• Brumado: Mapeamento e taxas da zona azul não agradam e comerciantes pedem flexibilização

    Foto: Destaque Bahia

    A apresentação da taxa e mapeamento da zona azul não agradou comerciantes e lojistas de Brumado. A questão que está causando impasses é com relação aos espaços reservados para carga e descarga e a taxa que será paga pelos usuários, no valor de R$ 2, valor superior a de demais cidades. De acordo o diretor de relações institucionais da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Orlando Gomes, não haverá flexibilização por parte da Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes quanto a alteração do projeto e a reunião serviu apenas para demarcar os locais onde cada comerciante poderia necessitar para carga e descarga. Os comerciantes também questionaram o comportamento do coordenador da SMTT, Jansen Ricardo, que durante a reunião com os mesmos para tratar do assunto, deixou claro que não poderiam ser feitos questionamentos sobre o projeto. “Foi informado que o projeto já estava autorizado, a forma como deveríamos seguir e que aquela reunião era só para demarcar os locais onde cada comerciante poderia necessitar para carga e descarga”, disse Orlando.

    Ainda segundo o diretor da CDL, os comerciantes jamais serão opostos à implantação da Zona Azul, mas querem que o procedimento seja feito de forma democrática e que haja consenso com a prefeitura para que a efetivação das decisões não afetem a economia local.

    Zona Azul
    Brumado
    Mapeamento
    Taxas
    Comerciantes
    Lojistas



MAIS NOTÍCIAS