• Salvador: Homem declarado morto em hospital, é retirado vivo de saco fúnebre duas horas depois

    Valdelúcio faz sinal de positivo, depois ser declarado como morto. (Foto: Acervo Pessoal) Destaquebahia.com.br

    O senhor Valdelúcio de Oliveira, 54 anos, que lutava há três meses contra  um câncer em estágio avançado, foi declarado morto por um médico do Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, na madrugada deste domingo (24). Só que duas horas depois, para surpresa de todos o homem foi encontrado vivo quando já estava dentro do saco fúnebre. A informação é da família de Valdelúcio, que segue internado na unidade. De acordo com a sobrinha de Valdelúcio, Patrícia Cintra, a equipe médica retirou os aparelhos que estavam conectados a Valdelúcio e o colocou dentro do saco fúnebre. "Amarraram os pés e mãos dele, colocaram algodão no nariz e ouvidos e fecharam o saco", afirma. Ainda conforme relatos de Patrícia, após ser retirado do saco fúnebre, o tio está consciente e lúcido  no quarto hospitalar. "Ele está fazendo palavra cruzada, e só não fala porque está entubado", diz.  A direção do Hospital Menandro de Farias até o momento não fez nenhum pronunciamento sobre o fato.