• Em entrevista, prefeito de Bom Jesus da Lapa diz que ‘pensou em atear fogo no paciente’ que testou positivo para Covid-19

    Foto: divulgação.

    Em entrevista à Rádio Baiana FM, na noite de quarta-feira (20), o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), afirmou que ‘pensou em atear fogo no paciente’ que testou positivo para Covid-19, se referindo ao segundo caso do novo coronavírus (Covid-19). De acordo com informações do Jornal Folha do Vale, Ribeiro relatou que não dormiu e passou muita coisa em sua cabeça. “Minha vontade foi ir à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com tanque de gasolina e atear fogo nesse cidadão vivo, pela raiva e ódio”, falou Ribeiro. De acordo com o prefeito, o homem de 37 anos estava tentado contaminar os funcionários da unidade de saúde. “Ponderei minha raiva e agir pela razão, mas acabei tirando essa pessoa de Bom Jesus da Lapa. Não foi barato, foi caro para tirar para seu município de origem”, comentou. Natural da cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, o paciente sofre de transtorno mental. O vendedor já havia testado positivo para o vírus na cidade de Barreiras, no entanto, descumpriu isolamento e saído da cidade. Procurado pelo jornal para comentar o assunto, o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) não foi localizado, e até o momento não se manifestou.

    Bom Jesus da Lapa
    prefeito
    Covid







MAIS NOTÍCIAS