• Cresce número de assaltante de bancos presos na Bahia e redução dos roubos se aproxima de 30%

    Foto: Divulgação | SSP

    Cresceu o número de assaltantes de bancos presos, na Bahia, e a redução deste tipo de roubo se aproxima de 30%. Entre janeiro e setembro deste ano foram capturados 102 criminosos, enquanto em 2017 tinham sido 69.

    Além dos presos, 26 assaltantes morreram em confronto, resultando nas desarticulações de 14 quadrilhas. O caso mais recente aconteceu, na cidade Pernambucana de Salgueiro, quando a Cipe Caatinga e a Polícia Federal interceptaram 11 integrantes de uma organização criminosa. O grupo tinha roubado bancos e carros-forte na Bahia e em Pernambuco. Na ação, seis assaltantes morreram e cinco acabaram alcançados. 

    "É um trabalho de inteligência e repressão muito integrado. Pelo terceiro ano consecutivo estamos com diminuição nesta modalidade criminosa", lembrou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. Acrescentou que neste ano foram contabilizados 51 ocorrências, contra 72, no mesmo período de 2017.

    Armas

    Outro dado importante no combate às quadrilhas de roubo a banco é o de apreensão de armamentos. Neste último caso, na cidade pernambucana, uma metralhadora calibre 50 foi apreendida. A arma supera blindagens e pode ser utilizada contra aeronaves por conta do grande alcance.

    Com as 14 quadrilhas desmontadas os policiais encontraram ainda 12 fuzis, entre eles o AK47 fabricado na Rússia, 10 espingardas e 13 pistolas, além de outros tipos de armas.

    Bahia
    Assaltantes de banco
    Redução de Casos
    Polícia
    SSP







MAIS NOTÍCIAS