publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
José Silveira da Rocha em:
Governo do Estado publica edital de licitação para implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Piabanha em Aracatu
 
 
Aliane Aguiar em:
Homem é preso com 9 kg de maconha em Guanambi, no Bairro Beija Flor II
 
 
Leandro Vieira de Andrade santos em:
GUANAMBI: CÂMARA APROVA CRIAÇÃO DE GUARDA CIVIL ARMADA
 
 
Reginaldo em:
Caminhão roubado em Urandi pode ter dispensado a carga em Brumado
 
 
 
curta nossa fanpage
12.07.2017 - POLÍTICA
 
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
 
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado na Lava Jato (Foto: Douglas Magno/AFP)
 

O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no processo que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele foi condenado a nove anos e seis meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além de Lula, outras seis pessoas foram condenadas no mesmo processo.

Além de Lula, outras seis pessoas foram envolvidas nesta ação penal. Veja abaixo as acusações contra cada réu.

•Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente: corrupção passiva e lavagem de dinheiro

•Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS: corrupção ativa e lavagem de dinheiro

•Paulo Gordilho, arquiteto e ex-executivo da OAS: lavagem de dinheiro

•Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula: lavagem de dinheiro

•Agenor Franklin Magalhães Medeiros, ex-executivo da OAS: corrupção ativa

•Fábio Hori Yonamine, ex-presidente da OAS Investimentos: lavagem de dinheiro

•Roberto Moreira Ferreira, ligado à OAS: lavagem de dinheiro

É a primeira vez, desde a Constituição de 1988, que um ex-presidente é condenado criminalmente. A sentença foi publicada nesta quarta-feira (12). 

G1 fez contato com a defesa de Lula e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

“A prática do crime de corrupção envolveu a destinação de R$ 16 milhões a agentes políticos do Partido dos Trabalhadores, um valor muito expressivo”, diz um trecho da sentença.

“O condenado recebeu vantagem indevida em decorrência do cargo de Presidente da República, ou seja, de mandatário maior. A responsabilidade de um Presidente da República é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes”, diz Moro no texto da decisão.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
19.Set.2017 - Incêndio atinge Serra das Éguas em Brumado: Área corresponde a território da Magnesita
19.Set.2017 - AGORA FICOU MUITO MAIS FÁCIL COMPRAR A SUA CHURRASQUEIRA, VASOS ORNAMENTAIS OU FOGÃO A LENHA COM FORNO
19.Set.2017 - Semana do Administrador acontece em Bom Jesus da Lapa
19.Set.2017 - Eleitores de Malhada de Pedras podem ter títulos cancelados; total pode chegar a mais de 5 mil
19.Set.2017 - Strada 1.8 Adventure 2014/2015, completa com IPVA 2017 pago é na Taisan Auto
19.Set.2017 - Aracatu, Palmas de Monte Alto e outros municípios baianos são alvos de Operação da Polícia Federal
19.Set.2017 - Planalto vê Geddel instável e com chances de delatar
19.Set.2017 - Leão: Energia eólica será maior que hidrelétrica na Bahia; Chesf ‘prejudica’ São Francisco
18.Set.2017 - Identificadas as vítimas fatais do acidente com caminhão entre Contendas e Maracás
18.Set.2017 - Homem quase tem pescoço decepado por linha de cerol no bairro Baraúnas em Brumado
eventos
08.09.2017
Desfile de 7 de Setembro em Brumado 2017
 
29.08.2017
Cavalgada de Barra da Estiva - A Top da Chapada
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções