• Terceirizados paralisam atividades por atraso de salários em Caculé

    Na manhã de terça-feira (04), servidores terceirizados que prestam serviços no Colégio Estadual Norberto Fernandes, em Caculé, paralisaram suas atividades como forma de protesto devido ao atraso no pagamento dos salários de parte da equipe, cerca de 05 servidores do total de 18 contratados.

    O ato de protesto interrompeu as aulas e com o apoio dos alunos e professores, seguiu em caminhada por algumas ruas da cidade. Em nota, encaminhada ao Informe Cidade, os funcionários esclarecem que a paralisação das atividades, exclusivamente terça - feira (04), é devido ao não pagamento dos salários, de pelo menos 05 funcionários, referentes aos meses de julho e agosto.

    O pagamento deveria ser feito LC – Empreendimento e Serviços ME, responsável pela contratação dos funcionários. (Com informações do Informe Cidade)








MAIS NOTÍCIAS