• Pesquisa revela que casos graves de obesidade podem reduzir até dez anos de vida

    Foto Reprodução

    Estar acima do peso pode reduzir a expectativa de vida em um ano. Nos casos onde há obesidade média ou severa, essa perda pode variar de três a dez anos. Isso foi o que mostrou uma pesquisa da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, publicada na revista inglesa The Lancet. O estudo mostrou que o risco de morte em homens, antes dos 70 anos, aumentou de 19% em indivíduos com peso normal, para 29,5% nos moderadamente obesos. No sexo feminino, a relação de aumento é de 11% para 14,6%. De acordo com a endocrinologista Aline Garcia Melo, do Hapvida, a tendência é que a obesidade continue a crescer nos próximos anos. Atualmente, o Brasil é o quinto país do mundo em obesidade. “De cada quatro brasileiros, um é obeso e isso não se deve apenas à alimentação, mas a  fatores que, quando juntos, tornam o problema uma epidemia, um verdadeiro caso de saúde pública”, esclarece.

     O cirurgião bariátrico e diretor médico  Erivaldo Alves lembra que 80% da obesidade está associada ao fator genético e apenas 20% aos fatores ambientais e, entre eles, a alimentação. “Mais que um problema por si só, a obesidade está associada a mais 20 outras doenças, a exemplo das cardíacas, a infertilidade, a gordura no fígado, cânceres, acidente vascular cerebral, incontinência urinária, depressão entre outros”, pontua o médico. Informações do Correio 24 Horas.




MAIS NOTÍCIAS