publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
Aliane Aguiar em:
Homem é preso com 9 kg de maconha em Guanambi, no Bairro Beija Flor II
 
 
Leandro Vieira de Andrade santos em:
GUANAMBI: CÂMARA APROVA CRIAÇÃO DE GUARDA CIVIL ARMADA
 
 
 
curta nossa fanpage
25.11.2016 - MALHADA DE PEDRAS
 
PF realiza operação contra fraude em transporte escolar cumpre mandados em Malhada de Pedras e outras cidades da Bahia
 
PF realiza operação contra fraude em transporte escolar cumpre mandados em Malhada de Pedras e outras cidades da Bahia
Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia
 
A suspeita de um esquema de desvio de recursos federais do transporte escolar no município de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, provoca o cumprimento de dois mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, oito conduções coercitivas, três medidas cautelares e 15 mandados de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira (25). A ação integra a Operação Vigilante, que é comandada pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e a Polícia Federal. Os mandados relativos ao suposto esquema em Vitória da Conquista são cumpridos em cinco municípios: Malhada de Pedras, Salvador, Alagoinhas, Itagibá e São José do Jacuípe. Conforme a CGU, investigações apontam que as pessoas que são alvos da operação estão envolvidas em um esquema de fraudes em licitação, que direcionava a contratação de empresas vinculadas a gestores municipais. Além disso, o órgão destaca a existência de superfaturamento por meio da adulteração de quilometragem de linhas percorridas e cobrança pela prestação de serviço de transporte, em dias sem atividade escolar. Em alguns casos, a CGU aponta que a quilometragem cobrada era mais do que o dobro da distância real percorrida. A CGU afirma que o prejuízo estimado aos cofres públicos é R$ 3 milhões. Os envolvidos devem responder pelos crimes de responsabilidade, fraudes em licitação, organização criminosa, além de atos de improbidade.
 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
21.Out.2017 - Atenção: inscrições para o curso de Almoxarife são prorrogadas e aulas começam no dia 30
21.Out.2017 - Saiba como sacar o PIS e o Paseb; Banco do Brasil vai abrir 1h mais cedo
20.Out.2017 - Mesmo com advogados pagos a 'preço de ouro', Cezar de Lim tem pedido de Habeas Corpus negado pelo TJ-BA
20.Out.2017 - Gil Rocha anuncia pavimentação da Praça de Esportes Luiz Cabral em Guajeru
20.Out.2017 - Terezinha Baleeiro fiscaliza obras em Malhada de Pedras
20.Out.2017 - Oportunidade: Sesoc oferece curso gratuito de Almoxarife a partir da próxima segunda (23)
20.Out.2017 - Inscritos no Enem 2017 já podem consultar local de prova
20.Out.2017 - Adolescente, suspeito de tráfico de drogas e homicídios em Guanambi, é detido pela Polícia em Caetité
30.Nov.1999 -
20.Out.2017 - Homem é preso por ameaçar atear fogo em outra creche em Janaúba
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções