publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
Carlos em:
Grave acidente deixa uma vítima fatal em estrada vicinal de Malhada de Pedras
 
 
Ana paula em:
A caminho do Paraguai, Cézar Paulo 'Cézar de Lim', acusado da morte de Camarão acaba de ser preso
 
 
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
 
curta nossa fanpage
08.06.2017 - ESPORTES
 
Dez meses após Olimpíada, Isaquias Queiroz diz ainda ter pouco apoio: 'Espero que mude'
 
Dez meses após Olimpíada, Isaquias Queiroz diz ainda ter pouco apoio: 'Espero que mude'
 

Em 2016, Isaquias Queiroz escreveu sua história no esporte nacional e apresentou a canoagem para o público que desconhecia essa modalidade antes dos Jogos Olímpicos, quando o baiano de Ubaitaba se tornou o único brasileiro a conquistar três medalhas na mesma Olimpíada. Com essa marca, ele foi um dos atletas mais requisitados pela imprensa e saiu do anonimato às manchetes jornalísticas. O campeão olímpico foi inclusive o destaque, nesta quarta-feira (7), do lançamento do edital do governo do Estado para a construção de três centros de canoagem na Bahia. Embora tenha conseguido esse cartaz no ano passado, sua situação financeira ainda não difere tanto em relação à anterior aos Jogos e ele ainda carece de investimentos. “Ainda não. Espero que mude um pouco mais. Estou vendo alguns patrocinadores. Estou vendo com a Bahiagás, se consigo um apoio financeiro com eles. Deixo um pouco mais para frente o que vai ser. Mas, se não mudar, vou continuar treinando pra ganhar medalha. Pra mim, o importante é competir”, disse, em entrevista ao Bahia Notícias. De acordo com o atleta de 23 anos, o que mudou efetivamente em sua vida foi o contato com o público. “O que mudou mesmo foi em relação ao reconhecimento e a fama. Não gosto muito de falar em fama, prefiro falar no reconhecimento, pelos resultados. Tirando isso, continuo o mesmo cara, a mesma pessoa”, garantiu. Atualmente, Isaquias treina em Belo Horizonte e também diz não ter visto mudanças na estrutura. Mas, neste caso, ele crê que não precise haver nenhum tipo de alteração. “A gente não viu nada de melhoria. A gente quer continuar treinando do mesmo jeito que estava. A gente não tem esse equipamento todo, como uma academia de mil e uma maravilhas, que custa milhões de reais. (...) Não tem como melhorar mais nada. Temos os barcos, os materiais que gostamos... O essencial é o treinador e ele está com a gente. Para a gente, é o suficiente”, ressaltou. O atleta também voltou a criticar a retirada da prova de C1 200 m da Olimpíada de 2020, em Tóquio – nesta prova, ele conquistou a medalha de Bronze no Rio de Janeiro. “Eu acho que foi uma jogada de mestre por parte de algumas pessoas para beneficiar outros atletas. Não tem como você tirar o C1 200 m e deixar só o C1 1000 m. Isso vai prejudicar, sei lá, vários atletas, do mundo inteiro. Imagine, você tem um trabalhador que sabe fazer conta e outro que sabe a escrita. O cara que faz a conta não vai trabalhar mais se só tiver a parte da escrita. É a mesma coisa. Há um trabalho diferente. No C 1000 há um trabalho de remada e no 200 é só explosão. Isso que fiquei chateado, de prejudicar alguns atletas. Se for para pensar no próximo, tirava o 1000 e o 200 e coloca o 500, que é uma prova intermediária entre os dois. Dava para todo mundo remar”, opinou.(Bahia Notícias)

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
23.Jul.2017 - CIPRRv Brumado/ TOR Prende indivíduos acusados de tentativa de estupro
23.Jul.2017 - Festival de Inverno Bahia tem novos preços a partir deste domingo, 23
22.Jul.2017 - Homem é encontrado morto com sinais de apedrejamento e parte do corpo queimado próximo a entrada de Umburanas, em Brumado
22.Jul.2017 - Menina de 4 anos morre em Guanambi após ser picada por escorpião em Sebastião Laranjeiras
21.Jul.2017 - Caso Noé Galvão: após 10 anos, ex-policial é preso e cumprirá pena em presídio de Vitória da Conquista
21.Jul.2017 - Prefeitos de Brumado, Malhada de Pedras e Aracatu assinam convênio com o TRE-BA
21.Jul.2017 - Acessibilidade na Alba torna-se realidade. Mais uma iniciativa de Luciano Ribeiro
21.Jul.2017 - Em Barra da Estiva prefeitura faz grande investimento para solucionar a crise hídrica
21.Jul.2017 - CARTÃO REFORMA DEVE BENEFICIAR MAIS DE DUZENTAS FAMÍLIAS EM GUANAMBI
21.Jul.2017 - Homem é detido em Brumado após dirigir embriagado, promover direção perigosa e ameaçar pessoas
eventos
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções