• Calcinha fio dental pode causar problemas na região íntima

    Foto: Getty Images / Bahia Noticias - Com informações do Portal Terra.

    Pesquisadores afirmam que a calcinha estilo fio dental pode ser prejudicial à saúde íntima da mulher. Segundo Jill M. Rabin, professora do Albert Eisten College of Medicine, e a doutora Shieva Ghofrany, do Stamford Hospital, o fio dental não é sempre um risco, mas pode dificultar no tratamento de infecções. “Isso realmente depende da sua propensão para infecção. Se alguém é saudável, não existem riscos”, explicou Jill. “A questão é que se você tem uma predisposição para ter infecções, como urinária ou vaginal, realmente pode ser mais difícil se livrar delas se estiver usando calcinha fio dental”, completou. Muitas calcinhas fio dental, particularmente as mais rendadas e sensuais, são feitas de materiais que não deixam a pele respirar, ao contrário do algodão. No entanto, nem mesmo as calcinhas fio dental de algodão são 100% seguras. Isso porque, de acordo com as especialistas, o modelo cavado deixa a vulva feminina mais exposta a qualquer material que a mulher estiver vestindo, como lycra ou jeans.
     
    As infecções podem ocorrer quando o equilíbrio do ambiente vaginal, incluindo os níveis de umidade de secreções vaginais, está em risco, diz Shieva. Os problemas mais comuns quando isso acontece são as infecções por fungos ou por bactérias, principalmente a vaginose bacteriana. A bactéria extra geralmente se manifesta pelo aumento da secreção, o que Shieva descreve como “ciclo vicioso do uso de fio dental”. O modelo também pode causar a irritação externa. Shieva afirma que já viu muitas pacientes com marcas na pele da vulva e perto do reto, exatamente na marca onde fica o fio dental. Quanto aos riscos médicos mais perigosos, estão problemas como hemorroidas. A especialista afirma que as calcinhas deste modelo não podem causar a doença, mas podem agravá-la. “Pode irritar o reto e inflamar ainda mais as hemorroidas", completa.



  • BRUMADO

    QUE PAÍS É ESTE?

    QUE PAÍS É ESTE?

    Advogado - Cleio Diniz (Colunista do Destaquebahia)

    Já na década de 80, século passado, o cantor e compositor Renato Russo, em uma expressão de indignidade compôs a música "Que País é este", onde falava sobre as mazelas de nosso estado. Desde então muito pouco, quiçá quase nada se fez para sanar tais desvios que afastavam nossa sociedade de um estado adequado e eficiente. Quase três décadas depois continuamos a ver crescer tais distúrbios e disparates. O supremo Tribunal Federal, nossa mais alta corte e guardiã da Constituição, após profunda e estudada análise resolveu adotar o sistema de modulação de sentença, ou seja, adequar a sentença para que a mesma produza o menor dano possível. Isto porque, em diversos casos a aplicação literal, a risca da lei ao tentar sanar uma questão causa mais estrago do que a própria ação que desviou da lei.

    Um exemplo claro aconteceu no sistema de saúde da cidade baiana de Camacã, no sul do estado, onde por determinação judicial, após denuncia do Ministério Público referente a erros na administração da Fundação Hospitalar de Camacã, primeiramente bloqueou todos os recursos financeiros da instituição, vindo em seguida a promover o fechamento da mesma, como divulgado pelo Jornal da Manhã da TV Bahia em edição do dia 18 de outubro.

    A decisão, mesmo que embasada legalmente causou prejuízos aos funcionários que não tiveram seus salários pagos, além da população da região que deixou ter atendimento de saúde. Em uma época em que se esta importando médicos, a justiça determina o fechamento de um hospital.

    Outro fato que movimentou a semana foi a "suposta punição" sofrida pelo Policial Militar que prendeu um bandido no ato em que praticava um assalto. O fato ocorreu na cidade de São Paulo e foi filmado pela vítima e divulgado por toda a imprensa. A princípio a atitude do policial foi elogiada pelo Goverdador Geraldo Alckmim, todavia posteriormente o Deputado Estadual Major Olímpio - PDT em pronunciamento da Assembleia Legislativa de São Paulo denunciou as medidas administrativas aplicadas ao Policial Militar, ou seja, administrativamente o mesmo foi afastado das ruas pelo período de 06 meses. Ou seja, ao invés de ser condecorado e servir de exemplo a todos os policiais, foi punido.

    Com certeza que gostou da situação foi os meliantes, que por este período vão deixar de ter um combate a suas atrocidades.
    Em ambos os casos, mesmo que amparados pelo princípio da legalidade se despreza a Teoria Geral do Direito e a Constituição Federal, menosprezando as necessidades dos cidadãos, vindo o estado a desvirtuar e virar as costas a suas responsabilidades e deveres.

    Para melhor entendimento, assim garante a Constituição Federal ao garantir a saúde, em seu artigo 196 que assim tipifica:" A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.". Quanto a segurança, a Constituição Federal assim determina em seu artigo 144: "A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:". Mais uma vez cabe a pergunta "Que País é este?".

     



  •  Jovem viciado que pediu para ser preso é acolhido pelo Centro de Recuperação Metanóia

    “Vim pedir pra ficar preso, pois quero largar meu vício" disse o jovem desesperado / Destaquebahia.com.br

    “Mataram minha mãe na minha frente e eu fui separado dos meus irmãos, desde então ficou difícil para mim suportar essa dor e acabei me refugiando nas drogas”, este é o relato de um jovem desesperado que entrou na 20ª Coorpin na noite da última sexta-feira (18) pedindo ajuda, “Vim pedir pra ficar preso, pois quero largar meu vício. Não aguento mais essa vida, não tenho dado valor às pessoas que me ajudam; só tenho dado valor às drogas que estão acabando com a minha vida. Pedra, pó, maconha qualquer coisa eu uso. Estou pedindo pra ficar preso pra não cair na armadilha de roubar pra ir gastar numa boca de fumo.” concluiu.

    O jovem Walas Pereira, 21 anos, desde os 17 usa drogas para fugir da dura realidade que o destino lhe reservou, foi separado dos irmãos e viu a mãe ser assassinada em sua frente. Ele mora na comunidade de Umburanas, zona rural de Brumado.

    O Centro de Recuperação Metanóia (CRM), que fica na comunidade Campo Seco que é mantido pela Igreja Missões do Evangelho Pleno e por pessoas e entidades que ajudam com a doação de cestas básicas, ao tomar conhecimento da real situação do rapaz  prontamente acolheu o jovem que teve  uma recepção calorosa. O Sr. Manoel Gonçalves que faz parte do grupo de Alcoólicos Anônimos da cidade, após tomar conhecimento da triste historia de Walas, acionou o Centro de Recuperação Metanóia.   



  • Acidente com vitima fatal no trevo de Sussuarana

    Foto: Ilustrativa / Destaquebahia.com.br

    Foi registrado na manhã deste sábado (19), um acindente envolvendo uma moto e um carro no trevo de Sussuarana, distrito de Tanhaçú - Ba. As informações obtidas pelo Destaquebahia é de que, um homem de pré nome José (32 anos), residente da fazenda  Fundão, pilotava uma moto quando colidiu com um Gol; o motorista do veiculo evadiu -se do local sem prestar socorro, José morreu no local.
    O corpo será encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica de Brumado, onde será necropsiado e liberado para que a familia faça o sepultamento.

     



  • ‘Bolsa Família é pancada na velha política do coronelismo’, diz ministro da CGU

    Renato Araújo / Agência Brasil

    Auditoria da Controladoria Geral da União realizada em 401 municípios, num universo de 11.686 residências que recebem a Bolsa Família, aponta que é necessário apertar a fiscalização contra fraudes e melhorar a gestão do programa.

    “O calcanhar de Aquiles são os municípios. Faltam gestores capacitados para fiscalizar e executar a compatibilidade dos benefícios com as condicionalidades”, disse ao iG , o ministro Jorge Hage, da CGU.

    “A reação da elite é compreensível: o povo pobre não depende mais do coronel local. O Bolsa Família é uma pancada na velha política do coronelismo”, cutuca Hage. “O que precisamos é aperfeiçoar os controles”, admite.

     

    Ele afirma que os casos de recebimentos indevidos, detectados entre vereadores eleitos em 2012, representam 3% dos beneficiários e são pequenos diante da dimensão do programa.

    “Seria ingenuidade imaginar que num programa que chega a 14 milhões de famílias e distribui mais de R$ 20 bilhões por ano não tentassem praticar desvios. O que não podemos, jamais, é baixar a guarda”, avisa Hage, que há sete anos, desde que tomou posse, está na linha de frente da guerra de “gato e rato” entre os órgãos de controle e os aproveitadores de plantão.

    Foi da CGU, por exemplo, a recomendação para que o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) incluísse, já em 2008, no sistema um programa que rastreia e cruza informações sobre vereadores eleitos e os benefícios.

    A medida surtiu um efeito surpreendente este ano: 2.272 vereadores foram flagrados recebendo o benefício mesmo depois da posse, em fevereiro deste ano. Na depuração, constatou-se que 104 casos não estavam irregulares e foram reincorporados ao cadastro, mas 2.168 acabaram cancelados.

    Se por um lado a descoberta mostra pagamentos irregulares, por outro revela a inclusão de uma pequena fatia dos alvos do Bolsa Família – que chegaram às Câmaras Municipais e, portanto, a melhores salários –, nos sistemas políticos municipais.

    A dificuldade em esclarecer se determinada família está ou não incluída entre os beneficiários é um dos defeitos da legislação que define os critérios do programa: a lei não obriga a comprovação da renda, ou seja, o candidato ao benefício apenas declara que tem renda inferior aos R$ 140,00 e passa a integrar o cadastro.

    Para o ministro Hage, eventuais mudanças nesse critério só podem ser feitas pelo Ministério do Desenvolvimento Social. Ele afirma, no entanto, que graças às sugestões da CGU e do Tribunal de Contas da União (TCU), o MDS vem aperfeiçoando os controles e agindo rapidamente diante da constatação de irregularidades.

    No caso dos vereadores, o pagamento irregular foi descoberto assim que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou em seu banco de dados a lista dos eleitos em 2012. O resultado sai de um rastreamento automático, que acessa também o banco de dados de outros órgãos públicos. Nele estão informações sobre crédito, programas sociais, formação de empresas, propriedade de veículos e até doações eleitorais para confrontar informações. Não escapam nem os sistemas de crédito a agricultura familiar ou novos donos de carro usado.

    Segundo o relatório da CGU, o pente fino localizou um total de 664.978 benefícios irregulares – 273.263 deles em 2011 e 391.715 no ano passado –, num total de R$ 73.582.456,11. No lugar dos que foram cancelados, entrou um número idêntico de famílias que aguardavam na fila.

    O levantamento também constatou que em 31% das famílias entrevistadas, as informações cadastrais estavam desatualizadas, 31,4% delas não foram localizadas nos endereços registrados no cadastro do MDS e em 9,3% havia indícios de renda superior. Constatou-se também que em 51 dos 401 municípios não havia acompanhamento das condicionalidades (frequência escolar, vacinação, atendimento a gestantes, etc.), 81 não tinham acesso a informações básicas e em outros 128 faltavam meios adequados para atuar.

    O ministro Jorge Hage diz que apesar das falhas, o Bolsa Família tem comprovada eficácia no rompimento do ciclo da pobreza, com a transferência direta de renda, acesso a saúde, educação e assistência social.

    “Duvido que algum governante tenha coragem de mexer no Bolsa Família”, desafia o ministro. Segundo ele, os índices de irregularidade podem ser considerados baixos quando comparados com a eficácia do programa e a capacidade do governo em corrigi-lo.

    Ele admite, no entanto, que como se trata de um programa de responsabilidade compartilhada, é necessário fortalecer os municípios, melhorando a gestão, capacitando as instâncias de controle social e facilitando o acesso aos bancos de dados. Garante também que o Bolsa Família melhorou a cidadania e o exercício do voto livre.



  • ENQUANTO SENADO ABRE “BRECHA” PARA CRIAR 400 NOVOS MUNICÍPIOS, OS QUE JÁ EXISTEM ESTÃO NO “BURACO”!

    9 bilhões de Reais será o custo da criação de novos municípios / Foto: Reproduçã / Fonte: Macaúbas ON-OFF

    Nesta semana a União das Prefeitura da Bahia (UPB), presidida por Maria Quitéria (35), prefeita do pequeno município de Cardeal da Silva, conclama as prefeituras da Bahia a fecharem as portas na próxima sexta 25, em protesto a “falência” dos municípios da Bahia.

    Para evitar isso os gestores cobram a “aprovação urgente da PEC 39/2013, pela ampliação de 2% nos repasses ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM)”. Em nota, a UPB aponta que “estimativas da Receita Federal e do Tribunal de Contas da União, entre 2009 e 2012, [calcula que] os municípios baianos acumularam prejuízos de R$ 496 milhões”…

    Nesta quarta-feira (16) o Senado Federal aprovou o  Projeto de Lei que devolve, depois de 17 anos, às assembleias legislativas a competência para examinar a criação de novos municípios. A proposta cria novas regras para criação, fusão, incorporação e desmembramento de municípios…. A medida abre caminho para a regularização de 57 municípios e ainda permite a criação de outros 400.

    Ou seja, enquanto uns gemem outros dançam, enquanto um afogam na lama muitos brindam… E tudo isso no mesmo quintal: Brasil… Parecem que vivem em épocas e territórios distintos…

    A criação de novos municípios, segundo estudos, pode gerar gastos anuais em torno de 9 bilhões de Reais. Dinheiro suficiente para tirar do buraco todos os municípios em crise no Brasil, principalmente os nordestinos que sofrem com a seca e o esquecimento dos políticos.

    Em ano eleitoral criar novos municípios, criar novos cargos e políticos é o desejo das velhas raposas de gabinetes, dos parasitas da Nação, dos políticos profissionais que não vivem sem mandato ou sem as “tetas públicas”. E assim mais 500 anos…



  • Comunidade rural é  prejudicada por empresas que instalam torres do Parque Eólico em Caetité.

    foto ilustrativa / Fonte: Caetité Noticias

    A comunidade rural de Lagoa de Félix Pereira (distrito de Pajeú dos Ventos) protestou fortemente contra a ação das empresas SETA ENGENHARIA S.A. e CONSÓRCIO MGT, ambas envolvidas na instalação de torres do Parque Eólico de Caetité.

    Apesar de o fato ter ocorrido há cerca de um mês, as envolvidas mantiveram silêncio sobre o mesmo. O Caetité Notícias, contudo, tomou ciência dos protestos na quinta-feira (17/10) e manteve contato com lideranças da comunidade – uma das mais carentes naquela região, a fim de apurar o que levou a tal confronto.

    Empresas não oferecem retorno
     

    Segundo moradores de Félix Pereira as duas empresas alugaram poços artesianos, perfurados em terrenos de particulares, para a retirada de água com a qual, no auge da grande seca que afetou o Nordeste, abastecia os seus canteiros de obras. Pagaram regiamente aos proprietários das terras de tais poços, onde diariamente dezenas de vezes “caminhões-pipa” iam apanhar o precioso líquido.

    Para a comunidade... NADA. “Nada, não!” – corrigiu um morador: “Deixavam muita poeira. Foi só o que essas empresas deram aos moradores da região: poeira!”

    O incômodo e descaso levaram os moradores a interceptarem o tráfego dos veículos pesados, gerando uma crise. Segundo se apurou, houve um início de negociação, sem grande proveito, forçando as empresas a interromperem a retirada da água subterrânea do lugar.

    Com isto as empresas foram obrigadas a buscar água na cidade vizinha de Guanambi, onerando ainda mais seu transporte. Um ônus que poderia, facilmente, ser revertido em benefício para as comunidades rurais diretamente afetadas. Algo que, infelizmente, não está ocorrendo.

    E só não está pior porque as comunidades estão sabendo se mobilizar, na defesa de seus direitos e interesses.



  • Bahia é um dos pouco estados com grupo de atenção à saúde da população negra

    Por Juliana Almirante / Bahia Noticias

    A Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, estabelecida em 2008 pelo Ministério da Saúde, ainda é implantada a passos tímidos na Bahia, embora seja um dos poucos estados que possuem um comitê para o tema. No Brasil, apenas metade das unidades da federação e seis capitais têm se voltado para aplicação de políticas específicas. De acordo com secretário de Promoção da Igualdade Racial, Elias Sampaio, uma das principais ações executadas no estado é um programa de combate ao preconceito institucional na saúde. “Se verificou que o acesso à saúde da população negra também é prejudicado pelo racismo. Estatísticas mostram que o tempo de consulta de uma mulher negra é menor do que uma mulher branca”, justificou Sampaio. De acordo com representante da secretaria no comitê, Karine Duarte, apesar das ações da pasta, como oficinas e distribuição de cartilhas, o embate contra a intolerância no setor precisa ser ampliada. “Tem muito ainda a melhorar, porque a gente trabalha com um universo muito grande de servidores. O desafio é formar todo o quadro de servidores lá na ponta. Existe uma política, mas fiscalizar e garantir se torna muito difícil”, avalia. O coordenador de Promoção da Equidade em Saúde da Sesab, Antônio da Purificação, informou que a portaria nº2, de 23 de março deste ano, que estabelece a liberdade de culto dentro de hospitais, ainda está em fase de execução e deve ser posta em prática até o final do ano. “Todas as religiões, seja do candomblé, espiritismo, protestantes poderão entrar nas unidades. Só que eles precisam entender até que ponto pode atuar ali e também tem o direito de o paciente aceitar ou não receber os religiosos”, afirma. A temática da saúde da população negra é trabalhada, conforme o coordenador, em matérias oferecidas na escola estadual de Saúde Pública e na de formação técnica. Uma das doenças que atingem em maioria a população negra, a anemia falciforme, é comum em comunidades quilombolas do estado. De acordo com o coordenador da Sesab, o atendimento ainda não está 100%. “É uma questão que vai levar alguns anos, porque é uma doença crônica e precisa de atendimento na Saúde Básica”, avaliou. Segundo ele, o estado conta com serviços de referência em Salvador e outras sete cidades do estado e depende da adesão dos municípios. 



  • Ibirapuã: Falso médico é preso em operação da PF

    Antônio Cleiton Braga Leite / Foto: Divulgação

    Um falso médico que atuava em um centro de saúde municipal em Ibirapuã, no sul baiano, foi preso nesta sexta-feira (18) durante a operação batizada pela Polícia Federal (PF) de Esculápio. Segundo a polícia, Antônio Cleiton Braga Leite, de 33 anos, natural da cidade de Feijó, no Acre, seria diplomado em medicina em uma faculdade da Bolívia, mas trabalhava desde janeiro deste ano com o carimbo de um médico de Salvador. O acusado, que reside em Teixeira de Freitas,  é casado com uma médica baiana. Segundo informações do Correio, o falso profissional foi denunciado pela Secretaria de Saúde de Ibirapuã, após ter provocado o aborto em uma mulher que procurou atendimento na unidade médica. A Polícia Civil apura ainda denúncias de que estelionatário também teria atendido uma idosa, vítima de AVC, e a deixou com sequelas graves. Em Teixeira de Freitas, Cleiton Leite, que já havia atuado nos municípios baianos de Prado, Veredas e Itanhém, utilizava uma identidade falsa em nome de Rodrigo Roffer Gomes Raposo. A PF desbaratou nesta sexta um esquema de uso de diplomas e documentos falsos perante a Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), com objetivo de obter a revalidação para exercer a medicina no Brasil, inclusive, obter diploma da UFMT e, possivelmente, ingressar no Programa “Mais Médicos”, do governo federal. Fonte: Bahia Noticias



  • ARTIGO: (IN)SEGURANÇA JURÍDICA (Cleio Diniz)

    Cleio Diniz - Advogado (Colunista do Destaquebahia)

    Em nosso metiê, no dia a dia, deixando de lado a tecnicidade jurídica da advocacia e por um breve instante analisarmos, em um que de psicólogo, nos deparamos com o grande e tenebroso resultado da atual situação do sistema judiciário em nosso País, assim como a perspectiva de futuro vivida pelos cidadãos. Estamos falando da insegurança jurídica.

    Para melhor entender, temos que o Princípio da Segurança Jurídica, um dos princípios basilares de nossa sociedade democrática, pode ser definido como um dos responsáveis pela missão de assegurar às pessoas a tranquilidade necessária para conduzir a vida sem surpresas. Assim pode-se dizer que o Princípio da Segurança Jurídica está intimamente ligado à certeza do Direito, certeza esta que esta se esvaziando do conceito dos cidadãos e a cada dia mais distante de suas crenças.

    As razões são as mais variadas, formando uma roda viva que apenas serve para justificar um resultado malgrado, todavia, indiferente dos motivos, justos ou não, reais ou fictícios, naturais ou artificiais a única certeza é a existência de uma morosidade que por sua vez desencadeia o sentimento real de insegurança.

    Observamos que a insatisfação, em quase sua maioria absoluta recai sobre a morosidade, ou seja, sobre o tempo do processo, superando largamente ao próprio resultado, mesmo que negativo. Com a roda viva criada não existe um ponto inicial pacificado, entretanto qualquer ato adotado no sentido de minimizar a morosidade do sistema será recepcionado positivamente causando um impacto imediato, alterando a visão futura e semeando a esperança perdida.

    Como já explanamos em oportunidades anteriores, cabe ao cidadão fazer sua parte, diretamente ao promover o exercício da cidadania através de um sufrágio responsável e consciente e indiretamente através do mesmo exercício de cidadania ao fiscalizar e cobrar do poder público. Certo é, que apesar de não serem imediatos os resultados dos anseios, se não for iniciado sua concretização com dedicação e persistência nunca será alcançado o resultado pretendido.



  • PLENÁRIO DA CÂMARA LOTADO DURANTE SESSÃO PARA VOTAÇÃO DE CONTAS DE 2011 DO EX-PREFEITO CARLÃO

    Foto: L12 Noticias/ Fonte:L12 Noticias

    Deu-se início por volta das 15h:30min desta sexta-feira (18) a sessão e votação sobre as Contas do ex-prefeito do município de Livramento de Nossa Senhora, Dr. Carlos Roberto Souto Batista, correspondente ao exercício de 2011. Dos treze vereadores, apenas Aparecido Lima da Silva "Cidão Aracatu" deixou de comparecer à sessão especial. Os vereadores da bancada de oposição pediram o adiamento da sessão, mas referido pedido de adiamento não foi concedido, visto que dos 12 vereadores presentes, 9 votaram contra o adiamento e 3 votaram a favor. A sessão segue neste momento com o plenário da Câmara lotado de pessoas que vieram acompanhar o desfecho da votação. Enquanto não começa a votação, os edis discutem projetos diversos, entre eles, a apresentação do Projeto do Loteamento São Miguel e o Projeto referente ao ajuste salarial dos professores da rede municipal de Livramento. 
    Se as contas forem rejeitadas, o ex-prefeito fica inelegível por 8 anos e com ficha suja. Além de estar sujeito à vários tipos de sanções



  • Aves silvestres são aprendidas após denúncia anônima

    Foram contabilizados mais de oitenta pássaros / Destaquebahia.com.br

    Em uma residência, no Bairro Novo Brumado, pássaros silvestres eram mantidas em cativeiro, através de denúncia anônima a polícia chegou até o local e constatou a veracidade dos fatos, existia no local um grande viveiro de aves, todas presas em gaiolas. A grande quantidade de aves fez com que a viatura realizasse duas viagens para transportar todos os animais até a 20ª Coorpin. A apreensão aconteceu na tarde desta sexta-feira (18).

    O proprietário que não quis revelar sua identidade, informou ao Destaquebahia que criava os pássaros apenas como hobby, ainda segundo ele, os animais foram adquiridas com moradores da zona rural, “ eu não comercializo pássaros”, afirmou o homem.

    O Ibama será comunicado sobre a apreensão, e os animais serão recolhidos da delegacia e levados para um local apropriado. Segundo a policia foram contabilizados mais de oitenta pássaros.



  • Wendel Santana nega as acusações e se apresenta acompanhado de seu advogado

    Tiago Amorim “Achamos que seria a melhor solução para ele: se entregar" disse o advogado.

    Wendel Santana acusado de participação na quadrilha desarticulada na ‘Operação BR-030’, se apresentou na 20ª Coorpin acompanhado do seu advogado Thiago Amorim, na manhã desta sexta-feira (18).
     
    Conforme informou o delegado Arilano Botelho,  Wendel é um dos principais membros da quadrilha ele tinha a função de  comprar os veículos, fazer as transações de documentação no Detran possibilitando assim a venda dos mesmos

    O advogado do acusado falou ao Destaquebahia que,  o primeiro passo a ser tomado pelo seu cliente seria se entregar. “Achamos que seria a melhor solução para ele se entregar, porque desta forma a justiça poderá entender que ele está contribuindo para a verdade dos fatos  e com toda a  Operação. Pela ordem, primeiramente vamos saber quais são as acusações, as que delegado me passou  foram negadas por Wendel “.

    Com relação as acusações, o advogado disse que todas ainda seriam analisadas, e não iria comentar . “Segundo as investigações realizadas  pela Polícia Civil, através de interceptações telefônicas, Wendel  estaria envolvido  nos crimes de receptação, roubo e furto, mas como as investigações são ainda preliminares, estamos analisando para discutirmos posteriormente como agiremos para  fazer a defesa, ainda é muito cedo para dizer sobre a situação dele”, o advogado acrescentou, “ Wendel nega todas as acusações”.

     



  • Itanagé: Capotamento tira a vida de idosa de 84 anos e deixa dois feridos na BA-152

    O grave acidente acabou tirando a vida de dona Alice Rosa de Oliveira, de 84 anos. (Fotos: L12 Notícias).

    O capotamento de um Fiat Uno de placa policial NYZ-8922 matou uma idosa de 84 anos na manhã de hoje (18) em um trecho da BA-152, nas proximidades do distrito de Itanagé, no município de Livramento de Nossa Senhora, Bahia. Segundo informações obtidas pela reportagem do L12 Notícias, o condutor do veículo, Eldes Santos da Silva, teria perdido o controle do automóvel ao tentar desviar de outro veículo. O carro em que ele dirigia capotou várias vezes na pista. No carro havia, além do motorista, mais duas ocupantes. A jovem identificada por Viviane sofreu complicadas escoriações, sendo socorrida pelo SAMU-192 e levada para o Hospital Municipal de Livramento. Já a dona Alice Rosa de Oliveira, de 84 anos, foi arremessada a aproximadamente 35 metros para fora do carro e morreu no local. O motorista do veículo teve ferimentos leves. A Polícia Rodoviária Estadual e a Polícia Civil foram acionadas e compareceram ao local do acidente para registro de ocorrência. O corpo da idosa foi encaminhado para o DPT de Brumado, para ser submetido a necropsia. 



  • 'Gordinhos' Roy Nelson e Cormier fazem 'choque de barrigas' no UFC

    Roy Nelson e Daniel Cornier vão se enfrentar em Houston (Foto: Montagem sobre fotos da Getty Images)

    Roy perde um pouco de peso após entrar em depressão por conta dos problemas de saúde do técnico. Duelo será coevento principal de sábado

     
    O coevento principal do UFC 166 é um atrativo à parte pela qualidade técnica de Roy Nelson e Daniel Cormier como lutadores de MMA. Mas o que também está chamando muita atenção é a forma física dos dois americanos da divisão peso-pesado (até 120kg), o que gerou comentários de alguns fãs tratando o duelo como "choque de barrigas". Conhecido há tempos como "Gordinho do UFC", Roy tem a barriga bem saliente e está à frente do adversário nesse quesito, mas Cormier também exibe suas gordurinhas a mais na linha de cintura.

    Além da barriga grande, os dois têm em comum o fato de não brincarem muito sobre o assunto. Cormier e Roy preferiram manter a seriedade e o foco na luta que farão em Houston (EUA):

    - Sim, nós dois somos grandes. Mas eu acho que o Roy perdeu um pouco de peso, assim como eu. Então vamos ver no sábado - afirmou o "DC".

    - Todo cara que está no UFC tem uma barriga. Então... - completou "Big Country".

    Roy Nelson, de fato, cortou peso e está numa forma um pouco melhor em relação às lutas anteriores, mas sem perder a barriga. Ele, que não revelou o novo peso, contou que seu treinador de boxe, Jeff Mayweather, que é ex-boxeador e tio de Floyd Mayweather Jr., não está bem de saúde, o que o abalou emocionalmente:

    - Perdi Jeff com duas semanas de camp. Ele estava no hospital. Como eu falei, tentei fazer o melhor com o que tinha. Foi provavelmente a pior preparação que já tive. É isso o que acontece quando você entra em depressão (perder peso). Vocês viram o Mark Muñoz comer muito quando ficou depressivo. Quando eu fico depressivo assim, eu não como - disse, referindo-se ao fato de Muñoz ter engordado mais de 20kg quando entrou em depressão.

    Mas a depressão não tirou Roy do duelo contra Cormier. O peso-pesado disse que tem compromisso com os fãs que pagam pay per view para vê-lo em ação no octógono:

    - É assim que os outros lutadores se comportam. Eles dizem: "Ah, meu dedão do pé está doendo". As pessoas pagam para me ver lutar. Vou dar um show e é isso o que o UFC espera de mim. Vou para a luta toda vez, não importa o que aconteça.

    O canal Combate transmite a pesagem do UFC 166 às 18h (de Brasília) desta sexta-feira e todas as lutas do evento a partir de 19h15m de sábado. O Combate.com também exibe a pesagem e acompanha todo o card em Tempo Real no sábado, além de transmitir o duelo entre Dustin Pague e Kyoji Horiguchi, pela categoria peso-galo (até 61kg), ao vivo.

    UFC 166
    19 de outubro de 2013, em Houston (EUA)
    CARD PRINCIPAL
    Cain Velásquez x Junior Cigano
    Daniel Cormier x Roy Nelson
    Gilbert Melendez x Diego Sanchez
    Gabriel Napão x Shawn Jordan
    John Dodson x Darrell Montague
    CARD PRELIMINAR
    Tim Boetsch x CB Dollaway
    Nate Marquardt x Hector Lombard
    Sarah Kaufman x Jessica Eye
    George Sotiropoulos x KJ Noons
    T.J. Waldburger x Adlan Amagov
    Tony Ferguson x Mike Rio
    Jeremy Larsen x Andre Fili
    Dustin Pague x Kyoji Horiguchi