam concedidas de forma isolada, com a mudança já a partir de janeiro de 2016. De acordo com a assessoria nacional do INSS, por causa da greve, a capacidade de realização de perícias foi reduzida em 50%, de uma média mensal de 600 mil para 300 mil em todo o país.
 
 
 
     
     
 
24.09.2015 - SAÚDE
 
Pediatra fala sobre algumas doenças e cuidados que se deve ter com a criança
 
Pediatra fala sobre algumas doenças e cuidados que se deve ter com a criança
Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br
 
O filho (a) é o bem mais precioso que uma família possui, mas, às vezes por falta de instrução ou conhecimento, os pais não procuram um profissional para fazer o acompanhamento de sua saúde, com isso, muitas crianças acabam tendo consequencias que só são descobertas em estágio já avançado, tornando mais caro e até mesmo dificultando o tratamento; o que poderia ter sido evitado com exames periódicos com um pediatra. Para falar sobre isso, o Destaquebahia procurou a Drª Sylviane Caires. Com um vasto conhecimento na área de pediatria e Gastroenterologia, a Drª Sylviane Coelho Caires, que atende a população de Barra da Estiva e Região, fez algumas explanações sobre algumas doenças e até que idade é aconselhavél que haja um acompanhamento na saúde da criança e adolescente. Em entrevista ao Destaquebahia, a Drª Sylviane Coelho Caires, pediatra e pós-graduada em gastroenteriologia pediátrica, profissional responsável por tratar: refluxo, alergias alimentares, constipação, dores abdominais, entre outras doenças, disse que: "o atendimento pediátrico deveria ser até a vida adulta, os 21 anos de idade, mas ocorre que esse acompanhamento na maioria se dá até os 17 anos, em poucos casos", a pediatra explica que "infelizmente 80% dos atendimentos, são para combater doenças, em criança e adolescentes que deveriam ter um auxílio médico anterior e periódico o que evitaria o agravamento de muitos problemas " disse a pediatra, Drª Sylviane Coelho Caires que disponibiliza atendimento de prevenção e tratamento, atuando no desenvolvimento e crescimento saudável de segunda a sexta, das 08h às 17h e aos sábados 08h às 12h na Clinbaby. Localizada na Rua Padre Virgílio Zoppi, 145, centro.Tel : 3450-1688
 
     
     
 
26.08.2015 - SAÚDE
 
Pesquisador acredita que substância desenvolvida na USP cura câncer
 
Pesquisador acredita que substância desenvolvida na USP cura câncer
'A fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer', diz.
 

Um professor aposentado da Universidade de São Paulo (USP) acredita que conseguiu desenvolver uma substância que pode curar o câncer. Gilberto Orivaldo Chierice coordenou por mais de 20 anos os estudos com a  fosfoetanolamina sintética, que imita uma substância presente no organismo e sinaliza células cancerosas para a remoção pelo sistema imunológico. “A fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer”, disse o especialista.

Como mostrou o G1, a droga era fornecida gratuitamente em São Carlos, mas uma portaria da universidade proibiu a distribuição até o registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, enquanto o produto não é regulamentado, pacientes que tinham conhecimento dos estudos entraram na Justiça para obter as cápsulas. Procurada, a Anvisa disse que não identificou um processo formal para a avaliação do produto em seus registros e que não houve por parte da instituição de pesquisa nenhuma iniciativa ou atitude prática no sentido de transformar o produto em um medicamento. Segundo a agência, para obter o registro, além da requisição, é preciso apresentar documentos e análises clínicas.

 
     
     
 
06.09.2014 - SAÚDE
 
Sexo ajuda a prevenir doenças e reduz estresse; veja benefícios
 
Sexo ajuda a prevenir doenças e reduz estresse; veja benefícios
frases no sexo Getty Images
 

Sexóloga explica de que forma a atividade sexual pode melhorar a saúde

Além do prazer, a atividade sexual traz diversos benefícios para o corpo e a mente.

No Dia do Sexo, comemorado neste sábado (6),o R7 conversou com a sexóloga e autora de livros sobre sexualidade Carmen Jansem que afirmou que o sexo ajuda entre outras coisas, a melhorar o sono, reduzir o estresse e até melhorar a dor de cabeça. Clic aqui e assita a entrevista.

 
     
     
 
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções