publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
Carlos em:
Grave acidente deixa uma vítima fatal em estrada vicinal de Malhada de Pedras
 
 
Ana paula em:
A caminho do Paraguai, Cézar Paulo 'Cézar de Lim', acusado da morte de Camarão acaba de ser preso
 
 
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
 
curta nossa fanpage
20.09.2016 - FEIRA DE SANTANA
 
Menino de 10 anos morre após receber anestesia para fazer exame
 
Menino de 10 anos morre após receber anestesia para fazer exame
Foto: Reprodução/G1 Bahia
 

Um menino de dez anos morreu depois de receber anestesia para fazer um exame de ressonância magnética em uma clínica de Feira de Santana, cidade baiana distante cerca de 100 km de Salvador. O caso aconteceu na segunda-feira (19). Os pais da criança registraram ocorrência na delegacia e a Polícia Civil vai investigar o que aconteceu.

A criança morava em Utinga, município localizado na região da Chapada Diamantina, e distante cerca de 300 km de Feira de Santana. Conforme a família, o garoto viajou só para fazer esse exame, que custou R$ 1.430. Os familiares do menino ainda não sabem o que provocou a morte dele. Os pais aguardam o laudo do Instituto Médico Legal (IML) para saber o que provocou a morte da criança. O prazo é que o documento fique pronto em 45 dias.

A lavradora Gesibel Lemos da Mota, mãe do menino Gilberto, relatou que ela e o filho chegaram à clínica, onde o procedimento foi feito por volta das 8h30. Em seguida, segundo Gesibel, uma enfermeira fez uma espécie de entrevista para saber se o garoto tinha algum tipo de alergia. A mãe disse que não tem conhecimento de nenhuma rejeição do garoto a medicamentos e relatou que ele tomava remédio controlado.

 

De acordo com a lavradora, logo depois da conversa com a enfermeira, a criança foi sedada para passar pelo exame. "Aplicaram a sedação nele, depois ele começou a ficar molinho, depois ele começou a ficar sem ar. Aí os médicos tentaram reanimar ele, mas não conseguiram", relatou Gesibel.

Conforme a mãe, o garoto Gilberto já tinha passado por uma cirurgia no olho e outra no braço e não teve problemas. "Ele já fez um exame do olho, que ele tinha catarata congênita, fez cirurgia e não aconteceu nada. Fez uma cirurgia há pouco tempo do braço, que quebrou brincando de bicicleta, graças a Deus não aconteceu nada. Veio acontecer simplesmente aqui, em uma simples ressonância. Vim trazer meu filho para fazer um exame para saber o que ele tem realmente e perdi meu filho", lamenta a lavradora. Informações do G1 Bahia.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
25.Jul.2017 - Guarnição do TOR recupera caminhão roubado durante blitz em Rio do Antônio; três pessoas foram conduzidas para a delegacia
25.Jul.2017 - Dupla acusada de tráfico de drogas, roubos e furtos em Barra da Estiva é presa
25.Jul.2017 - Uma homenagem da Taisan Auto a todos os motoristas
30.Nov.1999 -
25.Jul.2017 - Brumado: Operação Paz no Trânsito abordou um total de 790 veículos
25.Jul.2017 - Aumento do etanol pode ser revisto,diz Henrique Meirelles
25.Jul.2017 - PF deflagra operação de combate a pornografia infantil na Bahia e outros 12 estados
24.Jul.2017 - Brumado: Será realizado em Itaquaraí a 4ª edição do campeonato de futebol
24.Jul.2017 - Prefeitura de Malhada de Pedras segue realizando grandes conquistas para os seus munícipes
24.Jul.2017 - Mulher sai ilesa de acidente cinematográfico em Vitória da Conquista
eventos
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções