• Nos pênaltis, Bahia é eliminado pelo Cesar Vallejo e dá adeus à Sul-Americana

    Bahia não conseguiu classificação no Peru (Foto: AFP)

    O Bahia foi eliminado da Copa Sul-Americana na noite desta quarta-feira (15), ao perder por 2 a 0 Cesar Vallejo, no Peru e ser derrotado por 7 a 6 nas cobranças de pênaltis. O resultado lembra a eliminação do time no ano passado, também nos pênaltis, para o Atlético Nacional, na Arena Fonte Nova. O tricolor venceu por 2 a 0 a partida de ida e tinha boa vantagem no jogo de hoje, mas não conseguiu segurar o time peruano e vê mais uma vez terminar sua aventura em uma competição internacional dando vexame.

    Em um jogo morno, o Bahia teve algumas chances de balançar as redes mas tomou pressão no final da partida e acabou levando os gols que selaram a derrota no Peru. Aos 16 minutos, Léo Gago arriscou de fora da área com a canhota, a bola quicou e passou perto do gol peruano. Aos 21, lançamento para Kieza obrigou o goleiro Libman a sair e tirar a bola de cabeça para evitar a finalização do atacante tricolor. Aos 37, Marco Aurélio avançou com a bola e tentou lançar para Kieza, mas Libman se antecipou novamente e fez a defesa.

    O Cesar Vallejo teve sua melhor chance no fim do primeiro tempo, em jogada ensaiada em cobrança de falta. Milán mandou a bola curta para a área, houve bate e rebate e Rabanal acabou pegando o rebote e mandando um chute forte. Marcelo Lomba fez grande defesa e o time tricolor afastou em seguida o perigo. O primeiro tempo terminou com 9 chutes do tricolor contra 7 do adversário.

    Pressão e pênaltis
    Os times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. Aos 11 minutos, o Bahia teve boa chance de contra-ataque com Rafinha avançando sozinho e abrindo para Pará, que fez um cruzamento muito longo para Marcos Aurélio. O atleta tricolor sofreu falta, que foi cobrada na sequência e afastada pela zaga peruana. O Bahia errava muitos passes e tinha dificuldade em matar o jogo.

    Aos 17 minutos, o Cesar Vallejo chegou com perigo. Quinteros roubou bola de Léo Gago e fez ótimo passe para Andy Pando. Titi conseguiu cortar e cedeu escanteio. Após a cobrança, a zaga afastou a bola. O time da casa aumentou a pressão a partir dos 25 minutos. Lucas Fonseca levou amarelo depois de falta. A cobrança mandou a bola na área, mas a zaga ficou com ela. Depois, Lomba fez outra boa defesa em chute forte de Andy Pando de dentro da área. Barbio e Henrique entraram nos lugares de Rafinha e Kieza no Bahia, mas a pressão continuava sendo do Cesar Vallejo.

    Aos 34, Quinteros invadiu a área e mandou um chute forte que explodiu no travessão. Aos 35, depois de escanteio, um chute na entrada da pequena área acabou indo para fora. O gol acabou saindo em chute colocado de Quinteros aos 37 minutos. O jogador do time peruano se aproveitou de lance que a zaga do Bahia não conseguiu afastar e acertou chute no canto, sem chances para Lomba.

    O tricolor teve chance de empatar aos 41. William Barbio passou por dois, deu belo passe para Marcos Aurélio dentro da área, mas o meia do Bahia chutou fraco e permitiu a defesa de Libman com os pés. Aos 44, o César Vallejo chegou a balançar as redes, mas já não valia mais nada, pois o juiz já sinalizara impedimento do ataque peruano. Mas aos 47 foi para valer: Tejada mandou para Chiroque, que chegava pela direita sozinho e mandou para as redes, fazendo o placar que o time precisava para decidir a vaga nos pênaltis.

    Logo depois, no último lance do jogo, Niger Vega, atacante que entrou no fim da partida, levou cartão vermelho depois de dar cotovelada em Uelliton.

    O Cesar Vallejo começou as cobranças de pênalti e fez 1 a 0 com Luis Tejada. Marcos Aurélio cobrou em seguida para o Bahia e deixou tudo igual. O atacante Daniel Chávez cobrou em seguida e mandou para fora, mas o Bahia perdeu a chance de passar na frente com péssima cobrança do zagueiro Lucas Fonseca, que mandou fraco para defesa de Libman. William Chiroque marcou em seguida para o Cesar Vallejo. Henrique converteu na sequência para o Bahia. Pando botou o time peruano na frente novamente com bela cobrança no ângulo. Titi cobrou para o Bahia e empatou novamente. Millan marcou para o Cesar Vallejo na sequência. Léo Gago converteu a última das cinco cobranças.

    Com o empate nos cinco pênaltis em 4 a 4, começaram as sequências alternadas, quando cada time vai cobrando um até o primeiro perder. Com os pés, Lomba defendeu a cobrança de Rabanal. O Bahia teve a chance de garantir o triunfo, mas Uelliton mandou a meia altura e o goleiro Libman pulou pro lado certo e defendeu. Muente então cobrou para fora e o Bahia teve novamente a chance de encerrar o jogo e desperdiçou com Pará, que mandou no cantinho e viu Libman defender de novo. Morales, Barbio, Cardoza e Railan marcaram deixando tudo igual. O próprio goleiro Libman foi para a cobrança e marcou para seu time.  Lomba então foi para a última cobrança e perdeu, encerrando o jogo com derrota tricolor.

    Cesar Vallejo x Bahia
    Local: Estádio Mansiche, Trujillo
    Cesar Vallejo: Salomón Libman; Jesús Rabanal, Luis Cardoza, William Chiroque Tavara, Jeremy Rostaing (Luis Tejada); Donald Millán, Atilio Buente Gionti, Juan Morales, Ronald Quinteros (Niger Vega); Andy Pando e Daniel Chávez. Técnico: F. Navarro.
    Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Titi e Pará; Fahel, Uelliton, Léo Gago e Marcos Aurélio; Rafinha (William Barbio) e Kieza (Henrique). Técnico: Gilson Kleina.
    Gols: Quinteros, 37 do segundo tempo, e William Chiroque.
    Cartões Amarelos: Uelliton, Lucas Fonseca (Bahia)
    Cartões Vermelhos: Niger Vega (Cesar Vellejo)
    Árbitro: Carlos Vera
    Renda e público: Não disponível     ([email protected])




MAIS NOTÍCIAS