• Palocci negocia delação em SP sobre consultoria e mercado financeiro, diz Folha

    O ex-ministro Antonio Palocci, que está preso em Curitiba no âmbito da operação Lava Jato, negocia um segundo acordo de delação premiada, dessa vez com o Ministério Público Federal de São Paulo, para relatar casos envolvendo clientes de sua consultoria e operadores do mercado financeiro, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta sexta-feira.

    Palocci já tem um acordo de delação premiada assinado com a Polícia Federal do Paraná que aguarda homologação pelo Judiciário.

    Segundo a Folha, advogados de Palocci no Paraná viajaram a São Paulo para conversar com a força-tarefa da Lava Jato no MPF paulista, e disseram aos investigadores que podem apresentar casos inéditos de corrupção envolvendo a consultoria do ex-ministro da Fazenda, além de outras empresas e operadores do mercado financeiro.

    A Folha informou que procurou a força tarefa da Lava Jato em SP e os advogados do ex-ministro, mas que ninguém quis comentar o assunto.(Reuters)