• Associação eleva previsão de exportação de soja do Brasil em 2019 por disputa China-EUA

    O Brasil deverá exportar 72 milhões de toneladas de soja em 2019, ante 68,1 milhões na previsão de julho, estimou nesta sexta-feira a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), que considerou uma demanda adicional da China, diante da disputa comercial sino-americana.

    O aumento da projeção se deu "em razão das complicações da guerra comercial entre Estados Unidos e China, com impacto positivo na demanda pela soja brasileira", disse a Abiove em nota.

    O país asiático anunciou nesta semana a suspensão de compras de produtos agrícolas norte-americanos, com a escalada da guerra comercial entre os países, após o presidente dos EUA, Donald Trump, prometer impor tarifa adicional de 10% sobre 300 bilhões de dólares em bens chineses.

    Apesar do aumento na estimativa, o Brasil, maior exportador global de soja, ainda exportará bem menos que o recorde de 2018, quando os embarques da oleaginosa somaram 83,6 milhões de toneladas. (portal do agronegócio)

    soja



MAIS NOTÍCIAS