publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
ELISEU AURELIANO DA ROCHA em:
Um morre e outro fica gravemente ferido durante briga no município de Tanhaçu
 
 
Iana Lopes em:
Açougueiro vítima de acidente quando bandido empreendia fuga em Brumado, morre no hospital
 
 
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
 
curta nossa fanpage
30.12.2015 - ARTIGO
 
Por Cléio Muniz: Um ano para refeltir
 
Por Cléio Muniz: Um ano para refeltir
 
Uma fato já é certo, o ano de 2015 esbarra na atipicidade dos demais anos, sendo forte candidato a ser marcado pela história em estudos futuros. Começou com esperança de mudanças, mesmo que calcadas em promessas eleitoreiras e sombreadas pela névoa da hipocrisia passou por turbulências até culminar em um final indefinido, contudo adverso as perspectivas de seus dias inaugurais. Por todas estas razões, se torna um ano perfeito para analisarmos. Analisarmos cada etapa, cada processo, cada pedacinho do que se passou, sem tendências e sem demagogia, sendo neutro para extrair o mais puro resultado e assim traçarmos um processo evolutivo adequado às nossas aspirações. Para termos uma ideia da importância de uma análise imparcial e do perigo do radicalismo emotivo. Vamos traçar um paralelo com uma época da história mais recente de nosso País, ou seja, o período da tão falada Ditadura Militar, a qual vem se tornado comum relatos nas redes sociais sobre o saudosismo daquela época. Uma colocação estranha diante do fato de ter sido duramente criticada. É certo que naquela época o governo não correspondia aos anseios populares, mas ao buscar mudar o governo se esqueceu o que existia de positivo e se radicalizou extirpando tudo que se referia e se relacionava àquele governo e hoje se percebe o erro cometido. Uma lição tiramos disto, não se deve mudar uma forma de governo que não nos agrada, mas sim evoluir esta forma de governo para que ela corresponda e reflita nossos anseios, mas para que isto aconteça, antes primeiramente precisamos assumir e corrigir nossos erros, afinal este governo que tanto criticamos esta em uma posição em que nos os colocamos. Parafraseando, tem um dizer que assim ensina: cuidado para não matar o cachorro que come os ovos e deixar as galinhas a mercê das raposas (autor desconhecido).
 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
19.Nov.2017 - Polícia apreende drogas em ( nome do local): Três pessoas foram presas
18.Nov.2017 - Aproveite o Black Friday da Taisan Auto e compre o seu veículo
18.Nov.2017 - Começou ontem (17) o pagamento do segundo lote do PIS/PASEP para idosos
17.Nov.2017 - Resultados de exames de laboratório apontam que bactérias presentes em fezes estavam em bolos servido por escola em Rio do Antônio; dezenas de crianças passaram mal
17.Nov.2017 - Adriano se oferece para jogar de graça no Flamengo em 2018
17.Nov.2017 - Preso há um ano, Cabral pode pegar pena de até três séculos em ações ajuizadas
17.Nov.2017 - Vídeo: Ourivesaria é assaltada no centro de Brumado e câmeras flagram a ação dos bandidos
17.Nov.2017 - Novo golpe no WhatsApp promete passagens aéreas para fim de ano
17.Nov.2017 - É o Tchan deixará de usar 'ordinárias' e 'inocentes' para identificar banheiros em ensaio
17.Nov.2017 - IBGE: com resultados negativos na indústria e serviços, PIB da Bahia cai 3,4% entre 2014 e 2015
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções