• Bancos permanecem em greve e a expectativa de vendas para o Dia das Crianças já não são tão grandes

    Bancos fechados, comércio parado (Destaquebahia.com.br)

    Os bancos permanecem em greve e os comerciantes brumadenses já sentem uma queda considerável nas vendas devido á isso.
    Alguns comerciantes disseram ao Destaquebahia, que é notório a diferença nas vendas desde quando os bancários resolveram paralisarem.
    Os que atuam nas áreas de brinquedos e artigos infantis, disseram que a expectativa de vendas devido ao dia das crianças já não é tão grande, pois, com os bancos em greve muitas pessoas ou ficam impossibilitadas de comprarem ou, mesmo tendo como comprarem ficam temerosas, por imaginarem que as circunstancias não são propicias.
    Direto, ou indiretamente, essa atua situação em que os bancos se encontram acabam atingindo a todos, principalmente o comércio.



  • Festival de canção estudantil revela jovens de grandes talentos da Região

    Os três primeiros colocados recebendo o prêmio do festival (Destaquebahia.com.br)

    Com 10 cidades participantes e 15 competidores, o 6º festival anual de canções estudantis (FACE) realizado pela DIREC 19 proporcionou muita emoção ás pessoas que compareceram na quadra do Colégio Estadual na noite desta sexta (04).
    Os mais diversos estilos como: sertanejo, forró, gospel, pop ... houve som para todos os gostos.
    Concorrentes de idades variadas, mas todos com grande performance musical, dificultaram as análises dos jurados.
    Ao término das 15 apresentações, todos receberam medalhas de participação e o três primeiros colocados, além das medalhas receberam prêmios.
    A terceira colocação ficou com o aluno do Colégio Estadual  Antônio Carlos Magalhães da Cidade de Tanhaçu, Girlan Dias Almeida; Com a canção O planeta pede ajuda, ele foi o penúltimo á se apresentar.
    Com a música intitulada FUTURO MELHOR Joel Teixeira da cidade de Ibicoara, estudante do Colégio Estadual Democrático, ficou com a segunda colocação.
    E o grande vencedor da noite, ficando como primeiro colocado, foi o estudante do Colégio Estadual de Brumado, Wander Luiz Araújo de Carvalho, com a canção – Vamos Fazer.
    Estes foram o três primeiros colocado na opnião dos jurados.

    Stéfani Monique, Apresentando a sua medalha ao lado do primeiro colocado do festival

    Ela não ficou entre os primeiros colocados, mas a música que cantou, deixou todas as pessoas  emocionadas. A estudante Stéfani Monique Vasconcelos Silva, do Colégio Estadual de Brumado teve uma das mais brilhantes apresentações.
    Com a canção Doce Presença, estilo gospel, Stéfani transmitiu de forma clara e emocionante a importância da presença de Deus no coração humano. Com a sua bela voz e uma interpretação marcante, se dependesse do público ela certamente estaria entre os primeiros colocados. Mas quem decide são os jurados e vale salientar, que todos eram profissionais e entendedores da área, dentre eles, estavam um dos músicos mais conceituados da região – Chiquinho Amorim.
    Como os jurados analisam vários fatores, as suas opiniões prevaleceram e foram aceita por todos sem maiores questionamento.
     



  • Policia realiza blitz em alguns pontos da cidade

    Bliz realizada próximo a igreja Matriz (Destaquebahia.com.br

    A policia militar realizou na tarde desta sexta-feira (05), blitz em dois pontos da cidade: Na Praça Capitão Francisco de Souza Meira (fundo da igreja matriz) e na Avenida Mourão Guimarães próximo á Cesta do Povo.
    Já há alguns dias que isso não acontecia, mas, na tentava de conter irregularidades tanto de condutores quanto de veículos, proporcionar ao comércio mais segurança, principalmente por ser o dia de Sexta mais movimentado do que os outros, e também como uma forma educativa é que essas blitz voltam a acontecerem.
    Alguns veículos foram autuados por irregulares, fora isso, não houve nenhuma ação mais agravante.



  • Homem tenta fugir de assaltantes e acaba sendo morto

    A policia isolou o local enquanto aguardava a chegada da policia técnica

    Na tarde desta sexta feira um homem conhecido com Zildo Rocha de Souza (Seu Zizinho) de 74 anos,  foi morto nas proximidades do bairro São Jorge em Brumado, próximo á uma fábrica de postes.
    Diante das informações obtidas pelo Destaquebahia, aparentemente zildo teria sido abordado por dois homens em uma moto, e ao ver que seria assaltado tentou fugir, foi alvejado, perdeu o controle do carro e colidiu em uns postes que estavam a margem da pista por onde trafegava.
    De inicio a polícia trabalha com a hipótese de uma tentativa de assalto seguida de morte.
    O corpo de Zildo foi conduzido ao IML de Brumado,  para que a causa da morte seja apurada.
    Depois de alguns dias de uma aparente paz na cidade, este acontecimento deixa novamente a população brumadense em alerta.



  • ARTIGO: A TECNICIDADE E O ANSEIO POPULAR (Dr. Cleio Diniz)

    Cleio Diniz - Advogado (colunista do Destaquebahia)

    A garantia jurídica, ou a segurança jurídica cria situações onde o fiel da balança navega em águas turbulentas. Recentemente o Supremo Tribunal Federal se deparou com esta encruzilhada, onde se viu entre os anseios da sociedade e a tecnicidade jurídica a qual, em tese esta vinculado.  Vale lembrar que o Supremo Tribunal Federal é tido como o guardião da Constituição Federal, a magna lei que congrega todos os ditames de um estado, de uma sociedade. A frente de tal dilema, por muito o Poder Judiciário se divide entre seguir a lei, ou atender aos anseios reais da sociedade. Para analisarmos com mais clareza e profundidade a questão, ressaltamos a divisão de poderes, assim como a autonomia existente entre os mesmos. No caso em tela, basta-nos, a princípio observar o Poder Legislativo e o Poder Judiciário. Nesta seara, a sociedade têm se abstido de seu dever de exercício da cidadania perante o Poder Legislativo. Não nos esquecemos de que este é composto por aqueles que nos representam, por aqueles a quem elegemos e concedemos autorização para construir as regras de conduta e convivência as quais iremos nos submeter. Contrário sensu, o Poder Judiciário não é por nós diretamente formado, mas detém a função de fazer cumprir as regras criadas por nossos representantes. Não esquecendo os problemas vividos pelo próprio Poder Judiciário, mas apenas alongando nossos pensamentos, ampliando nossa visão e alargando nosso campo de questionamento, vivemos o reflexo daquilo que produzimos anteriormente e, pela urgência que urra a nossa porta rogamos e cobramos do Poder Judiciário que atenda nossos anseios, mesmo que se desvie da tecnicidade das leis. No afã de ter saciado nossos anseios não nos preocupamos com os problemas que virão em decorrência de tais atos, não nos preocupamos com a repercussão e os precedentes que serão criados. Na verdade estamos assinando uma procuração em branco para que o Poder Judiciário extrapole limites. Estamos esquecendo que em ocasiões distintas, mesmo em escalas menores, muitos já criticaram juízes por se posicionarem como donos da verdade, senhor do destino, equiparando-os aos antigos reis e imperadores, todavia quando nos interessa assim os colocamos. Apesar da necessidade ser iminente, esta deve ser trilhada com prudência; a pressa é inimiga da perfeição. A quebra das regras leva a insegurança jurídica, mas o exercício da cidadania leva a evolução, liberdade e segurança que todos ansiamos. A impunidade de alguns pode ser o preço que temos que pagar pela falta de prevenção decorrente de nossa negligencia para com nossos deveres. O Estado limita o povo, mas é o povo que limita o Estado. Todo o poder emana do povo, ele apenas não se conscientizou disto.



  • Unidade da Familia do Bairro Flores está no

    Palestra sobre o câncer de mama na Unidade Da Familia do Bairro das Flores

    Visando combater o câncer de mama e ao mesmo tempo estimular as mulheres a fazerem exames preventivos, para que o combate ao mesmo seja feito de forma hábil, a unidade de saúde da família do Bairro das Flores está no clima do OUTUBRO ROSA, campanha que está acontecendo em todo o Brasil.

    O movimento popular Outubro Rosa é internacional. Em qualquer lugar do mundo, a iluminação rosa é compreendida como a união dos povos pela saúde feminina. O câncer de mama é a segunda causa de morte entre mulheres. Somente no ano de 2011, a doença fez 13.225 vítimas no Brasil. O rosa simboliza alerta às mulheres para que façam o autoexame e, a partir dos 50 anos, a mamografia, diminuindo os riscos
    que aparecem nesta faixa etária.




