• Receita Federal identifica grupo que sonegava impostos

    Foto: Divulgação

    A Operação Desembaraço, realizada ontem (18), por 11 auditores fiscais da Receita Federal e da Receita Estadual do Rio de Janeiro, colheu provas que incriminam um grupo empresarial pela sonegação de impostos federais e estaduais na importação de mercadorias. De acordo com as investigações, o grupo importou, desde 2015, em torno de R$ 210 milhões em mercadorias, sem pagar os tributos devidos internamente. A operação foi realizada em Cordovil, zona norte da capital fluminense, e em Itaguaí, região metropolitana do Rio.

    O titular da Delegacia de Fiscalização de Comércio Exterior da Receita Federal no estado, Paulo Ximenes, informou terem sido retidas cerca de 30 toneladas de artigos femininos oriundos da China, que incluíam 15 mil bolsas e mochilas, 10 mil carteiras e 130 mil peças de vestuário, entre vestidos, blusas, saias e macacões.

    Ximenes disse que a prática consiste em se colocar como importador do produto para depois, na hora da venda, o verdadeiro interessado não recolher os tributos internos. “Essa é a principal característica dessa operação”. Segundo o delegado da Receita Federal, o método acaba gerando uma concorrência desleal, porque os verdadeiros interessados, isto é, aqueles que são os donos de fato das mercadorias, não pagam a diferença do tributo interno quando revendem aqui no país. (Agência Brasil)

     

    impostos
    receita federal
    operação



MAIS NOTÍCIAS