publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
Marcos Andre em:
Torre da Oi cai e serviços de internet e telefonia ficam prejudicados em Aracatu
 
 
Mano Barreto em:
A segunda edição do Encontro de Motociclistas de Brumado promete movimentar o município
 
 
Maria aparecida santos moreira em:
Kezinha Produções realizou Páscoa Solidária em Brumado
 
 
 
curta nossa fanpage
14.02.2017 - MUNDO
 
Assessor de Segurança Nacional dos EUA renuncia após conversas com a Rússia
 
Assessor de Segurança Nacional dos EUA renuncia após conversas com a Rússia
Foto: Reprodução / Al Jazeera
 

Após virem à tona conversas com a sede do governo russo, Michael Flynn, assessor de Segurança Nacional do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, renunciou ao cargo. "Infelizmente, pelo ritmo dos acontecimentos, informei inadvertidamente e de forma incompleta ao vice-presidente [Mike Pence] e a outros sobre minhas ligações com o embaixador russo [em Washington, Sergey Kislyak]", afirmou Flynn, em sua carta de renúncia. As conversas ocorreram antes da posse de Trump, que foi realizada no dia 20 de janeiro e foram interceptadas pelo FBI. Flynn tratou sobre as sanções impostas pelo ex-presidente Barack Obama contra o Kremlin pela suposta ingerência da Rússia nas eleições dos Estados Unidos, em novembro passado. Flynn mentiu para o vice-presidente e a outras autoridades sobre o conteúdo das ligações: ele disse que não tinha falado com Kislyak sobre as sanções e acabou fazendo Pence negar à imprensa que o contato foi feito. Na carta de renúncia, Flynn defendeu que as conversas "são uma prática comum em qualquer transição de tal magnitude", e que o objetivo era "facilitar uma transição suave e começar a construir uma relação necessária entre o presidente, seus assessores e líderes estrangeiros". Mesmo antes da sua nomeação, o assessor esteve envolto em polêmica, já que, durante a campanha eleitoral, ele divulgou notícias falsas publicadas em portais de extrema direita sobre supostos crimes cometidos pela concorrente de Trump, Hillary Clinton.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
23.Jun.2017 - Com Temer, chanceler da Noruega cita Lava Jato e pede 'limpeza'
23.Jun.2017 - EUA se preparam para raro eclipse total do Sol
23.Jun.2017 - São João de Ituaçu tem reforço na segurança; Polícia Militar e Civil garantirão a paz durante os festejos
23.Jun.2017 - Polícia Civil prende homem com dinheiro falso e cocaína em Brumado
23.Jun.2017 - A tradição continua: São Pedro de Aracatu tem atrações confirmadas; confira a programação
22.Jun.2017 - Sete alunos de Medicina, Direito e Odontologia são expulsos de universidade por fraude em cotas quilombolas
22.Jun.2017 - A caminho do Paraguai, Cézar Paulo 'Cézar de Lim', acusado da morte de Camarão acaba de ser preso
22.Jun.2017 - Polícia elucida os dois últimos homicídios ocorridos em Brumado; Empresário César Paulo está foragido
22.Jun.2017 - Acidente com carreta, ônibus e duas ambulâncias deixa ao menos 15 mortos no ES
22.Jun.2017 - TRE-BA lança edital de concurso público com 41 vagas
eventos
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
23.01.2017
Oggi Ciclo Tour 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções