• Operação da PF apreende centenas de óculos de grife em duas casas na cidade de Feira de Santana

    Foto: Divulgação | Receita Federal

    Centenas de óculos com marcas de grifes famosas foram localizados e apreendidos durante uma operação conjunta da Receita Federal e da Polícia Federal, nesta quinta-feira (9), em Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, que fica a cerca de 100km de Salvador.

    Segundo informações da Receita, a estimativa dos agentes é de que nas duas residências revistadas por força de um mandado de busca e apreensão havia aproximadamente um milhão de óculos.

    A suspeita sob investigação é de que a mercadoria tenha sido importada irregularmente, sem o pagamento de impostos - o que se configura em crime de descaminho.

    A grande quantidade dos produtos estava distribuída por todos os cômodos das casas vistoriadas, inclusive em área externa, no banheiro e dentro de um carro. Os dois endereços residenciais, de acordo com a investigação, pertencem a uma pessoa de origem chinesa.

    A apreensão fez parte de uma ação coordenada de combate a crimes de contrabando, descaminho e falsificação.

    Nos dois imóveis, havia óculos escuros, de grau e infantil e de vários modelos. Segundo os órgãos, há indícios de que os locais estariam sendo utilizados como depósitos de mercadorias importadas, que eram revendidas de forma irregular no estado. Os produtos foram retidos pela Receita Federal. Ninguém foi preso. Informações do G1.

    CONTINUE LENDO






  • Prefeitura e SESOC Premiam cartazes em referência ao combate do trabalho infantil

    A Prefeitura Municipal de Brumado, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania – SESOC, no decorrer do ano, promove  várias atividades para o enfrentamento às violências contra a criança  e adolescente, através das  Ações Estratégicas do Programa  de Erradicação do Trabalho Infantil – AEPETI. 

    Assim, neste mês, por meio da premiação de cartazes aconteceu a culminância das ações que foram realizadas, no período de 04/06 a 30/07, as quais contemplaram a promoções de palestras realizadas pela equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência – CREAS, Conselho Tutelar e Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, para crianças de 07 a 11 anos, de 08(oito)  escolas municipais  e adolescentes de 12 a 15 anos, inseridos nos 03(três) CRAS da cidade, a fim de proporcionar uma reflexão sobre os prejuízos causados pela imposição do trabalho infantil; Sensibilizar o público referenciado sobre a importância da permanência na escola e, Incentivar o brincar para um desenvolvimento sadio.

    A promoção de um Concurso de Cartaz com as crianças e adolescentes participantes das atividades teve como objetivo; despertar nas crianças e nos adolescentes a importância do combate ao trabalho infantil, por meio da arte.

    A comissão escolheu 01(um) cartaz de cada escola e 01(um) de cada CRAS, num total de 11(onze) cartazes. As crianças e adolescentes dos cartazes vencedores receberam uma mochila escolar, um caderno com o adesivo de seu cartaz, uma agenda personalizada, um estojo escolar com lápis, caneta, borracha e apontador.

    Na oportunidade, a secretária e outros representantes da SESOC e da educação discorreram sobre o projeto e sua importância para o público referenciado.

    Crianças premiados das escolas:

    Ayrton Viana Silva – Júlia Vitória Santos Gama;

    Clarice Morais – Felipe Meira dos santos Souza;

    Eny Novais Mafra – Aline Aparecida Santos Silva;

    Élcio José Trigueiro – Raíssa Cruz de Sá Santos;

    Maria Iranildes Lôbo – Thalis dos Santos Souza;

    Maria das Graças Assis Correia – Kauã Nascimento Seles;

    Oscarlina Oliveira Silva – Jaroslaw Wendler Oliveira Nunes e

    Roberto Santos – Angeline Bento dos Reis.

     

    Adolescentes dos CRAS

    CRAS Esther Trindade Serra – Laura Raiane Conceição da Silva,

    CRAS Irmã Dulce – Wellen Mariane Ribeiro da Silva dos Santos e

     CRAS Yolanda Pires – Luiz Felipe Barbosa Araújo. 

    CONTINUE LENDO






  • Ex-prefeito de Itapetinga terá que devolver R$183 mil aos cofres públicos

    Foto: Reprodução

    O Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta quarta-feira (08/08), julgou procedente denúncia formulada contra o ex-prefeito de Itapetinga, José Carlos Cerqueira Moura, por irregularidades no repasse à Unimed de valores descontados na folha de pagamento dos servidores públicos para o pagamento do plano de saúde, no exercício de 2015. O relator, conselheiro Fernando Vita, determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$183.320,45, com recursos pessoais, referente a pagamento efetuado à Unimed sem respaldo contratual e multou o gestor em R$15 mil.

    Também foi determinando o encaminhamento de cópia integral do processo ao Ministério Público do Estado da Bahia, na pessoa do promotor Geder Luiz Rocha Gomes, para que tenha conhecimento das conclusões e determinações adotadas por esta Corte de Contas em relação aos documentos examinados.

    Os auditores apontaram irregularidades nos pagamentos à Unimed Sudoeste, em virtude da ausência de controle do fluxo de pessoal registrado em folha de pagamento, o que ensejou o pagamento irregular de despesa, sem previsão contratual, no importe de R$183.320,45, além da realização de pagamento de despesa, também sem previsão contratual, no valor de R$127.495,13.

    Embora não tenha sido identificado a ocorrência de apropriação de recursos consignados em folha de pagamento de servidores, restou constatada a ausência de controle do fluxo de pessoal registrado na folha de pagamento do município. Houve falha na comunicação entre a prefeitura e a operadora do plano de saúde conveniado, de modo que, o afastamento de servidores municipais não era comunicado à empresa, a qual continuava a exigir o pagamento pelo município, da contribuição relativa aos servidores já afastados.

    Cabe recurso da decisão.







  • Oito candidatos a presidente participam de debate da TV Band

    Os candidatos à Presidência da República participarão nesta 5ª feira (9.ago.2018) do 1º debate das eleições de 2018. A partir das 22 horas os presidenciáveis apresentarão suas propostas nos estúdios da TV Band, em São Paulo.

    A transmissão será dia 09 de agosto (5ª feira), às 22 horas

    Participantes: Alvaro Dias (Pode), Cabo Daciolo (Patri), Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (Psol), Marina Silva (Rede);

    Mediador: Ricardo Boechat;

    Quem vai fazer perguntas: leitores do jornal Metro e jornalistas da Band;

    A primeira parte da transmissão da Band começa com pergunta feita por leitores do jornal Metro, depois candidato pergunta para candidato.

    No 2º bloco, jornalistas da Band farão perguntas para todos os candidatos e escolherão quem vai replicar. Quem for questionado terá direito à tréplica.

    No 3º bloco, novamente candidato pergunta para candidato. O sorteio definiu que quem iniciará os questionamentos será Álvaro Dias e quem perguntará por último será Ciro Gomes. Neste bloco cada candidato poderá ser perguntado até duas vezes.

    No 4º bloco, jornalistas da Band voltam a perguntar para candidato e escolher quem fará a réplica.

    No ?último bloco os candidatos terão 1 minuto 1 meio para as considerações finais, começando com Ciro Gomes e fechando com Henrique Meirelles.

    Com Lula preso em Curitiba, o PT pediu à Justiça que seu candidato participasse do debate por videoconferência ou por vídeos gravados previamente. Mas o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) negou o pedido.

    O candidato a vice Fernando Haddad (PT) afirmou que, caso o ex-presidente seja impedido de participar, o partido vai fazer 1 debate paralelo.

    Debate Poder360/Revista Piauí

    O Poder360 e a revista Piauí realizarão, em 18 de setembro, 1 debate com 5 candidatos à Presidência da República (Ciro Gomes, Jair Bolsonaro, Geraldo Alckmin, Marina Silva e 1 representante do PT). O evento será realizado no YouTube Space, no Rio de Janeiro, a partir de 10h da manhã.

    A transmissão será feita pelos canais dos Poder360 e da revista Piauí no YouTube. O sinal estará aberto para que sites de notícias, dos candidatos ou de quem se interessar também reproduzam o vídeo simultaneamente, ao vivo.

    A responsabilidade editorial do debate está 100% a cargo de Poder360 e da revista Piauí. O YouTube será apenas a plataforma na qual o evento será apresentado.

    Próximos debates:

    • RedeTV! – Debate –(17.ago, 22h) – televisão;
    • TV Gazeta/Estadão (9.set, 19h30) – televisão;
    • Poder360/Revista Piauí (18.set, 10h) – streaming;
    • Veja (19.set, 9h) – streaming;
    • TV Aparecida (20.set, 10h) – televisão;
    • SBT/Uol/Folha (26.set, 18h20) – televisão;
    • Record (30.set, 22h) – televisão;
    • Globo (4.out, 21h30) – televisão.(Poder360 )
    CONTINUE LENDO


  • STF aprova reajuste de salário de ministros para 2019

    Por 7 votos a 4, a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, há pouco, enviar ao Congresso Nacional proposta de aumento dos salários dos ministros da Corte , para 2019. O salário atualmente é de R$ 33,7 mil e o percentual de reajuste, de 16%.

    Caso o reajuste seja aprovado no Orçamento da União, que será votado pelo Congresso, o salário dos ministros poderia chegar a R$ 39 mil, valor que provocaria efeito cascata nos salários do funcionalismo – o subsídio dos ministros é o valor máximo para pagamento de salários no serviço público.

    A inclusão, que foi decidida em uma sessão administrativa, é tratada anualmente e deve ser enviada ao Ministério do Planejamento até o dia 31 deste mês para compor o Orçamento dos Três Poderes que será analisado pelo Congresso.

    Votaram a favor do aumento os ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux e Alexandre de Moraes. A presidente da Corte, Cármen Lúcia, votou contra o reajuste, assim como os ministros Rosa Weber, Edson Fachin e Celso de Mello.







  • Senado da Argentina derrota a maré verde feminista e diz não à legalização do aborto

    As convicções religiosas se impuseram ao direito das mulheres de decidir sobre seu próprio corpo na Argentina, o país do papa Francisco. O Senado argentino rejeitou, por 38 votos a 31 e já entrada a quinta-feira, o projeto de legalização do aborto até a 14ª semana de gravidez, que havia sido aprovado na Câmara dos Deputados em junho. A interrupção da gravidez continua a ser um crime punido com até quatro anos de prisão, apesar do fato de que a cada minuto e meio uma mulher aborta no país.

    A Argentina do século XXI e integrada ao mundo anunciada por Mauricio Macri continuará com uma dívida histórica para com as mulheres: o aborto legal. O presidente argentino autorizou pela primeira vez o debate parlamentar sobre a interrupção voluntária da gravidez, mas a coalizão que lidera, Cambiemos, foi a que deu mais votos contra a iniciativa. O resultado negativo emudeceu as dezenas de milhares de pessoas que enfrentaram a intempérie debaixo de guarda-chuvas e plásticos verdes, a cor que identifica os partidários da legalização, e foi aplaudido no lado azul-celeste da praça, onde os detratores do projeto estavam concentrados. Foi um balde de água fria não só para o movimento feminista argentino, mas também dos países vizinhos, que viram na movimentação no sul do continente uma esperança de levantar o debate em outras partes.

    A vitória na Câmara dos Deputados, mas especialmente a mobilização maciça que acompanhou o Sim em 14 de junho, fizeram pensar no primeiro momento que a maré verde venceria também no Senado, uma assembleia muito mais conservadora, onde estão representados os interesses das províncias do interior do país. Mas com o passar das semanas, a pressão da Igreja Católica e dos evangélicos ganhou terreno até decidir a votação. Em seus discursos antes de definir o voto, muitos senadores se protegeram atrás de suas crenças religiosas e da necessidade de salvar ambas as vidas –a da mãe e a do feto– para justificar seu voto contra.

    O debate começou de manhã cedo, em uma tentativa de evitar que as discussões se prolongassem além da meia-noite. Apesar do clima quente nas ruas, o tom dentro do plenário foi comedido, fiel ao protocolo do Senado. “Um aborto não será menos trágico porque é feito em uma sala de cirurgia. Não, será igualmente trágico. O objetivo é que não haja mais abortos na Argentina, isso é aspirar a mais”, disse o senador Esteban Bullrich, ex-ministro da Educação de Mauricio Macri, católico fervoroso e defensor do Não à lei. Sua apresentação resumiu a posição dos grupos antiaborto: o embrião tem direitos constitucionais a partir do momento da concepção, e embora o aborto seja um fato, não poderá ser reduzido com uma lei que o regulamente.

    Os porta-vozes do projeto aprovado na Câmara concentraram seus argumentos no reconhecimento de uma realidade que existe, com ou sem lei. “As mulheres estão sozinhas. O homem aborta antes, desaparecendo. Portanto, este é um problema das mulheres. Os abortos são feitos e o debate de hoje é pelo aborto legal ou ilegal”, disse a senadora peronista Norma Durango. Sua colega de Tucumán, Beatriz Mirkin, foi mais direta: “Estou aqui para legislar, e aqui na Argentina se aborta, vi isso porque trabalhei em hospitais. Vi muito mais curetagens uterinas do que os senhores podem imaginar”, disse, visivelmente exaltada.

    Outros senadores favoráveis à lei denunciaram a pressão da Igreja, como Pedro Guastavino, de Entre Ríos. “Ontem, em minha conta de WhatsApp, recebi uma enorme quantidade de mensagens que, em nome de Deus, me chamavam de coisas irreproduzíveis. Fiquei agarrando e me esquivando de crucifixos”, disse. As duas posições tiveram defensores em todos os partidos políticos. Guastavino é peronista, como Rodolfo Urtubey, polêmico em seus argumentos contra o aborto, mesmo em casos de estupro da mulher, quando o aborto é legal na Argentina. “O estupro também está claramente formulado, mas deveria ser revisto. Há alguns casos em que o estupro não tem essa configuração clássica de violência contra a mulher, às vezes o estupro é um ato não voluntário”, disse.

    Os porta-vozes do Não estavam concentrados nos partidos governistas, mas houve exceções. A senadora Gladys González, próxima de Macri, defendeu com veemência a lei. “Não podemos propor como solução para o aborto ilegal que o sistema seja fechado. Queremos salvar ambas as vidas e não estamos salvando nenhuma”, disse González, referindo-se ao slogan dos que se opõem à lei. Ela foi ouvida com atenção pela colega, a vice-presidenta e presidenta do Senado, Gabriela Michetti, contrária ao aborto mesmo em caso de estupro de uma menor. Particularidades de um debate baseado na liberdade de consciência dos legisladores.

    Entre os grandes partidos, apenas o kirchnerismo votou majoritariamente a favor. A ex-presidenta Cristina Fernández de Kirchner, que se recusou a tratar do projeto de lei enquanto era presidente por ser contra, explicou porque votou a favor apesar de ter negado qualquer debate sobre o aborto durante seus oito anos de Governo.

    A decisão de manter o aborto como crime não impede que muitas mulheres decidam interromper uma gravidez indesejada. Segundo estimativas extraoficiais, entre 350.000 e 450.000 mulheres abortam anualmente na Argentina. Eles o fazem de forma clandestina, arriscando suas vidas, especialmente as gestantes com menos recursos, que recorrem a médicos não profissionais ou a métodos perigosos como sondas, cabides, agulhas de tricô e até talos de salsa.

    Enquanto os senadores debatiam, uma mulher de 35 anos e mãe de cinco filhos lutava pela vida depois de ter sido submetida a um aborto clandestino em Mendoza, no oeste do país. Há menos de uma semana, Liliana Herrera, de 22 anos, morreu de infecção generalizada pelo mesmo motivo. Todos os anos, quase 50.000 mulheres sofrem complicações decorrentes de interrupções da gravidez e cerca de cinquenta morrem. O ministro da Saúde, Adolfo Rubinstein, pediu que os legisladores colocassem fim a essas mortes evitáveis, votando a favor de uma lei que garantia às mulheres um aborto seguro. O ministro da Ciência, Lino Barañao, também defendeu a lei, sem sucesso.

    As pesquisas de opinião mostram uma grande divisão da sociedade argentina sobre o aborto, com uma ligeira vantagem a favor da legalização, que dispara entre os mais jovens. Os estudantes foram a grande força motriz da campanha a favor e voltaram a se manifestar maciçamente hoje com lenços verdes. O Congresso só pode voltar a tratar do assunto dentro de um ano, mas a reivindicação a favor do aborto legal, seguro e gratuito continuará nas ruas. É uma questão de tempo que as argentinas não sejam obrigadas a dar à luz, mas possam escolher como e quando ser mães.(EL PAÍS )

    CONTINUE LENDO


  • Projeto da Ferrovia Oeste-Leste vai ignorar quase 1.000 km do território baiano

    Proposta para cruzar toda a Bahia, saindo de Ilhéus até chegar a Figueirópolis, em Tocantins, o projeto da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) vai ignorar nada menos do que 65% dos 1.527 quilômetros (km) que compõem o traçado total do estado. Nos próximos dias, a gestão de Rui Costa e o governo federal colocará em fase de audiência pública a proposta de concessão da obra, até agora executado pela estatal Valec. 

    A “integração” do empreendimento, porém, ficará restrita ao nome O plano de concessão que será debatido se restringe aos 537 km que ligam Ilhéus a Caetité, a parte mais avançada do projeto. De acordo com o jornal Estado de S.Paulo, a parte central da Fiol, um traçado de 485 km entre Caetité e Barreiras, está com pelo menos 21% de suas obras executadas. Apenas o último trecho de 505 km, de Barreiras a Figueirópolis, não recebeu obras e segue em fase de estudos, mesmo após oito anos do início das obras da Fiol.

    A ferrovia baiana tinha previsão de entrega em junho de 2013. Foram orçados, inicialmente, R$ 4,2 bilhões para o serviço. Sem perspectiva de conclusão a Fiol já consumiu R$ 6,1 bilhões até agora.

    “Então, eu espero que haja [interesse] por parte do governo atual, inclusive, que ele execute os compromissos assumidos para a sociedade, de fazer audiência pública em agosto e fazer a licitação até dezembro", comentou o governador Rui Costa, durante discurso para empresários na última terça-feira 



  • Ação da Polícia Militar apreende drogas e arma artesanal na zona rural de Brumado

    Foto: Divulgação | Polícia Militar

    Por volta de 11h30min, dando continuidade às ações de combate à ilícitos na zona rural, uma guarnição do PETO se dirigiu ao povoado de Lagoa da Pedra, em Brumado, onde traficantes embalavam e guardavam drogas em uma casa abandonada. No local, foi encontrada uma pequena porção de erva semelhante à maconha, uma espingarda artesanal do tipo chumbeira, várias embalagens utilizadas para acondicionar drogas, fermento em pó, comumente utilizado para aumentar a quantidade de drogas, além de vários frascos de pólvora e chumbo.

    Os responsáveis pelo ponto de tráfico não foram encontrados. Diante das circunstâncias, todo material foi apreendido e apresentado na sede da 20° COORPIN, onde o fato foi registrado.







  • SSP entrega Cicom de Euclides da Cunha nesta quinta-feira (09)

    Foto: Alberto Maraux

    A cúpula da Secretaria da Segurança Pública entrega, nesta quinta-feira (9), o Centro Integrado de Comunicações (Cicom) da cidade de Euclides da Cunha (distante 311 km de Salvador). A estrutura permitirá acionamento das forças de segurança estaduais com mais agilidade, pelo cidadão, através dos números 190 e 197. 

    O Cicom está instalado, na sede da 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), situada na Av. Renato Campos, s/nº, BR-116, bairro Urbis. A estrutura atenderá aproximadamente meio milhão de pessoas, em 19 cidades.



  • Guajeru: Administração realiza reuniões de avaliação com equipes das USFs e entrega de uniformes

    Foto: Divulgação

    Tendo como prioridade de gestão oferecer um atendimento humanizado, planejar as ações para os próximos semestres para que o povo continue a receber cuidados merecidos com qualidade e eficiência, a equipe de administração juntamente com o prefeito Gil Rocha tem realizado reuniões avaliativas com as equipes das USFs em Guajeru.

    Guajeru: Administração realiza reuniões de avaliação com equipes das USFs e entrega de uniformes

    "É sempre muito positiva essa interação com os profissionais que diretamente lidam com nossa população, cada comunidade tem sua particularidade e é importante desenvolver ações que visem melhorar a qualidade no atendimento, agradeço sempre a cada profissional que acolhe e atende com carinho cada paciente, somos servidores públicos, é nosso dever servir e servir bem a cada um sempre" disse o Prefeito Gil Rocha. A primeira dama Marta Lima Rocha, a Secretária de Saúde Érica Leal Cangussu, a coordenadora de Atenção Básica Ediene Coutinho Dos Santos Arantes, a Coordenadora de Saúde Bucal Mágna Coqueiro e a coordenadora Leia Leal Cangussu acompanharam o prefeito Gil Rocha nas reuniões que foram muito produtivas. Nas oportunidades, também foram entregues uniformes novos para os servidores.



  • Brumado está entre municípios beneficiados com novas viaturas do Pelotão Especial da Polícia Rodoviária

    Fruto de um convênio entre as Secretarias da Segurança Pública (SSP) e de Infraestrutura (Seinfra), no valor de mais de quatro milhões de reais, as unidades da Polícia Rodoviária Estadual receberam, na tarde desta quarta-feira (8), 48 novas viaturas.

    O reforço vai permitir um incremento nas operações, como blitze, abordagens e operações nas rodoviais estaduais. A cerimônia de entrega das viaturas aconteceu no estacionamento do Centro de Operações e Inteligência (COI), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

    Os novos veículos dos modelos Ford Ranger e Fiat Pálio Weekend serão distribuídos entre as unidades de Salvador, Santo Antônio de Jesus, Camaçari, Madre de Deus, Candeias, Valença, Vera Cruz, Feira de Santana, Santo Amaro, São Gonçalo dos Campos, Anguera, Morro do Chapéu e Conceição do Coité.







  • Acusado de praticar diversos assaltos em Brumado é preso pela Polícia Civil

    Foto: Destaque Bahia

    A Polícia Civil cumpriu na manhã desta quarta-feira (08), o mandado de prisão contra a pessoa de Deividson da Silva Bezerra, vulgo "Dedei", de 19 anos, suspeito de ser o autor de diversos assaltos na cidade. A prisão de Dedei foi expedida pelo juiz da Vara Criminal da Comarca de Brumado. Com ele foram apreendidos diversos aparelhos celulares, provenientes de roubos, além de facas, canivetes e materiais esportivos. A polícia acredita que ele seja autor de assaltos ocorridos em postos de combustíveis, lotéricas e até lojas de confecções. O suspeito foi encaminhado à carceragem da delegacia de Brumado onde permanecerá à disposição das autoridades competentes.



  • Aventura: Club Amarok Bahia realizará Expedição Vale do São Francisco

    Sempre proporcionando aos proprietários de Amarok prazer e diversão, com eventos que exploram os lugares turísticos mais encatadores do Brasil, o Club Amarok Bahia está mais uma vez realizando uma grande aventura - Expedição Vale do São Francisco (Juazeiro - Petrolina). O evento acontecerá no dia 15 de novembro e grande é a expectativa dos que já garantiram participação.



  • Ministros do STF devem decidir hoje sobre reajuste de seus salários

    Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) devem decidir hoje (8) se será incluído o aumento de seus próprios salários no orçamento do Poder Judiciário, que será encaminhado ao Ministério do Planejamento e depois ao Congresso.

    O assunto deve ser discutido em sessão administrativa marcada para as 18h, depois de a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, ter resolvido, pelo segundo ano consecutivo, não encampar o aumento, submetendo-o à votação de seus pares.

    Desde 2015, o salário dos ministros do STF permanece em R$ 33,7 mil. O valor serve como teto para todo o funcionalismo público, conforme determina a Constituição.







  • Homem morre após ser esfaqueado por vizinho em Livramento

    Um homicídio foi registrado na manhã desta quarta - feira (8), no Bairro Areião, em Livramento de Nossa Senhora.
    De acordo com informações obtidas pelo Destaquebahia, Danilo Maciel Santos Silva, foi esfaqueado no peito por um vizinho, com o qual teve um desentendimento. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.
    O autor, Anderson Silva dos Santos, se apresentou na delegacia de polícia de Livramento.
    O corpo de Danilo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal ) de Brumado para procedimentos de necropsia e, posteriormente, liberado aos familiares para fazer o sepultamento.