• Homem acusado de atirar contra criança em Barra da Estiva se apresenta a polícia; dois comparsas foram mortos

    Ontem (28) policiais civis e militares empreenderam buscas visando cumprir o mandado judicial contra Guilherme Souza dos Santos sem resultado positivo, pois seus familiares informaram não saber de seu paradeiro.

    Já na manhã de hoje (29), Gordinho, como é conhecido, se apresentou com seu advogado na unidade policial em Barra da Estiva, onde depois de formalizado o cumprimento do mandado judicial, acabou sendo recolhido na carceragem da unidade, onde se encontra a disposição da Justiça.

    Entenda o caso

    No dia 10 de junho deste ano, por volta das 5 horas, na Rua França, bairro das Nações  em Barra da Estiva, acontecia festejos juninos e após Guilherme se  desentender com Sérgio de Morais Silva Júnior em vias de fato, se juntou  com seus comparsas e integrantes de uma gang armada, Anatalino Júnior Oliveira Ribeiro e José Carlos Cândido Barbosa, conhecido como Bó, que vinha praticando vários crimes na cidade e região.

    Segundo as informações, o grupo armado se dirigiu até a casa de Sérgio para matá-lo, mas como não conseguiram atiraram contra a filha de Sérgio de apenas 6 anos que foi atingida na altura do abdômen e o projétil ficado fixado em seu fêmur. A avó paterna da criança também foi brutalmente agredida a coronhadas por Gordinho.

    Na época os fatos foram apurados e expedido mandado de prisão preventiva em desfavor apenas de Gordinho, pois os demais autores dos crimes foram mortos dias após, sendo Anatalino vítima de homicídio perpetrado pelo avô paterno da criança atingida e José Carlos em oposição a ação policial (CIPE SUDOESTE).

    O juiz da comarca após análise da representação da medida cautelar, com parecer favorável do IRMP, decretou a prisão preventiva de Gordinho que é um dos líderes de uma gang instalada em Barra da Estiva que vem agindo na região, bem como, suspeito de cometer vários outros crimes que estão em fase de apuração.








MAIS NOTÍCIAS