publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
ELISEU AURELIANO DA ROCHA em:
Um morre e outro fica gravemente ferido durante briga no município de Tanhaçu
 
 
Iana Lopes em:
Açougueiro vítima de acidente quando bandido empreendia fuga em Brumado, morre no hospital
 
 
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
 
curta nossa fanpage
31.10.2017 - MUNDO
 
Corte bloqueia veto de Trump a transgêneros nas Forças Armadas
 
Corte bloqueia veto de Trump a transgêneros nas Forças Armadas
 

Uma juíza federal em Washington bloqueou nesta segunda-feira a decisão do presidente Donald Trumpde proibir transgêneros de servirem nas Forças Armadas americanas.

A juíza Colleen Kollar-Kotelly ordenou um “retorno ao status quo”, isto é, a continuidade de uma medida adotada pelo ex-presidente Barack Obama, que determinava que transgêneros podiam ser aceitos em fileiras militares a partir de julho de 2017.

O governo americano havia anunciado em junho um adiamento de seis meses na aplicação deste decreto e, em julho, o presidente surpreendeu seus próprios comandos militares ao anunciar no Twitter o veto à incorporação de soldados transgêneros às Forças Armadas. Trump também paralisou o uso de fundos do governo para cirurgias de adequação sexual para membros ativos.

Um grupo de membros transgêneros das forças militares entrou com processo em agosto para tentar bloquear a restrição. Kollar-Kotelly decidiu que os autores da ação têm direito a uma injunção, pausando o cumprimento da restrição até que seus casos sejam resolvidos.

Segundo a juíza, a proibição instaurada por Trump “não aparenta ser apoiada por nenhum fato”, o que deve garantir uma provável vitória dos militares no processo. Além disso, Kollar-Kotelly afirmou que “as circunstâncias incomuns acerca do anúncio do presidente” sobre a restrição pesaram em sua decisão.

Para ela, o anúncio repentino do presidente pelo Twitter veio “sem qualquer formalidade ou processo deliberativo que geralmente acompanha o desenvolvimento e anúncio de grandes mudanças em políticas que vão afetar gravemente a vida de muitos americanos”.

As estimativas sobre o número de militares transgêneros atualmente nas Forças Armadas americanas oscila, porém acredita-se que seja algo entre 1.320 e 15.000 de um total de 1,5 milhão de soldados.((Com AFP e Reuters))

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
19.Nov.2017 - Dois acidentes envolvendo motocicletas deixam duas vítimas fatais em Brumado
19.Nov.2017 - Polícia apreende drogas na Urbis IV em Brumado; três pessoas foram presas
18.Nov.2017 - Aproveite o Black Friday da Taisan Auto e compre o seu veículo
18.Nov.2017 - Começou ontem (17) o pagamento do segundo lote do PIS/PASEP para idosos
17.Nov.2017 - Resultados de exames de laboratório apontam que bactérias presentes em fezes estavam em bolos servido por escola em Rio do Antônio; dezenas de crianças passaram mal
17.Nov.2017 - Adriano se oferece para jogar de graça no Flamengo em 2018
17.Nov.2017 - Preso há um ano, Cabral pode pegar pena de até três séculos em ações ajuizadas
17.Nov.2017 - Vídeo: Ourivesaria é assaltada no centro de Brumado e câmeras flagram a ação dos bandidos
17.Nov.2017 - Novo golpe no WhatsApp promete passagens aéreas para fim de ano
17.Nov.2017 - É o Tchan deixará de usar 'ordinárias' e 'inocentes' para identificar banheiros em ensaio
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções