publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
Aliane Aguiar em:
Homem é preso com 9 kg de maconha em Guanambi, no Bairro Beija Flor II
 
 
Leandro Vieira de Andrade santos em:
GUANAMBI: CÂMARA APROVA CRIAÇÃO DE GUARDA CIVIL ARMADA
 
 
 
curta nossa fanpage
25.11.2016 - MAETINGA
 
Maetinga tem contas aprovadas relativas ao exercício de 2015 e Relator parabeniza pelo fiel cumprimento da LRF
 
Maetinga tem contas aprovadas relativas ao exercício de 2015 e Relator parabeniza pelo fiel cumprimento da LRF
O Prefeito Edcarlos Lima foi elogiado ao ter as contas do município aprovadas. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br
 

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia julgaram e aprovaram, na sessão de quarta-feira (23.11), apenas com pequenas ressalvas, as contas de sete municípios cujos prefeitos, em obediência à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), não ultrapassaram o limite imposto de no máximo 54% da receita corrente líquida para gastos com pessoal. O conselheiro Paolo Marconi, que relatou algumas das contas, elogiou o desempenho dos prefeitos, citando especialmente o caso do pequeno município de Maetinga, onde os gastos com pessoal ficaram em 41,19% da receita.
 

Os prefeitos dos sete municípios que tiveram contas de 2015 examinadas e aprovadas na sessão foram Júlio Bittencourt, de Paramirim; Clériston Pereira, de Oliveira dos Brejinhos; Dion da Silva, de Várzea Nova; Eliezer Dourado Filho, de Paratinga; Heráclito Arandas, de Jaguaripe; Ena Vilma Negromonte, de Glória; e Edcarlos Oliveira, de Maetinga.
Todos eles, no entanto, foram multados por conta de omissões ou pequenas irregularidades que foram identificadas na análise do relatório técnico. A multa de maior valor, R$10mil, foi aplicada a Eliezer Dourado Filho, de Paratinga. Os demais terão que pagar entre R$2 mil e R$4 mil. 
O conselheiro Paolo Marconi, que relatou as contas de Maetinga – e multou o prefeito em R$3 mil – destacou que o município tem uma das menores receitas entre os municípios baianos – em torno de R$20 milhões -, “o que demonstra que não é verdade a alegação de que é impossível aos pequenos municípios, que sofrem com a seca com com a queda da atividade econômica, cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. O que é preciso é vontade política e responsabilidade administrativa para não se deixar levar pela solução mais fácil, que é gastar em excesso  com pessoal”. 
Cabe recurso às decisões.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
21.Out.2017 - Atenção: inscrições para o curso de Almoxarife são prorrogadas e aulas começam no dia 30
21.Out.2017 - Saiba como sacar o PIS e o Paseb; Banco do Brasil vai abrir 1h mais cedo
20.Out.2017 - Mesmo com advogados pagos a 'preço de ouro', Cezar de Lim tem pedido de Habeas Corpus negado pelo TJ-BA
20.Out.2017 - Gil Rocha anuncia pavimentação da Praça de Esportes Luiz Cabral em Guajeru
20.Out.2017 - Terezinha Baleeiro fiscaliza obras em Malhada de Pedras
20.Out.2017 - Oportunidade: Sesoc oferece curso gratuito de Almoxarife a partir da próxima segunda (23)
20.Out.2017 - Inscritos no Enem 2017 já podem consultar local de prova
20.Out.2017 - Adolescente, suspeito de tráfico de drogas e homicídios em Guanambi, é detido pela Polícia em Caetité
30.Nov.1999 -
20.Out.2017 - Homem é preso por ameaçar atear fogo em outra creche em Janaúba
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções