publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
Aliane Aguiar em:
Homem é preso com 9 kg de maconha em Guanambi, no Bairro Beija Flor II
 
 
Leandro Vieira de Andrade santos em:
GUANAMBI: CÂMARA APROVA CRIAÇÃO DE GUARDA CIVIL ARMADA
 
 
 
curta nossa fanpage
14.02.2017 - MUNDO
 
Assessor de Segurança Nacional dos EUA renuncia após conversas com a Rússia
 
Assessor de Segurança Nacional dos EUA renuncia após conversas com a Rússia
Foto: Reprodução / Al Jazeera
 

Após virem à tona conversas com a sede do governo russo, Michael Flynn, assessor de Segurança Nacional do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, renunciou ao cargo. "Infelizmente, pelo ritmo dos acontecimentos, informei inadvertidamente e de forma incompleta ao vice-presidente [Mike Pence] e a outros sobre minhas ligações com o embaixador russo [em Washington, Sergey Kislyak]", afirmou Flynn, em sua carta de renúncia. As conversas ocorreram antes da posse de Trump, que foi realizada no dia 20 de janeiro e foram interceptadas pelo FBI. Flynn tratou sobre as sanções impostas pelo ex-presidente Barack Obama contra o Kremlin pela suposta ingerência da Rússia nas eleições dos Estados Unidos, em novembro passado. Flynn mentiu para o vice-presidente e a outras autoridades sobre o conteúdo das ligações: ele disse que não tinha falado com Kislyak sobre as sanções e acabou fazendo Pence negar à imprensa que o contato foi feito. Na carta de renúncia, Flynn defendeu que as conversas "são uma prática comum em qualquer transição de tal magnitude", e que o objetivo era "facilitar uma transição suave e começar a construir uma relação necessária entre o presidente, seus assessores e líderes estrangeiros". Mesmo antes da sua nomeação, o assessor esteve envolto em polêmica, já que, durante a campanha eleitoral, ele divulgou notícias falsas publicadas em portais de extrema direita sobre supostos crimes cometidos pela concorrente de Trump, Hillary Clinton.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
17.Out.2017 - Núcleo da AUCIB será criado em Malhada de Pedras e fiscalizará as verbas públicas
17.Out.2017 - Malhada de Pedras e Aracatu avançam para as semi-finais nas liderlideranças de seus grupos
17.Out.2017 - Terezinha Baleeiro recepciona Rui Costa
17.Out.2017 - Câmara de Brumado realizará duas sessões na próxima sexta - feira (20)
17.Out.2017 - Atletas brumadenses se destacam em corrida de Barra do Choça
17.Out.2017 - É MÊS DE ANIVERSÁRIO DA CACAU SHOW DE BRUMADO; APROVEITE AS PROMOÇÕES
17.Out.2017 - 5ª etapa da Liga Sudoeste de Jiu Jitsu foi realizada em Brumado
17.Out.2017 - TRE garante recadastramento de eleitor em Planalto
17.Out.2017 - Silêncio de Geddel e Lúcio deveria preceder um esporro, aguardado ansiosamente
17.Out.2017 - Pagamento do PIS/Pasep para idosos começa hoje; veja calendário
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções