• Prefeitura e CDL discutem regularização da feira-livre em Caculé

    O projeto prevê, além de reorganização, uma setorização dos comerciantes por seguimentos.

    A Prefeitura de Caculé e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) discutem um projeto de Lei que visa a regulamentação da feira-livre na cidade, tendo como principal objetivo fazer uma reorganização dos seguimentos comercias que atuam na Praça Deoclides Cardoso. O assunto foi abordado pelo prefeito Beto Maradona em entrevista à Rádio Atalaia 97,9 FM na manhã desta quarta-feira (26). Em sua fala, o prefeito destacou que a prefeitura já fez uma avaliação do espaço e que uma reorganização é algo totalmente possível e necessário.

    Prefeitura e CDL discutem regularização da feira-livre em Caculé

    Taxas deverão ser cobradas de acordo com o seguimento que o feirante atua.

    O projeto prevê, além de reorganização, uma setorização dos comerciantes por seguimentos. Por meio de uma gestão que deverá ser implantada, os barraqueiros/feirantes ocuparão espaços de acordo com o tipo de produto que comercializam. Ainda segundo projeto, que só deverá ser colocado em prática após aprovação da Câmara de Vereadores, o que se pretende é formalizar os feirantes que hoje atuam na feira-livre de Caculé e também equiparar valores de taxas que são cobradas de acordo com os serviços e ou produtos oferecidos. “A gente precisa valorizar os nossos primeiro, mas não podemos evitar com que as pessoas de fora venham vender aqui, porque o direito de ir e vir é livre e está na constituição e ninguém é contra isso”,  disse Beto Maradona.

    Prefeitura e CDL discutem regularização da feira-livre em Caculé

    Reorganização do trânsito também faz parte do projeto.

    O outro ponto abordado durante a entrevista, e que também faz parta dessa reorganização, se refere à gerência do trânsito na Praça da Feira e nas principais ruas da cidade onde a atividade comercial é mais intensa, especialmente nos dias de feira e também em épocas de maior movimento como fim de ano de São João.