• Jovens ateus que violavam sepulturas e espalhavam restos mortais são detidos pela polícia

    Os túmulos eram violados e os restos mortais espalhados pelo cemitério. Fotos cedidas pela polícia ao Destaquebahia.com.br

    Na última terça – feira (10) e quinta – feira (12), o cemitério de Barra da Estiva foi alvo de atos de vandalismo, onde, diversas sepulturas foram violadas e os restos mortais espalhados pelo cemitério. Fato que deixou a população indignada e ao mesmo tempo intrigada com as ações.
    A polícia no intuito de dá uma resposta à população começou a fazer investigações e, na noite da última sexta – feira (13), elucidou os atos de vandalismo, onde , nem mesmo o túmulo do ex-prefeito de Barra da Estiva, Rochael Alves da Silva foi poupado.

         
                 Jailson e Enzo juntos com os menores promoviam as ações

    Segundo informações obtidas pelo Destaquebahia.com.br, junto ao delegado Dr. Marco Torres, os autores das ações foram detidos por volta das 21h da sexta - feira (13), quando compravam bebidas para, provavelmente, efetuar mais um ato de vandalismo no cemitério. Trata - se de: ENZO LIMA VIEIRA DE PAULA, 18 anos, ateu e lider do bando; JAILSON OLIVEIRA DE SOUSA, vulgo JAI, 29 anos; G.O.M, 15 anos; F.R.F, 17 anos, J.V.L.V.P, 12 anos e um outro ainda não identificado. O bando invadia o cemitério onde faziam uso de bebida alcoólica e promovia a baderna, destruindo e violando sepulturas. Ainda segundo o delegado, além das bebidas, é possível que os autores estivessem fazendo também uso de drogas, apesar dos mesmos terem negado. As diligências foram realizadas pela polícia Civil e Militar de Barra da Estiva.