• Presidente do Ibama pede exoneração após ministro questionar contrato de aluguel de caminhonetes

    Foto: José Cruz

    A presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Suely Araújo, pediu exoneração do cargo nesta segunda-feira (7).

    O pedido foi feito um dia após o novo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ter criticado no Twitter um contrato de locação de veículos do órgão.

    Suely assumiu o cargo no Ibama no governo do ex-presidente Michel Temer. No pedido de exoneração, ela argumentou que, mesmo antes do presidente Jair Bolsonaro assumir, o nome do seu sucessor já vinha sendo "amplamente" comentado na imprensa e dentro do próprio Ibama.

    A polêmica em torno do aluguel de caminhonetes começou com uma postagem do ministro do Meio Ambiente no Twitter que dizia; "Quase 30 milhões de reais em aluguel de carros, só para o IBAMA...."

    O presidente Jair Bolsonaro chegou a fazer um comentário sobre a declaração de Ricardo Salles. Ao compartilhar o post do ministro, o presidente disse que o governo está desmontando "montanhas de irregularidades".

    Aluhuel
    presidente
    Ibama
    Caminhonetes



MAIS NOTÍCIAS