• Pesquisador do carnaval pede que Daniela Mercury ‘espere sua vez’ de ser homenageada

    Foto: Reprodução/ cidadeverde

    A cantora Daniela Mercury deve esperar “a sua vez” de ser homenageada no Carnaval de Salvador. Esta, pelo menos, é a opinião do doutor em Cultura Contemporânea pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), Paulo Miguez, especialista na festa. Segundo Miguez, que é também vice-reitor da Ufba, há “uma fila de personalidades” que nunca foram homenageadas na folia e que, assim como Daniela, deram a sua contribuição. A fala do professor diz respeito à aprovação de um projeto de indicação pela Câmara Municipal de Salvador que rebatiza o circuito Dodô (Barra) com o nome da Rainha Má. O circuito Osmar (Campo Grande) também seria rebatizado e iria acolher o nome de Dodô e Osmar. “Eu não tenho dúvida que os grandes nomes do carnaval ao longo dos últimos 20 e 30 anos merecem todo respeito e homenagem da cidade e dos carnavalescos, mas me parece que há ainda um conjunto de pessoas que foram pioneiras e que estão esperando essa homenagem”, afirmou, ao apontar o nome de Orlando Tapajós, que, segundo ele, “foi fundamental para as primeiras mudanças no trio elétrico”. Ainda de acordo com Miguez, a homenagem a Daniela Mercury seria também arriscada, pois, outros artistas contemporâneos dela deram também contribuições para a festa. “Tem uma geração que fez muitas mudanças como Ivete Sangalo, Luiz Caldas, Durval...”, enumerou. Destacar deste contexto uma pessoa, na avaliação do pesquisador, seria “um perigo”. “Homenagear os filhotes do carnaval sem homenagear os avós seria um perigo”, avaliou.(Fonte:Bahianoticia)

    Pesquisador do carnaval pede que Daniela Mercury ‘espere sua vez’ de ser homenageada

    Foto: Estela Marques / Bahia Notícias