• Aumento de gastos da gestão interina de Temer começa a preocupar mercado financeiro

    Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

    Os sucessivos aumentos de gastos para contemplar o funcionalismo da gestão interina de Michel Temer (PMDB) têm preocupado o mercado financeiro. De acordo com a coluna Painel, da Folha, o setor teme que o Planalto, se conseguir se despedir da interinidade, se sinta forte o suficiente para não levar a sério seus compromissos fiscais. O uso do Congresso em usar projetos prioritários para ampliar despesas, como as flexibilizações no texto da renegociação das dívidas, também são motivo de preocupação. Um dos sintomas dessa crise é a crítica ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Dois executivos avaliaram que o ministro não tem conseguido frear o ímpeto gastador da área política. 




MAIS NOTÍCIAS