• HOMEM CHAMA AMIGO PARA MATAR E ESTUPRAR NAMORADA E MANDA VÍDEO PARA MÃE DA VÍTIMA

    Gabryella Oliveira Bonfim Sampaio, de 24 anos foi estuprada e torturada antes de ser morta a facadas / Foto: Reprodução

    O namorado da jovem também é um dos suspeitos e ainda não foi encontrado pela polícia. Para o delegado Adroaldo Lopes, que comanda as investigações, o crime pode ter sido passional. Amparada pelos familiares, a mãe da jovem disse que deseja ver o assassino da filha morto. Segundo o delegado Adroaldo Lopes, horas antes de morrer, Gabryella estava em uma bar de Vila Velha, assistindo ao jogo do Brasil, com algumas amigas e o namorado. Em depoimento à polícia, as amigas contaram que a jovem foi embora do estabelecimento, alegando ter que resolver um assunto com o companheiro. Cerca de três horas depois, a mãe dela, a doméstica Neize Oliveira Bonfim, recebeu uma ligação do namorado da filha, em que ele dizia que mataria a jovem. Minutos depois, um vídeo foi enviado por ele para o celular da doméstica. "Ele me ligou, falou que estava com ela, que ia abusar dela e ia matar. No momento não passou nada pela minha cabeça, pensei até que era brincadeira, que era papo de drogado. E depois enviou o vídeo. Quando tentei ligar para ele, ele já não atendia", disse. O vídeo, enviado às foi feito pelo namorado da vítima, e mostrava o casal e um outro jovem. Nas imagens, Gabryella é xingada e obrigada a praticar sexo oral nos rapazes. "Só consegui ver o vídeo nesta terça, de manhã. Aí fiquei desesperada e saí atrás. Já sabia que ele tinha feito o que falou que ia fazer", disse a mãe da jovem.Neize contou que não gostava do namorado da filha porque, segundo ela, o rapaz é ex-presidiário e tem envolvimento com drogas. O crime aconteceu em uma casa em Vila Velha, no Espírito Santo




MAIS NOTÍCIAS