    Os responsáveis pela campanha na Unidade de Saúde da Familia do Bairro das Flores são.: A enfermeira Adriana, Dr; Téssia Caires e toda a equipe da unidade.
    O Destaquebahia esteve presente em uma palestra realizada nesta manha, onde foi abordado este assunto.

     



  •  Prefeito nega invasão e diz que ‘vai lutar para fechar rádio’ que o acusou

    Ao que tudo indica, a briga entre o prefeito de Filadélfia, no centro-norte do estado, e os locutores da rádio comunitária Várzea do Curral FM, está longe de terminar,quinta-feira (3), Barbosa Júnior (PDT), administrador do município, fez uma série de acusações aos radialistas Domingos Neto e Antônio Carlos. Segundo ele, os dois estão, até hoje, dez meses depois da sua posse, inconformados com a sua vitória na eleição. “Essa rádio pertence ao ex-prefeito e a diretora da rádio é a esposa do candidato que perdeu, que é filho do ex-prefeito da cidade”, afirmou. Para o gestor, a acusação de que ele teria “invadido” a emissora é infundada, pois “a rádio estava com as portas abertas”. O pedetista disse que a suposta entrada violenta no estabelecimento, na verdade, era uma tentativa de resposta. “Não o agredi. Fui lá para pedir um direito de resposta. Ele disse que o dinheiro tinha chegado aos cofres do município no dia 26 para eu pagar aos servidores e se questionava porque eu não tinha efetuado o pagamento no dia seguinte, mas a prefeitura recebe três repasses: dias 10, 20 e 30. Como eu ia pagar se o dinheiro só cairia na conta dia 30?”, indagou. O chefe do Executivo filadelfense contou ainda que deve tomar as medidas legais para provar a sua boa reputação. “Registrei, no dia do ocorrido, uma queixa. Meu advogado entrará com uma queixa-crime e, na semana que vem, vou para Brasília reclamar no Ministério das Comunicações”, alertou. Barbosa Júnior, que é o mais jovem prefeito do estado, disse estar disposto a mudar não só a situação, mas também o veículo. “É um lugar onde o povo não vai, não tem renovação de ata e de administração. Vou brigar até o último minuto para fechar aquela rádio”, ameaçou. Ele alega já ter, por algumas vezes, o direito de resposta negado. "Eles me 'batem' pela manhã e pela tarde, me concedem uma entrevista e dizem que já me daram espaço. Esta é uma rádio comunitária mesmo ou seria partidária?", questionou.



  • A idosa Maria de Salete Ramos contou à reportagem da Record que ouviu vozes antes de tentar enterrar vivo o bisneto, de um mês de vida, no quintal de casa em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ela disse que estava alcoolizada e que a criança não parava de chorar.
    — Eu ouvia na minha cabeça 'mata, mata, mata'. Aí eu peguei qualquer coisa para cavar o buraco.
    O bebê foi resgatado com vida pela mãe e hospitalizado em estado grave.
    Quando chegou ao hospital, a criança estava com hematomas pelo corpo e com sinais de estrangulamento. .
    Peritos constataram que a idosa não teve força para cavar um buraco fundo, porque a terra do quintal estava muito dura
    Maria de Salete Ramos pegou uma enxada para enterrar a criança. A mãe do bebê chegou da rua e perguntou o que a idosa estava fazendo no quintal. Ela respondeu que estava plantando uma muda
    A idosa colocou uma calça na cabeça do bebê antes de enterrá-lo
    A mãe da criança, de 14 anos, descobriu que o filho estava debaixo da terra quando viu uma parte do braço para fora. O bebê passou 20 minutos enterrado
    O delegado titular da Delegacia de Comendador Soares (56ª DP) informou que a idosa deverá ser indiciada por tentativa de homicídio.
    Maria de Salete Ramos vai passar por um exame de sanidade mental. A polícia considera praticamente certa a hipótese de ela sofrer problemas mentais



  • Por 6 a 1, TSE barra partido de Marina Silva nas eleições de 2014

    A ex-senadora Marina Silva no plenário do TSE antes do início da sessão que analisou o registro da Rede (Foto: Andre Dusek/Estadão Conteúdo)

    Para ministros da Corte eleitoral, Rede não comprovou apoio mínimo.
    Sigla poderá juntar mais assinaturas, mas para concorrer somente em 2016.
     

    Por seis votos a um, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira (3)  não conceder registro ao partido Rede Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva, por falta de assinaturas de apoio necessárias para a criação da legenda. Com isso, o partido não poderá participar das eleições de 2014.

    O único ministro a votar a favor da criação do partido foi  Gilmar Mendes. Os outros seis votaram contra (Laurita Vaz, João Otávio de Noronha, Henrique Neves, Luciana Lóssio e Marco Aurélio Mello e Cármen Lúcia).

    Segundo o TSE, Marina comprovou apoio de 442 mil eleitores em assinaturas validadas pelos cartórios eleitorais, mas a lei exige 492 mil, o equivalente a 0,5% dos votos dados para os deputados federais nas últimas eleições.
     

    Após o julgamento, ainda no plenário do TSE, Marina Silva se dirigiu aos apoiadores da Rede: "Ainda somos um partido. Não temos registro, mas temos o mais importante: temos ética. Vamos ficar mais fortes." Ela deve decidir nesta sexta eventual recurso contra a decisão do TSE e se vai se candidatar por outra legenda em 2014.

    O tribunal converteu o pedido de criação da legenda em "diligência", o que permite que Marina apresente mais assinaturas. No entanto, como o prazo para concessão de registro termina no sábado (5) e até lá não haverá nova sessão da Corte eleitoral, o partido não poderá participar da disputa de 2014.
     

    Marina ainda pode se filiar a um outro partido até sábado caso queira participar da disputa presidencial - segundo a última pesquisa Ibope, Marina estava em segundo lugar nas intenções de voto. Ela acompanha o julgamento da primeira fileira ao lado do advogado Torquato Jardim e apoiadores da Rede.

    A senadora queria que o TSE validasse 95 mil assinaturas de apoio que foram rejeitadas pelos cartórios eleitorais. Ela argumentou que os cartórios rejeitaram sem motivo assinaturas de jovens e idosos, cuja participação em eleições anteriores foi facultativa. A maioria dos ministros do tribunal, no entanto, entendeu que os cartórios têm autonomia para verificar se a ficha de apoio apresentou os requisitos ou não para ser validada.
     

    Argumentos dos ministros
    Ao rejeitar o pedido de criação do partido de Marina Silva, a relatora Laurita Vaz afirmou que é "inconciliável" o pedido de validação das assinaturas rejeitadas. Ela explicou que Marina Silva deveria ter questionado as anulações diretamente nos cartórios. "É inconciliável o requerimento da requerente de que se procedesse o reconhecimento das assinaturas por presunção."

    Ainda segundo Laurita Vaz, cabe ao partido comprovar a validade das assinaturas e não aos cartórios. "Não há como admitir que a falta de uma oportuna verificação pelo próprio partido das 95 mil assinaturas perante cada cartório esteja suprido nos presentes autos. Isso porque incumbe ao responsável pelos partidos a verificação dos motivos do acolhimento parcial das assinaturas."
     

    Primeiro ministro a votar após a relatora, o ministro João Otávio de Noronha afirmou que Marina Silva é reconhecida como "ícone da ética na política". Ele destacou, porém, que cabe ao tribunal verificar se os requisitos objetivos previstos na lei foram cumpridos. Para ele, não cabe à Corte verificar se a rejeição de assinaturas foi justificável.

    "A questão não se resolve no plano ético, se resolve no plano da legalidade. O número mínimo não é apenas exigência de resolução do TSE. É antes uma exigência da lei", afirmou.

    O ministro João Otávio Noronha disse ainda que "não faltam partidos para quem quiser concorrer" às eleições.

    A ministra Luciana Lóssio iniciou o voto elogiando a forma "ética" com que a Rede Sustentabilidade conduziu o processo de criação do partido, mas disse que a falta de apoio mínimo não pode ser superada.

    "Não há como ir de encontro ou sequer questionar o voto da relatora. Contra fatos não há argumentos. E o fato é que o partido obteve ao menos o total de 442 mil eleitores, como, quando sabemos, o número seria de 491 mil."

    Marco Aurélio Mello também disse que não se pode contrariar a legislação. "Não posso estabelecer para o caso concreto critério que mitiga a exigência constante da lei."

    Único a votar a favor do registro da Rede, Gilmar Mendes disse que as assinaturas rejeitadas deveriam ser validadas porque houve "abuso" por parte dos cartórios.

    "Não se trata de aceitar partido com menor número de assinaturas, não. Se trata de dizer que, nesse caso, houve uma situação de abuso que justifica sim o reconhecimento dessas assinaturas que restaram invalidadas sem qualquer motivação. Não se trata de descumprir a legislação, mas de aplicar a legislação. Com o princípio da proporcionalidade", disse Gilmar Mendes, que completou que Marina já foi vítima de "casuísmo" em projeto discutido no Congresso que cria restrições a novas siglas.

    Presidente do TSE, Cármen Lúcia discordou de Gilmar: "Aprovar um partido sem as assinaturas necessárias aí, sim seria casuísmo. Seria situação fora do comum."

    Defesa x acusação
    Torquato Jardim pediu a validação das assinaturas negadas porque não houve motivo para a rejeição. "[É preciso] que se confira a validade de apoiamentos não certificados em razão da inépcia do Estado, sem qualquer suspeita de fraude e com lisura de conduta, conforme parecer do Ministério Público."

    Para o advogado, os cartórios deveriam ter explicado as razões. "95 mil assinaturas foram negadas sem fundamentação nenhuma. Atos administrativos devem ser motivados. Ter motivação explícita, clara e congruente."

    O vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, se manifestou contra a criação do partido, mas ressaltou que a Rede ainda poderá concorrer em outras eleições.

    "Não está o partido em condição ainda de ser registrado. A circunstância de não conseguir a Rede fazer filiações até 5 de outubro não deve ser desistímulo para se esforçar para obter apoiamento. Partido não é criado para concorrer a um pleito apenas. Partidos se destinam a formação da vontade política. O Ministério Público faz votos para que isso seja conquistado, fortalecendo a democracia."

     



  • Prefeito invadiu rádio para

    O prefeito da cidade de Filadélfia, Norte da Bahia, Barbosa Junior, se irritou com o que foi anunciado pelo comunicador, Antonio Carlos, apresentador do Jornal Filadélfia em Noticias da rádio comunitária Várzea do Curral Fm, onde o referido locutor falou que pessoas ligaram para o programa pedindo informações sobre o atraso dos vencimentos dos servidores do município, diante deste fato o prefeito invadiu a emissora na tarde de terça-feira, dia 1º/10, Junto com pessoas ligadas a sua administração, muito alterado, batendo nos móveis da sala de recepção, e expressando palavras de baixo calão, chamando o locutor pra briga, dizendo que ele não era como seu pai, que as pessoas falavam do pai dele e ele não fazia nada. Ameaçou que iria a todo custo tentar fechar a rádio. Ainda tentou entrar no estúdio de locução para agredir fisicamente o comunicador, mas foi impedido pelos cantores locais; Edmilson Bahia e Jair onde um deles estava sendo entrevistado no programa, e por outras pessoas que lá estavam. Fonte: redação Online.



  • Vereador Márcio Moreira disse: “Nós Temos que correr”, entenda o porquê disso.

    Márcio Moreira disse que a situação é preocupante (Destaquebahia.com.br)

    Com a grande preocupação que se instalou no município de Brumado, em relação a uma Mega barragem que duas empresas mineradoras que estão vindo para a Chapada Diamantina pretendem construir, o legislativo já começou a agir.
    Em entrevista ao Destaquebahia, o vereador Márcio Moreira demonstrou o quanto a situação é preocupante. “Temos que correr, porque se a gente não correr,  corre o risco de amanha nós termos o Rio de Contas onde está instalada a barragem de Cristalândia, se transformar em um Rio do Antônio da “vida”, que foi o que aconteceu com a barragem de Truvisco, que acabou com a perenização do rio...”. Márcio disse que todo mundo tem que procurar os seus representante para que o governo do Estado não libere a construção dessa barragem que essas duas empresas mineradoras pretendem construir nas nascentes do Rio de Contas. Ouça o Áudio abaixo.

     



  • Perigo iminente, Pretensões de duas empresas mineradoras podem fazer com que Brumado fique sem abastecimento de água.

    Gilberto Lima Dias (Giba) presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável

    Em entrevista na manha desta quarta (02) com o presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável Gilberto Lima Dias (Giba), foi colocado á tona o perigo que Brumado e provavelmente toda a região sudoeste está correndo.
    Segundo Giba, Duas empresas mineradoras que estão vindo para a Chapada Diamantina e que pretendem, para uso próprio, construir uma Mega Barragem nas nascentes do Rio de Contas.
    O temor é que se isso acontecer, a barragem de Cristalandia (fonte de abastecimento de Brumado) venha a não ter condições de ter água o suficiente, bem como outras regiões na Chapada Diamantina que também se serve da água deste mesmo rio para consumo.
    O objetivo agora, é mobilizar toda a população da Chapada e Brumado para que isso não venha a se concretizar. Ouça abaixo o áudio onde Giba fala desse e outros assuntos que interessa e muito a população brumadense.



  • Ato de Vandalismo causa prejuízo à comerciante

    A parede que havia sido plotada, teve seus adesivos arrancados antes mesmo dos clientes verem.

    As ações de vândalos fez mais uma vitima nesta quarta feira (02), a nossa equipe foi chamada para registrar mais uma ação em que os prejuízos ficam depois que vândalos passam.
    Segundo um comerciante da praça da prefeitura, ele pagou caro para que a parede do seu estabelecimento fosse plotada, mas antes mesmo de desfrutar do resultado, na manha seguinte (a plotagem aconteceu terça á noite) os adesivos já na sua maioria já havia sido retirado, causando lhe, um prejuízo de uns 200,00 reais.
    O proprietário não é brumadense e esta experiência o deixou muito indignado e entristecido.
    A comunidade já exige uma resposta do poder publico, pois, esta não foi a última, nem muito menos a primeira, ação como estas já estão se tornando comum na cidade, quando não é destruição de patrimônio público, é particular.



  • Hospital de Brumado acaba de receber novas cadeiras para sala de espera

    Foto: Emanuel Fernandes (Destaquebahia.com.br)

    Estar em um hospital por motivo de enfermidade já é ruim, mas quando nesse hospital as cadeiras estão em péssimo estado de conservação à situação fica ainda mais difícil.
    Entendo isso, o município acaba de investir em novas cadeiras para a sala de espera do hospital.



    Vale lembrar que será inaugurado também um novo centro cirúrgico, ou seja, a área saúde no município continua procurando está cada vez melhor, e quem ganha com isso é a população, que não precisará mais se deslocar para outras cidade como por exemplo Vitória da Conquista para fazer alguns procedimentos cirúrgico que até então o município não tem estrutura para realizar.

     



  • Pela Terceira vez vereador se envolve em polêmica

    Vereador se comprometeu a buscar maiores informação e repassá - las na proxima sessão

    O vereador José santos (santinho), mais uma vez está sendo destaque, não pelos projetos ou indicações, mas sim, por se envolver em algumas polêmicas.
    A primeira delas foi quando os professores compareceram á Câmara  de Vereadores para garantir a votação do reajuste salarial, e os mesmo foram classificado como “meia dúzia” pelo parlamentar, quando se referiu a quantidade de pessoas presentes. Isso causou indignação da classe dos professores, rotulando o parlamentar de “Inimigo dos professores”. Depois o vereador se justificou, tentando minimizar as suas colocações.
    A segunda polêmica: o Vereador quando regressava de Salvador conduzindo o veiculo da câmara, se envolveu em um acidente onde o carro foi danificado; sendo destaque em um jornal local onde, o apresentador classificou a viagem de “turismo” e ainda frisou os prejuízos causados.
    A mais recente de Santinho, foi na última sessão (30/09) ele fez colocações referente ás ruas que constam como pavimentada e não estão, impedindo – ás, de receberem realmente os benefícios, só que o parlamentar não deixou claro em que gestão isso aconteceu, se é que realmente aconteceu, pois quando foi entrevistado pelo Destaquebahia, o parlamentar se demonstrou inseguro quanto as provas de quais são ás ruas, onde elas estão localizadas e em que gestão foi em que elas foram dadas como concluídas, quando na verdade nunca recebera algum tipo de pavimentação.
    Resumindo, o vereador disse que iria procurar provas e apresentar na próxima sessão que acontecerá no dia 07/10. É aguardar para vermos se tudo não passou de especulações ou se realmente as colocações de José Santos tem fundamento. Mas vale salientar que, se daí surgir mais uma polêmica não será novidade, pois ao menos neste quesito ele tem sido destaque.