publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Nicolas em:
Prefeitura de Brumado emite comunicado de fechamento da casa estudantil em Conquista e universitários recorrem à câmara; veja o vídeo
 
 
Armindo José Nardes em:
Prefeito de Barra da Estiva reduz o próprio salário, os dos secretários e dos cargos comissionado para conter gastos
 
 
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
Carlos em:
Grave acidente deixa uma vítima fatal em estrada vicinal de Malhada de Pedras
 
 
 
curta nossa fanpage
14.02.2017 - MUNDO
 
Assessor de Segurança Nacional dos EUA renuncia após conversas com a Rússia
 
Assessor de Segurança Nacional dos EUA renuncia após conversas com a Rússia
Foto: Reprodução / Al Jazeera
 

Após virem à tona conversas com a sede do governo russo, Michael Flynn, assessor de Segurança Nacional do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, renunciou ao cargo. "Infelizmente, pelo ritmo dos acontecimentos, informei inadvertidamente e de forma incompleta ao vice-presidente [Mike Pence] e a outros sobre minhas ligações com o embaixador russo [em Washington, Sergey Kislyak]", afirmou Flynn, em sua carta de renúncia. As conversas ocorreram antes da posse de Trump, que foi realizada no dia 20 de janeiro e foram interceptadas pelo FBI. Flynn tratou sobre as sanções impostas pelo ex-presidente Barack Obama contra o Kremlin pela suposta ingerência da Rússia nas eleições dos Estados Unidos, em novembro passado. Flynn mentiu para o vice-presidente e a outras autoridades sobre o conteúdo das ligações: ele disse que não tinha falado com Kislyak sobre as sanções e acabou fazendo Pence negar à imprensa que o contato foi feito. Na carta de renúncia, Flynn defendeu que as conversas "são uma prática comum em qualquer transição de tal magnitude", e que o objetivo era "facilitar uma transição suave e começar a construir uma relação necessária entre o presidente, seus assessores e líderes estrangeiros". Mesmo antes da sua nomeação, o assessor esteve envolto em polêmica, já que, durante a campanha eleitoral, ele divulgou notícias falsas publicadas em portais de extrema direita sobre supostos crimes cometidos pela concorrente de Trump, Hillary Clinton.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
20.Ago.2017 - ​FIB 2017: com 2º lote esgotado, ingressos têm novos valores
20.Ago.2017 - Bandido morre em confronto com Cipe Sudoeste em Barra da Estiva
18.Ago.2017 - Brumado: Polícias Civil e Militar agem rápido e recuperam motocicleta roubada
18.Ago.2017 - ​ Show do Rappa está confirmado no FIB 2017. Banda se apresenta mais cedo
18.Ago.2017 - Banco do Brasil atende solicitação do prefeito de Barra da Estiva e do presidente da Câmara e volta a ampliar o atendimento
18.Ago.2017 - Quatro suspeitos são presos com drogas em motel na cidade de Vitória da Conquista
18.Ago.2017 - Ao cumprir mandado de busca e apreensão, polícia de Brumado e Conquista acabam recuperando veículo e tv tomados de assalto em Tanhaçu
18.Ago.2017 - AGORA FICOU MUITO MAIS FÁCIL COMPRAR A SUA CHURRASQUEIRA, VASOS ORNAMENTAIS OU FOGÃO A LENHA COM FORNO
18.Ago.2017 - ‘Comida pouca, água de má qualidade e até sexo deve tá rolando’ dizem pais de alunos da escola de tempo integral do Idalina em Brumado
18.Ago.2017 - Polícia Federal cumpre 46 mandados em duas novas fases da Operação Lava Jato
eventos
31.07.2017
Aniversário de 55 anos de Rio do Antônio 2017
 
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções