• Rio do Antônio está à beira de um colapso financeiro, afirma presidente da câmara

    Vereador André Berkovitz. Foto: Destaquebahia

    O município de Rio do Antônio está à beira de um colapso financeiro, afirma o presidente da câmara André Berkovitz.
    De acordo com o vereador, até os serviços basicos estão ameaçados, pois, fornecedores estão sem receber e já começaram a suspender os fornecimentos de produtos; a exemplo da gasolina: "Se alguém precisar de um carro da prefeitura para uma viagem, só vai ter se colocar do próprio bolso o combustivel", disse o vereador; acrescentando que: "O município não está cumprindo com o compromisso de pagamento da maioria dos fornecedores de produtos e serviços para a prefeitura. A exemplo dos postos de combustíveis, empresas de alimentação e até mesmo insumos hospitalares não estão sendo entregues por falta de pagamento. A dívida ultrapassa R$ 1,5 Milhão. O colapso que beira o município está ligado diretamente ao grande número de contratações realizadas pela prefeitura, que aumentou relativamente do ano de 2016 até hoje. Há empresas que estão sem receber desde o ano passado, como é o caso da prestadora de serviços da área de limpeza pública, e outras que estão parando de fornecer produtos porque não receberam. Alguns ônibus escolares e até mesmo ambulâncias estão parados e há uma grande probabilidade dos funcionários da prefeitura terem seus pagamentos atrasados a partir deste mês. Temos em torno de 680 funcionários, 'é gente pra dar, vender, emprestar e ainda sobra'. Nosso índice pessoal já chega a 90% e mesmo assim o prefeito continua contratando, e o valor que o município recebe é praticamente a conta de pagar a folha, e ainda estão atrasando o pagamento dos funcionários", declarou o vereador. Não conseguimos contato com a prefeitura, mas o site está a disposição para futuros esclarecimentos.