• Palmas de Monte Alto: Bandidos assaltam ônibus da empresa Novo Horizonte

    O ônibus seguia de Guanambi, sentido Canabrava no município de Malhada / Foto: Reprodução

    O ônibus da empresa Novo Horizonte que seguia de Guanambi, sentido Canabrava no município de Malhada, foi assaltado na BR-030, próximo a EBDA. Segundo o motorista José Albina Frota, dois indivíduos acenaram para veículo parar e ao adentrar no ônibus anunciaram o assalto. Com as armas em punho os bandidos anunciaram o assalto e levaram a quantia de R$ 160,00 e fugiram numa motocicleta sentido Guanmabi. Informações do Folha do Vale.



  • Onda de violência também presente nas escolas, veja o video.

    reprodução youtube

    A violência entre estudantes secundaristas voltam a ser destaque em Vitória da Conquista. Na última semana foram dois casos, um já noticiado pelo Blog do Anderson. No Colégio Estadual Abdias Menezes duas adolescentes foram encaminhadas pela Polícia Militar ao Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP). Um vídeo que circula em redes sociais mostra mais uma briga entre alunos do Colégio Estadual Anísio Teixeira, em pleno Centro da Capital do Sudoeste Baiano. Confira as cenas da violência.



  • Adolescente morre atingido por tiro de arma que fez para caçar pássaros

    G1 BA, com informações da TV Subaé

    O adolescente Manoel Bastos de Oliveira Neto de12 anos que manuseava uma arma artesanal criada por ele próprio, no distrito de Bonfim de Feira, em Feira de Santana, morreu após ter sido atingido por um tiro acidental. Segundo o titular da delegacia, José Carlos Neves, a arma foi construída pelo adolescente e por um primo, que pretendiam caçar passarinhos. "Quando foi fazer o disparo com a arma, ao invés de o tiro sair para frente, saiu para trás. Eles mesmo fizeram a garrucha [nome da arma]. Um pegou um cano o outro pegou um pedaço de pau. Amarraram com arame, fizeram a arma e colocaram chumbo. Não há ninguém para se responsabilizar, porque não houve participação de nenhum adulto", relatou. De acordo com pai do adolescente, Luís de Jesus, o filho não estava acostumado a manusear armas. "Ele nunca saiu com uma arma de fogo. A primeira vez que achou de acompanhar um amigo e pegar essa tal dessa arma de fogo foi agora", disse, consternado. O sepultamento do adolescente acontece hoje.



  • POLÍTICA

    Wagner diz que obras

    Wagner diz que obras

    Foto: A.Souza / Destaquebahia.com.br

    O governador Jaques Wagner (PT) não acredita que eventuais protestos vão empanar o brilho da Copa do Mundo em Salvador e no país. Em entrevista exclusiva, destaca que a recente pequisa do Ibope sobre a  sucessão estadual revelou que 86% dos pesquisados ainda não têm candidato e que Rui Costa (PT) reúne condições de fazer um melhor governo do que o seu.

    P - Como o senhor avalia o cenário político da Bahia, a partir desta última pesquisa do Ibope?

    R - Nossa chapa é mais competitiva, tem mais unidade que a de lá (DEM/PMDB/PSDB) - que inclusive foi formada a cotoveladas -, tem um guarda-chuva de projetos mais consistente, não vejo o que a oposição pode oferecer à Bahia. Repito o que já falei 150 vezes: pesquisa neste período do ano semelhante a essa quando desemboca na urna não tem nada a ver. Não é porque está errada, é que não dá todos os dados. A pesquisa, hoje, de voto espontâneo não passa de 14%. Quando se pergunta, vai votar em quem? 86% dizem que não sabem. Dos 14% ainda aparece quem diz que votará em mim. Arrisco dizer que o melhor colocado na espontânea  não passa de 6%. O candidato da oposição é mais conhecido. Mas Rui (Costa) tem 2%. Esse é o dado do voto consolidado. O jogo só vai começar a ser jogado no final de julho, início de agosto. Hoje estamos todos concentrados, esquentando as turbinas.

    P - Os protestos contra a Copa lhe causam preocupação, de afetar a campanha de Dilma e Rui?

    R - Evidentemente para quem está no poder toda notícia boa afeta. Se é ruim, a mesma coisa. Por exemplo, nos protestos do ano passado todo mundo que estava sentado num governo saiu com uma bala. Depois desses protestos, a sociedade ficou mais exigente. É um novo momento se configurando de outra forma. Nós incluímos muita gente, colocamos milhares nas universidades e escolas técnicas. As pessoas querem mais porque melhoraram. Quando cheguei à Bahia era peão, ganhava um salário mínimo e meio. No dia que eu podia parar no posto de gasolina da Suburbana para comer uma moqueca de siri-mole, que era meu prato preferido, e tomar uma cerveja, era um banquete. Hoje posso comer sem maiores problemas. Ou seja, as coisas melhoraram, criaram-se mais demandas.

    P - E a Copa?

    R - É bom o Brasil ganhar a Copa? Claro. O clima é positivo para todo mundo e para quem está no governo. Agora, é uma questão de bom senso. Você pode dizer que concordava ou discordava, mas a decisão foi tomada, o investimento foi feito, então vamos tirar proveito, mostrar o Brasil bem lá fora. Se jogar pedra, o prejuízo é maior. Acho que pode ter protesto, mas não algo impeditivo. Quando a bola começar a rolar, coração verde e amarelo ninguém segura. O problema é que se criou um ambiente que vai na contramão de uma Copa. Quando tem uma Copa todo mundo fica "minha paixão, meu patriotismo". A gente ficou salgando, trabalhando negativamente isso. Acho que você pode dizer que foi negativo a administração. Mas de ter a Copa aqui ser negativo? Eu não acho. Faz 64 anos que ocorreu uma Copa no Brasil, um país que tem o maior número de campeonatos. A relação com a Fifa poderia ser mais bem pensada antes? Acho que sim. Mas é que todo mundo levou um pouco na boa-fé e depois as deficiências, os detalhes vão aparecendo. Na minha opinião, a Copa vai ser muito boa.

    P - E a segurança durante o evento?

    R - Recentemente tive reunião com o ministro da Justiça, representantes da Marinha, da Aeronáutica, do Exército, da Polícia Federal. Óbvio que a gente está preparando (a segurança), até porque vão estar aqui, no jogo da Alemanha, a (primeira-ministra) Angela Merkel e a presidente Dilma. As tropas vão ficar aquarteladas. Esse pessoal não vai fazer segurança, a não ser coisas específicas: Marinha vai guardar o mar, Aeronáutica  cuidar dos aeroportos aqui e Porto Seguro, os que vão ter mais movimento. E o Exército é mais força que eles chamam de contingência. O cara vai ficar lá, e se tem um problema são chamados. Agora tem áreas que atuarão diretamente. A equipe de armas químicas, biológicas.

    P - Mas para controlar os protestos, só Polícia Militar e forças nacionais?

    R - Isso. Eles (Forças Armadas) só entrariam em campo se houvesse uma carência em função de um evento mais significativo. Fora disso, devem estar tomando conta de subestação, radar de aeroporto, essas coisas estratégicas. A presidente enviou para os governadores a oferta de efetivo para outros setores se nós acharmos necessário. Falei com Maurício Barbosa  e ele disse que vai fazer um balanço com sua equipe para saber se requisito alguma coisa mais do Exército.

    P - Qual o legado da Copa para Salvador?

    R - O metrô terá o primeiro trecho inaugurado com 7,6 quilômetros, que vai até o Retiro. Sempre disse, e vocês são testemunhas, que ficaram empacotando o legado. Na verdade, o grande legado é para quem tinha estádio obsoleto como o nosso, surgiu um equipamento novo que permite grandes shows, como Elton John. O aeroporto está com a nova torre construída e o estudo final da segunda pista, acho que tem um receptivo que aumentou um pouco para a área internacional. O porto já vai receber cruzeiros agora. Querendo ou não, se fez um porto turístico aqui em função da Copa. Atrasou, pois era para maio do ano passado, mas de qualquer forma quando passar a Copa nós vamos ter porto turístico em Salvador. Como o aeroporto vai ficar pronto depois. O legado que deixa, na verdade, é a exposição do país lá fora, é o turista que vem aqui e o evento que será assistido por um bilhão e meio de pessoas nas redes de TV.

    P - A Copa acabou sendo um indutor de novos investimentos...

    R - É inevitável. Até na nossa casa não é assim? O filho vai casar, você manda fazer terno novo, pinta a casa. A gente vive de nossa normalidade e de eventos.

    P - Quais jogos da Copa  o senhor vai assistir?

    R - Só os jogos daqui. Recebi convite, mas não vou nem para a abertura, nem para a final. Vou ficar no meu canto aqui.

    P - A oposição fala muito de "clima de mudança", o senhor identifica desgaste nos governos do PT?

    R - Vocês da mídia sabem que existe uma espécie de venda de baixo-astral que acho impressionante. Não estou dizendo que é sem motivo. Mas você pode pegar um motivo e reverberar ele a mil. Não vou tirar os erros nossos que houve. Cada besteirol que alguém faz lá em Brasília, pago um preço. Meu eleitor fica dizendo: "Como é que é, olha aí seu partido, seu povo". Óbvio que tem também o desgaste do poder. Quem está no poder agrada e desagrada. Eu acho que as pesquisas até agora não apontam um perfil mudancista. Ao contrário, alguns analistas, como Marcos Coimbra, do Vox Populi, dizem que desde 1990 nunca teve tamanha paradeira nos números. Ou seja, desde julho de 2013 até agora, a Dilma gira em torno de 40%. O mesmo ocorre com os outros, seus percentuais estão estáveis. Alguns empresários acham que devem fazer ajustes na economia. Olhando para os três candidatos não vejo nenhum mais preparado que Dilma para conduzir essas mudanças. Mesmo que queiram mudanças, não querem dar um grande salto, acham que ela tem capacidade para fazer. O povo pressiona, mas quer que o próprio governante promova as mudanças.

    P - E a candidatura de Rui?

    R - Rui tem um tino melhor que o meu. Até porque é mais jovem, é economista. Acho que a gente parte de uma base boa. Digo sempre que a gente não ganha eleição vivendo do passado, mas comparações serão inevitáveis. O adversário já foi governador oito anos, vice quatro. É um cidadão mais constante na política baiana desde 1982, quando foi secretário de João Durval. Isso revela também que não foram capazes de criar novos quadros nas hostes deles. Então, não é tão simples quem passou tanto tempo no poder vender terra na Lua. Ninguém ganha eleição com relatório do passado, mas esse relatório dá mais ou menos credibilidade para aquilo que se aponta para o futuro. Se eu tivesse aqui, não fizesse estrada nenhuma e dissesse que iria fazer cinco mil quilômetros, a pessoa  vai retrucar: vocês ficaram oito anos e não fizeram um, como agora vão fazer cinco? Se fiz cinco e anunciar mais oito, o eleitor vai acreditar. Agora, entreguei a Via Expressa, que não é pouca coisa. Quando o metrô rodar, meu projeto político ganha credibilidade. Vão dizer: os caras trouxeram cinco universidades, mais de vinte escolas técnicas, então isso vai dar, na palavra de Rui, credibilidade. E aí é que vale comparação. Por exemplo, eu vi o ex (governador Paulo Souto) dizer na TV que o problema de segurança é que preciso ter meta. Ora, nunca teve isso quando eles governaram a Bahia. Qual o planejamento de segurança que eles fizeram? Quem fez planejamento fui eu. Eu paguei em abril prêmio de desempenho policial. Antes não havia, como hoje, uma estatística de dados dia a dia acompanhando o crime.

    P - A oposição diz que a segurança piorou...

    R - Não piorou, o crime é que aumentou. A segurança de hoje é muito melhor que a de antigamente, pergunte a qualquer policial. Tem um fator aqui que ninguém está falando que na campanha vai aparecer. Nos governos até 2006 não tinha crack. E o crack hoje é o elemento disparado de maior responsabilidade por esse inferno que a juventude está passando. Cocaína era coisa servida em bandeja de prata em casa de barão. Crack você encontra em qualquer esquina, as pedras custam R$ 2, R$ 3.   Volto a dizer, a primeira vez que a curva de homicídios na Bahia declinou foi 2013. Subia nos governos deles todo ano e não tinha crack, o  acelerador da criminalidade. Eu contratei mais 14 mil policiais, temos agora 31 mil, você não vê mais policial empurrando viatura quebrada, o armamento não é mais revólver calibre 38, é pistola ponto 40. Tem muito mais colete, inteligência, centro de comunicação. Agora a marginalidade aumentou, o tráfico virou um negócio milionário. Mas, insisto, estamos no caminho certo. (Fonte: Portal A Tarde )



  • 43 kg de maconha e mais de 180 munições são flagradas em ônibus

    Mais de 40 kg de maconha prensada foi flagrada / G1 (Foto: Divulgação/PRF)

    Foram apreendidos 43 kg de maconha prensada e mais 180 munições durante fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que aconteceu na BR-116, em Feira de Santana, na noite de domingo (1).

    O ônibus abordado viajava de Goiânia com destino ao Recife e passava pelo km-429 quando passou pela fiscalização da polícia.

    De acordo com a PRF, o material estava dividido em 43 tabletes, cada um pesando cerca de 1 kg, além de 80 munições calibre 38 e 100 munições calibre 380 intactas. Os proprietários do material não foram identificados e, por isso, ninguém foi detido.



  • ONG Viver Arte esteve presente no projeto Semana do Bebê

    Integrantes da Vever Arte esve presente na Semana do Bebê. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    O projeto Semana do Bebê, organizado pelo Instituto Camargo Corrêa e a Intercement, movimentou as escolas e postos de Saúde de Brumado. Com diversas atividades voltadas ás famílias, crianças e gestantes,  o projeto começou no dia 26/05 e terminou neste domingo (01/06),  na Praça da Prefeitura.

    A ONG Viver Arte, esteve presente em todas as atividades da Semana do Bebê. Os membros da ONG Viver Arte, além de terem feito doações de brinquedos pedagógicos (Fabricados na própria instituição), ainda contribuíram de forma direta nas atividades realizadas.

    A Viver Arte, está localizada na Rua Alta Leite de Oliveira, em frente ao antigo matadouro e, todos estão convidados a conhecerem o trabalho realizado por esta Organização Não Governamental em prol da sociedade brumadense.



  • Poucas pessoas compareceram para fazerem o ENCCEJA

    Poucas pessoas realizaram compareceram para as provas do Encceja. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br

    Foi realizado em todos os estados brasileiro neste domingo (01), a prova do O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos ( Encceja). Uma grande oportunidade das pessoas, que por algum motivo desistiram de estudar, ou , aquelas que no intuito de acelerar a conclusão do Ensino Fundamental, optam por fazer as provas do referido exame.

    Em Brumado, nos locais destinados á realização das provas houve pouco movimento, no CEEP, conhecido ainda hoje como Colégio Modelo, o número de candidatos foi mínimo.
    Os portões de acesso aos locais de provas foram abertos às 7h e fechados às 8h, no turno da manhã. À tarde, Foram abertos às 13h e fechados às 14h, de acordo com o horário local.

    O Encceja constitui-se em um exame para medir as competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou nos processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, nos movimentos sociais, organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais, entre outros.

    A participação no Encceja é voluntária e gratuita, destinada aos jovens e adultos residentes no Brasil e no Exterior que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos em idade própria.

    No Brasil, com a instituição do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2009 o Encceja Nacional passou a ser realizado visando à certificação apenas do ensino fundamental, pois a certificação do ensino médio passou a ser realizada com os resultados do Enem.

    No Brasil e no exterior, o Exame pode ser realizado para pleitear certificação no nível de conclusão do ensino fundamental para quem tem no mínimo 15 anos completos na data de realização das provas.



  • Grave acidente na BR-122 tira a vida de jovem advogado

    Foto Reprodução / Facebook

    Um grave acidente ocorrido na tarde deste domingo (01) na BR-122 em Janaúba (MG) vitimou o advogado guanambiense Alex Ramon Batista Correia (36). Segundo informações Alex voltava de um encontro motociclístico, quando em uma curva perdeu o controle da sua motocicleta, uma Yamaha R1. O jovem advogado era apaixonado por motos e participava de diversos eventos relacionados ao motociclismo nacional. A notícia chocou a sociedade guanambiense, da qual o jovem era muito querido. (Fonte: Sudoeste Bahia )



  • O Melhor São João da Região já tem dia marcado!

    A cidade de Maetinga já preparou o cenário e as atrações também, para o  Primeiro São João Fest da cidade.
    Será dia 23 de junho ás 17:00 hs com Kiaudacia e Maderada do Arrocha. Se preparem, por que vai ser bom demais!



  • Com prazo mais curto, inscrições para o Sisu começam nesta segunda (2)

    As inscrições começam nesta segunda (2)

    Começam nesta segunda-feira (2) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), pela internet. Os candidatos devem ficar atentos aos prazos. Este ano, eles terão apenas três dias para se inscrever, até quarta-feira (4). Para participar, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado e não ter zerado a redação.

     

    O Sisu oferece vagas em instituições públicas de ensino. O número de vagas nesta edição cresceu 29% em comparação ao mesmo período do ano anterior, chegando a 51.412 em 67 instituições. O número de cursos também teve aumento, passando de 1.179, em junho de 2013, para 1.447 em 2014.

    Neste semestre, 41% das vagas serão destinadas às cotas e 3% para outros tipos de ações afirmativas próprias das instituições. Os cursos de medicina e engenharias aumentaram o número de vagas.  Serão 1.374 em medicina, um acréscimo de 847 em relação ao ano passado, e 2.550 mais nas engenharias, somando 8.707 vagas abertas.

     

    Durante o período de inscrição, o candidato poderá consultar, em seu boletim na página do Sisu, a classificação parcial na opção de curso escolhido. Até o dia 4 também é possível mudar de opção. O sistema vai considerar a última inscrição confirmada.



  • Gerente da Embasa de Cândido Sales é morta a facadas. Filho de 7 anos testemunhou o crime

    Filho de 7 anos testemunhou o crime. Populares tentaram invadir a delegacia da cidade, para lincharem o suspeito.

    O assassinato de Emilia Nascimento Barbosa de Oliveira, 35 anos, durante um suposto assalto, ocorrido na noite desta sexta-feira (30), gerou revolta na população de Cândido Sales, que tentou invadir a delegacia da cidade.

    De acordo com informações de familiares, Emília estava em casa com seu filho de 7 anos quando o pintor Wallas, conhecido por “Lica”, teria invadido a residência e, armado com uma faca, tentado efetuar o roubo. Sem sucesso ele matou a jovem a facadas e fugiu pulando o muro da residência. Populares cercaram a região e chamaram a polícia, que conseguiu capturar o suspeito. Ele foi imediatamente levado para delegacia, onde centenas de populares tentaram invadir para linchá-lo. Os policiais Civis, Militares e a Caesg agiram energicamente, inclusive utilizando bombas de efeito moral, e evitaram uma tragédia ainda maior. Algumas pessoas foram presas.

    Com exclusividade o Blitz Conquista entrevistou o suspeito. Ele afirmou que não assaltou, apenas estaria cobrando uma dívida. Eles teriam discutido, a vítima se armado com a faca, ele teria reagido, tomado a peixeira e matado a jovem, contou o pintor. A versão foi contestada por familiares, eles esclareceram que não havia dívida alguma e essa seria a justificativa usada por “Lica” para explicar a ação criminosa. Eles cogitam até mesmo a hipótese de uma tentativa de estupro.

    De acordo com o delegado Relder Andrade dos Santos, titular da Delegacia de Cândido Sales, as primeiras informações indicam que ocorreu uma tentativa de roubo seguida de morte, latrocínio. Após a realização da perícia técnica no local do crime, o corpo da jovem foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal em Vitória da Conquista. No imóvel era possível ver as marcas de sangue da vítima, a qual não teria tido chance de se defender do agressor. Wallas foi encaminhado para Vitória da Conquista, onde permanecerá a disposição da Justiça no presídio Nilton Gonçalves.



  • Avião do Governador da Bahia faz pouso Forçado

    Fonte e foto: L2 Noticias

    O avião em que transportava o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT) e comitiva foi obrigado a fazer um pouso forçado, na manhã desta sexta-feira (30), em Brumado. A aterrissagem foi feita no aeroporto Sócrates Mariane Bittencourt, particular da Magnesita S/A. A aeronave, do tipo Xingu, decolou de Salvador com destino ao aeroporto de Vitória da Conquista, onde de lá o chefe do Poder Executivo Estadual seguiria de automóvel até a cidade de Tremedal, segundo informações da Infraero. A Secretaria de Comunicação do Estado (Secom) divulgou que o Governador esteve em Tremedal nesta sexta-feira para cumprir agenda de trabalho. Ainda de acordo com informações d a Secom, o aeroporto de Vitória da Conquista não tinha condições climáticas para pouso e que o avião teve que aterrissar em solo brumadense. 



  • Aos finais de semana experimente uma refeição diferente


  • Contendas do Sincorá: Em ronda na Zona Rural CIPE Sudoeste apreende Armas e munições

    Armas e munições foram encontradas em uma residência. Foto: Destaquebahia.com.br

    A Cipe Sudoeste (CAESG) em uma ronda de rotina nesta sexta-feira (30), na Zona Rural de Contendas do Sincorá, apreendeu armas e munições em uma residência.
    Em entrevista ao Destaquebahia, o Delegado Dr. Marcos Torres disse que “ ao se deparar com uma situação que chamou a atenção [Um veículo Pagero com placa de São Paulo, estacionado debaixo de uma árvore] os policiais fizeram uma breve vistoria e perceberam que o mesmo estava trancado, os policiais então foram perguntar em uma casa próxima de quem seria o veículo, uma mulher disse que o veículo era do seu esposo, o qual apresentou a documentação e não havia irregularidade alguma. Ao questionar se ele tinha arma em casa, o homem disse que sim, e os policiais encontraram então na residência, um revolver calibre 38 com 30 munições, uma cartucheira e alguns cartuchos deflagrados” o homem foi conduzido á delegacia, onde, foi  autuado por posse ilegal de armas de uso permitido. Após pagar a fiança estipulada pelo delegado, o homem foi liberado e irá responder o processo em liberdade.



  • 'Wagner foi o governador mais incapaz da história da Bahia' disse Arthur Maia.

    Em seu discurso Arthur Maia deixou claro que Léo Vasconcelos sairá candidato a prefeito em 2016

    Em uma reunião na residência do casal Vasconcelos em Brumado, na noite desta sexta-feira (30), o Deputado Federal Artur Maia em companhia dos seus parceiros de campanha, foi categórico ao dizer: Vagner foi o governador mais incapaz da história da Bahia.

          
    Após atacar de forma verbalmente o atual governo petista, o deputado fez uma retrospectiva de sua carreira política ao público presente,  pouco mais de 40 pessoas, e dentre as muitas coisas que dissera em cerca de 40 minutos, o deputado enfatizou que Léo Vasconcelos estará concorrendo as eleições para prefeito em 2016 “Estarei no palanque do companheiro Léo para contribuir com a sua vitória para prefeito desta cidade” disse Maia.