publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Pedro Miguel em:
Jovem guajeruense de 18 anos morre após colidir moto contra trem em Malhada de Pedras
 
 
Carlos em:
Grave acidente deixa uma vítima fatal em estrada vicinal de Malhada de Pedras
 
 
Ana paula em:
A caminho do Paraguai, Cézar Paulo 'Cézar de Lim', acusado da morte de Camarão acaba de ser preso
 
 
regiana em:
Mais uma pessoa morre após ficar três dias no Hospital de Brumado aguardando vaga numa UTI em Conquista
 
 
 
curta nossa fanpage
12.07.2017 - POLÍTICA
 
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
 
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado na Lava Jato (Foto: Douglas Magno/AFP)
 

O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no processo que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele foi condenado a nove anos e seis meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além de Lula, outras seis pessoas foram condenadas no mesmo processo.

Além de Lula, outras seis pessoas foram envolvidas nesta ação penal. Veja abaixo as acusações contra cada réu.

•Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente: corrupção passiva e lavagem de dinheiro

•Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS: corrupção ativa e lavagem de dinheiro

•Paulo Gordilho, arquiteto e ex-executivo da OAS: lavagem de dinheiro

•Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula: lavagem de dinheiro

•Agenor Franklin Magalhães Medeiros, ex-executivo da OAS: corrupção ativa

•Fábio Hori Yonamine, ex-presidente da OAS Investimentos: lavagem de dinheiro

•Roberto Moreira Ferreira, ligado à OAS: lavagem de dinheiro

É a primeira vez, desde a Constituição de 1988, que um ex-presidente é condenado criminalmente. A sentença foi publicada nesta quarta-feira (12). 

G1 fez contato com a defesa de Lula e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

“A prática do crime de corrupção envolveu a destinação de R$ 16 milhões a agentes políticos do Partido dos Trabalhadores, um valor muito expressivo”, diz um trecho da sentença.

“O condenado recebeu vantagem indevida em decorrência do cargo de Presidente da República, ou seja, de mandatário maior. A responsabilidade de um Presidente da República é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes”, diz Moro no texto da decisão.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
23.Jul.2017 - CIPRRv Brumado/ TOR Prende indivíduos acusados de tentativa de estupro
23.Jul.2017 - Festival de Inverno Bahia tem novos preços a partir deste domingo, 23
22.Jul.2017 - Homem é encontrado morto com sinais de apedrejamento e parte do corpo queimado próximo a entrada de Umburanas, em Brumado
22.Jul.2017 - Menina de 4 anos morre em Guanambi após ser picada por escorpião em Sebastião Laranjeiras
21.Jul.2017 - Caso Noé Galvão: após 10 anos, ex-policial é preso e cumprirá pena em presídio de Vitória da Conquista
21.Jul.2017 - Prefeitos de Brumado, Malhada de Pedras e Aracatu assinam convênio com o TRE-BA
21.Jul.2017 - Acessibilidade na Alba torna-se realidade. Mais uma iniciativa de Luciano Ribeiro
21.Jul.2017 - Em Barra da Estiva prefeitura faz grande investimento para solucionar a crise hídrica
21.Jul.2017 - CARTÃO REFORMA DEVE BENEFICIAR MAIS DE DUZENTAS FAMÍLIAS EM GUANAMBI
21.Jul.2017 - Homem é detido em Brumado após dirigir embriagado, promover direção perigosa e ameaçar pessoas
eventos
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
30.05.2017
Transmissão de comando da 34ª CIPM
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções