• Novos protestos contra a construção do conjunto penal poderão acontecer nesta sexta (27)

    Segundo informações obtidas pelo Destaquebahia.com.br, os representantes das comunidades envolvidas, que são contra a construção do conjunto penal dentro do perímetro urbano, principalmente vizinho aos Pebas, Penha, Malhada Branca, São Félix e adjacências, estiveram reunidos com o prefeito Aguiberto e o presidente da câmara, Alessandro Lobo, os quais demonstraram convictos de que a localidade escolhida não será mudada. Diante disso, eles [os representantes dos bairros envolvidos] estarão realizando a segunda caminhada em forma de protesto nesta sexta – feira (27), pela manhã. “Hoje, depois de muitos anos, os nossos bairros voltou a crescer, temos posto de combustível, um grande hotel está sendo construído, além de outras empresas que estão instaladas próximo ás nossas comunidades, gerando emprego e valorizando as nossas propriedades. Esta é uma área de expansão, a tendência é que cresça ainda mais, porém, com a construção desse conjunto penal, quem terá mais interesse em investir, que segurança iremos ter, com a segurança de todo o país andando tão caótica? O que precisamos são de projetos sociais, investimentos públicos que proporcione melhor qualidade de vida e não de presídio, somos a favor, desde  que seja longe de nossas comunidades” disse um dos envolvidos no movimento.