publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Valda em:
Servidor do INSS de Vitória da Conquista é condenado por fraudes em concessão previdenciária
 
 
ELISEU AURELIANO DA ROCHA em:
Um morre e outro fica gravemente ferido durante briga no município de Tanhaçu
 
 
Iana Lopes em:
Açougueiro vítima de acidente quando bandido empreendia fuga em Brumado, morre no hospital
 
 
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
 
curta nossa fanpage
18.05.2017 - POLÍTICA
 
Fachin autoriza abertura de inquérito para investigar Michel Temer
 
Fachin autoriza abertura de inquérito para investigar Michel Temer
O presidente Michel Temer será investigado com autorização do Supremo (Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República)
 

Com decisão, ele passa formalmente à condição de investigado na Lava Jato. Segundo 'O Globo', Joesley Batista gravou Temer dando aval para comprar silêncio de Cunha em março.

O Ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou abertura de inquérito para investigar o presidente Michel Temer. O pedido de investigação foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR)

Com a decisão de Fachin, Temer passa formalmente à condição de investigado na Operação Lava Jato. Ainda não há detalhes sobre a decisão, que foi confirmado pela TV Globo.

O pedido de abertura de inquérito foi feito após um dos donos do grupo JBS, Joesley Batista, dizer em delação à Procuradoria-Geral da República (PGR) que, em março deste ano, gravou o presidente dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A informação foi divulgada pelo jornal "O Globo".

A delação de Joesley e de seu irmão, Wesley Batista, foi homologada por Fachin, informou o Supremo nesta quinta-feira.

Pela Constituição, o presidente da República só pode ser investigado por atos cometidos durante o exercício do mandato e com autorização do STF.

Assim, o presidente poderá ser investigado porque os fatos narrados por Joesley Batista na delação teriam sido cometidos em março deste ano, quando Temer já ocupava a Presidência.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
16.Dez.2017 - Homem invade residência após roubo e é preso pela polícia em Ituaçu
16.Dez.2017 - Rio do Antônio: Waldenor e Deca buscam nova adutora, trator, desenvolvimento social e investimentos para a saúde
16.Dez.2017 - Anvisa divulga novas imagens de advertência para embalagens de cigarro
16.Dez.2017 - Homem é assaltado e agredido durante trabalho em Malhada de Pedras; caso foi registrado em Brumado
15.Dez.2017 - Operação Fim de Ano: Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em Brumado; seis pessoas foram presas
15.Dez.2017 - APROVEITE AS PROMOÇÕES DE NATAL DA BELLA VISTA EMBALAGENS E FESTAS
15.Dez.2017 - Conquista: motorista se distrai, perde controle do veículo e cai em vala
15.Dez.2017 - Última votação do projeto que regulamenta 13º salário para prefeito, vice e vereadores aconteceu hoje, 15; projeto foi aprovado pela maioria
15.Dez.2017 - Polícia realiza apreensão de armas de fogo em Livramento
15.Dez.2017 - Quase mil alunos participam da formatura do Proerd em Guanambi
eventos
31.07.2017
Aniversário de 55 anos de Rio do Antônio 2017
 
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções