publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
maria maria em:
Rui Costa anuncia concurso para Educação com 3,4 mil vagas
 
 
Nicolas em:
Prefeitura de Brumado emite comunicado de fechamento da casa estudantil em Conquista e universitários recorrem à câmara; veja o vídeo
 
 
Armindo José Nardes em:
Prefeito de Barra da Estiva reduz o próprio salário, os dos secretários e dos cargos comissionado para conter gastos
 
 
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
 
curta nossa fanpage
01.06.2017 - BRASIL
 
PF cumpre mandado de prisão em desdobramento da Lava Jato no Rio
 
PF cumpre mandado de prisão em desdobramento da Lava Jato no Rio
Vagner RosárioA Polícia Federal (PF)
 

A Polícia Federal realiza hoje mais uma fase da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, denominada de Ratatouille. O objetivo da operação é desarticular um esquema criminoso de desvio de recursos destinados ao fornecimento de merenda escolar e alimentação de detentos nos presídios no estado do Rio de Janeiro, tendo como contrapartida o pagamento de propina a autoridades públicas.

O foco da ação são as empresas Mazan e Milano, que pertencem ao mesmo grupo familiar. Elas forneciam também alimentação para hospitais públicos do estado e para o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) durante os Jogos Olímpicos do ano passado. Nos últimos dez anos, as duas empresas tiveram contratos superiores a 700 milhões de reais com o governo do Rio de Janeiro.

Os policiais federais cumprem um mandado de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, 7ª Vara Federal Criminal do Rio, nos bairros da Barra da Tijuca, do centro da cidade, em Ipanema e no Leblon, no município do Rio, e nas cidades de de Mangaratiba e Duque de Caxias.

As investigações, iniciadas há seis meses, indicam o pagamento de pelo menos 12,5 milhões de reais em vantagens indevidas a autoridades públicas por um empresário do ramo de alimentação que mantinha contratos com o governo do Estado do Rio.

O foco da ação são as empresas Mazan e Milano, que pertencem ao mesmo grupo familiar. Elas forneciam também alimentação para hospitais públicos do estado e para o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) durante os Jogos Olímpicos do ano passado. Nos últimos dez anos, as duas empresas tiveram contratos superiores a 700 milhões de reais com o governo do Rio de Janeiro.

Os policiais federais cumprem um mandado de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, 7ª Vara Federal Criminal do Rio, nos bairros da Barra da Tijuca, do centro da cidade, em Ipanema e no Leblon, no município do Rio, e nas cidades de de Mangaratiba e Duque de Caxias.

As investigações, iniciadas há seis meses, indicam o pagamento de pelo menos 12,5 milhões de reais em vantagens indevidas a autoridades públicas por um empresário do ramo de alimentação que mantinha contratos com o governo do Estado do Rio.

De acordo com a PF, “o nome da operação remete a um prato típico da culinária francesa, em referência a um jantar em restaurante de alto padrão em Paris, no qual estavam presentes diversas autoridades públicas e empresários que possuíam negócios com o estado”.

A operação é feita em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal.(veja)

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
23.Ago.2017 - Governo federal vai liberar saques de R$ 16 bilhões do PIS/Pasep para idosos
23.Ago.2017 - Criança é atacada e mordida por jumento na zona urbana de Guanambi
23.Ago.2017 - Vídeo: Projeto de Lia Teixeira que reduz em 15 dias o recesso dos vereadores em Brumado é aprovado; Zé Ribeiro se absteve
23.Ago.2017 - Van Escolar e Motocicleta se envolvem em acidente no Bairro Urbis 2 em Brumado
23.Ago.2017 - Ex-procuradora-geral da Venezuela viaja ao Brasil
23.Ago.2017 - Ex-ministro Geddel Vieira Lima vira réu por obstrução de Justiça
23.Ago.2017 - PF deflagra 45ª fase da Lava Jato; há mandados em Salvador, Brasília e Cotia
22.Ago.2017 - Guajeru: Prefeito Gil rocha cumpre agenda em Salvador em busca de melhorias para o município
22.Ago.2017 - Arquiteto de 30 anos é encontrado morto em casa na cidade de Vitória da Conquista
22.Ago.2017 - Na rodoviária: brumadense é presa em Caetité com drogas na bagagem do filho de 05 anos
eventos
31.07.2017
Aniversário de 55 anos de Rio do Antônio 2017
 
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções