publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
maria maria em:
Rui Costa anuncia concurso para Educação com 3,4 mil vagas
 
 
Nicolas em:
Prefeitura de Brumado emite comunicado de fechamento da casa estudantil em Conquista e universitários recorrem à câmara; veja o vídeo
 
 
Armindo José Nardes em:
Prefeito de Barra da Estiva reduz o próprio salário, os dos secretários e dos cargos comissionado para conter gastos
 
 
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
 
curta nossa fanpage
25.11.2016 - MAETINGA
 
Maetinga tem contas aprovadas relativas ao exercício de 2015 e Relator parabeniza pelo fiel cumprimento da LRF
 
Maetinga tem contas aprovadas relativas ao exercício de 2015 e Relator parabeniza pelo fiel cumprimento da LRF
O Prefeito Edcarlos Lima foi elogiado ao ter as contas do município aprovadas. Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia.com.br
 

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia julgaram e aprovaram, na sessão de quarta-feira (23.11), apenas com pequenas ressalvas, as contas de sete municípios cujos prefeitos, em obediência à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), não ultrapassaram o limite imposto de no máximo 54% da receita corrente líquida para gastos com pessoal. O conselheiro Paolo Marconi, que relatou algumas das contas, elogiou o desempenho dos prefeitos, citando especialmente o caso do pequeno município de Maetinga, onde os gastos com pessoal ficaram em 41,19% da receita.
 

Os prefeitos dos sete municípios que tiveram contas de 2015 examinadas e aprovadas na sessão foram Júlio Bittencourt, de Paramirim; Clériston Pereira, de Oliveira dos Brejinhos; Dion da Silva, de Várzea Nova; Eliezer Dourado Filho, de Paratinga; Heráclito Arandas, de Jaguaripe; Ena Vilma Negromonte, de Glória; e Edcarlos Oliveira, de Maetinga.
Todos eles, no entanto, foram multados por conta de omissões ou pequenas irregularidades que foram identificadas na análise do relatório técnico. A multa de maior valor, R$10mil, foi aplicada a Eliezer Dourado Filho, de Paratinga. Os demais terão que pagar entre R$2 mil e R$4 mil. 
O conselheiro Paolo Marconi, que relatou as contas de Maetinga – e multou o prefeito em R$3 mil – destacou que o município tem uma das menores receitas entre os municípios baianos – em torno de R$20 milhões -, “o que demonstra que não é verdade a alegação de que é impossível aos pequenos municípios, que sofrem com a seca com com a queda da atividade econômica, cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. O que é preciso é vontade política e responsabilidade administrativa para não se deixar levar pela solução mais fácil, que é gastar em excesso  com pessoal”. 
Cabe recurso às decisões.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
23.Ago.2017 - Governo federal vai liberar saques de R$ 16 bilhões do PIS/Pasep para idosos
23.Ago.2017 - Criança é atacada e mordida por jumento na zona urbana de Guanambi
23.Ago.2017 - Vídeo: Projeto de Lia Teixeira que reduz em 15 dias o recesso dos vereadores em Brumado é aprovado; Zé Ribeiro se absteve
23.Ago.2017 - Van Escolar e Motocicleta se envolvem em acidente no Bairro Urbis 2 em Brumado
23.Ago.2017 - Ex-procuradora-geral da Venezuela viaja ao Brasil
23.Ago.2017 - Ex-ministro Geddel Vieira Lima vira réu por obstrução de Justiça
23.Ago.2017 - PF deflagra 45ª fase da Lava Jato; há mandados em Salvador, Brasília e Cotia
22.Ago.2017 - Guajeru: Prefeito Gil rocha cumpre agenda em Salvador em busca de melhorias para o município
22.Ago.2017 - Arquiteto de 30 anos é encontrado morto em casa na cidade de Vitória da Conquista
22.Ago.2017 - Na rodoviária: brumadense é presa em Caetité com drogas na bagagem do filho de 05 anos
eventos
31.07.2017
Aniversário de 55 anos de Rio do Antônio 2017
 
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções