• Morre aos 85 anos criador de Chaves e Chapolin, Roberto Bolaños

    O ator Roberto Gomez Bolaños, criador dos seriados Chaves e Chapolin, morreu nesta sexta-feira (28), segundo a rede de TV Televisa. Ele tinha 85 anos de idade. A emissora mexicana foi responsável por produzir programas do humorista. O ator chegou a se isolar com a família em Cancún, no México, segundo o jornal "El Universal" de abril. Ele estava com problemas respiratórios e dificuldades para se locomover. Segundo as primeiras informações, ele morreu às 13h15 no horário local, cercado pela família, inclusive a mulher, Florinda Meza, que viveu Dona Florinda na série. Bolaños nasceu na Cidade do México em 21 de fevereiro de 1929. Ele começou a carreira como escritor criativo para rádio e televisão durante a década de 1950. Ele começou a atuar em 1960, no filme "Dois Criados Malcriados". Ele começou sua carreira como roteirista de programa de comédia e de obras de Shakespeare, cujo apelido, pronunciado em espanhol, se leria "Chespirito". Em 1970, surgiu o Chapolin Colorodo e um ano depois foi criado Chaves, o personagem de maior sucesso do ator. Os personagens fizeram sucesso e de quadros em outro programa ganharam independência em 1973, virando séries de duração de 30 minutos. Bolaños foi casado com Graciela Fernández Pierre, com quem teve seis filhos. Ele se casou em 2004 com a atriz que vivia Dona Florinda, depois de 27 anos de relação.




MAIS NOTÍCIAS